NATAL PRESS

divulgação

 

 

                O secretário de governo da Prefeitura de Natal, Paulo César Medeiros, ao lado de outros secretários municipais, recebeu a comissão organizadora da 72ª edição da Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC 2020), na manhã desta terça-feira (27), no Palácio Felipe Camarão. A reunião serviu para que os representantes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN apresentassem um esboço do projeto do evento que terá a gestão municipal como parceira. A SBPC tem previsão de acontecer entre os dias 12 e 18 de julho de 2020

            “Esse encontro foi muito importante para que possamos já conhecer parte das demandas. Vamos solicitar um caderno com essas demandas para que possamos analisar o que é possível fazer. Não somos uma ilha e, assim como a UFRN, vivemos esse momento de crise e vamos fazer tudo dentro das nossas limitações”, explicou o secretário de governo. “O prefeito Álvaro Dias determinou que estejamos junto nesse projeto e vamos dar nosso apoio para que seja um grande evento”, complementou Paulo César Medeiros.

                Os representantes da UFRN apresentaram possibilidades de parcerias com a Secretaria de Educação para a participação de educadores e estudantes de escolas do município, ações na área de turismo, licenciamentos, assim como intervenções no trânsito em um trecho do anel viário do Campus, bem como um reforço no transporte para a área e nos ônibus do Circular. A comissão se comprometeu a encaminhar, detalhadamente, as demandas e o Município vai montar um grupo de trabalho para auxiliar no evento.

                O QUE É SBPC

Realizada desde 1948, com a participação de representantes de sociedades científicas, autoridades e gestores do sistema nacional de ciência e tecnologia, a Reunião Anual da SBPC tem os objetivos de debater políticas públicas nas áreas de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação e de difundir os avanços da Ciência nas diversas áreas do conhecimento para toda a população.

A cada ano, a Reunião Anual da SBPC é realizada em um estado brasileiro, geralmente em universidades públicas. O evento reúne milhares de pessoas – cientistas, professores e estudantes de todos os níveis, profissionais liberais e população local. A Programação Científica é composta por conferências, mesas-redondas, encontros, sessões especiais, minicursos e Sessões de Pôsteres (que inclui a Jornada Nacional de Iniciação Científica).

Também são realizadas outras atividades, como a SBPC Jovem (exposição voltada para estudantes do ensino básico e público em geral), a ExpoT&C (mostra de ciência e tecnologia), a SBPC Cultural (apresentação de atividades artísticas regionais e discussões sobre temas artísticos e culturais), a SBPC Afro e Indígena (conferências e mesas-redondas que abordam essas temáticas).

divulgação

Garotada da equipe Sub-10 venceu o Marista na decisão por 4 a 0 e conquistou o segundo título consecutivo no torneio

 

A equipe de futsal da categoria Sub-10 do Salesiano São José conquistou neste domingo (25) o bicampeonato da 25ª edição dos Jerninhos. Na semifinal, os meninos venceram a equipe do CEI Mirassol por 2 a 1 e, na final, o título saiu com uma vitória por 4 a 0 sobre o Marista, em jogo realizado no ginásio da escola local. A equipe salesiana ainda teve outro grande destaque na competição, marcando 46 gols em apenas oito jogos.

O professor Fábio Morais coordenador das equipes de futsal do Salesiano São José, ressaltou o aprendizado e a dedicação dos atletas durante o período de treinamento, o que ajudou na conquista do segundo título consecutivo na competição escolar infantil.

"Foi uma grande conquista para a nossa escola. Os meninos se dedicaram e jogaram muito bem, em um torneio com as principais escolas do estado, por isso a importância desse título. No ano passado, conquistamos o título e repetimos agora mais um vez, com boas vitórias e muitos gols", festejou o professor.

Os Jerninhos reúnem alunos dos 2° ao 5° do Ensino Fundamental, divididos em duas categorias: 7 e 8 anos - para a realização de atividades recreativas; e 9 e 10 anos - com disputas de jogos para premiação com medalhas e troféus.

DIVULGAÇÃO
 
Por  Ilana Albuquerque

A professora de Literatura e Religião e também escritora, Araceli Sobreira, estará autografando seu mais recente livro “O Espelho de Eloísa e outras histórias de mulheres sábias” (CJA Edições) na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, neste sábado, dia 24 de agosto, a partir das 16h. O lançamento acontecerá no Quadra – espaço organizado pela Livraria Lamarca de Fortaleza, que abrigará editoras e autores independentes, como parte das atividades literárias que acontecem no Centro de Eventos do Ceará. De origem cearense, Araceli aproveitará o evento para compartilhar sua obra com familiares e amigos, além do público em geral que participa da Bienal, que teve início semana passada e segue até domingo, dia 25.


Além de autografar seu primeiro livro de contos, a professora irá participar do sarau promovido pelo Mulherio das Letras de Fortaleza e também estará com a Caravana de Escritores Potiguares, grupo de cerca de 30 autores potiguares que recebeu apoio da Secretária de Cultura do Estado do Rio Grande do Norte em parceria com a Secult do Ceará, para divulgar suas obras na Bienal Internacional do Livro. A obra da professora Araceli está indicada para estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental e foi uma das mais vendidas na Feira de Livro e Quadrinhos de Natal e na Feira do Livro de Mossoró, em 2018. Com a boa recepção entre leitores jovens, o livro também tem atingido um público feminino que se reconhece nas histórias de mulheres livres: sertanejas, rezadeiras, loucas, solteiras, cada uma com uma sabedoria ligada às memórias de nordestinas.


“2019 tem sido um ano de muitas experiências em cidades do RN, por onde compartilhei as histórias de mulheres que povoaram minha infância e juventude. Estava em licença prêmio na UERN e aproveitei vários convites para divulgar meu trabalho e minhas pesquisas na área da formação de leitores de literatura”, conta a professora. “Ainda teremos outros eventos literários em Natal, Campina Grande e Pernambuco, para onde levarei, em breve também, meu primeiro livro infantil”, acrescenta.

Marcelo Barroso

 

Durante reunião da Frente Parlamentar em Defesa da Educação Pública da Câmara Municipal de Natal, nesta quinta-feira (22), foi debatido o Financiamento da Educação Pública na capital potiguar, com foco no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - Fundeb, o salário-educação e as transferências diretas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A presidente da Frente Parlamentar, vereadora Eleika Bezerra (PSL), falou que a educação costuma ser prioridade apenas no discurso. "No dia a dia das gestões a educação não é prioridade. Um exemplo disso é que de acordo com as análises orçamentárias dos últimos oito anos, a Prefeitura de Natal não está aplicando o percentual mínimo de 30% para investimentos no setor, conforme determinação da legislação em vigor. Em 2018 o percentual investido foi de apenas 18,91%".

"E mais uma vez vou bater na velha tecla: precisamos saber o custo aluno em nosso município, que visa mensurar as necessidades para a melhoria da qualidade da educação. O gasto por aluno é resultado da divisão dos recursos investidos em educação pelo número de estudantes. Então, calcula-se o gasto por aluno a partir do número ideal de crianças ou adolescentes por sala e dos insumos necessários para uma escola, passando pela valorização dos profissionais e infraestrutura, como bibliotecas e quadras", explicou Eleika.

Cleucy Lima, que representou o Conselho Municipal de Educação, disse que 2019 tem sido um ano complicado. "Começamos o período letivo em março por causa dos problemas com a matrícula online. As receitas continuam escassas para o ensino básico. A questão da merenda escolar ainda gera preocupações aos gestores. Enfim, precisamos atualizar os repasses dos recursos efetuados pelo Município. Porque é possível uma escola pública de qualidade, mas temos que investir".

Segundo a diretora do Instituto de Desenvolvimento da Educação (IDE), Cláudia Santa Rosa, o número de matrículas no ensino fundamental está caindo. "Enquanto as matrículas na educação infantil cresceram de forma significativa, registramos um movimento inverso na faixa etária dos 6 aos 14 anos. Isso pode ser uma consequência da falta de confiança da sociedade em relação à educação pública, especialmente por causa da ausência de investimentos na rede", informou.

Presente na reunião, Andreia Souza, coordenadora do coletivo Mulheres na Contramão, apontou a falta de vagas nas creches, o que prejudica a inserção e o crescimento profissional feminino. "A oferta de creches gratuitas e de qualidade tem tudo a ver com o desenvolvimento profissional, social e econômico do país. A falta de local para deixar as crianças atrapalha, ou até impede, que trabalhadores com filhos pequenos — majoritariamente mulheres, pois são elas as que mais se responsabilizam pela prole — se insiram, se mantenham e avancem no mercado. É preciso ter creche pública de qualidade para todos".

Texto: Junior Martins

Texto: Wilson Galvão - Ascom/Reitoria

As funcionalidades e peculiaridades dos Sistemas Integrados de Gestão (SIGs) serão apresentados a todos os reitores de universidades federais do país no início da noite desta quarta-feira, 21, em Brasília, na sede da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes). A explanação será conduzida pelo reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo, e por Clarissa Lorena Alves Coelho Lins, da Superintendência de Informática (Sinfo).

Daniel Diniz destacou que o objetivo da reunião é esclarecer os reitores sobre os sistemas. “A exposição acontece ao final da reunião do Conselho Pleno da Andifes e não é para pessoal técnico de TI, mas para reitores, a fim de pontuar os potenciais do uso dos sistemas, como a possibilidade de customização deles”, colocou o reitor. 

Os SIGs são utilizados atualmente por 62 instituições de todo o país, dentre as quais a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), o Ministério da Justiça, o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPOG) e a Controladoria Geral da União (CGU). Além disso, 34 universidades no país, federais ou estaduais, têm acordo de cooperação com a UFRN para o uso dos sistemas. 

As parcerias preveem a transferência de tecnologia da Universidade para instituições cooperadas, permitindo a capacitação para implantar os sistemas e promovendo, assim, a informatização dos processos de trabalho nas Áreas Administrativas (SIPAC), de Recursos Humanos (SIGRH) e Acadêmica (Sigaa). A Resolução 061/2018 do Conselho de Administração (Consad) disciplina os procedimentos operacionais, orçamentários e financeiros relacionados à transferência dos sistemas SIG em conformidade com os perfis de interesse dos órgãos públicos envolvidos. 

divulgação
 
 
Com o objetivo de incentivar seus alunos a compreenderem o valor das manifestações culturais populares, uma das principais escolas particulares de Natal, o colégio CEI Mirassol, realizou o  “XLVIII Encontro de Saberes e Fazeres Populares”, atraindo para o cotidiano dos estudantes do ensino fundamental aspectos da cultura brasileira, como o folclore, por  exemplo. O projeto, que teve como subtema "Redinha: de sabores e saberes!", buscou priorizar as manifestações folclóricas e culturais, dando destaque ao Nordeste, especialmente ao Rio Grande do Norte.
 
Esse ano, o encontro ocorrido entre os dias 14 e 16 de agosto, foi incrementado com apresentações culturais dos alunos do 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental I, além da realização de uma feirinha de artesanato no pátio da escola, que permitiu que artistas locais pudessem expor e comercializar seus trabalhos.
 
O bairro da Redinha foi o escolhido para ser homenageado pois conta com um lirismo peculiar, já que sempre abrigou os poetas, artistas e artesãos, assim como as festas populares, a fé e as lendas que povoam o imaginário coletivo. A partir de 2019, a  popular “ginga com tapioca”, uma culinária típica da Redinha, tornou-se por lei “Patrimônio imaterial” do Rio Grande do Norte.
 
“Esse encontro tem o objetivo de ressaltar a importância das manifestações culturais regionais para a formação intelectual dos alunos do Ensino Fundamental I. Através das atividades de pesquisas realizadas em sala de aula sobre aspectos teóricos da cultura e arte popular da Redinha, eles colocam em prática as descobertas e retratam ao público presente apresentações de dança (ciranda, pastoril, bumba), tribos indígenas como também a confecção de cordéis criados pelos próprios alunos. O resultado de tudo isso é a proliferação do conteúdo das manifestações artísticas pesquisadas”, explica a  coordenadora do Fundamental I, Fabiola Morais.

Thércio Leite

 

Por Felipe Araújo de Ascom IMD

No intuito de difundir tecnologia em diferentes áreas de atuação profissional, o Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN) recebeu, nessa terça-feira (13), representantes da Justiça Federal do Rio Grande do Norte (JF-RN) para discutir sobre a criação de um programa de educação continuada voltado para servidores e magistrados do Poder Judiciário.

A proposta, segundo o diretor de Tecnologia da Informação (TI), professor Itamir Barroca, é criar um curso de transformação digital para profissionais na área de Direito. “Nossa ideia é oferecer capacitação em TI para pessoas que não são da área, de maneira que possam otimizar a qualidade e a produtividade dos trabalhos jurídicos”, conta o diretor.

A princípio, o programa será voltado para colaboradores da JF-RN. Segundo o juiz federal da 3ª Vara, Marco Bruno Miranda, a proposta é uma iniciativa cujo modelo tende a ser um sucesso na área jurídica. “Acho que o programa é uma ação bastante completa e flexível, que se adapta às necessidades das instituições e de seus profissionais. Vivemos um tempo em que as novas tecnologias estão surgindo muito aceleradamente e exercem, inclusive, influência sobre o Direito”, avalia o juiz.

Além de Miranda, também estiveram presentes na reunião o diretor do IMD, professor Ivonildo Rêgo, docentes da UFRN e o diretor da Justiça Federal, o juiz Carlos Wagner Dias. Para este, o programa de educação continuada específico para a área do Direito atenderá a demandas internas da Justiça Federal. “Na Justiça Federal precisamos de mais tecnologia, inovação e criatividade. Acredito que a proposta será uma ótima parceria, assim como aquelas que já formamos com o IMD, como o programa de Residência em TI”, aponta Dias.

Segundo Itamir de Morais, a próxima etapa para implementar a iniciativa é a validar o cronograma. Apesar de não haver ainda uma previsão de quando começarão as atividades, o grupo já tem levantado ideias para darem início ao projeto.

Continuando a parceria com o CDF Zona Norte, para facilitar o acesso à educação, o Partage Norte Shopping promove aulões preparatórios para o Enem, na Praça de Alimentação, das 08h às 11h. Neste mês, em comemoração ao mês do Estudante, serão realizadas duas edições especiais, com brindes e sorteio de bolsas de estudo, nas redes sociais do empreendimento.

Neste domingo (18), serão ministradas aulas de Matemática, com o professor Adriano Barros, e Biologia, pelo professor Cléber Fininho. As inscrições podem ser realizadas pelo site do Partage Norte Shopping (www.partagenatal.com.br) e a entrada será gratuita.

Serviço:

Aulão Enem

Data: 18 de agosto de 2019;

Local: Praça de Alimentação do Partage Norte Shopping;

Endereço: Av. Doutor João Medeiros Filho, 2395 – Potengi;

Horário: 08h às 11h;

Telefone: (84) 3674-8200 | 98189.8899 (WhatsApp)

Redes Sociais: @partagenatal

Sitewww.partagenatal.com.br

Projeto escolhido pelo Criança Esperança será beneficiado com doação de alimentos não-perecíveis recolhidos na festa dos ex-alunos do Salesiano

 

Fazer o bem ao próximo com um gesto de solidariedade, levando amor e proporcionando bem-estar para crianças e adolescentes. A festa “Sou Salesiano”, que acontece no próximo sábado (17), no Salesiano São José, vai promover uma ação social ao Centro Educacional Dom Bosco, no Gramoré, que teve um projeto escolhido pelo Criança Esperança 2019.

Cada participante poderá levar alimentos não-perecíveis a partir de quarta-feira (14), no Salesiano São José, na entrega dos kits de camisa do evento. As doações realizadas serão encaminhadas para a instituição que desenvolve atividades socioeducativas para as comunidades na Zona Norte de Natal.

A festa marca o reencontro de amigos e ex-alunos dos colégios Salesianos do RN, com histórias e momentos de pura nostalgia da época escolar. A quarta edição do Sou Salesiano acontece na Ribeira e os ingressos estão à venda nas cantinas dos colégios Salesianos, além dos comissários do evento, por R$ 70.

Esse ano, Sou Salesiano vai contar a animação de Aduílio Mendes, uma das vozes mais consagradas do forró, levando ao público os grandes sucessos que tocaram os corações dos forrozeiros. No palco, shows também como o cantor Pedro Luccas e banda, com repertório eclético; a banda Samba Preto no Branco, com os grandes clássicos do samba nacional; e o DJ PL, que é ex-aluno da escola. Outras informações no perfil @sousalesiano ou pelos telefones (84) 99984-4040 e (84) 99918-0048.

Sobre o CEDB

O Centro Educacional Dom Bosco atende crianças e adolescentes de seis a 19 anos, em situação de vulnerabilidade social. O CEDB realiza ações nas áreas das artes, cultura, esporte, música, além de oferecer cursos de formação profissional voltados para os setores de panificação, auxiliar de cozinha, corte e costura, operador de caixa e informática, encaminhando para o mercado de trabalho.

A instituição fica localizada na Avenida Guaratinguetá, número 715, conjunto Gramoré, em Lagoa Azul. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 17h.

 

SERVIÇO:

Sou Salesiano 2019

Atrações: Aduílio Mendes, Samba Preto no Branco, Pedro Luccas e DJ PL.

Dia: 17 de agosto, às 15h

Local: Salesiano São José (Largo Dom Bosco, 335 – Ribeira)

Vendas: Cantinas do Salesiano São José e Dom Bosco, e com comissários

Informações: Rodrigo Alegria (99918-0048) / Cláudio Porpino (99984-4040)

Marcelo Barroso


Com o objetivo de motivar e acompanhar os estudantes que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), uma parceria entre a Câmara Municipal de Natal, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte e a Prefeitura do Natal promoverá até novembro uma série de aulões preparatórios gratuitos, através do projeto Conexão Enem Natal. A aula inaugural aconteceu na manhã deste domingo (11), Dia do Estudante, no Palácio dos Esportes. Os alunos que desejam participar do projeto devem fazer suas inscrições presencialmente na Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Natal, na Escola da Assembleia (R. Açu, 426 - Tirol) ou também pelo telefone: (84) 3232-1001.O projeto é aberto tanto para alunos de escolas públicas quanto particulares 

De acordo com o diretor da Escola do Legislativo da CMN, Rafael Jácome, a previsão é atender cerca de 30 mil estudantes nos 14 encontros que acontecerão até os dias das provas do Enem (3 e 10 de novembro). "Os alunos poderão revisar os conteúdos de Física, Química, Matemática, Geografia, História, Biologia, Português e Redação. Para o desenvolvimento dos aulões, contamos com a participação de professores experientes e renomados. As aulas terão como base as últimas questões do certame e um vasto material didático preparado pela equipe". 

"Trata-se de uma iniciativa educacional da Assembleia Legislativa do RN voltada a estudantes que se preparam para o exame. Consiste na exibição ao vivo, pela TV Assembleia, de aulas e debates de assuntos pertinentes ao processo seletivo", informou o diretor da Escola da Assembleia, professor João Maria Lima. "Neste ano, o projeto se estende aos aulões presenciais com o apoio da Assembleia Legislativa, cuja gestão do presidente Ezequiel Ferreira não tem medido esforços na educação, da Câmara Municipal, tendo apoio irrestrito do presidente Paulinho Freire, da Prefeitura de Natal e de um grupo de professores amigos", completou.

Segundo Josivan Monte, professor de Literatura e Redação, é esperado que o aluno demonstre seus conhecimentos relacionados ao campo literário. "O examinador quer saber se ele tem a capacidade de analisar, interpretar e aplicar recursos expressivos das linguagens, relacionando textos com seus contextos, mediante a natureza, função, organização e estrutura das manifestações. Para tanto, a leitura constante é fundamental para que o candidato possa se apropriar do conhecimento, formar bagagem cultural e se conectar com procedimentos de construção do texto, valores sociais e humanos".

O estudante Samuel Silva, do Colégio Estadual Atheneu Norte-Riograndense, falou que para enfrentar a maratona de estudos é necessário traçar metas, confiar no futuro e manter o foco. “Com essa ação podemos nos preparar melhor para as provas, acrescentar informações, tirar dúvidas, rever conteúdos, treinar as redações e ter mais segurança na hora de responder às questões”, esclareceu ele, que vai concorrer a uma vaga no curso de Ciências da Computação da UFRN.

"Esse aulão é um incentivo a mais para que a gente chegue firme na hora da prova. Um momento não só de revisão, mas também de confraternização e intercâmbio entre os estudantes. Portanto, minhas expectativas estão bem otimistas acerca dos resultados que virão", afirmou Jamilly Raquel Oliveira, da Escola Estadual Winston Churchill, que concorrerá para o curso de Medicina.



Texto: Junior Martins


Twitter