NATAL PRESS

O Tesouro do Rio Grande do Norte obteve uma receita bruta, no primeiro trimestre de 2013, de R$ 1.900.290.479,83. Desse valor, foram deduzidos R$ 818.389.361,39 para pagamento de transferências constitucionais aos municípios, de repasses ao FUNDEB/ Educação, União (Pasep) e ao Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial (Proadi). Descontados os repasses, a receita líquida do Tesouro ficou em R$ 1.081.901.118,44.

Nos meses de janeiro, fevereiro e março, as despesas pagas pelo Tesouro Estadual foram de R$ 1.061.522.571,43. O Tesouro ficou, portanto, com uma disponibilidade de R$ 20.378.547,01 para pagamento de despesas imediatas. No primeiro trimestre, o Poder Executivo transferiu aos Poderes Legislativo, Judiciário, Tribunal de Contas e ao Ministério Público R$ 285.319.922,98. Ou seja, 26,4% da receita líquida, conforme as planilhas enviadas à Secretaria de Planejamento (Seplan), prevendo gastos com pessoal, custeio e investimento.

Pela ordem dos valores, o Tribunal de Justiça ficou com a maior parte dessetotal: R$ 167.243.256,94. A Assembleia Legislativa recebeu R$ 55.275.275,88. Já o Ministério Público ficou com R$ 51.431.721,08. Finalmente, coube ao Tribunal de Contas o repasse de R$ 11.369.669.

Com relação aos valores de custeio, enquanto o Executivo pagou R$ 22.578.407,46, os demais Poderes previram gastos de R$ 37.348.175,42.

Receitas do Tesouro

O acumulado do trimestre identifica duas fontes de receita do Estado: a arrecadação própria (ICMS, IPVA, ITCD, IRRF) rendeu o valor bruto de R$ 1.067.907.807,42 , enquanto as transferências da União, provenientes do Fundo de Participação dos Estados (FPE), IPI de exportação e royalties, basicamente, ficaram em R$ 832.382.672,41.

No demonstrativo dos primeiros três meses, a Receita realizada ficou abaixo da Receita prevista. A arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS), por exemplo, foi de R$ 927.398.051,58 bem abaixo da previsão de R$ 983.527.425,53. Só no ICMS, o Tesouro deixou de arrecadar R$ 56.129.373,95. Outro exemplo de redução de Receita foi observado no Fundo de Participação dos Estados (FPE). Dos R$ 778.058.792,77 previstos, foram arrecadados R$ 756.165.341,39. A redução da arrecadação representou uma queda de R$ 21.893.451,38

O Tesouro pagou despesas com pessoal, custeio, investimentos e restos a pagar, no valor de R$ 695.599.219,44, conforme quadro abaixo:

Relação das despesas:
Pessoal ................................................................... R$ 544.577.012,51
Custeio .................................................................   R$ 22.578.407,46
Investimentos ......................................................... R$ 11.285.344,04
Restos a Pagar ...................................................... R$ 117.158.455,43

Os dados do demonstrativo de receitas e despesas do Tesouro Estadual estão à disposição da sociedade e dos veículos de Comunicaçãonos sites da Seplane do Governo do Estado.

O Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante foi enfim consolidado na manhã deste sábado (6), com a assinatura da Ordem de Serviço para a construção dos dois acessos que vão interligar a região metropolitana de Natal às regiões norte e sul da cidade. A construção dos acessos faz parte do conjunto de obras sob a responsabilidade do Governo do Estado para a Copa do Mundo de 2014 e tem o objetivo de desafogar o tráfego e facilitar o trânsito dos potiguares e visitantes que vão futuramente desembarcar no novo aeroporto.

O Governo do Estado foi além da matriz de responsabilidades estabelecida pelo Comitê Organizador da Copa do Mundo. Quando a obra estiver pronta ela vai configurar o Anel Viário Metropolitano que dará acesso também ao Estádio Arena das Dunas, à BR-101 e ao aeroporto Internacional Augusto Severo. A construção dos acessos ao novo aeroporto está prevista para ser concluída em maio de 2014.

O valor do contrato é de R$73 milhões e contempla a construção de dois acessos, totalizando 33,27 quilômetros em pista dupla. O primeiro acesso liga à BR-406 e, consequentemente, à Zona Norte e ao litoral norte, enquanto o segundo aceso vai ligar a BR-304, na altura do município de Macaíba.

Para a governadora Rosalba Ciarlini, a obra vai mudar o estado, “Com a assinatura dessa Ordem de Serviço vamos consolidar, de uma vez por todas, essa obra grandiosa e fundamental para o Rio Grande do Norte. Teremos um aeroporto de carga, de passageiros que vai gerar renda, emprego e dar uma nova estrutura ao estado. Os novos acessos vão dar condições a quem chega ao aeroporto e quer ir ao litoral norte e, além disso, teremos outro acesso. Será um verdadeiro complexo viário que interliga as BRs 304 e 101”.

O presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves destacou a união política do estado, que tem conseguido investimentos importantes para a realização de obras e concretização de antigos projetos. “A hora é do Rio Grande do Norte se unir, esse é um momento importante na política brasileira, temos uma bancada muito atuante e vamos fazer com que agora seja a vez hora do nosso estado e da minha parte, é meu dever é minha vontade e minha alegria poder contribuir com isso”, concluiu.

A assinatura aconteceu no Teatro Municipal Poti Cavalcanti, em São Gonçalo do Amarante e contou com a presença dos ministros Garibaldi Alves, José Agripino; do presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves; do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Ricardo Motta e também do prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado.
O aeroporto de São Gonçalo do Amarante será o maior aeroporto de passageiros e de carga da América Latina e o sétimo maior do mundo, com custo estimado de R$ 1 bilhão e capacidade para aproximadamente 40 milhões de passageiros por ano.

A Secretaria de Planejamento, Fazenda e Tecnologia da Informação (SEMPLA) irá realizar no dia 30 de Abril, no auditório do IFRN da Cidade Alta, o Seminário de Participação Popular na elaboração do Plano Plurianual de Natal para o Quadriênio 2014-2017. O encontro visa discutir as prioridades do Plano Plurianual, no intuito da construção futura, da Lei de Diretrizes Orçamentárias e da Lei Orçamentária Anual, em conjunto como a participação da população no ciclo orçamentário municipal.

O Plano Plurianual (PPA) tem como objetivo principal a orientação das políticas públicas e planejamento dos gastos orçamentários para os próximos quatro anos da gestão do Municipio de Natal. O PPA está sendo elaborado pela SEMPLA, em conjunto com todas as secretarias da Prefeitura do Natal e representantes da Sociedade Civil, priorizando cinco eixos temáticos referentes, ao Desenvolvimento Humano e Cidadania, Desenvolvimento Socioespacial, Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Gestão Democrática da Cidade e Desenvolvimento Regional.

A proposta do encontro visa também, à proposição de novas ações, na perspectiva de que os anseios e os interesses da comunidade sejam contemplados no Plano Plurianual 2014/2017, tendo como foco a retomada do desenvolvimento sustentável da nossa cidade, de forma transparente e democrática, respeitando a equidade e a participação social.

alt

No final da tarde de quinta-feira (04), o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern), José Álvares Vieira, recebeu na sede da Instituição a visita dos prefeitos Benes Leocádio, de Lajes, Jackson Bezerra, de Afonso Bezerra, e Fabiano de Souza, de Serrinha, para uma conversa que girou sobre a problemática da seca no interior potiguar.

Na oportunidade, os prefeitos conversaram com Vieira e com o assessor técnico da Faern, Henderson Magalhães, sobre a situação vivida nas pequenas cidades e o colapso na economia dessas localidades. “Se nada fizermos, e urgentemente, seremos engolidos por essa seca. Não podemos aceitar mais essa realidade”, afirmou o prefeito Jackson Bezerra.

De acordo com José Vieira, da Faern, a expedição Retratos da Seca, promovida pela Federação da Agricultura em fevereiro, serviu para mostrar para a sociedade o verdadeiro caos em que se encontra o campo potiguar. “A nossa viagem serviu para observarmos verdadeiramente a total precariedade das políticas para o produtor rural e para a economia dos municípios do interior. Por isso, essa reunião com os prefeitos servirá para planejarmos outro plano de ação para enfrentar essa terrível seca. Outros encontros futuros serão planejados e uma estratégia de cobrança será feito ao Governo estadual e federal”, ressaltou o presidente da Faern.

Pouca ação do governo Dilma

Na conversa desta quinta-feira, um dos assuntos mais comentados foram às ações do governo Dilma Rousseff com relação à seca no Nordeste. “Projetos e planos que ainda não saíram do papel e que deixam o produtor rural na expectativa. Talvez essas ações já cheguem muito tarde. É uma pena”, declarou o prefeito de Lajes e presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), Benes Leocádio.

Na terça-feira (02), a presidente Dilma Rousseff declarou que sua gestão tem uma parceria incondicional com a população e os governantes do Nordeste, ao anunciar investimentos de R$ 9 bilhões para o combate aos efeitos da seca na região. Em reunião do conselho deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) com governadores, realizada em Fortaleza. “Esperamos que esses valores sejam utilizados de forma correta e com medidas emergenciais. Perfurar poços e instalar cisternas são ações importantes, mas acredito que outras mais fundamentais deveriam vir na frente”, finalizou o prefeito de Serrinha, Fabiano de Souza.

O Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica - Cade aprovou, nesta quarta-feira (3/4) despacho do conselheiro Marcos Paulo Veríssimo que atesta a renúncia, pelo Banco do Brasil - BB, da exigência de exclusividade para operar crédito consignado em contratos mantidos com órgãos públicos. Em outubro do ano passado, o Cade exigiu do BB o fim da exclusividade por meio da assinatura de Termo de Compromisso de Cessação de Prática - TCC (Processo Administrativo nº 08700.003070/2010-14).

Com o TCC, o Cade garantiu as condições de concorrência necessárias para que órgãos públicos possam firmar contratos com outros bancos na oferta de credito consignado a seus servidores. Para efetiva operação de crédito a partir das folhas de pagamento, no entanto, é necessário que os órgãos públicos credenciem novas instituições financeiras, procedimento que depende da negociação entre cada instituição financeira com os órgãos públicos.

A partir do fim da exigência da exclusividade por parte do Banco do Brasil, os servidores podem pleitear junto aos órgãos públicos a que estão vinculados o credenciamento de novas instituições financeiras, de modo a terem acesso a crédito consignado ofertado por outros bancos.

alt

A Partage, empresa empreendedora e administradora do Natal Norte Shopping desde o final de 2012, continua a expansão pelo nordeste no segmento de shoppings voltados para a classe B e C. Tendo dado início a penetração regional com a aquisição acionária do Boulevard Shopping em Campina Grande, o Norte Shopping em Natal e o West Shopping, em Mossoró.


Com estas aquisições a Partage abrange cinco shoppings centers no Brasil e prepara para a inauguração de mais um, em Betim, Minas Gerais. Paralelo aos empreendimentos voltados para atender o mercado varejista, negócios que já acumulam investimento de mais de R$ 1 bilhão desde 2008, a empresa que é holding da família Dellape Baptista, sócia do laboratório Aché, diversifica sua atuação com edifícios comerciais de alto padrão.

O foco deste segmento são os edifícios “triple A” de luxo, localizados em São Paulo. No total são cerca de 200 mil m² de área bruta locável e novos escritórios devem ter construção iniciada em abril, com investimento de R$280 milhões, e obra com três anos de duração. O foco está nas avenidas Faria Lima, Juscelino Kubitschek, Paulista, Berrini e Marginal Pinheiros.


Para 2013 estão planejados dois novos shoppings no sul do Brasil, mais precisamente em Rio Grande, no Rio Grande do Sul e Criciuma, em Santa Catarina. A previsão é de investimento de R$160 milhões mantendo o padrão pela busca de sócios minoritários apenas. O objetivo é manter o controle de no mínimo 70% da operação e a administração dos centros comerciais, conforme é feito no Norte Shopping e demais centros pertencentes a holding.

Na última quinzena do mês de março, a Ecohouse Brasil Construções, controlada pelo empresário inglês Anthony Armstrong, participou de uma das feiras, do ramo da Construção e Civil e Imóveis, mais prestigiadas do planeta. A MIPIM (Le marché des Professionnels internacional de l'immobilier) é uma exposição dedicada ao mercado imobiliário para profissionais desse setor, e é realizado anualmente no Palais des Festivals(edifício usado para grandes exposições e eventos), em Cannes(França).

Os quatro dias do evento permitem aos participantes descobrir as últimas tendências e questões do mercado de imóveis. A Ecohouse, com sedes em Londres, Toronto, Singapura, Dubai e Brasil, esteve mostrando os seus projetos em expansão pelo mundo inteiro. Atualmente, a Ecohouse Brasil comercializa três empreendimentos na Grande Natal. Especialista em atender as classes “C” e “D”, a construtora comercializa o Bosque Residencial e Casa Nova, na cidade de São Gonçalo (11 km de Natal) e Oásis, na cidade de Parnamirim (limítrofe da capital).

Amanhã acontece o lançamento da 16º edição da Feira Internacional da Fruticultura Irrigada - Expofruit, às 18h, no Sebrae – Mossoró. A feira, que acontece de 10 a 12 de julho, na Ufersa/Mossoró, já está com 50% dos estandes vendidos e logo após o lançamento a expectativa é que esse número aumente.
Amanhã será dado o pontapé inicial para a realização de mais uma edição da feira, que acontece desde 1993, com a apresentação da campanha publicitária, que terá como tema “Exposição os Doces Sabores do Brasil”, e com a realização de uma palestra com o deputado federal Betinho Rosado que vai tratar sobre "Fruticultura e suas Perspectivas".
Para esta edição os organizadores da Expofruit estão procurando, como em todo ano, inovar e buscar novas tecnologias, produtos e serviços para a fruticultura. “Estamos definindo um novo formato para a feira que vai trazer informações mais direcionadas para o produtor potiguar com uma atenção especial para os que se enquadram na agricultura familiar. Focando também o mercado interno. As rodadas de negócios também passarão por mudanças que ainda estão sendo definidas”, afirma Francisco Segundo de Paula, presidente do Comitê Executivo de Fruticultura do Rio Grande do Norte (COEX).

Confirmando os números das feiras anteriores, durante os três dias do evento deverão circular pelo local aproximadamente 30 mil pessoas e a previsão é que se supere a média de R$ 50 milhões registrados em negócios nas feiras anteriores.

Estandes

Até o momento foram comercializados aproximadamente 50% dos 300 estandes que compõe os 15 mil m2 de estrutura da feira. Cada stand possui 12 m2 e está disponível por R$ 2.500. De acordo como responsável pela venda dos estandes, João Manoel, as vendas estão muito bem e está havendo uma procura de novas empresas que desejam expor seus produtos e serviços na feira. Os interessados em adquirir estandes devem entrar em contato pelos telefones (84)3312.6939/9963-0555 e 8812-6445.
A Expofruit 2013, a exemplo das edições anteriores, tem como objetivo o apoio ao setor frutícola potiguar, garantindo a participação de produtores de todo o estado em um evento que viabilize a comercialização da produção e promova novos negócios, inclusive exportações. A feira é realizada por meio de uma parceria entre o Comitê Executivo de Fruticultura do Rio Grande do Norte (COEX), o SEBRAE - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte, a Universidade Federal Rural do Semiárido - Ufersa.

O esperado projeto que pretende devolver a Via Costeira ao natalense estreia neste domingo (7) e a Secretaria de Estado do Turismo (SeturRN) promove uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (5) para apresentar todos os detalhes do projeto Costeira Viva. A coletiva terá início às 10h, na sede da Setur (rua Antônio Basílio, exatamente atrás do Hiper BomPreço, Lagoa Nova) e espera contar com a presença da imprensa potiguar e demais interessados.

O projeto Costeira Viva será implementado para dar vida à Via Costeira - o principal corredor turístico de Natal e um espaço praticamente morto à sociedade natalense. "Que a Via Costeira possa servir de ponto de encontro para caminhadas, diversão, lazer e convivência; enfim, que seja devolvida ‘com vida’ ao natalense e se torne mais atrativa ao turista", comentou o titular da Setur, Renato Fernandes.

Uma faixa da avenida, voltada à praia, será interditada das 16h às 20h, durante todos os domingos, para reservar um espaço de lazer, prática de esporte e entretenimento. Tudo com vista para o mar de Ponta Negra. O trecho compreende do Centro de Convenções ao Hotel Pestana (2,5 quilômetros). Vários parceiros participam do projeto, a exemplo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), que ficará responsável pela distribuição de água aos participantes.

Apresentações culturais e outros detalhes serão apresentados durante a coletiva. "A intenção é que novos atrativos surjam à medida que o projeto se concretize", ressaltou Renato Fernandes. A parceria entre a Setur com hotéis da região permitirá o uso de parte das vagas de estacionamento deles aos frequentadores do Costeira Viva. Além disso, o estacionamento do Centro de Convenções de Natal, com capacidade para mil veículos, também será disponibilizado.

Principal corredor turístico
A Praia da Costeira, como é chamada a faixa oceânica às margens da Avenida Dinarte Mariz é pouco frequentada pelo natalense. Já foi verificado em estudos que a presença de hotéis, a ausência de transporte público eficiente e a insegurança inibem a presença do natalense no local. "Por essas e outras queremos movimentar a Via Costeira com este projeto para que ela se torne não só um corredor turístico ou um parque hoteleiro, mas uma via pública para o lazer do natalense e, porque não, também do turista", lembrou o secretário.

alt

‘Um Só Jogo, três formas de ganhar milhões de prêmios’. Com esta assinatura, McDonald’s lança em 4 de abril uma das maiores promoções da história da rede no Brasil com Monopoly, jogo de tabuleiro mais vendido no mundo. Serão milhões de prêmios distribuídos em pouco mais de um mês. Participam da promoção, que terá duas fases, os parceiros Coca-Cola, Decolar.com, Hasbro, Nissan, Oi, Seara, Sony e VISA.

Na primeira etapa, que foi finalizada em março, foram programadas ativações em restaurantes, mídia, divulgação online e o lançamento do site da promoção. “Nesta fase apresentamos a campanha para que os clientes pudessem conhecer e se sentir familiarizados com a mecânica da promoção, inédita no país, e que pudessem se cadastrar e estar preparados para o jogo”, diz Roberto Gnypek, Diretor de Planejamento e Marketing da Arcos Dorados, empresa que opera a marca McDonald’s no Brasil.

Já na segunda fase, que começa no dia 4 de abril, o McDonald’s fará o lançamento oficial da promoção, que vai durar seis semanas. Nesta etapa, a rede vai intensificar as inserções em mídia, ativações nos restaurantes e ações em seus canais de mídias sociais.

A promoção

São três formas de ganhar:

Achou, ganhou – prêmios instantâneos que podem ser trocados nos próprios restaurantes na hora. Uma em cada quatro etiquetas pode estar premiada.

Produtos participantes: McFritas Médias e Grandes; Refrigerantes Médios e Grandes; Big Mac; Angus Bacon e Deluxe; CBO; Cheddar McMelt; McChicken; Quarterão; McWraps; Side Salad e Del Valle Médio.

Prêmios: garrafas esportivas de alumínio, ursos de pelúcia, toalhas estampadas com a marca Coca-Cola; Jogos Monopoly edição especial Coca-Cola; Jogos Monopoly Deal; Jogos Monopoly Clássico; vales-músicas Som é Sony; produtos McDonald’s; chips Oi com bônus e vouchers de acesso ao Oi Wi-Fi.

Achou, juntou, trocou – o cliente deve juntar uma sequência de selos referentes ao prêmio. Os códigos de cada selo e o código alfanumérico do cupom fiscal da compra devem ser cadastrados no site da promoção, www.joguenomcd.com.br.

Produtos participantes: McFritas Médias e Grandes; Refrigerantes Médios e Grandes; Big Mac; Angus Bacon e Deluxe; CBO; Cheddar McMelt; McChicken; Quarterão; McWraps; Side Salad e Del Valle Médio.

Prêmios: 10 carros Nissan; 5 viagens para a Argentina; 5 viagens para o Chile; 20 TVs Sony; 50 notebooks Sony; 125 tablets Sony; 175 Playstations 3 Sony; 250 celulares Sony/Oi Chip; 500 câmeras Cybershot Sony.

Sorteio – para participar do sorteio final é necessário cadastrar os selos no site da promoção (www.joguenomcd.com.br). Todos os selos da mecânica “Achou, Juntou, Trocou” podem ser cadastrados.

Prêmios: 5 viagens para a Argentina; 5 Viagens para o Chile; 20 TVs Sony; 50 Notebooks Sony; 125 Tablets Sony; 175 Playstations 3 Sony; 250 Celulares Sony/Oi Chip e 500 Cybershot Sony.

Os prêmios que não forem entregues na mecânica “Achou, Juntou, Trocou” farão automaticamente parte do sorteio final.

Quase 80 anos de Monopoly

“A promoção Monopoly é um dos maiores sucessos do sistema McDonald’s com mais de 60 ações realizadas em 15 países, com diversas reedições. Vamos fazer com que nosso consumidor se envolva. Queremos ampliar a experiência de jovens, adultos e suas famílias em nossos restaurantes para que vivam momentos únicos e, principalmente, para que se divirtam com um dos jogos mais conhecidos e queridos do mundo”, explica Gnypek.

Com quase 80 anos de história, mais de um bilhão de pessoas já jogaram Monopoly e foram produzidas mais de 275 milhões de jogos, em 111 países e em 43 idiomas. Nos Estados Unidos e no Canadá, a Promoção Monopoly é anual e já virou tradição, tanto que está em sua 20ª edição. Portugal e o Reino Unido já tiveram sete edições da promoção e a Espanha, seis. Alemanha, Suíça, Itália, França, Austrália, Chile, China e Singapura, também já jogaram Monopoly com o McDonald’s. A promoção permitirá que o consumidor brasileiro entre no universo lúdico do tradicional jogo de compra, venda e negociação de propriedades, despertando seu interesse em conhecer as diversas inovações que a marca traz a cada ano para o mercado de jogos no Brasil e no mundo.

Sobre a Arcos Dorados
A Arcos Dorados é a maior franquia McDonald’s do mundo, tanto em vendas totais do sistema como em número de restaurantes. A Companhia é a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe, com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios, incluindo Argentina, Aruba, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Curaçao, Equador, Guiana Francesa, Guadalupe, Martinica, México, Panamá, Peru, Porto Rico, St. Croix, St. Thomas, Trinidad & Tobago, Uruguai e Venezuela. Diretamente ou por meio de franquias, a Companhia opera mais de 1.880 restaurantes da marca McDonald’s na região, com mais de 90.000 funcionários atendendo cerca de 4,3 milhões de clientes todos os dias. Reconhecida como uma das melhores empresas para se trabalhar, a Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia visite nosso site www.arcosdorados.com.



Twitter