NATAL PRESS

 

Na próxima quinta, 11/07, a Casa Durval Paiva de Apoio à Criança com Câncer, completa seu 24º aniversário celebrando vidas. A comemoração será a partir das 14h30 com apresentação de mães e pacientes, depoimentos de superação, palavra da direção e o tradicional parabéns.

Eleita a melhor Ong do Brasil em 2018 e a melhor do Nordeste em 2017 pelo Instituto Doar e a Rede Filantropia, a Casa Durval Paiva já tem novos motivos para comemorar. Neste mês, a instituição foi vencedora do prêmio ENATS de Boas Práticas de Gestão do 3º Setor 2019, conferida pelo Centro Mineiro de Alianças Intersetoriais (CeMais) na categoria Organizações de Médio Porte, por sua excelência em transparência.

Esses prêmios também refletem os números da instituição. Em 24 anos de existência a Casa já acolheu 1.551 crianças e adolescentes em tratamento contra o câncer e doenças hematológicas crônicas, oriundos de 133 municípios do RN, também da Paraíba, Piauí, Sergipe e do Ceará. Atualmente, 557 pacientes são assistidos, juntamente com seus familiares.

Os serviços oferecidos vão além do suporte ao tratamento concedido através da hotelaria (hospedagem e alimentação), translado para consultas e exames, doação de medicamentos adjuvantes ao tratamento clínico e encaminhamentos para exames, amplia-se no apoio social com a doação de cestas básicas e até mesmo a construção e reforma das casas dos pacientes.

Desde 1998, o Projeto Vida faz o resgate da cidadania e da qualidade de vida dos pacientes e seus familiares já tendo construído 94 casas e reformado 134 residências, contabiliza ainda 6.763 visitas sociais e a doação de 7.212 cestas básicas, 5.189 redes, 874 filtros, 1.133 colchões, 6.584 kits de utensílios e 7.357 kits de roupas.

O suporte aos pacientes e familiares é desenvolvido por 101 colaboradores, com atuação de uma equipe multidisciplinar formada por assistentes sociais, dentistas, pedagogas, psicóloga, farmacêutica, nutricionista, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, profissional de TI e arte educadora.

O apoio educacional é oferecido aos pacientes nas classes domiciliar e hospitalar e proporciona o acompanhamento pedagógico enquanto as crianças e adolescentes estão afastados da escola regular, devido ao tratamento médico, possibilitando assim a continuidade de seus estudos e o acesso a atividades culturais. Os acompanhantes também são contemplados com capacitação e geração de emprego e renda, através de cursos e oficinas oferecidos na Casa dos Ofícios.

Centenas de histórias de superação podem ser contadas na Casa, uma delas é a de Ruana Raíza, portadora de Anemia Falciforme, que recebeu todo o apoio para seu tratamento de saúde, a construção de sua casa, a formação acadêmica no curso de nutrição, patrocinado pela Casa em parceria com a UNI RN e hoje tornou-se uma das colaboradoras da instituição. “Estar trabalhando hoje na Casa é muito gratificante porque eu posso colaborar, através da minha profissão, para o êxito do tratamento das crianças que estão na mesma situação em que eu estive um dia. ” declara a nutricionista da Casa.

A manutenção da Casa Durval Paiva é feita pela sociedade potiguar. Cerca de 20 mil doadores contribuem mensalmente para a continuidade dos serviços prestados, além de empresas que cumprem seu papel social, apoiando a causa, através da divulgação da Campanha do Diagnóstico Precoce, Campanha Troco, dentre outras ações.

A luta contra o câncer infantojuvenil continua sendo a bandeira da Casa, através de palestras, entrevistas, cartilhas, panfletos, busdoor, outdoor, painéis de mensagens variáveis, spots, vts, mobiliário urbano e mídias sociais, divulgando os principais sinais de alerta do câncer, buscando assim conscientizar a sociedade para maiores chances de cura quando o diagnóstico da doença é feito precocemente.

Rilder Campos, presidente da instituição, ressalta a importância da cooperação de todos para o êxito do trabalho. “É motivo de muita alegria poder celebrar os 24 anos da Casa Durval Paiva e saber que pudemos amenizar a dor e o sofrimento de centenas de pacientes e de seus familiares, ajudando-os a enfrentar a doença e a ter perspectivas de uma melhor qualidade de vida. Chegamos até aqui, graças a Deus, com o esforço conjunto de voluntários, colaboradores, doadores, parceiros e da sociedade que abraçou com amor essa causa. Nosso anseio é que possamos continuar sendo um canal entre o paciente e a sociedade, sempre celebrando a Vida.” Afirma.

A Casa Durval Paiva está situada na Rua Prof. Clementino Câmara, 234 Barro Vermelho. Quem quiser saber mais sobre a instituição pode acessar o endereço https://www.casadurvalpaiva.org.br/ ou ainda ligar para o telefone (084) 4006-1600.

 

Doar sangue é um ato de solidariedade que ajuda a salvar vidas. Nas terças-feiras do mês de julho, o Partage Norte Shopping receberá a unidade móvel do Hemonorte, para coleta de doações, das 8h às 17h. O veículo ficará estacionado na entrada do empreendimento, na Avenida João Medeiros Filho. 

Na hora de doar, é necessário passar por uma breve entrevista, que tem como objetivo dar mais segurança aos doadores e pacientes que receberão a doação. É importante a sinceridade nas respostas. Tudo que foi respondido será mantido em sigilo.

 

Requisitos para doar:

Ø  Sentir-se bem, com saúde;

Ø  Apresentar documento com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo território nacional;

Ø  Pesar acima de 50 kg;

Ø  Ter entre 16 e 67 anos;

Ø  Não estar em jejum;

Ø  Ter dormido, no mínimo, 6 horas na noite anterior;

Ø  Não ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas anteriores;

Ø  Evitar fumar por 2 dias;

Ø  Evitar alimentos gordurosos.

 

Serviço:

Doação de Sangue

Local: Estacionamento do Partage Norte Shopping

Horário: 8h às 17h

Endereço: Avenida Doutor João Medeiros Filho, 2395 – Potengi

Telefone: (84) 3674-8200 | 98189.8899 (WhatsApp)

Redes Sociais: @partagenatal

Sitewww.partagenatal.com.br

DETRAN/RN

 

O Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran) já está emitindo o cartão que dá acesso gratuito às vagas de estacionamento em estabelecimentos públicos e privados em todo o Estado. Atendendo a Lei Estadual nº 9.320 que dispõe sobre a concessão de cartão especial de estacionamento para idosos e pessoas com deficiência (PcD).

O cartão é de uso pessoal e intransferível. Para ter acesso ao benefício, é necessário possuir CNH válida e veículo em nome do beneficiado. Para os casos de pessoas com deficiência menores de idade, é necessário nomear um responsável.

Para o idoso e pessoas com deficiência maiores de idade realizarem o cadastro basta comparecer ao atendimento no setor de Habilitação do Detran, de posse dos seguintes documentos: Requerimento (modelo disponível no site do Detran), RG, CPF, Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), comprovante de residência e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) válida.

Para a pessoa com deficiência menor de idade, é necessário apresentar RG, laudo médico e CRLV no nome do menor. Já os documentos do responsável são: RG, CPF, comprovante de residência e CNH válida.

O cartão é gratuito, a emissão não será de forma automática, podendo levar até 10 dias para a confecção do documento que será encaminhado para o e-mail cadastrado. Além da sede do Detran, os interessados poderão solicitar o cartão nas Centrais do Cidadão e postos de atendimento do Órgão no interior do Estado.  O requerimento com os documentos necessários encontra-se em no site do Detran na aba “Downloads”.

 

Assessoria de Comunicação Detran/RN

Em apoio ao Hemocentro do Rio Grande do Norte, o Partage Norte Shopping começou a realizar um cadastramento de doadores de medula óssea, desde a última terça-feira (25), das 10h às 17h, no 1º piso, ao lado da Stalker. O cadastro do maior número possível de pessoas é preciso, porque a probabilidade de encontrar um doador compatível é de 1 para 100 mil, segundo o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome).

O transplante de medula óssea é uma modalidade de tratamento indicada para doenças relacionadas com a fabricação de células do sangue e com deficiências no sistema imunológico. Os principais beneficiados com o transplante são pacientes com leucemias originárias das células da medula óssea, linfomas, doenças originadas do sistema imune em geral, dos gânglios e do baço e anemias graves (adquiridas ou congênitas).

 

Para se tornar um doador:

Ø  Ter entre 18 e 55 anos;

Ø  Estar bem de saúde;

Ø  Não ter doença infecciosa ou incapacitante;

Ø  Apresentar um documento oficial com foto;

 

O doador deverá preencher um formulário com os dados pessoais, que precisam estar atualizados. Após o cadastro, será coletada uma amostra de sangue de 4 ml para o teste de tipagem, que verifica a compatibilidade do doador.

 

Serviço:

Cadastro para doadores de medula

Local: 1º piso, ao lado da Stalker;

Horário: 10h às 17h

Endereço: Avenida Doutor João Medeiros Filho, 2395 – Potengi

Telefone: (84) 3674-8200 | 98189.8899 (WhatsApp)

Redes Sociais: @partagenatal

Sitewww.partagenatal.com.br

 

Almoço com parceiros

A Casa Durval Paiva recebe mensalmente a visita de alguns parceiros da Instituição. Durante a visita, apresenta-se os projetos desenvolvidos, o espaço físico e a equipe de profissionais. Agradecemos o apoio e carinho! Confira as fotos:http://bit.ly/2INIAUV.

 

Ele venceu o câncer!

A esperança da cura para os nossos pacientes é o que nos move diariamente a fazer cada vez mais e melhor. É uma alegria para a Casa Durval Paiva poder colecionar e compartilhar histórias de sucesso como esta. Confira a trajetória do ex-paciente Higor Daivilly. http://bit.ly/31WlEuh.

 

Rabiscando talentos

Por meio das aulas de desenho semanais, ministradas pelo artista Ricardo Tinoco, as crianças e os adolescentes da Casa Durval Paiva aprendem diversas técnicas de arte de forma terapêutica. A atividade proporciona a expressão dos sentimentos e ideias.

 

Alugue nosso auditório

Organize sua conferência, simpósio ou capacitação e faça do seu evento uma ação solidária alugando o auditório da Casa Durval Paiva, com capacidade para 80 pessoas, sistema audiovisual e hall para coffee break. Reservas e informações: (84) 4006-1600

 

Nota potiguar

Você pode ajudar a Melhor ONG do Brasil escolhendo a Casa Durval Paiva como Instituição beneficiada pela Nota Potiguar! O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Tributação, irá premiar os participantes que se cadastrarem no aplicativo e exigirem CPF na Nota Fiscal. Para saber mais, clique aqui. http://bit.ly/2KGrtXb.

divulgação

A vereadora Professora Eleika visitou, na manhã desta terça-feira (26), a Associação Onco e Vida, que atende adultos e idosos diagnosticados com câncer, e a Legião da Boa Vontade (LBV/Natal). Na ocasião, a vereadora conversou com dirigentes e beneficiados das duas instituições e efetuou a doação no valor de R$ 1 mil para cada uma delas.

Durante as visitas, a parlamentar pode verificar in loco o trabalho desenvolvido por ambas e conheceu as dependências das casas. Na Onco e Vida, foi recepcionada com a música do Grupo Canto com Amor, grupo missionário que busca levar amor e esperança a hospitais e instituições através da música.

 SOBRE AS INSTITUIÇÕES

A Associação Onco e Vida iniciou sua atividade no município de Natal/RN em 04 de agosto de 2015 e tem como missão oferecer suporte aos adultos e idosos diagnosticados com câncer, proporcionando serviços multidisciplinares que contribuam para a promoção das condições necessárias de enfrentamento à doença com qualidade de vida, dignidade e cidadania. A Associação oferece serviços como assessoria jurídica, albergue diurno, alfabetização, artesanato, assistência social, yoga, odontologia, nutrição, psicologia, fisioterapia, arteterapia e passeios. Além destes serviços, são concedidos aos assistidos benefícios como medicamentos, suplementos, exames, material médico hospitalar e etc. Mais informações sobre o trabalho realizado pela Onco e Vida podem ser conferidas por meio do site www.oncoevida.org.br ou pelas redes sociais (instagram e facebook) @oncoevida. Para contato com a Central de Doações, ligar no 84 3027-4002.

A Legião da Boa Vontade é uma organização nacional que possui sede em Natal e atua, em especial, nas áreas de Assistência Social e Educação. Dentre as várias atividades, atende crianças e jovens em situação de pobreza no contra turno escolar, oferecendo dança, música, além de cursos profissionalizantes a jovens e adultos que precisam de melhores oportunidades de trabalho. Os idosos recebem cursos de capacitação, como aulas de corte e costura, pintura e artesanato, para que possam ter a oportunidade de gerar a própria renda. Também promovem a alfabetização de jovens e adultos, numa nova chance para quem não teve esta oportunidade na vida. Gestantes de baixa renda recebem orientações e auxílio para terem uma gravidez segura e saudável e recebem também um enxoval especialmente preparado para os primeiros meses de vida do bebê.

O Ministério Público do Rio Grande do Norte e o Instituto Metrópole Digital (IMD) vão realizar, entre 18 e 20 de julho, oHackfest MPRN 2019. Trata-se de uma maratona de programação voltada à criação de projetos tecnológicos de combate à corrupção, com intenção de disponibilizar aos órgãos de fiscalização novas ferramentas de trabalho.

O evento, que vai acontecer na sede do IMD, contará com a participação de profissionais do Instituto na orientação das atividades dos grupos que vão participar do Hackfest. A comissão julgadora da competição também contará com um representante da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

O Hackfest conta com uma premiação total de R$ 10 mil para os três melhores projetos, cujas equipes ganhadoras terão um mês para desenvolver a ideia. As inscrições começam na próxima segunda-feira, 10, e seguem até 5 de julho, totalmente gratuitas. É necessário se inscrever em cada uma das atividades do evento das quais o interessado deseje participar.

O número de vagas para participar do evento é limitado, sendo a escolha dos inscritos definida de acordo com a ordem de cadastro dos interessados.

 

Programação

Em paralelo à maratona, acontece uma programação com painéis e palestras sobre corrupção, finanças públicas e transparência e controle. Participam da programação nomes de todo o Brasil, como é o caso da diretora de operações da Transparência Brasil, Juliana Sakai, e o editor de dados do jornal O Estado de São Paulo, Daniel Bramatti. Haverá também atividades lúdicas para o público geral, fomentando a educação cívica por meio de gamificação.

O evento é inspirado em uma iniciativa do Ministério Público da Paraíba, que realizou a ação em 2016 e que possui três edições do evento no estado. Com o sucesso, o hackathon passou a ser replicado em outras unidades da federação e chega agora no MP do Rio Grande do Norte em sua primeira edição.

Para mais informações sobre a programação e o edital de inscrição, basta acessar o site do Hackfest MPRN. 

 

Cesta básica para todos

Toda última terça-feira do mês é dia de Reunião da Cesta Básica para os assistidos de Natal da Casa Durval Paiva. Neste mês, o encontro, promovido pelo setor de Serviço Social, acontecerá no dia 25/06, das 14h às 15h. Além da entrega dos gêneros alimentícios, os acompanhantes dos pacientes participarão de um momento socioeducativo com o setor de Desenvolvimento Institucional sobre a campanha Nota Potiguar.

 

Artigos institucionais

A equipe multidisciplinar da Casa Durval Paiva elabora e publica mensalmente artigos, tanto no site institucional, quanto na mídia em geral, com os mais variados temas relacionados a atuação dos profissionais e todo o processo vivenciado através do acompanhamento dos pacientes oncológicos e hematológicos, durante e após o tratamento. Confira: http://bit.ly/2KVljlw

 

Recanto cultural

O projeto Recanto Cultural da Casa Durval Paiva recebe, neste mês, Diogo Borges. O artista irá mostrar para os pacientes a técnica do grafite. A iniciativa busca promover a inclusão sociocultural dos pacientes, dando-lhes acesso à cultura, descoberta de talentos e colaborando também no processo de cura.

 

Bazar do caquito

Existem inúmeras formas de ajudar a Casa Durval Paiva, uma delas, é adquirindo os produtos do Bazar. Venha conferir as camisetas da grife do Caquito, os artigos de brechó e os mais diversos produtos confeccionados pelos acompanhantes dos pacientes da Instituição. O Bazar funciona de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 18h, na Rua Professor Clementino Câmara, 234, Barro Vermelho. Informações: (84) 4006-1600.

 

Saindo da rotina

Os pacientes da Casa Durval Paiva participam de visita à Escola de Ciência da Computação Super Geeks. O objetivo do Passeio Terapia é proporcionar aos assistidos uma oficina de programação de games e aplicativos. Na ocasião, eles também recebem as orientações de como fazer para programar os jogos, oportunizando o acesso à cultura digital de forma pedagógica e multidisciplinar. Após a programação do game as crianças acessam a jogos e participam de um momento lúdico e de importante interação para o conhecimento adquirido.

Em apoio ao banco de sangue do Hemocentro do Rio Grande do Norte, o Partage Norte Shopping recebe a unidade móvel da instituição, todas as terças-feiras de junho, para coletar doações e cadastrar novos doadores.

O veículo ficará estacionado na entrada do empreendimento, na Avenida João Medeiros Filho, das 8h às 17h, em frente à C&A. Na hora de doar, é necessário passar por uma breve entrevista, que tem como objetivo dar mais segurança aos doadores e pacientes que receberão a doação. É importante a sinceridade nas respostas. Tudo que foi respondido será mantido em sigilo.

 

Requisitos para doar:

Ø  Sentir-se bem, com saúde;

Ø  Apresentar documento com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo território nacional;

Ø  Pesar acima de 50 kg;

Ø  Ter entre 16 e 67 anos;

Ø  Não estar em jejum;

Ø  Ter dormido, no mínimo, 6 horas na noite anterior;

Ø  Não ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas anteriores;

Ø  Evitar fumar por 2 dias;

Ø  Evitar alimentos gordurosos.

 

Serviço:

Doação de Sangue

Local: Estacionamento do Partage Norte Shopping

Horário: 8h às 17h

Endereço: Avenida Doutor João Medeiros Filho, 2395 – Potengi

Telefone: (84) 3674-8200 | 98189.8899 (WhatsApp)

Redes Sociais: @partagenatal

Sitewww.partagenatal.com.br

tiago lima

Entre os materiais encontrados além de plásticos e descartáveis estavam 16 fardos de borrachas de origem e material desconhecido

 

Desde o segundo semestre de 2018 em todo litoral do nordeste foram encontradas centenas de misteriosos fardos como esse da foto. Há registros em pelo menos oito dos nove estados do Nordeste (RN, AL, PE, PI, MA, CE, SE e PB), porém ainda não se tem certeza sobre o responsável, nem sobre a composição do material. Apesar de já existirem dois laudos de laboratório, um de Alagoas e outro da Paraíba, apontando a composição derivada de petróleo e de látex natural.

O material chega nas praias através do mar. “É válido ressaltar que a borracha derivada de petróleo tem muitas substâncias tóxicas e podem bioacumular em animais, passando pela cadeia trófica. A fragmentação dessa borracha pode ser tóxica a humanos e outras espécies em médio e longo prazo”, nos revela Mauro Lima, técnico da  Oceânica. A Oceânica já registrou a ocorrência de pelo menos 30 fardos como esse nas praias de Pirangi do Sul até Malembá.

Em São Miguel do Gostoso, Maxaranguape, Natal, Nísia Floresta, Tibau do Sul e Baía Formosa também há registros desses fardos na praia, porém não há ainda nenhum levantamento nem providências tomada para descarte adequado desse material. Grande e pesado, o fardo lamentavelmente já motivou até acidente com vítimas fatais.

O trânsito irregular de veículos na praia bem como o acúmulo e descarte inadequado do lixo, são temas que precisam ser debatidos à medida que cresce a ocupação urbana das praias. As instituições públicas de defesa do meio ambiente nas esferas municipal, estadual e federal precisam realizar esforços para fiscalizar, recolher e destinar corretamente esses materiais (muitas vezes internacional) que chegam ao território brasileiro através do mar.

Outros estados do nordeste já tomaram algumas providências para o descarte do material, com o IBAMA notificando os municípios litorâneos para retirar e acondicionar os fardos até decidir qual será a melhor destinação. “É importante que cada pessoa que encontrar esses materiais na praia, ligue para o IBAMA e deixe registrado a ocorrência desse material. Com as denúncias o órgão será provocado a tomar providências. É importante deixar registrado denúncias não só no IBAMA, mas no IDEMA e secretarias de limpeza urbana dos municípios. Esses registros são fundamentais para comprovar que foram acionados a prestar esclarecimento e tomar providência. A população precisa trabalhar em conjunto com as instâncias públicas para solucionar esse tipo de problema ambiental que chega às praias pelo mar”, revela Mauro.

A Oceânica, organização não governamental, que atua na região está mobilizando. “Em dezembro de 2018 recolhemos 2 fardos na praia de Búzios e entregamos ao IBAMA. Até hoje não tivemos retorno sobre análise da composição, ou atuação de retirada das praias. Neste ano colocamos oficialmente em pauta o problema no Conselho Gestor da APA Bonfim Guaraíra, já que haviam chegado mais 4 fardos em Búzios. A APA envolve as praias dos municípios de Nísia Floresta, Senador Georgino Avelino e Tibau do Sul. O Gestor da APA Bonfim Guaraíra, ficou de encaminhar ofício a gestão municipal de Nísia Floresta para retirada. Há cerca de 10-15 dias a equipe de monitoramento da praia nos avisou que haviam chegado mais 10 fardos”, relata Lígia Rocha, Coordenadora do projeto Ponta de Pirangi.  

No último sábado, em comemoração ao Dia Mundial do Oceano (08/06), a Oceânica  promoveu além de uma programação educativa e cultural, uma ação de limpeza de praia, onde as equipes dos Projetos Ponta de Pirangi e Mar Limpo retiraram então 16 fardos da linha d'água ao longo de Búzios. Todos ficaram concentrados no local do evento, próximo a torre dos guarda-vidas, em frente ao BigBlue.

“Solicitamos apoio à gestão municipal de Nísia Floresta para retirada de todos os fardos da praia. Considerando que eles pesam em torno de 80 a 100 kg, e durante o evento os voluntários do mutirão de limpeza de praia coletaram outros 100 kg de resíduos da praia neste sábado somando mais de uma tonelada!”, nos revela Ligia. “Cabe a gestão pública (municípios, estado e IBAMA) decidir como enfrentar o problema, já que os fardos continuam chegando, são potencial risco de contaminação e agora de segurança pública”. conclui a gestora.

 

Sobre a Oceânica - Pesquisa, Educação e Conservação

A Oceânica foi fundada em 2002 com o objetivo de fomentar o uso sustentável dos recursos marinhos, integrando pesquisa científica, educação e práticas de conservação. Nossa missão é “buscar a conservação dos ecossistemas costeiro-marinhos, por meio da pesquisa, educação e governança, respeitando a cultura e promovendo o bem-estar humano atual e das gerações futuras, de forma integrada e participativa com a sociedade. Nossa principal área de atuação é o litoral potiguar. Realizamos pesquisas sobre a biodiversidade marinha e o processo de ocupação da costa, além de campanhas de mobilização da sociedade e fóruns de discussão para ordenamento do uso, ocupação e conservação do litoral.



Twitter