NATAL PRESS

alt

O Centro de Convenções de Natal recebe durante os dias 08 e 11 de maio o 34º Congresso da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (Anclivepa).

O evento, que já é considerado um dos maiores do País irá atrair para Natal diversas autoridades do setor, como os palestrantes Valéria Veras de Paula, Alexandre G.T Daniel, Alexandre Rossi, o famoso Doutor Pet entre outros.

Com especialistas em áreas como Nutrição/Intensivismo, Reprodução, Endocrinologia, Patologia Veterinária, Cirurgia de Tecidos Moles entre outros. “O congresso movimentará o setor médico veterinário do Brasil e trará para Natal diversas autoridades do setor. Uma oportunidade única para profissionais e estudantes de veterinária”, resumiu o presidente da Anclivepa/RN, o médico veterinário Alex Freitas.


História no RN

Nos anos 1990, os médicos veterinários do Rio Grande do Norte que clinicavam os animais de companhia observavam o setor passar por mudanças. O aumento na demanda dos atendimentos, aumento dos formandos em novas faculdades, a implantação de clínicas bem estruturadas, e principalmente a participação nos congressos nacionais, evidenciavam a necessidade de união e organização desses profissionais para que exercessem seu juramento de Médico Veterinário contextualizado no sistema mercadológico da iniciativa privada.

Foi então que os médicos veterinários João Baptista da Costa, Euclides Leandro de Castro, João Maria Bulhões, Denise Cunha Lopes, Maria De Lourdes, Diógenes Soares da Silva, Almir Pereira de Sousa, Evandro Facci e Jaime Alves, após várias reuniões, assinaram a Ata de Fundação da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais Regional Rio Grande do Norte.

“Desde então, passaram-se 18 anos. foram mais de 150 cursos de atualização, inúmeras palestras e encontros sociais. Foram mais de 600 associados entre acadêmicos e profissionais”, finalizou Alex Freitas, da Anclivepa/RN.

alt

Nos dias 28, 29 e 30 de maio, no Centro de Convenções de Natal, acontece a XII Jornada Universitária de Odontologia do Rio Grande do Norte (JUORN). Sob o tema central "Perspectivas e Tendências Atuais em Odontologia", a XII JUORN reúne acadêmicos, docentes, cirurgiões dentistas e todos aqueles interessados no debate, na reflexão e no enfrentamento dos desafios teóricos e práticos do campo de trabalho, reunindo profissionais de todo o país.

A JUORN concentrará suas atividades em simpósios e mesas-redondas para possibilitar uma discussão da temática apresentada, fomentando debates qualificados entre os participantes, estimulando assim o pensamento crítico reflexivo tão desejado pelas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN). Além disso, eventos paralelos a XII JUORN acontecem no mesmo período e local, como o Simpósio Fonodontológico , o II Encontro do CIADE e a Mostra de Extensão Universitária em Odontologia do Nordeste.

Entre os palestrantes estão os professores Carlos Augusto Galvão Barboza, Érika Oliveira de Almeida, José Sandro Pereira da Silva, Isabelita Duarte Azevedo e Gustavo Augusto Seabra Barbosa, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Janaína Gomes de Paiva Amorim, que se formou na graduação e na pós-graduação da UFRN, além de profissionais de instituições de ensino e do mercado de todo o Brasil. Esses profissionais debaterão as mais diversas áreas da odontologia, como ortodontia, cirurgia buco-maxilo facial, periodontia, implante, odontopediatria e biomateriais.

Mais informações sobre o evento, programação completa e inscrições estão disponíveis no site www.juorn2013.com.

Natal aderiu oficialmente nesta terça-feira (07), ao programa do Governo Federal “Crack, é possível vencer”. O prefeito, Carlos Eduardo, assinou o convênio em solenidade realizada na Escola de Governo do Rio Grande do Norte. O Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo e a Governadora Rosalba Ciarlini estiveram presentes ao evento.

Como anfitrião da solenidade o chefe do executivo municipal deu boas vindas ao Ministro da Justiça, destacando a importância do momento para a capital potiguar. Carlos Eduardo lembrou que os governos municipais não têm uma responsabilidade direta com a segurança pública, mas ressaltou que nenhum prefeito pode se negar a contribuir com o tema. Nesse sentido, o prefeito elencou algumas medidas adotadas pela sua administração para prevenir e combater a criminalidade em Natal.

Ele anunciou ações como a melhoria na estrutura de sete escolas de educação infantil do município, como também adiantou que em junho serão licitados mais 10 projetos de construção de escolas e no mês de agosto para complementar essas ações no campo da educação municipal, mais 11 projetos de construção de escolas passarão pelo mesmo processo: “Só podemos vislumbrar um futuro positivo para os jovens de Natal se investirmos em educação e nós estamos fazendo isso”, ressaltou.

O prefeito também falou sobre as ações relacionadas às melhorias nas praças. Em parceria com a Eletrobrás, a Prefeitura do Natal desenvolve o projeto “Reluz”. Com esse projeto a administração municipal está substituindo a iluminação defeituosa de vários bairros da cidade, com uma atenção especial às comunidades periféricas. No âmbito das políticas de assistência social a gestão trabalha incansavelmente para reativar os programas para atender a população. O executivo natalense já avançou na reestruturação dos Centros de Referência de Assistência Social – CRAS e Centros de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS.

Carlos Eduardo anunciou também que a Prefeitura vai revitalizar o Programa de Acompanhamento as Famílias dos dependentes químicos. Esse programa tem um foco direto nas famílias, oferecendo tratamento ao usuário, educação para as crianças que não estão em creches ou escolas e capacitação para pais e mães, com a inserção desses chefes de família no mercado de trabalho: “Quando o usuário voltar para casa reabilitado vai reencontrar sua família encaminhada e vai pensar duas vezes em voltar ao mundo das drogas”, disse.

O chefe do executivo natalense ainda destacou o fortalecimento dos programas da Guarda Municipal de Natal. O projeto do “Pelotão Escola” será reativado e a secretaria municipal de Defesa Social está trabalhando para viabilizar o “Guarda na Praia” e o “Guarda Cidadã”. No final do seu pronunciamento o prefeito de Natal, Carlos Eduardo, reafirmou o compromisso de sua administração de contribuir com as outras esferas de governo para ampliar a rede de prevenção e combate as drogas: “Esse problema já tomou proporções inaceitáveis e o programa “Crack, é possível vencer” representa um grande avança para vencermos essa guerra contra as drogas”, enfatizou.

O Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, contou que o projeto “Crack, é possível vencer” é ousado, visto que o Governo Federal destinou R$ 4 bilhões em recursos para abastecer as ações do programa. O gestor federal conclamou todos os órgãos envolvidos no processo a somarem forças para obter sucesso: “Essa união é fundamental”, falou.

Segundo Cardozo a ação parte de duas premissas importantes: O enfrentamento das organizações criminosas e narcotraficantes de forma veemente, o tratamento diferenciado aos usuários de entorpecentes, entendendo que eles são indivíduos que necessitam de acompanhamento médico e psicológico. José Eduardo Cardozo adiantou que em junho Natal já vai receber Unidades de Transmissão Móvel equipadas com um sistema de monitoramento eletrônico para serem utilizadas nas áreas mais adensadas no combate e prevenção da criminalidade.

O Departamento de Fonoaudiologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com o apoio do Ambulatório de Doença do Neurônio Motor do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), promove o Simpósio Multidisciplinar em Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA). O evento acontece no próximo dia 11, das 8h às 17h30, no auditório da Reitoria.

O Simpósio é direcionado a profissionais e estudantes da área da saúde e áreas afins, além de cuidadores, familiares e pacientes que tenham interesse. Segundo a fonoaudióloga e coordenadora do Curso, Maria de Jesus Gonçalves, falar sobre a ELA é importante por se tratar de uma doença pouco conhecida e de difícil diagnóstico.

Trata-se de uma doença progressiva, que compromete a vida do paciente em vários aspectos. Uma vez diagnosticada a ELA, é exigida uma abordagem específica no tratamento, com participação de equipe multiprofissional (neurologista, fonoaudiólogo, nutricionista, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, enfermeiro, entre outros profissionais).

A Esclerose Lateral Amiotrófica é uma doença das células nervosas do cérebro e da medula espinhal que controlam o movimento voluntário dos músculos. O principal sintoma é a fraqueza muscular acompanhada ao longo do tempo de atrofia muscular, inicialmente num dos lados do corpo. Outros sintomas são: cãibras, tremor muscular, reflexos exaltados, espasmos e perda de sensibilidade.

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

O Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vai promover, no próximo dia 7, ás 8h30, no Auditório do IFRN – Unidade Cidade Alta, a 1ª Oficina do Núcleo de Monitoramento e Avaliação da Gestão do DVS. O objetivo é elaborar diretrizes e metas que irão compor o Plano Municipal de Saúde do quadriênio 2014 a 2017.

A oficina será realizada em parceria com a Secretaria Adjunta da Atenção Integral à Saúde (SAD/AIS), Assessoria de Planejamento (ASPLAN) o e Conselho Municipal de Saúde (CMS) e terá participação de representantes do Departamento de Regulação, Avaliação e Controle de Sistemas (DRAC), dos Departamentos de Atenção Básica e Especializada, dos Distritos e das Vigilâncias Sanitária e Epidemiológica.

Segundo a diretora do Departamento de Vigilância à Saúde (DVS), Sidneide Ferreira, a realização da oficina é parte do Planeja SUS, que cria instrumentos de planejamento e discussão interna para a elaboração do Plano Municipal de Saúde do quadriênio 2014 a 2017.

“A intenção da oficina é apresentar aos técnicos o que o Grupo de Trabalho conseguiu produzir até o dia 7. Na primeira parte da oficina, nós faremos uma análise da atual situação na gestão e na segunda parte serão apresentados os desafios e metas relacionados às cinco vigilâncias: epidemiológica, sanitária, saúde do trabalhador, ambiental e de zoonoses”, disse Sidneide.

A Governadora do Estado do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, acompanhada do Secretário de Estado da Saúde Pública, Luiz Roberto Fonseca, abrirá, nesta terça-feira (30), às 14h30, sete leitos de Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal no Hospital Cel. Pedro Germano (Hospital da Polícia Militar). Essa é mais uma das ações emergenciais em busca da melhoria do atendimento na Rede Materno-Infantil do Rio Grande do Norte. Também estarão presentes o secretário de Saúde de Natal, Cipriano Maia, e o diretor da Maternidade Januário Cicco, Kleber Morais.

A abertura será possível por meio do remanejamento de médicos pediatras feito pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e contratação, através do município de Natal, de profissionais de neonatologia para o Hospital da Polícia Militar através da Cooperativa dos Médicos (Coopmed).

“Essa é mais uma das ações que pactuamos no dia 22 de abril com os municípios para reorganizar a Rede Materno-Infantil do RN”, disse o Secretário de Estado da Saúde Pública, Luiz Roberto Fonseca. Na pactuação, o secretário destacou a relevância de uma correta contrarreferenciação, de modo a garantir que o usuário seja atendido no local onde reside, quando se tratar de um caso de baixo risco, cuja responsabilidade é dos municípios, cabendo ao Estado atender o paciente em demandas de média e alta complexidade.

alt

Atendendo a uma determinação do Ministério da Saúde, a Secretaria Municipal de Saúde - SMS de Natal prorroga até o dia 10 de maio, a Campanha Nacional de Vacinação contra o Vírus da Influenza 2013 nas unidades de saúde da cidade, dos cinco Distritos Sanitários.

“A campanha é destinada aos grupos prioritários, compostos de idosos com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a dois anos, indígenas, gestantes de qualquer fase de gestação, pessoas privadas de liberdade, profissionais de saúde que fazem atendimento de Influenza, além de mulheres no período de até 45 dias após o parto (em puerpério) e os doentes crônicos, com apresentação da prescrição médica, que autoriza a imunização”, explica a chefe do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis da SMS, Solange Cruz. Para esta campanha a SMS está disponibilizando cerca de 140 mil doses da vacina contra o vírus Influenza.

As Secretarias do Planejamento e das Finanças (Seplan) e da Saúde Pública (Sesap) apresentaram, nesta sexta-feira (26), em audiência pública no auditório da Escola de Governo, o projeto de Parceria Público Privada (PPP) para implantação e operação de serviços não assistenciais do Hospital Traumatológico de Urgência e Emergência de Natal.

O Projeto de 20 anos de parceria, em fase de consultas públicas, foi apresentado pelos secretários Obery Rodrigues Júnior, do Planejamento, e Luiz Roberto Fonseca, da Saúde, que responderam aos questionamentos sobre detalhes do contrato de concorrência pública. A reunião de audiência pública atende as exigências das leis 8.666, de 1993, e 11.079, de 2004.

Ao final dos 20 anos da Parceria Público Privada, o Hospital e todas as instalações e equipamentos nele instalados serão de propriedade definitiva do estado do Rio Grande do Norte. Caberá ao Estado decidir, então, se faz nova licitação para continuar com o modelo de PPP por mais 15 anos, ou se assume a totalidade da administração. Pela legislação, o limite máximo de uma PPP é de 35 anos.

A contraprestação mensal terá uma parte fixa de 70 por cento para pagamento da construção do Hospital e outra variável, conforme a avaliação da qualidade do serviço prestado pelo parceiro privado (vigilância, farmácia, lavanderia, refeições, etc).

A OBRA
O Hospital Traumatológico de Natal vai oferecer, na primeira etapa de funcionamento, prevista para iniciar no primeiro semestre de 2014, serviços Ambulatoriais e de Pronto Socorro. Estarão em funcionamento seis salas de reanimação, 12 leitos de estabilização, 54 postos de observação, 10 leitos de retaguarda e seis salas de cirurgia, além dos serviços de Tomografia, RX e Ultrassom de Emergência.

No final do período de dois anos de construção, o Hospital Traumatológico terá 282 leitos, sendo 60 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e 10 salas de cirurgia. Ao detalhar o funcionamento do Hospital, o secretário Luiz Roberto Fonseca disse que a nova unidade formará, junto com o Walfredo Gurgel, uma rede de atendimento de trauma “diferenciado”.

O secretário de Planejamento, Obery Rodrigues, informou que o Estado trabalha com três possíveis localizações para o novo hospital, em função de necessidades logísticas essenciais para esse tipo de atendimento, como a localização próxima a vias públicas importantes.

Em entrevista, Obery explicou que o Governo optou pela Parceria Público Privada para construção e administração parcial do hospital, em razão das dificuldades do Estado em fazer novos investimentos, a exemplo do que ocorre com outras unidades da federação.

No início da audiência, foi mostrado um vídeo do Jornal Nacional, da Rede Globo, sobre a eficiência do Hospital do Subúrbio, na Bahia, em operação na modalidade de Parceria Público Privado (PPP) há mais de dois anos. A reportagem exibiu depoimentos de pacientes elogiando a eficiência do Hospital.

alt

A Apta Consultoria Jr., do Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande (UFRN), realiza, em parceria com o Hemonorte, a campanha de doação de sangue Doe Vida com o tema “A sorte de uns é a doação de outros". O evento acontece no dia 9 de maio, das 8h às 17h no estacionamento do Centro de Convivência, no Campus Central da UFRN.

Oferecendo serviços em consultoria na área de psicologia organizacional, o foco da Apta Consultoria Jr. é o recrutamento, seleção, treinamento, pesquisa de clima e acompanhamento de Lideranças.

Os trabalhos são tutorados pela professora Cynara Abreu, do Departamento de Psicologia, com apoio do Grupo de Estudos de Saúde Mental e Trabalho (GEST).

A Secretaria Municipal de Saúde vai realizar, no próximo dia 26, a partir das 13h30, no Auditório do IFRN da Cidade Alta, a instalação e primeira reunião da mesa de negociação permanente do SUS. O evento vai ter a participação de representantes de cinco sindicatos e cinco gestores da Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Planejamento e Secretaria Municipal de Administração e Gestão Estratégica.

Segundo a diretora do Departamento de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde (DGTES), Francisca Valda, os principais objetivos da reunião são a aprovação do regimento interno da mesa de negociação; a criação do calendário de reuniões da mesa e aprovação da pauta para a próxima reunião.



Twitter