NATAL PRESS

alt

O laboratório DNA Center embarcou para São Paulo com parte de sua equipe para participar do 47º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial, que acontece esta semana na capital paulistana. Alguns dos assuntos abordados no congresso são “Tecnologia da Informação para laboratórios”, “O laboratório na gestão dos Testes Laboratoriais Remotos”, “Inovações em TI em medicina laboratorial”, “Sequenciamento do DNA em larga escala”, entre vários outros.

A turma do DNA Center volta na próxima quinta-feira (26) cheia de conhecimento e ideias a serem implantados em suas unidades.

alt

O Departamento de Odontologia (DOD) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte está com inscrições abertas para o curso de Aperfeiçoamento em Prótese sobre Implantes até o dia 18 de outubro. O curso é destinado a profissionais graduados em Odontologia e tem início em novembro deste ano.

São oferecidas 15 vagas e as inscrições podem ser feitas pelo Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA) ou na secretaria do DOD, localizado na Faculdade de Odontologia, das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h.

No ato da inscrição, os candidatos devem apresentar formulário de inscrição preenchido no site www.sigaa.ufrn.br, uma foto 3x4, cópia da identidade, currículo atualizado, cópia do diploma ou declaração de conclusão da graduação, comprovante de pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 50, cópia do passaporte e visto de permanência para os candidatos estrangeiros.

A seleção, que acontece no período de 21 a 25 de outubro, será feita por meio de análise curricular e prova escrita a respeito de Prótese sobre Implantes. O edital do processo seletivo pode ser acessado pelo endereço http://www.sigaa.ufrn.br/sigaa/public/processo_seletivo/lista.jsf. Mais informações pelo telefone 3215-4104.

alt

A Cidade do Natal recebeu nesta semana a primeira parcela da cota extra do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), liberado pelo governo federal por meio do Tesouro Nacional, no valor de R$ 4,9 milhões. Com a opção de poder aplicar o montante em qualquer área da administração municipal, o prefeito Carlos Eduardo decidiu que todos os recursos serão destinados à área da Saúde.

A medida visa a recuperar as perdas em função do estado de calamidade na rede pública municipal, decretado pela administração e publicado no Diário Oficial do Município (DOM) no último dia 31 de julho. “Diante da precariedade em que se encontra a estrutura de boa parte da rede pública municipal de Saúde e das limitações financeiras para investir em sua recuperação, aproveitamos esses recursos extras do FPM para reforçar esse trabalho de melhoria das unidades básicas de atendimento”, explica o prefeito Carlos Eduardo.

Além de Natal, outras 166 cidades do Rio Grande do Norte estão sendo contempladas com a cota extra do FPM que é uma transferência constitucional composta de parte da arrecadação do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Denominado de Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM), o repasse ainda contempla uma segunda parcela que deverá ser liberada até abril do próximo ano. Em todo o Brasil, estão sendo beneficiadas mais de 5.000 cidades cujos recursos variam de acordo com o número de habitantes de cada um.

Com os R$ 4,9 milhões adicionais, a Secretaria Municipal de Saúde soma quase R$ 8 milhões em reforço financeiro para enfrentar o estado de calamidade no setor. Estão inseridos nessa conta os recursos destinados pelo Ministério da Saúde, na ordem de R$ 3 milhões, para aplicação em serviços de média e alta complexidadeexecutados na rede do Município.

Entre as medidas tomadas pela SMS, estão as reformas da Maternidade Leide Morais e das unidades de saúde do Conjunto Vale Dourado e da Guarita, que estavaminterditadas. O Hospital dos Pescadores também está sendo reformado para atender as exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Além disso, aPrefeitura já concedeu ordem de serviço para a execução das obras de recuperação da Unidade de Saúde de Lagoa Seca e colocou em processo de licitação a recuperação das unidades de Soledade 1, Pompeia e Novo Horizonte.

Outra iniciativa relevante foi a abertura do Processo Seletivo Simplificado para contratação por tempo indeterminado de 355 profissionais. Os contratados serão distribuídos para atuar nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da Cidade da Esperança e do Pajuçara, no serviço de motolâncias do SAMU, no Pronto Socorro Infantil Sandra Celeste e no Hospital dos Pescadores, nas Rocas.

Foto: Elisa Elsie

alt

Um dos maiores captadores de órgãos do país, o Rio Grande do Norte volta a figurar também na lista de estados capacitados a realizar transplantes e implantes. O Governo do Estado, por meio da Central de Transplantes do RN realizou o primeiro transplante de fígado, após um período de quase cinco anos sem executar esse tipo de procedimento no RN.

O paciente, atendido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no último dia 12, foi operado pelos profissionais do Hospital do Coração, instituição habilitada em transplantes hepáticos pelo Sistema Nacional de Transplantes do Ministério da Saúde (MS), e passa bem. Para o procedimento, considerado muito delicado, foi necessário montar uma equipe especializada de cirurgiões, clínicos, anestesistas e enfermeiros. A cirurgia foi feita pelos médicos Alexandre Borges e Fernando Lisboa Junior. O médico-tutor da cirurgia foi o cirurgião-chefe do Hospital Albert Einstein, de São Paulo, Dr. Marcelo Resende, que veio a Natal só para acompanhar este primeiro transplante.

A governadora Rosalba Ciarlini, acompanhada do secretário de Saúde Luiz Roberto Fonseca, do adjunto da pasta, Marcelo Bessa, mais toda a equipe médica, falou sobre a volta das cirurgias. “Esta é uma conquista de um esforço conjunto. Teve a iniciativa de todos os secretários que passaram por essa pasta desde o início do nosso governo, porque essa questão dos transplantes sempre foi uma prioridade nossa. Certamente não existe nada melhor que estar na sua terra, próximo à sua família e amigos após ser submetido a um procedimento delicado como este, e nós conseguimos conquistar essa condição. O Rio Grande do Norte voltou a fazer transplantes de fígado”.

A Chefe do Executivo Estadual também apresentou dados importantes do status do Rio Grande do Norte. “Somos o sexto estado em captação de órgãos, temos o terceiro lugar do Brasil no ranking de transplantes de medula e estamos acima da média brasileira em número de doadores por milhão de habitante; somos 3,9 para cada milhão”, enfatizou. Ainda segundo os dados informados pela governadora, o RN é também o 1º Estado do Nordeste a realizar transplantes de córnea e de cóclea (estrutura do sistema auditivo).

Luiz Roberto Fonseca fez questão de destacar a parceria entre a instituição privada e o SUS. “Essa parceria dá ainda mais qualidade aos nossos serviços. Os usuários do Sistema Único de Saúde têm acesso a todos os tipos de procedimentos e nós os oferecemos com qualidade e dedicação”. O secretário completou dizendo que “agora o Rio Grande do Norte passa a beneficiar a sua própria população. A despeito de todas as dificuldades que hoje estamos passando, o Estado começa a dar sinais concretos de recuperação e evolução de seu sistema de saúde”.

Sobrinha do paciente transplantado, Klécia Maria Bezerra agradeceu o empenho de todos e se emocionou ao relembrar toda a trajetória do tio. “Esse transplante representa uma volta à vida e eu tenho certeza que meu tio será eternamente grato a todos”.

A pedido da equipe, o nome do paciente não será divulgado, para preservar sua recuperação nesta primeira fase pós-transplante. O beneficiado, um aposentado de 67 anos, trabalhava na área de turismo e se aposentou por causa da insuficiência hepática grave.

Sem tempo para ir ao médico no meio da semana? Que tal aproveitar a manhã do sábado para fazer consultas, exames e já sair da clínica com resultados e diagnóstico na hora? Na nova Unidade Médica do DNA Center, no Tirol, você pode otimizar seu tempo e fazer tudo isso de uma vez e num só lugar. Praticidade, conforto e qualidade que só o DNA Center poderia oferecer.

“A partir de amanhã (21), todos os sábados, das 8h às 12h, estaremos atendendo consultas eletivas e urgências. Teremos inicialmente clínica geral, infectologia e alergologia. O paciente faz a consulta, realiza o exame aqui mesmo e na hora recebe o resultado e já sai da clínica com o diagnóstico preciso. Em outros lugares o paciente vai pra consulta, faz exames fora e tem que voltar outro dia para o retorno e mostrar os exames. Aqui faz tudo na mesma hora”, destaca Dr. Fernando Suassuna, infectologista e alergologista da equipe do DNA.

O paciente que procurar a Unidade Médica com reações ou crises alérgicas, por exemplo, vai poder fazer também os testes alérgicos na hora e até vacinas, se for o caso. Outra novidade são os exames médicos e testes para quem faz concursos públicos.

Outro destaque é o novo tratamento de imunoterapia da candidíase vaginal recorrente. Quem é mulher sabe o quanto esse problema afeta a vida de cada uma. A candidíase recorrente comete 5 em cada 100 mulheres e é mais frequente na faixa dos 30 anos de idade. Dr. Fernando Suassuna está à frente do tratamento à base de injetáveis e garante que os resultados são excelentes. “De cada quatro paciente encaminhada pelas ginecologistas, três ficam curadas. A eficácia nos mostra o tratamento como um importante aliado para médicos e pacientes no controle e no tratamento dessa patologia”, informa.

“A Unidade Médica do DNA Center está equipada com a mais alta tecnologia na área de exames. Temos uma equipe médica de excelência. E agora, além do atendimento convencional de segunda à sexta, teremos a clínica e o laboratório funcionando também os sábados para atender nossos clientes”, ressalta o bioquímico Roberto Chaves, um dos diretores do DNA.

A nova unidade integrada conta com especialistas em alergologia, cirurgia plástica, clínica geral, genética, infectologia, psiquiatria, nefrologia, ginecologia e obstetrícia.

Nomes como os doutores Hildo Freire Fernandes (cirurgião plástico), Myrna Maria Chaves (psiquiatra), Maria das Graças Caldas Galvão (psiquiatra), Fernando Antônio Brandão Suassuna (infectologista, imunologista e alergologista), Marco Antônio Pontes de Araújo (infectologista), Antônio Francisco de Araújo (infectologista), João Ivanildo da Costa Ferreira Neri (geneticista), Bianca Macário (ginecologista e obstetra), Clélia Dias Leão (Nefrologista), e Marilda Macário Nunes (ginecologista) fazem parte da equipe da nova Clínica Médica DNA Center.

A clínica funciona na Rua Major Laurentino de Morais, 1220, Tirol, próximo à Praça Augusto Leite.

Contatos: (84) 2030-0488 | 9962-1430

Você sabia que um mundo sem abelhas é um mundo sem alimentos? Com base nesse questionamento, o Centro Tecnológico de Apicultura e Meliponicultura do Rio Grande do Norte (Cetapis), vinculado à Ufersa, lidera no Brasil uma campanha contra o desaparecimento das abelhas. A questão já despertou a preocupação em diversos países no mundo e, no Brasil, o movimento colhe assinaturas a um Manifesto de Proteção às Abelhas (CCD).

Clique AQUI e assine o documento.

A campanha foi lançada oficialmente no começo do mês de março e, agora, começa a ser disseminada entre o empresariado da região que trabalha com a fruticultura, setor diretamente atingido. Na tarde desta quarta-feira, dia 18, uma palestra foi ministrada para quase 30 produtores de melão da região Oeste potiguar. A iniciativa irá se estender a outros setores, de forma que se espalhe por toda a comunidade.

O professor Dr. Lionel Gonçalves, coordenador do Cetapis e idealizador da campanha, explica que a as abelhas são responsáveis por 70% da polinização, consequentemente, pela produção de alimentos e das áreas verdes que garantem o oxigênio no planeta.

Já na plantação de melão, elas correspondem a 100% de toda a polinização da fruta. Para dimensionar o problema, o pesquisar aponta que a produção de melão e outras frutas na região já sentem impactos com o desaparecimento das abelhas, sobretudo, devido o uso excessivo de agrotóxico.

Mais de 1.500 pessoas já assinaram o Manifesto, que tem a meta de alcançar 100 mil adesões. O professor Lionel Gonçalves chama atenção para a importância de sensibilizar a sociedade para a causa através da assinatura do documento. “Solicitamos a adesão de toda a sociedade para a questão do desaparecimento das abelhas que tem consequências graves para todo o planeta”, alerta ele.

Além do Documento, a campanha inclui ainda ações de certificação para as empresas que aderirem à iniciativa, distribuição de produtos promocionais e palestras. Com isso, o trabalho dos pesquisadores da Ufersa se junta à causa no restante do mundo. Na primeira semana de outubro, o professor Lionel Gonçalves, mais duas doutorandas da instituição vão apresentar a campanha em Kiev, capital da Ucrania.

DESTAQUE NO MUNDO

A revista norte-americana “Time” trouxe no começo deste ano em destaque de capa uma ampla reportagem sobre os riscos alarmantes relacionados à morte de abelhas. A capa chama a atenção para “O mundo sem abelhas” e alerta para “o preço que pagaremos se não descobrirmos o que está matando as melíferas”.

Confira AQUI a reportagem no site da revista.

A secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) comunica que está apurando os motivos que levaram ao falecimento da paciente Maria Edneide Barbosa da Silva, na noite desta quarta feira (18) no Hospital Regional de Caicó.

Segundo a Sesap, o Conselho de Ética Médica estabelece que nos plantões de urgência e emergência não pode haver solução de continuidade (ausência de médico) e que, por isso, o profissional somente pode se ausentar do plantão após ser rendido por outro da escala.

A secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) se sensibiliza com a dor da família e garante que, se encontradas falhas que culminaram com o falecimento da paciente, elas serão esclarecidas e medidas cabíveis de responsabilização serão devidamente tomadas.

O vereador Aroldo Alves será o representante da Câmara Municipal de Natal na comissão responsável pela seleção de profissionais que vão atuar na Rede de Atenção à Saúde do município. O parlamentar é membro da Comissão de Saúde da CMN.

A previsão é que 355 profissionais sejam contratados por tempo determinado, sendo 37 enfermeiros, 10 assistentes sociais, 10 farmacêuticos, 10 farmacêuticos bioquímicos, 105 médicos (clínicos, pediatras, psiquiatras e ortopedistas), quatro nutricionistas, 20 técnicos em laboratório, 143 técnicos em enfermagem e 20 técnico em radiologia.

A maior parte dos profissionais aprovados integrará a equipe das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da Cidade da Esperança, zona oeste da cidade, que entra em funcionamento no final de outubro, e de Pajuçara.

alt

O famoso ouvido biônico, na medicina, nada mais é do que o Implante Coclear. O IC é um dispositivo eletrônico, parcialmente implantado, que visa proporcionar aos seus usuários sensação auditiva próxima ao fisiológico. Assim, quem sofre com a perda auditiva não precisa ficar surdo, devendo recorrer ao método para garantir qualidade de vida.

“O Implante Coclear é um dispositivo eletrônico de alta tecnologia, que estimula eletricamente as fibras nervosas remanescentes, permitindo a transmissão do sinal elétrico para o nervo auditivo, que será decodificado pelo córtex cerebral. O funcionamento do implante coclear difere do Aparelho de Amplificação Sonora Individual, que apenas amplifica o som. O implante coclear fornece impulsos elétricos para estimulação das fibras neurais remanescentes em diferentes regiões da cóclea, possibilitando ao usuário, a capacidade de perceber o som”, explica o otorrinolaringologista Dr. Pedro Cavalcanti.

O implante é indicado tanto para os pacientes que nasceram sem audição, quanto para os que foram perdendo a capacidade de ouvir progressivamente. Em Natal, a equipe médica do Dr. Pedro Cavalcanti tem realizado vários procedimentos, tanto na rede privada quando na rede pública de saúde.

“Temos uma estrutura de ponta e equipe de especialistas altamente capacitados para a realização do procedimento. Nossas cirurgias são realizadas com o mais alto padrão tecnológico e complexidade da área, para garantir a colocação do implante coclear, ou o famoso ouvido biônico”, completou o Dr. Pedro Guilherme Cavalcanti, um dos integrantes da equipe de especialistas.

alt

Operadora Amil participará do evento e oferecerá ao publico que comparecer a Praia do Forte orientação sobre saúde e qualidade de vida, além de além de camisas personalizadas e squeezes

Com apoio local da AMIL, será realizada no próximo sábado, das 8h às 12h, na Praia do Forte, a caminhada “Medida Certa”, organizada pelo SESI e que fará parte do roteiro do quadro Medida Certa, do Fantástico, da Rede Globo. O evento, aberto ao público e que contará com a participação do preparador físico Márcio Atalla, proporcionará aos participantes orientações sobre saúde e qualidade de vida.

Em seu estande, localizado no largo da Ponte Newton Navarro, a AMIL vai distribuir cartilhas educativas sobre temas como osteoporose, diabetes, hipertensão arterial, tabagismo e alimentação saudável, com orientações sobre prevenção e cuidados, além de camisas personalizadas e squeezes para os visitantes.



Twitter