NATAL PRESS

divulgação

 

Em Natal, centenas de pessoas foram cuidar da saúde neste sábado (17) através do Check-up Vascular, evento promovido pela Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular – SBACV/RN em parceria com a Farmoquímica – FQM e a Venosan, com apoio do shopping Via Direta, localizado na zona Sul da capital, e da Marinha do Brasil.

O serviço gratuito à população, por meio do atendimento individual, com informações a respeito das doenças vasculares, formas de prevenção e tratamento, atendeu a população entre 8h às 15h. Centenas delas receberam orientação e encaminhamento para exames, para combater doenças vasculares. A atendimento montado no pátio coberto do shopping contou com 15 box’s para consultas, além de 120 cadeiras para as pessoas assistirem palestras enquanto esperavam sua vez de atendimento.

Para Maria de Fátima Silva, 68 anos, que mora na Zona Oeste da capital, o Check-up Vascular foi muito bom para orientá-la sobre dores que sente nas pernas. Atendida pela presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular no RN, Dra. Liana Berúcia, ela ficou sabendo que seu problema de circulação pode ser melhorado através de exames e medicamentos, e o melhor, não era nada grave.

Em sua 5ª edição, o Check-up Vascular ofereceu atendimento médico através uma triagem das principais doenças venosas e arteriais periféricas, além de orientarem o público através de palestras quanto aos sinais e sintomas dessas doenças, na intenção de que todos fiquem atentos aos perigos de alguns comportamentos de risco e as devidas precauções a serem tomadas.

O evento contou com a contribuição e participação da Marinha do Brasil, de cirurgiões vasculares, residentes da especialidade, acadêmicos e alunos ligados à SBACV-RN. 

Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, regional Rio Grande do Norte – SBACV/RN realiza no próximo sábado (17), no pátio interno do shopping Via Direta, o  Check-up Vascular. A campanha faz parte da comemoração ao Dia do Cirurgião Vascular (15 de agosto) e promove atendimento gratuito à população, com distribuição de 800 fichas, além de palestras sobre doenças vasculares, a partir das 8h.

Enfermidades como tromboembolismo venoso (TEV); estenose de carótida – sendo ela uma das causas mais frequentes para o Acidente Vascular Cerebral (AVC); aneurisma da aorta; varizes e doença arterial periférica serão abordadas durante o evento. “Alertar a população a respeito das principais doenças circulatórias e a importância de ser acompanhado por um médico especialista na área é um dos objetivos da ação”, comenta Dra. Liana Berúcia, presidente da SBACV/RN.

Medidas preventivas como parar de fumar, reduzir estresse, adotar uma dieta equilibrada com menos gordura, sal e açúcar, evitar bebidas alcoólicas, praticar exercícios físicos regularmente e realizar exames periódicos são algumas das precauções indicadas.

A ação envolve médicos angiologistas, cirurgiões vasculares e residentes da especialidade para promover atendimentos em prol da prevenção, detectando características que advirtam situações de risco e que acometam o sistema cardiovascular. Neste ano, a campanha conta também com 15 boxes para atendimento, 30 residentes na triagem e parceria com a Marinha do Brasil para auxiliar na organização. Com apoio institucional da FQM|Farma, Venosan – meias compressivas e realização da SBACV/RN.

A didática multissensorial é muito bem definida pelo espanhol Miquel Albert Soler (1999) como um método pedagógico para o ensino e aprendizagem que utiliza todos os sentidos humanos possíveis para captar informações do meio que nos rodeia, igualmente válida para alunos com e sem deficiência visual.

O processo de inclusão se inicia ao inserir não apenas o deficiente visual na escola, mas vai além da possibilidade de inserir pessoas com deficiências no convívio comum, é a mudança no pensamento dos alunos e em suas atitudes, é ter o processo de inclusão como algo natural, normal para todos e não um mecanismo aplicado e visto como objeto de estudo pontual.

Sabe-se que crianças e adolescentes aprendem melhor quando as informações são processadas por mais de um sentido ao mesmo tempo. Esse tipo de estímulo multissensorial auxilia no desenvolvimento físico, cognitivo, social, emocional e da linguagem.

Dessa forma, os cinco sentidos (tato, audição, visão, paladar e o olfato) podem atuar como canal de entrada de informações importantes. Partindo de uma perspectiva de inclusão e vivência sensorial, a classe domiciliar da Casa Durval Paiva, apresentou aos alunos que se encontram em tratamento médico, a sala das sensações: uma sala montada com diferentes estímulos, para o aluno percorrer a trilha dos sentidos. 

Os materiais que compunham a trilha eram objetos de diferentes formas, texturas e cheiros, além de sons representando um ambiente com a presença de águas correntes, aves e vozes das mães ao fundo. Durante a trilha os estudantes ficaram descalços e com os olhos vendados, visando assim, despertar os sentidos do olfato, tato e audição.

Vendar os participantes foi à forma encontrada para colocar o sujeito e o coletivo em situação de desconhecimento para despertar os demais sentidos pouco estimulados. Em geral, esta ferramenta tem um forte apelo à construção do conhecimento através do uso pleno dos nossos sentidos, o que de certa forma permite uma vivência, na maioria dos casos, marcante.

Considera-se que vivenciar a atividade proposta pelo projeto pedagógico: “Despertando sentidos no mundo das sensações” através da sala das sensações, possibilitou aproximar e trabalhar uma dinâmica de inclusão, por causar nos participantes sensações tanto físicas, quanto emocionais, por isso, é considerada uma ferramenta de extrema relevância.

 

Coordenadora Pedagógica – Casa Durval Paiva

divulgação

 

Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, regional Rio Grande do Norte – SBACV/RN realiza no dia 17 de agosto, no pátio interno do shopping Via Direta, o  Check-up Vascular. A campanha faz parte da comemoração ao Dia do Cirurgião Vascular (15 de agosto) e vai promover atendimento gratuito à população, além de palestras sobre doenças vasculares.

Enfermidades como tromboembolismo venoso (TEV); estenose de carótida – sendo ela uma das causas mais frequentes para o Acidente Vascular Cerebral (AVC); aneurisma da aorta; varizes e doença arterial periférica serão abordadas durante o evento. “Alertar a população a respeito das principais doenças circulatórias e a importância de ser acompanhado por um médico especialista na área é um dos objetivos da ação”, comenta Dra. Liana Berúcia, presidente da SBACV/RN.

Medidas preventivas como parar de fumar, reduzir estresse, adotar uma dieta equilibrada com menos gordura, sal e açúcar, evitar bebidas alcoólicas, praticar exercícios físicos regularmente e realizar exames periódicos são algumas das precauções indicadas.

A ação envolve médicos angiologistas, cirurgiões vasculares e residentes da especialidade para promover atendimentos em prol da prevenção, detectando características que advirtam situações de risco e que acometam o sistema cardiovascular. Neste ano, a campanha conta também com 15 boxes para atendimento, 30 residentes na triagem e parceria com a Marinha do Brasil para auxiliar na organização. Com apoio institucional da FQM|Farma, Venosan – meias compressivas e realização da SBACV/RN.

felipe augusto

 

Reunião realizada hoje na governadoria com representantes de municípios do Agreste definiu a criação de grupo de trabalho para as tratativas com relação à interdição do Hospital Regional de Canguaretama realizada pela Vigilância Sanitária. Além disso, a governadora Fátima Bezerra anunciou que, dentro do projeto de abrir policlínicas regionais, a unidade do Agreste será instalada em Canguaretama.

O grupo de trabalho é formado por representantes de Canguaretama, de municípios da microrregião do Agreste, da Associação dos Municípios do Litoral Agreste Potiguar (Almap) e da coordenadoria de Hospitais e Unidades de Referência (Cohur). Na próxima semana, ele discutirá a questão dos servidores do hospital e distribuição de serviços para manter o pronto atendimento, definirá a regulação para encaminhamento dos pacientes e outras questões como transporte sanitário.

 “A busca de soluções para resolver esse problema deve ser de forma coletiva, compartilhada. Reitero que não será a governadora sozinha que solucionará. Temos que andar de mãos dadas. Não é o governo querendo transferir a responsabilidade para as prefeituras. Ao contrário. A ideia é racionalizar as coisas para superarmos as limitações orçamentarias, financeiras”, pontou a governadora Fátima Bezerra.

 Segundo o secretário de Saúde, Cipriano Maia, será construída uma proposta para o hospital nesse novo contexto, pensando a regionalização da saúde, o acesso dos usuários da região aos serviços de media e alta complexidade e o fortalecimento da pactuação com os municípios da região. A proposta, explica ele, é de primeiro abrigar o pronto atendimento, ter leitos de retaguarda para pronto atendimento e a possibilidade de leitos cirúrgicos com reabertura do centro cirúrgico desde que isso atenda necessidade da microrregião.

 “Temos na região um hospital que faz atenção materno-infantil que é São José de Mipibu, o Hospital de Santo Antônio que faz cirurgias eletivas e teve investimentos do Banco Mundial, e nós precisamos organizar a atenção hospitalar da região em função dessa realidade. Já temos um hospital em Nova Cruz, que é do município, e em Goianinha. Vamos ver qual o perfil deste Hospital de Canguaretama dentro do novo contexto. Não podemos estar pensando o serviço isoladamente, mas o contexto da atenção regionalizada que é o grande objetivo”, explicou Cipriano Maia

Na reunião estiveram presentes a prefeita de Canguaretama, Fátima Marinho, além de outros seis gestores, vereadores, secretários municipais de Saúde, os deputados estaduais George Soares, Kleber Rodrigues e Francisco do PT.

Acontece na próxima segunda-feira (5), a partir das 9h, no auditório do Sebrae, a abertura da VIII Semana da Vigilância Sanitária de Natal, organizada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por intermédio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS). 

Para este ano o tema do evento é ‘Vigilância Sanitária: Caminhos de Inclusão, Desenvolvimento Econômico e Segurança Sanitária’. A principal novidade da edição é o lançamento do projeto ‘Laços Promoção da Vida’, em que a VisaNatal irá trabalhar com ambiente sustentável, alimentação saudável e importâncias das atividades físicas para a saúde. A programação segue até o dia 9 de agosto (sexta-feira). 

 

Confira a programação: 

Dia 05 de agosto (segunda-feira)  

MANHÃ - AUDITÓRIO DO SEBRAE  

ABERTURA: 09h – AUDITÓRIO DO SEBRAE NATAL/RN   

Apresentação Cultural: Coral Saúde Encanto – Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel  

Solenidade de Abertura e Lançamento do Projeto Laços Promoção da Vida: Dr. José Antônio de Moura (VISA Natal) - AMBIENTE SUSTENTÁVEL; MOVIMENTESE; ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL   

CONFERÊNCIA: 9h30 às 12h: Sistema Nacional de Vigilância Sanitária: Onde estamos? Para onde vamos?  

 

TARDE – SALAS DE EDUCAÇÃO DO SEBRAE NATAL/RN   

MESA 01: 14h às 15h30: Agenda 2030: Promoção da alimentação saudável e ambiente sustentável   

MESA 02: 15h45 às 17h30: Os desafios da carreira dos profissionais de VISA.  

  

Dia 06 de agosto (terça-feira)  

MANHÃ – AUDITÓRIO SEBRAE NATAL/RN   

MESA 03: 8h30 às 10h: Critérios para o licenciamento e boas práticas em FOOD TRUCK   

MESA 04: 10h15 às 12h: Avanços, perspectivas e desafios da regulamentação dos queijos artesanais no RN e Selo Arte.  

  

TARDE - SALAS DE EDUCAÇÃO DO SEBRAE NATAL/RN   

MESA: 05:14h às 15h30: Alimentação orgânica: Situação atual   

MESA 06: 15h45 às 17h: Desafios da rastreabilidade para os hortifrútis  

  

Dia 07 de agosto (quarta-feira)  

MANHÃ - AUDITÓRIO SEBRAE NATAL/RN   

MESA 07: 08h30 às 10h: Critérios de boas práticas para o segmento de tatuagem e micro pigmentação   

MESA 08: 10h15 às 12h - Boas práticas nos serviços veterinários  

  

TARDE - SALAS DE EDUCAÇÃO DO SEBRAE NATAL/RN   

MESA 09: 14h as 15h30: Gestão da qualidade e atribuições do responsável técnico nas instituições de longa Permanência– ILPI’s  

Mesa 10: 15h45 às 17h: Regulamentação e monitoramento das fontes alternativas de abastecimento de água  

  

Dia 08 de agosto (quinta-feira)  

MANHÃ – AUDITÓRIO SEBRAE NATAL/RN   

Mesa 11: 08h30 às 10h - Estratégias para controle integrado de pragas em serviços de alimentação   

Mesa 12: 10h15 às 12h: Importância e Desafios das ações de VISA no âmbito da Coordenação Estadual do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária  

  

TARDE - SALAS DE EDUCAÇÃO DO SEBRAE NATAL/RN   

 Mesa 13: 14h às 15h30: Segurança do paciente no contexto da assistência farmacêutica  

Dia 09 de agosto (sexta-feira)  

MANHÃ – AUDITÓRIO SEBRAE NATAL/RN  

APRESENTAÇÃO CULTURAL: ONG ATITUDE   

Mesa 14: 8h45 às 12h: MEDIDA PROVISÓRIA Nº 881, DE 30 DE ABRIL DE 2019 - Institui a Declaração de Direitos de Liberdade Econômica, estabelece garantias de livre mercado, análise de impacto regulatório. 

divulgação


Estudos trabalham terapias para envelhecimento e traumas neurológicos através de células-tronco e medicamentos com base em produtos naturais do Nordeste
 

Pesquisas realizadas no Rio Grande do Norte vêm se destacando no cultivo de células-tronco e neurônios humanos em busca de novos tratamentos para o envelhecimento ou em pacientes traumatizados. Os trabalhos são realizados através de programas da Universidade Potiguar - integrante da rede Laureate - e da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) testando terapias medicamentosas com diversos bioativos do Nordeste e não medicamentosas com a terapia celular.
 
As parcerias foram firmadas entre o Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia da UnP (PPGB) e outras iniciativas da UERN: o Programa de Mestrado em Saúde e Sociedade e o Programa de Mestrado e Doutorado em Fisiologia Humana, vinculado à Sociedade Brasileira de Fisiologia e o Laboratório de Neurologia Experimental.
 
“Essa é uma das iniciativas do PPGB-UnP com o objetivo de fortalecer a interação entre os programas, ampliando a transmissão do conhecimento produzido e estimulando a inovação científica e tecnológica na Região Nordeste”, afirma a Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia, Profa. Dra. Amália Rego.
 
CULTIVO CELULAR
Uma das linhas de pesquisa trabalhada é o cultivo celular, o qual possui a capacidade de simular um comportamento de células humanas ou animais em estufa. Isso possibilita a manipulação celular com tecido vegetal. A terapia celular tem como princípio a restauração da função de um órgão ou tecido lesionado, introduzindo células novas para substituir as que estão mortas ou danificadas, por doenças ou problemas genéticos, por exemplo.
 
Conhecido na Medicina há algum tempo em sua forma mais simples, o processo consiste na transfusão de células do sangue, e em transplantes de órgãos e tecidos, como os de medula óssea, de rim, de fígado, de coração e de pulmão.
 
“Estamos desenvolvendo pesquisas direcionadas ao campo da Neurociências, trabalhando com modelos experimentais in vitro, sendo de grande destaque o cultivo de neurônios humanos obtidos a partir de pacientes traumatizados, e estudos in vivo em modelos de paraplegia, envelhecimento, doenças  neurodegenerativas  entre outros”, explica o Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UERN, Prof. Dr. José Rodolfo Lopes de Paiva Cavalcanti.
 
CÉLULAS-TRONCO
Na terapia celular, uma das alternativas é o uso das células-tronco, tanto de origem embrionária quanto as de tecidos adultos, para tratamento dessas doenças degenerativas, pois estas células têm uma alta capacidade de diferenciação e de proliferação, formando células diferenciadas e com determinadas funções.

As pesquisas no campo das células-tronco e neurociências estão sendo direcionadas para os benefícios de pacientes. Em reunião recente, o Prof. Dr. Fausto Pierdoná Guzen, pesquisador e professor do PPGB e do PPGSS, esteve debatendo com representantes da Secretaria de Saúde Pública do Estado do Rio Grande do Norte (Sesap), tratando sobre a parceria em pesquisas que será viabilizada durante a implantação  do Hospital da Mulher em Mossoró, onde  será possível reproduzir essas células numa magnitude que permita procedimentos de terapia celular para restabelecer diversas enfermidades trazendo assim uma melhora na qualidade de vida das pessoas.

Os servidores que trabalham nas unidades de Natal, Parnamirim e Mossoró da Fundação de Atendimento Socioeducativo – Fundase/RN vão contar com atendimento especializado oferecido pelo curso de Psicologia da Universidade Potiguar – UnP, a partir do mês de agosto.

A parceria dará foco a ações de atenção à saúde mental dos operadores do sistema socioeducativo, mas também pretende oferecer diferentes atividades para os adolescentes e ainda plantão psicológico.

Cada centro de atendimento socioeducativo já possui psicólogo na composição da sua equipe técnica. O profissional costuma atender individualmente os adolescentes em cumprimento de medida, além de ofertar atividades coletivas e apoio às famílias.  

Temas como “relação empática na socioeducação”, “socioeducação na perspectiva dos direitos humanos”, “violência institucional e mediação de conflitos”, “cuidados com os cuidadores” e “equilíbrio emocional” foram sugeridos pelos psicólogos do quadro da Fundase/RN para os estudantes. Desse modo, esses psicólogos serão os técnicos de referência em cada unidade para os profissionais da UnP que desenvolverão o trabalho.

 

Psicólogos da Fundase/RN unificam procedimentos

 

Os psicólogos ligados à Fundação de Atendimento Socioeducativo – Fundase/RN se reuniram nesta quarta-feira (24) para discutir a unidade do trabalho desempenhado em cada centro de atendimento.

“O objetivo da reunião foi alinhar o fazer do psicólogo nas unidades socioeducativas. Para isso, apresentamos instrumentais usados e elaboramos um questionário para investigar a saúde mental dos adolescentes”, explicou a psicóloga do Casemi Santa Catarina, Kátia Benjamin.

Durante o encontro foram compartilhados diversos documentos que fazem parte da rotina das unidades, como termo de responsabilidade, fichas de identificação e de acompanhamento, autorização de finais de semana, no caso das unidades de semiliberdade, e estatísticas do trabalho mensal.

Nova reunião será realizada em agosto para análise dos questionários, que também pretende verificar a participação desses profissionais nas mediações de conflitos juntos ao conselho disciplinar.

Dando continuidade as ações do ‘Julho Amarelo’, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) tem intensificado a atuação contra as hepatites virais, que é o principal foco da Campanha durante todo o mês. São diversos eventos sendo realizados nos últimos dias, como o que ocorreu na última sexta-feira (19), em um supermercado da zona Sul da capital potiguar, quando 136 testes rápidos de hepatite B e C foram realizados, além de momentos educativos com a população e a distribuição de panfletos informativos. 

Durante esta semana, a SMS irá promover iniciativas em unidade prisionais da capital potiguar, já que as pessoas privadas de liberdade fazem parte da população alvo. Também integram esse grupo: gays e outros HSH (homens que fazem sexo com outros homens); pessoas trans;  e pessoas que usam álcool e outras drogas. 

Segundo o Boletim Epidemiológico de Hepatites Virais 2019, divulgado nesta segunda-feira (22) pelo Ministério da Saúde, o número de pacientes notificados com a enfermidade passou de 35.370 em 2008, para 42.383 em 2018, um aumento de 20% em 10 anos. 

A hepatite é a inflamação do fígado. Ela pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. 

elpídio júnior

Ação foi realizada pela campanha Julho Verde, que está em sua 4ª edição no RN

 

Na manhã deste sábado (20), a campanha Julho Verde - de combate ao câncer de cabeça e pescoço, promoveu no Parque das Dunas de Natal, mais uma edição da Caminhada Verde. Uma ação realizada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço – SBCCP e instituições parceiras, para chamar a atenção da sociedade quanto a relevância do diagnóstico precoce da doença.

O evento reuniu profissionais da saúde, pacientes reabilitados e a sociedade no geral. “Um momento como esse da Caminhada Verde nos permite uma aproximação maior com as pessoas que estão no Parque e que acabam sendo atraídas pelo evento e, por todas as orientações passadas pelos médicos e equipe presentes. A Caminhada também proporciona reencontros com pacientes e seus familiares que superaram a doença e que, hoje, servem de exemplo e de prova de que, quando o diagnóstico é feito precocemente, o tratamento e a cura se tornam possíveis”, explica o. Dr. Luís Eduardo Barbalho de Mello, presidente da SBCCP.

Após a Caminhada, todo o público presente prestigiou o show de Sanderson e Banda, paciente reabilitado após ser acometido com um câncer de boca. “Cinco anos atrás, quando ele chegou ao meu consultório, percebi que tínhamos uma longa batalha, porém com boas chances de cura, justamente por ter sido diagnosticado a tempo de fazermos um tratamento com menos sequelas anatômicas e funcionais”, comenta a fonoaudióloga Carla Afonso.

Sanderson Lima é cantor desde 1996. Há cinco anos, quando estava prestes a fazer uma turnê com a “Crack Stones” pelos Estados Unidos, recebeu a notícia de que estava com câncer. “Quando soube o resultado do exame tive a sensação de que o mundo tinha desabado em mim. Eu e a banda estávamos a poucos dias de embarcar para uma turnê e de repente tudo teve que parar. Enfrentei muitos desafios, mas, durante o tratamento encontrei uma equipe comprometida e responsável que me auxiliou a ultrapassar a doença e hoje, no dia da caminhada, subo ao palco novamente com os meus companheiros de banda para um show muito significativo à minha vida”, declara Sanderson.

O Julho Verde teve início no Rio Grande do Norte no ano 2016. Desde então, vem atuando junto aos profissionais da saúde e sociedade na prevenção e no combate ao câncer de cabeça e pescoço com ações em hospitais da capital e do interior do estado e realização de eventos como o Simpósio Multidisciplinar de Cabeça e Pescoço (em Natal e Caicó) focado na capacitação dos profissionais da saúde que têm a convivência direta com esse tipo de câncer e, a Caminhada Verde. A campanha é coordenada no RN pelo Dr. Luís Eduardo Barbalho de Mello, também presidente da SBCCP.

Até o final do mês, outras atividades serão executadas pelo Julho Verde, como a celebração do Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço, no dia 27 de julho e o encerramento da campanha que acontecerá no dia 30, no auditório do Hospital Luiz Antônio.



Twitter