NATAL PRESS

Nesta quarta-feira (10), o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern), José Álvares Vieira, recebeu a visita de representantes do Sindicato dos Produtores Rurais de Santo Antônio. Na reunião, os produtores trouxeram documento com fotos e relatos sobre a situação calamitosa da seca na zona rural do município.

Na conversa, o presidente do Sindicato dos Produtores, Edan Bezerra, acompanhado do mobilizar do sindicato, José Cícero Oliveira falaram para o presidente da Faern sobre a situação do campo. “As fotos e os relatos de nossos produtores rurais é emblemática e cruel. Uma realidade que não podemos aceitar como normal ou algo que irá passar se não fizermos nada. Não é verdade. Temos que agir”, comentou o presidente do Sindicato Rural, Edan Bezerra.

No documento entregue, fotografias e textos contando a dramática situação de diversas propriedades localizadas na região Agreste do RN e os relatos dos produtores. “Fotos de uma realidade bem próxima de nós. Bem próxima do litoral do estado. Uma tristeza que não separa pequenos, médios ou grandes produtores. Que não separa regiões. O Governo precisa fazer algo. E imediatamente”, ressaltou o presidente da Federação da Agricultura, José Vieira.

Problemática

De acordo com José Cícero de Oliveira, o documento também foi entregue as autoridades da cidade e direção do Banco do Nordeste (BNB). “Com isso, esperamos sensibilizar a todos sobre a nossa problemática. Sobre essa crise generalizada”, finalizou o representante do Sindicato Rural.

Foto: Max Jordanni

alt

A festa dos 50 anos de emancipação política de Extremoz foi realizada na noite desta quinta-feira, 04, na bela praça construída no Largo da Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo, com grande público, e esbanjou cultura com várias atrações e a presença do prefeito Klauss Rêgo, vice-prefeito, Padre Edilson, secretários municipais e vereadores da cidade.

A Banda Municipal de Extremoz iniciou a programação tocando o Hino Nacional, seguido do Hino da Cidade, sob a regência do maestro Tony Wesley. A banda ainda executou outras músicas. Em seguida foi a vez da Banda Filarmônica do bairro de Felipe Camarão, de Natal, que iniciou a apresentação com músicas da MPB, com destaque para as canções "amor y love you" e um “Pout-Pourri” com músicas do cantor falecido, Raul Seixas e outras da MPB.

Depois da apresentação das duas bandas, foi a vez do Boi de Reis Guajirú, sob o comando do diretor de arte Gláucio Câmara, que realizou uma bela e tradicional apresentação na praça, defronte ao palco. O Folguedo Reis de Boi tem sua origem no teatro popular medieval da península ibérica. Trata-se de um auto em homenagem aos Santos Reis, unindo a temática dos reisados ao auto do Bumba-Meu-Boi. O número de integrantes varia entre doze e vinte, que formam alas com muitos personagens, dentre eles o Boi, Pai Francisco, Catirina, Doutor, Ema, Vaqueiro e Urubu. (nota da Wikipédia).

Abertura

O prefeito Klauss Rêgo fez a abertura oficial da festa. “Agradeço a presença de todos. Sou o 12º prefeito de Extremoz desde sua emancipação e fico feliz por essa coincidência, num momento em que o município passa por um período de grande desenvolvimento econômico, social e, também, cultural”, iniciou o chefe do poder executivo. “No ano de 1607, uma parte de terra foi concedida a jesuítas pelo capitão-mor do Rio Grande do Norte, Jerônimo de Albuquerque, tendo como principal objetivo catequizar os indígenas. Em 1757, durante as invasões holandesas no Brasil, os jesuítas foram expulsos e a povoação tornou-se a primeira da Capitania do Rio Grande do Norte com a categoria de vila, de acordo com o historiador Luís da Câmara Cascudo”, continuou o prefeito.

“Em 1885 Extremoz virou um distrito de Ceará – Mirim, até 04 de abril de 1963, quando conseguiu ser politicamente emancipada daquele município. Nossa Extremoz não vive somente de suas belezas naturais, que incentiva o turismo, e hoje temos desenvolvimento e cultura”, disse o prefeito, lembrando o Auto de São Miguel Arcanjo, considerado o segundo melhor evento desse tipo no Rio Grande do Norte. Estamos trabalhando para que, cada vez mais, o nosso município se desenvolva mais ainda”, concluiu o prefeito.

O vice-prefeito, Padre Edilson disse que os 50 anos de emancipação trazia alegria para todos. “E agora, a cidade mostra sua cultura, que antes não era valorizada. Extremoz tem História e cultura”, encerrou.

Senhoras

Depois das falas do prefeito e do vice-prefeito, foi a vez do “Grupo de Senhoras do Afoxé”, da Fundação de Cultura Aldeia de Guajirú, sob o comando da professora Adriana, se apresentar no gramado do Largo da Matriz. Composto por nove senhoras, sem dúvida, realizaram uma bela apresentação de dança. O Afoxé trata-se de mais um ritmo afro presente na cultura local. De origem iorubá, a palavra afoxé poderia ser traduzida como "a fala que faz". Para alguns pesquisadores seria uma forma diversa do maracatu. O termo Afoxé da África denota a festa profano-religiosa efetuada pela nação no momento oportuno. A expressão afoxé teve uso restrito, apenas entre os seus participantes, já que os autores dedicados ao estudo do maracatu não a registram. (nota daWikepédia).

Depois, foi a vez da Banda de Música de Parnamirim, sob a regência do maestro Almeida, o Maculelê da Fundação Aldeia de Guajirú, Banda de Música da Polícia Militar, Ginga África da Redinha, que apresentou capoeira, maculelê e afoxé. Depois, todas as quatro bandas de música se reuniram e se apresentaram simultaneamente. A festa foi fechada ao som de Ailton Sanfoneiro e Banda, que botou o público para dançar. (LS).

O município de Extremoz comemora nesta quinta-feira, 04, 50 anos de Emancipação Política no Largo da Igreja Matriz, no Centro Antigo da cidade, às 19h, com várias atrações culturais.

Por meio da Fundação de Cultura Aldeia de Guajirú haverá apresentação de várias atrações que resgatam a cultura extremozense, como Boi de Reis, Grupo de Capoeira Afoxé, danças, além da apresentação de bandas de música de Extremoz, Felipe Camarão, Parnamirim e Polícia Militar. A festa termina com show de Ailton Sanfoneiro e Banda.

Fotos: Max Jordanni

 altalt

Extremozenses de várias regiões do município prestigiaram a encenação da Paixão de Cristo neste domingo de Páscoa, 31, no Distrito de Araçá, promovido pela Prefeitura de Extremoz, por meio da Fundação Aldeia de Guajirú, às 19h30.

O espetáculo ficou a cargo do Grupo Teatral Tesap – Teatro de Santo Antonio do Potengi, formado por artistas do cenário São Gonçalense, que anualmente realiza apresentações por todo o interior do Rio Grande do Norte, em especial na cidade de Extremoz, reunindo excelente público nas duas apresentações realizadas, a das Ruínas, na segunda-feira, 25 e na de ontem, 31, em Araçá.

Gláucio Câmara, produtor do evento, divulgou nota em que a idéia do grupo é repassar a mensagem de amor fraterno, comunhão e fé deixada por Jesus Cristo. “Utilizamos o teatro para que de forma sensível as pessoas reflitam sobre os ensinamentos deixados por Cristo e que até hoje muitos teimam em não compreender ou aceitar”, escreveu.

Atores

“O espetáculo conta com cerca de 50 atores, tendo como Cristo Ícaro Christian e como Maria, mãe de Jesus, a jovem Jennifer Siqueira.
Dentro da equipe de atores destacasse os 12 apóstolos, Satanás, escribas e fariseus, sendo que o cenário imita as muralhas de Jerusalém, o palácio de Pilatos e Herodes, além do Monte das Oliveiras. Conta também com adereços avançados e o projeto de montagem possui um plano de luz dividido em vários “sets”, com efeitos
especiais. A direção da Paixão de Cristo é de Leonilson Leôn”, informou o produtor. O evento contou com a presença do prefeito Klauss Rêgo e de vários secretários.

A Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN) informa que estão abertas as inscrições para seleção de bolsistas de monitoria para atuar na Escola de Música de Macaíba. A carga horária é de 20 horas semanais, sendo o valor da bolsa R$600.

Podem participar alunos regularmente matriculados nos cursos de música da UFRN. O interessado na seleção deve se inscrever enviando e-mail para o professor Fábio Presgrave (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) até as 23h59 da próxima quarta-feira, dia 3 de abril.

As entrevistas para a seleção serão realizadas na quinta-feira, dia 4 de abril, das 8h da manhã ao meio-dia, na sala 14 da EMUFRN.

A confirmação da entrega da Escola José Soares ao município de Extremoz foi feita pela professora Ana Alice, diretora da 1ª Diretoria Regional Educação Cultura e Desportos (Dired), no início da tarde desta quinta-feira, 21, durante entrevista ao programa de TV RN Móvel, da Intertv Cabugi.

A principal motivação para a desativação da unidade estadual seguiu, segundo Ana Alice, ditames de Lei devido à escassez de alunos e que os que existam matriculados já estão em outras escolas de comunidades próximas e também na Escola Municipal Jardim Rosa Amélia.

A secretária de Educação de Extremoz, Rosileide Brito, disse que o retorno do funcionamento da Escola José Soares, que funcionará como uma extensão da Escola Jardim Rosa Amélia, dependerá de alguns ajustes, inclusive da parte física da escola estadual, considerando que poderia haver necessidade de algumas reformas para o bom funcionamento. “A Escola Jardim Rosa Amélia está com o número exato de alunos e a nossa pretensão é que a Escola José Soares funcione como um anexo. Acredito que em 40 dias estejamos funcionando”, ressaltou.

Referência

“A Escola Jardim Rosa Amélia funciona a mais de 30 anos e é considerada como uma referência na região”, disse Rosângela Trindade dos Santos, diretora da escola. “Ela foi criada pelo Padre Tiago, que na época coordenava o Projeto Casulo”, continuou. “Atualmente temos 25 alunos na 1ª série, 33 na 2ª série e na 4ª e 5ª séries, 24 alunos, e na educação infantil, o maternal, com 29 alunos, com professores capacitados, inclusive para salas multianuais. De acordo com Rosângela Trindade, todas as salas contam com dois professores.

Depois que o município recomeçar as aulas na Escola José Soares, os alunos que tiveram que sair para escolas próximas terão a oportunidade de retornar a unidade. (LS).

O atendimento do Centro de Especialidades de Extremoz, do Hospital Presidente Café Filho, aumentou a oferta de serviços e agora conta com atendimento psiquiátrico, neurológico e com otorrinolaringologia.

O serviço diferenciado já contava com dermatologia, cardiologia, ginecologia, pediatria, pequenas cirurgias, urologia, oftalmologia, cirurgia geral, ortopedia e endocrinologista.

Os serviços especializados podem ser agendados de segunda a sexta-feira, das 08h às 16h, depois que médicos do serviço de atenção básica encaminha o paciente para o Centro de Especialidades de Extremoz. (LS).

alt

A 2ª Festa do Beijo, promovido pela JR Promoções e Eventos será neste sábado, 23, às 22h no Ginásio Poliesportivo, no Centro de Extremoz, com as bandas Grupo Show Dekalk, Abusados do Fórró e DJ Sanderson da Paraíba.

Além das três atrações a festa contará também com a mais nova revelação de João Pessoa, a banda Forró Riqueza. José Luiz, da JR Promoções e Eventos, também informou que haverá premiação para o que se beijar no palco e que a festa conta com o apoio da Prefeitura de Extremoz.

alt

O prefeito de Extremoz, Klauss Rêgo, homologou na manhã desta terça-feira, 13, via Diário Oficial do Município, concurso público realizado em 13 de janeiro, de acordo com o resultado oficial final apresentado em 06 de março pela empresa CONPASS, responsável pela realização do concurso. O resultado também está disponível no site http://v2.conpass.com.br/.


O prefeito informou que a homologação se deu após o julgamento de todos os recursos apresentados e respondidos pela empresa CONPASS. "A homologação por parte do executivo apenas cumpre os tramites legais para o andamento do processo. O próximo passo é a convocação dos aprovados", afirmou Klauss.

Com reportagem de Gilmara Costa

O prefeito de Extremoz, Klauss Rêgo, convocou via Diário Oficial, a realização da Conferência Municipal da Cidade, como etapa preparatória da 5ª Conferência Estadual. A conferência será realizada nos dias 15 a 16 de maio sob a coordenação da Secretaria de Habitação, Trabalho e Assistência Social, com o tema já escolhido pela Conferência Nacional das cidades: “Quem muda a cidade somos nós. Reforma Urbana Já”, envolvendo aspectos das políticas nacional, estadual e municipal.

A Conferência Nacional das Cidades está marcada para 20 a 24 de novembro, em Brasília com 522 delegados eleitos nas Conferências Municipais, os 40 delegados natos (membros do ConCidades/RN) e 17 representantes do Poder Público Estadual, indicados pelo Executivo e pela Assembleia Legislativa

A Conferência Estadual tem a finalidade de propor a interlocução entre autoridades e gestores públicos dos estados, Distrito Federal, municípios e União com os diversos segmentos da sociedade sobre assuntos relacionados à política e sistema nacional de desenvolvimento urbano, sensibilizar e mobilizar a sociedade brasileira para o estabelecimento de agendas, metas e planos de ação para enfrentar os problemas existentes nas cidades brasileiras, propiciar a participação popular de diversos segmentos da sociedade, considerando as diferenças de sexo, idade, raça e etnia para a formulação de proposições e realização de avaliações sobre as formas de execução da política e sistema nacional de desenvolvimento urbano e suas áreas estratégicas e propiciar e estimular a organização de conferências das cidades como instrumento para garantia da gestão democrática das políticas de desenvolvimento urbano nas regiões, estados, Distrito Federal e municípios. (LS).



Twitter