NATAL PRESS

Denis Cléber

extemoforum


A Câmara Municipal de Extremoz sediou neste sábado, 25, o 1º Fórum de Segurança Pública do Município das 08h às 17h. A propositura foi do presidente da Casa, vereador Joaz Oliveira. O evento contou com o apoio da Prefeitura de Extremoz, Policia Militar do Estado - através do Comando Municipal -, Secretaria Estadual de Segurança Pública (Coordenação de Informações, Estatísticas e Análises criminais), Corpo de Bombeiros (Comando Geral do RN) e Assembleia Legislativa do Estado.

Estiveram presentes os vereadores Joaz Oliveira, Fábio Vicente, Leila Cristina, Jaeusdes Xavier, Francisca Lúcia Ramalho e Cleyton Saint´clair. Representando a Prefeitura Municipal, o coordenador de Segurança Pública do Município, Carlos Jener Rezende, que fez explanações sobre o evento.

O Fórum também contou com a participação do deputado federal Rafael Mota que trouxe mensagem de apoio à causa. Dezenas de populares prestigiaram o evento.

Debate
O Fórum contou com o debate do comandante geral do Corpo de Bombeiros do RN, coronel Otho Souza, coordenador de informações e análises criminais da SESED, Ivenio Hermes, major da Policia Militar (CIPRED), Arthur, Chefe do CIOSP, major Carlos Kleber Macedo, coordenadora pedagógica da Escola do Governo, professora Leila Rodrigues, representante do setor de comunicação da CPRED, tenente Romão Inácio e do comandante da Polícia Militar de Extremoz, tenente Silva Júnior.

O Fórum foi dividido em duas etapas, pela manhã ocorreu ciclo de debates e a tarde participação dos vereadores, palestras, indicações finais e visita a unidade móvel de plataforma de observação do CIOSP.

O mediador do Fórum no turno da tarde, representando a chefia do CIOSP, foi Francisco Reginário que sugeriu a criação do GGIM – O município tem que criar uma política sustentável para fazer a manutenção do Fórum. Outra medida a nível municipal seria a criação do núcleo de resolução de conflitos e efetivação do Programa Proerd. O município de Extremoz será o primeiro a executar o projeto “Segurança Comunitária”.

Informações Gilmara Costa



Twitter