NATAL PRESS

A Prefeitura de Extremoz, por meio da Fundação de Cultura Aldeia de Guajirú, realizou durante esta quarta-feira, 07, a 2ª Conferência Municipal de Cultura, na sede da fundação, sob o cenário das ruínas da antiga igreja católica. A conferência contou com a participação de mais de 300 pessoas, entre populares, representantes civis, gestores públicos e artistas.

A solenidade de abertura contou com as apresentações da Banda Municipal de Música e do grupo de balé da Fundação de Cultura Aldeia de Guajirú. Depois, foi realizada a leitura do regimento interno da conferência feita pelo professor Gláucio Teixeira. A presidente da fundação, Valdeleda Medeiros de França, falou sobre o histórico da instituição e atividades culturais desenvolvidas pelo município.

Prestigiaram o evento, a secretária de Educação e Cultura do Município, Rosileide Brito, secretária de Trabalho, Habitação e Assistência Social, Renata Rêgo, secretário de Planejamento, Administração e Finanças, Antônio Lisboa e o secretário de Saúde, Francisco Júnior do Rêgo.

Objetivos
A 2ª Conferência de Cultura de Extremoz teve como objetivos principais promover o debate para a elaboração e implementação dos planos municipais de cultura, discussão sobre a cultura local nos seus aspectos de direitos e cidadania, identidade, memória, produção simbólica e diversidade cultural, gestão e participação social, além do intercâmbio e compartilhamento de conhecimentos com os participantes.

A conferência contou com palestra proferida pelo assessor cultural Fábio Henrique de Lima e grupos de debates coordenados pelos artistas Carlos Teodósio e Rodrigo Bico. Os grupos formados apresentaram suas propostas e depois foi realizada a eleição dos delegados para a conferência estadual.

Informações Gilmara Costa



Twitter