NATAL PRESS

A 5ª Conferência Municipal de Assistência Social de Extremoz, com o tema “A gestão e o financiamento na efetivação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS)”, foi realizada nesta sexta-feira, 02, durante todo o dia no auditório da Universidade Aberta (UAB), Centro da cidade, sob a coordenação do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) e a Prefeitura de Extremoz, por meio da Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social.

O evento foi aberto com um café da manhã servido aos participantes e conferencistas no pátio da UAB, seguido de apresentações culturais coordenadas pela Fundação de Cultura Aldeia de Guajirú, tais como Banda Municipal de Música, dança do coco de roda e declamação do poema “Contos de Extremoz” pela atriz Nilma Nascimento.

De acordo com a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), Eunice Pinheiro, o principal objetivo da conferência foi o de oportunizar espaços para discutir a efetivação do SUAS. “A conferência teve um caráter deliberativo para debater e avaliar a política de assistência social em Extremoz, onde retiramos novas diretrizes no sentido de consolidar e ampliar os direitos socioassistenciais de seus usuários” completou a presidente.

Eixos
A 5ª Conferência Municipal de Assistência Social foi baseada em seis eixos temáticos. Foram discutidos o cofinanciamento obrigatório da assistência social, a gestão do SUAS enfocando a vigilância socioassistencial, processos de planejamento e monitoramento e avaliação, gestão do trabalho, gestão dos serviços, programas e projetos, gestão dos benefícios no SUAS e a regionalização do SUAS. A conferência também elegeu os delegados que irão participar da 9ª Conferência Estadual de Assistência Social.

“Foi um espaço democrático para discutir propostas na área social”, avaliou a secretária de Assistência Social, Renata Rêgo. “O município avançou muito nessa área e queremos continuar esse desenvolvimento, fortalecendo o SUAS em Extremoz com programas que já possuímos”, reforçou a secretária. “Trabalhamos incansavelmente para garantir uma assistência social de alto nível. Temos o CRAS, Creas, Projovem, PETI, habitação, Telecentro, Programa do Leite, Bolsa Família, entre outros. Nós queremos o melhor para Extremoz”, concluiu Renata Rêgo. (LS).



Twitter