NATAL PRESS

divulgação

paunonato

Ontem, 9, em Natal, o prefeito Fabrício Torquato esteve na sede da Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Norte (DATANORTE) para tratar da regularização fundiária de imóveis localizados no Bairro Manoel Deodato.

O chefe do Executivo participou de audiência com o diretor-presidente órgão, Rildo Tarquínio de Albuquerque, que firmou parceria com o município de Pau dos Ferros na resolução da questão, também apoiada pelo Governo do Estado.

“Foi o primeiro diálogo. Estou otimista que a gente vai conseguir caminhar com isso”, disse entusiasmado o prefeito. A gestão tem pleiteado junto a Datanorte a doação de terrenos para, em seguida, regularizar a situação destes em cartório.

Mesmo não havendo contestação à posse, os imóveis no Manoel Deodato permanecem na informalidade. Assim, com a regularização fundiária, os moradores terão suas propriedades resguardadas e se sentirão cada vez mais valorizados.

É com esse objetivo que o governo municipal pau-ferrense tem empreendido um esforço integrado, de modo a garantir rapidez no trâmite do processo.

O governador do Estado do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, e a secretária do Trabalho, Habitação e Assistência Social, Julianne Faria, participam da solenidade de inauguração de mais um Restaurante Popular em Mossoró, ao meio dia desta quinta-feira (10).

A unidade, que já está em funcionamento no Campus Central da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) desde 25 de janeiro, abre das 11h às 14h e oferece 650 refeições diárias, ao preço de R$ 1, para estudantes e moradores dos bairros vizinhos. Essa unidade atende a um pleito antigo dos estudantes, servidores e público da região.

Tonny Washington

florania

Localizado em um local privilegiado em Florânia/RN, com vista panorâmica de 17 cidades do Estado, os “Chalés, Balneário e Mirante do Cajueiro” é um dos pontos turísticos mais visitados do Seridó.

O local conta com chalés, serviço de bar e restaurante, trazendo um delicioso cardápio da culinária regional e atraindo dezenas de visitantes de diversas localidades do Brasil e do mundo.

Reservas e informações: (84) 9 9946-1265

O município de Caicó receberá uma obra de grande importância para o combate à crise hídrica que atinge aquela cidade com a viabilização da adutora de engate rápido. A iniciativa significa uma resposta à população, uma vez que a falta de abastecimento naquela região seria o quadro mais crítico que o Estado poderia enfrentar.

"Optamos pela adutora em Caicó por entendermos que, hoje, essa é a forma que temos de chegar com uma solução emergencial para o maior número de pessoas", explicou o governador, esclarecendo que os trabalhos em função dos outros municípios continuarão de forma a evitar o estado de colapso.

A obra será viabilizada a partir de um repasse, no valor de R$ 44 milhões, garantido pelo governador Robinson Faria após reunir-se com a presidente Dilma Rousseff, na semana passada, e será feito pelo Ministério da Integração ao governo do Estado do Rio Grande do Norte, como previsto no Plano Emergencial de Segurança Hídrica.

A escolha da obra prioritária ocorreu no final da manhã desta quinta-feira (29), quando o gestor estadual se reuniu com a chefe de Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, com o secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Mairton França, com o diretor da Caern, Marcelo Toscano, o coordenador de Defesa Civil Estadual, Cel. Eliseu Dantas e técnicos do Instituto de Gestão de Águas do RN (Igarn) e da Empresa de Pesquisa Agropecuária (Emparn).

Para dar uma maior celeridade, representantes da Defesa Civil, da Caern e da Semarh irão juntos a Brasília, e em audiência com o ministro da Integração Carlos Vieira, nesta sexta-feira (4), discutirão sobre as datas de liberação dos recursos para ser dado inicio ao processo licitatório.

"O pré projeto já está no Ministério da Integração. Como trata-se de uma obra emergencial, nós a faremos a partir do Plano de Trabalho. Agora é saber quando esse repasse será liberado para começarmos  a construção da adutora o quanto antes, beneficiando milhares de famílias da região Seridó", observou o diretor presidente da Caern, Marcelo Toscano.

divulgação

chequee

A Câmara de Vereadores do município de Galinhos descobriu, através de uma denúncia feita por uma moradora da cidade, que a prefeitura já emitiu 30 cheques sem fundos. Diante da denúncia, a casa legislativa resolveu instaurar uma Comissão Especial de Investigação.

A denúncia feita por Andreia Maria Chaves Pimentel chegou a Câmara de Vereadores com uma cópia anexada de um cheque devolvido por insuficiência de fundos.

O presidente da Câmara, vereador Afrânio Reis (PR), solicitou ao Banco do Brasil cópias de cheques da prefeitura devolvidos pelo mesmo motivo. A surpresa veio quando o banco informou que já eram 30 os cheques sem fundos emitidos pela administração municipal, assinados pela prefeita Josineide Cunha de Medeiros e o tesoureiro Ricardo Araújo.

Diante de um número tão elevado, a Câmara, após votação com 7 votos a favor e uma abstenção, resolveu não arquivar o caso, mas, sim, investigar os fatos. Para isso, foi instaurada uma Comissão Especial de Investigação, composta dos vereadores Alexandre Wendel de Lima Ribeiro (PMDB), Márcio André da Silva Vale (PSB) e Vanuelbe Lima da rocha (PTB), que em reunião na tarde da última sexta-feira (26), definiu seu presidente e já solicitou que a secretaria da Câmara redija ofício e encaminhe a prefeita para tomar ciência e no prazo estabelecido de dez dias apresentar defesa, conforme o estabelecido no inciso III  do artigo 5º do Decreto de Lei 201/67.


Os próximos dias prometem desdobramentos que poderão provocar mudanças no quadro político de Galinhos.



Twitter