NATAL PRESS

aguadechuva

Após levantamento sobre o acumulado de água nos reservatórios analisados pelo Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (IGARN) nesta semana e apresentadas hoje (01), identificou-se a mudança positiva dos reservatórios. Entre os 47 reservatórios monitorados aqueles localizados na bacia Piranhas-Açu foram os que tiveram maior recarga nesta semana, onde teve uma considerável quantidade de precipitações.

Dos reservatórios que estavam em volume morto houve redução em 2,5%, este mesmo índice ocorreu para os reservatórios que estavam secos.

A barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves, em Assu, apresentava um volume de 475,5 milhões de metros cúbicos no dia 21 de março, o que representava 19,81% de sua capacidade, agora se encontra com 21,49% de sua totalidade o que significa 515 milhões de metros cúbicos. Nesse período ele recebeu uma recarga de aproximadamente 40,5 milhões de metros cúbicos.

Já o Itans, localizado em Caicó, tinha apenas 1,4% de toda a sua capacidade, o que correspondia a 1,2 milhões de metros cúbicos. Hoje se encontra com 2 milhões de metros cúbicos, 2,4%.

O açude Dourados, em Currais Novos, que estava seco recebeu recarga e suporta o uso para ainda dois meses. Na região de Parelhas os dois principais açudes também receberam significativa recarga. O Boqueirão que suportaria 11 meses passaou a suportar 22 meses, está com 20% de sua capacidade. Já o Caldeirão que suportava apenas um mês, hoje tem capacidade para o uso em um ano e dois meses.

Também em São José do Seridó o açude Zangalheiras que estava em volume morte passará a suportar uso por nove meses, com 16% de sua capacidade.

Além dos reservatórios outros reservatórios de médio e pequeno porte tiveram recarga suficiente para encher ou sangrar, como, por exemplo, o açude Mamão em Equador. Estes pequenos reservatórios ao sangrar contribuem para recarga dos grandes reservatórios. Os rios e riachos que cortam a região também apresentaram uma considerável elevação nos seus níveis e isso é contribuição direta para os reservatórios de suas bacias hidrográficas.

Precipitações ainda não garantem inverno regular no RN

As chuvas registradas nos últimos dias no Rio Grande do Norte estão sendo causadas pela atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que provoca as precipitações na quadra chuvosa atual no norte do Nordeste. Os meteorologistas da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), afirmam que as recentes precipitações não modificam as expectativas de chuvas abaixo da média no nosso Estado. Mais de 100 municípios potiguares apresentam quadro climatológico seco ou muito seco, como Mossoró, Apodi, Assu, Santa Cruz, Nova Cruz e Tangará.

Segundo o Gerente de Meteorologia da EMPARN, Gilmar Bristot, será possível fazer uma previsão mais segura nos próximos cinco a dez dias e, neste intervalo, a expectativa é de ocorrência de mais chuvas. “Vale reforçar que as precipitações são momentâneas, ou seja, o clima chuvoso atual, por enquanto, não significa uma mudança no quadro climático”, afirma Gilmar.

Ainda de acordo com Gilmar, a explicação para essa realidade vem da observação das imagens de satélite. "O fenômeno El Niño continua agindo no Oceano Pacífico - mas agora com uma anomalia abaixo de 1% - e a configuração do Oceano Atlântico Tropical mostra neutralidade. Para abril e maio, as previsões são mais animadoras porque o El Niño segue enfraquecendo", explica o meteorologista.

Municípios das Regiões Oeste e Leste registram maiores chuvas

O último boletim pluviométrico da gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), registrou chuvas em 34 postos monitorados. As chuvas caíram em quase todas as regiões do Estado, com as maiores precipitações no Oeste e Leste. Os números abaixo correspondem as precipitações registradas das 7h do dia 31/03 até às 7h desta sexta (01/04):

Na mesorregião Oeste choveu 52 milímetros (mm), em Ipanguaçu; em São Rafael, mais 30,5mm; Rodolfo Fernandes, 29,0mm; Itajá, 28,8mm; Itau, 27mm; Upanema, 22mm; Tabuleiro Grande, 18mm; Assu, 14,8mm, entre outros municípios como Alto do Rodrigues, Dr. Severiano, Apodi e Viçosa.

Choveu também na mesorregião Central em  São José do Seridó, 18,5 milímetros (mm); Jardim do Seridó, 9,3mm; São José do Seridó, 5,0mm e São Bento do Norte, 3,0mm. No Leste, choveu em Parnamirim (Base Física da Emparn),  2,2mm; São Gonçalo do Amarante (Base Física da EMPARN), 1,9mm e Natal, 1,4mm.

Segundo a EMPARN, o tempo continua parcialmente nublado com possibilidades de chuvas em todas as regiões do Estado.

Cumprindo agenda no município de Apodi, que comemora 181 anos de emancipação política nesta quarta-feira (23), o governador Robinson Faria deu a ordem de serviço para as obras de esgotamento sanitário da cidade e reativou o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Agricultura Familiar. A solenidade aconteceu na Praça Francisco Pinto, Centro.

A obra de saneamento, orçada em mais de R$ 1,5 milhão, atenderá aos principais bairros da cidade, beneficiando cerca de 9.500 pessoas. No prazo de um ano, serão realizadas cerca de 1.500 novas ligações domiciliares, além de melhorias na estação de tratamento de esgoto e entregue um novo emissário de recalque.

“Num momento em que há tantas doenças preocupando a população, como o Zika vírus e a Dengue, percebam que esta obra tem também a finalidade de preservar vidas. E daqui a um ano, eu quero voltar para inaugurar esta ação que merece muita festa da população de Apodi” assinalou o governador, que anunciou ainda para a cidade um programa de habitação e a implantação do Microcrédito Empreendedor.

O prefeito de Apodi, Flaviano Moreira, pontuou que a obra é um pleito antigo dos apodienses. “Esgotamento sanitário é importante demais pra nossas vidas. Desde 2004, fomos às ruas lutar pelo saneamento. O governador Robinson nos ouviu e eu gostaria de agradecer pela obra, sabendo que o momento de nossos governantes não é fácil”, afirmou.

Também em Apodi, o líder do Executivo estadual fez o lançamento do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Agricultura Familiar, conhecido como Compra Direta. O programa consiste na compra da produção dos agricultores familiares, promovendo a inclusão sócio-produtiva no campo. Na outra ponta, os gêneros alimentícios são repassados às populações em situação de segurança alimentar, através de instituições filantrópicas, devidamente cadastradas no Compra Direta e no Conselho de Segurança Alimentar.

O PAA será reativado em todo o estado e beneficiará 1.992 pequenos produtores e 2.134 instituições filantrópicas. Os recursos financeiros são da ordem de R$ 6 milhões, procedentes do Governo Federal, e já estão assegurados.

No mesmo ato, o governo entregou balanças eletrônicas e um computador que será usado para catalogar os alimentos dos programas em uma central instalada em Apodi. Num momento simbólico, agricultores presentearam representantes do governo e o prefeito de Apodi, Flaviano Moreira Monteiro, com produtos da agricultura familiar.

O diretor geral do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural ( Emater), César Oliveira, destacou a importância da iniciativa. “Este programa gera oportunidade de trabalho, oportunidade de renda e de desenvolvimento. Por outro lado, propicia a segurança alimentar, com a doação dos alimentos ao mais pobres, aquelas pessoas em vulnerabilidade social. Os alimentos chegarão às creches, escolas, hospitais e várias instituições que realizam atividades de filantropia”, assinalou.

Na comitiva do Governo que cumpriu agenda no Oeste, estavam também a chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, os secretários de Articulação Política, Hudson Pereira, e dos Recursos Hídricos, Mairton França, e os deputado estaduais Dison Lisboa e Carlos Augusto Maia.

UBS de Melancias

Antes da ordem de serviço, o governador Robinson Faria participou da inauguração da Unidade Básica de Saúde (USB) de Melancias, obra municipal orçada em R$ 320 mil.

A região Oeste do Rio Grande do Norte será bastante beneficiada pelo programa de recuperação e manutenção da malha viária estadual, autorizado nesta quinta-feira (17) pelo governador Robinson Faria. Com dois distritos rodoviários, a área conta com uma rede de rodovias estaduais que interliga cidades do porte de Apodi, Pau dos Ferros e Mossoró a mais de outros 40 municípios.

A partir de Pau dos Ferros e Mossoró, sedes dos dois distritos rodoviários da região Oeste, respectivamente VI e I distritos, serão coordenados os trabalhos de recuperação das rodovias sob a responsabilidade do Governo do Estado.

As obras fazem parte de um programa focado em recuperar três mil quilômetros da malha viária do RN, que representam 100% das estradas sob a responsabilidade do Governo do Estado. As sete ordens de serviço, incluindo as duas para o Oeste Potiguar, para recuperação e manutenção da malha viária representam um investimento de R$ 24 milhões. “A meta do governo é chegarmos a 2018 com toda a malha rodoviária recuperada e entregue para a população”, afirmou Robinson Faria na solenidade de assinatura dos documentos.

De acordo com o diretor de Obras e Operações do Departamento de Estradas de Rodagem do RN (DER-RN), Caio Múcio Pascoal, o trabalho a ser feito no Oeste Potiguar consistirá em uma reparação completa das estradas que fazem as ligações entre os pequenos municípios da região.

“A malha viária estadual no Oeste não consiste em pistas de grande extensão, mas é muito capilarizada entre os municípios menores. Assim, a recuperação e manutenção desses trechos serão muito importantes tanto do ponto de vista econômico para toda região, como para o próprio deslocamento de pessoas entre as cidades”, destacou o diretor.

Os trabalhos serão efetuados na região pelas empresas FEC Construções (VI Distrito – Pau dos Ferros) e a Potiguar Construções e Incorporações (I Distrito – Mossoró), sob a supervisão das respectivas chefias distritais do Departamento de Estradas.

De acordo com a ordem de serviço assinada nessa quinta-feira, a contratação inicial das empresas é por um ano. Durante este período, elas serão responsáveis por toda a manutenção nas pistas estaduais da região. O contrato pode ser renovado por mais quatro anos, chegando ao total de cinco anos garantidos com a manutenção e reparos nas rodovias estaduais. A previsão do DER-RN é que a ação das empresas seja iniciada ainda no fim de março deste ano.

O diretor-geral do DER-RN destacou que o pacote de obras apresentado faz parte de um marco na história do Rio Grande do Norte. “A rodovia é a artéria de qualquer estado. Pelas estradas passam a riqueza, a educação, a saúde e a segurança. E isso que estamos fazendo hoje pela recuperação das estradas não é promessa, é fato. As estradas do estado têm um horizonte iluminado. Foi-se o tempo do abandono, chegou o tempo do trabalho”, pontuou Jorge Fraxe.

divulgação

paufabricio

Importante feito para os pau-ferrenses, a atual gestão da Prefeitura de Pau dos Ferros conseguiu o resgate do terreno onde existiu o Ginásio de Esporte Professor João Faustino, demolido em administração anterior e doado ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN).
 
A informação foi dada pelo próprio chefe do Executivo Fabrício Torquato, em entrevista à Rádio Obelisco FM no último sábado, 12. Segundo o prefeito, mediante conversa em Natal, o Governo do Estado realizou a doação de uma área que hoje pertence ao Departamento de Estradas e Rodagens (DER) para a construção de um novo fórum, fato que devolve ao município o terreno do antigo ginásio.

“Nós, agora, poderemos pensar o que é que faremos daquele local que, de verdade, propicie lazer e qualidade de vida à população de nossa querida Pau dos Ferros”, disse Fabrício, na pretensão de definir junto à comunidade qual obra deverá ser erguida no terreno, localizado no bairro Princesinha do Oeste.

Nesta semana, o gestor da principal cidade do Alto Oeste irá a Brasília ao lado do governador Robinson Faria, no intuito de buscar novas conquistas para o município pau-ferrense.

divulgação

camporedondo

No município de Campo Redondo, alunos do ensino infantil e fundamental da Escola Municipal Manoel Martiniano de Medeiros deram início essa semana as atividades do Projeto Interdisciplinar Ser Cidadão. O tema 'Mosquito Aedes Aegypti' é o primeiro a ser desenvolvido pelo projeto, realizado através da Prefeitura Municipal, com o apoio da Secretaria Municipal de Educação em parceria com o Programa Brasileiro de Educação cidadã – PROBEC.

Os cuidados que se deve ter no combate ao mosquito Aedes aegypti estão sendo debatidos em sala de aula. Cada grupo de estudantes elabora os cartazes sobre a luta contra dengue. Tudo acompanhado pela professora Sônia Costa e a coordenadora pedagógica Francisca de Fátima de Oliveira.

Entre os objetivos do projeto é conscientizar toda a comunidade escolar da importância que tem a educação para a cidadania, priorizando o aprendizado de valores e boas maneiras, começando na base familiar e dando continuidade na vida escolar para que juntos possamos construir um mundo melhor, mais justo e mais fraterno.

A culminância maior do projeto será no dia 10 de setembro de 2016, dia escolhido para celebrar o ‘Dia Estadual da Educação Cidadã’ no Rio Grande do Norte, quando acontecerá o Setembro Cidadão na cidade de Campo Redondo.



Twitter