NATAL PRESS

O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional ( CREFITO-1) que atua nos estados do Rio Grande do Norte, Alagoas, Pernambuco e Paraíba promove encontro nos dias 17 e 18 de maio, na cidade de Pau dos Ferros (RN), para as duas profissões. O objetivo do evento é discutir com fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais temas atuais das áreas como: A Fisioterapia e a Terapia Ocupacional na Prescrição de Próteses e Órteses; a Política Nacional da Pessoa com Deficiência e a Inserção do Terapeuta Ocupacional no SUAS.

O Encontro será realizado no Auditório da Câmara de Vereadores de Pau dos Ferros. Na sexta, a partir das 8h.

As inscrições para o evento podem ser realizadas através do site www.crefito1.org.br

alt

Os especialistas suecos, Jessica Magnusson, gerente de Mercado Emergentes e membro do Instituto Técnico de Pesquisa de Borás (Suécia), e Tony Zetterfeldt, Diretor Executivo da BIOGÁS System Nordic AB, chegaram ontem ao Rio Grande do Norte. Hoje, eles foram a Santa Cruz, onde iniciam os estudos de viabilidade técnica para a implantação de uma usina de tratamento de lixo naquele município. Inicialmente, a idéia é fazer com que o equipamento seja utilizado por um consórcio formado pelos 11 municípios da região do Trairi.

Caso a usina de tratamento de lixo venha a ser implantada em Santa Cruz, esta deverá seguir os moldes de equipamento semelhante, já existente na Indonésia. De acordo com a pesquisadora Jessica Magnusson, a realidade santacruzense se assemelha ao que foi encontrado naquele País localizado entre o Sudeste Asiático e a Austrália e onde já existe um ‘case’ de sucesso nessa área.
Os visitantes suecos tiveram como primeiro compromisso uma visita técnica ao ‘lixão’ de Santa Cruz. A princípio, ficou definido que o modelo de tratamento de lixo mais indicado para Santa Cruz, é o baseado na produção de biogás.

Os especialistas suecos estão no Rio Grande do Norte a convite do deputado estadual Tomba Farias, que há alguns meses visitou, na cidade de Borás, na Suécia, o ‘case’ de sucesso envolvendo a reciclagem de resíduos. Agora pela amanhã, os visitantes participam ainda de uma Audiência Pública realizada no teatro Candinha Bezerra, com a presença de prefeitos e lideranças políticas.
O cenário do “lixão” de Santa Cruz, onde os suecos estiveram na manhã de hoje, não surpreendeu os visitantes, por assemelha-se a realidade existente no Marrocos e nos países do Norte da África. Os especialistas verificaram que as condições locais são favoráveis a realização de um trabalho de reciclagem de resíduos sólidos.

Tony Zetterfeldt explica que a produção de gás vai ser feita através de uma incineração de compostos químicos de forma anaeróbica, ou seja, sem a presença de oxigênio.
Segundo Jessica Magnusson, os próprios cidadãos precisam ter em mente a questão da “gestão sustentável”. Para ela, os moradores da cidade devem estar envolvidos em todo o processo. “Tudo é uma questão de mudança de atitude”, assinala.

Na sua opinião, para criar o que chama de “ambiente sustentável” é preciso viabilizar uma agenda política, focada não só na questão do investimento, como também na criação de novos postos de trabalho para a gestão de resíduos sólidos. “Estes são os principais desafios para começarmos a trabalhar, assim iremos diminuir o impacto ambiental e o social também”, enfatiza.

Nesta semana, 14 cidades receberão cursos do Pronatec/Senar. Nas localidades, as aulas serão ministradas em escolas estaduais pelos educadores do Senar/RN e englobam diversas áreas do conhecimento, como Auxiliar Administrativo, Operador de Computador, Horticultor Orgânico entre outros.


Com turmas formadas por 15 ou 20 alunos, os cursos serão ministrados nos municípios de Boa Saúde, Monte das Gameleiras, Santo Antônio, Pureza, Lagoa de Velhos, São Paulo do Potengi, São Tomé, Afonso Bezerra, Pedro Avelino, Acari, São Rafael, Timbaúba dos Batistas, Frutuoso Gomes e Parazinho.


De acordo com o presidente do Sistema Faern/Senar, José Álvares Vieira, o Pronatec vem suprir uma lacuna no trabalho de formação profissional. “No momento, estamos trabalhando apenas com alunos do Ensino Médio e está sendo uma oportunidade para fazermos a inserção deles nas atividades de produção antes do êxodo para a cidade. Porque se o jovem não tiver uma inserção antes de sair do campo, dificilmente você o trará de volta para as atividades rurais. Então, a ideia do Senar/RN com o Pronatec é iniciar esse jovem com a capacitação no setor rural e já fazer um link dele com o mercado de trabalho assim que ele termina o curso técnico e o Ensino Médio”, ressaltou Vieira.


Sobre o Pronatec


O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego - Pronatec amplia a oferta de vagas de Educação Profissional e Tecnológica e melhora a inserção dos beneficiários no mercado de trabalho. No Senar, o programa começou a ser executado em julho de 2012.


Os cursos do Pronatec no Senar tem carga horária mínima de 160 horas/aula e contam com um diferencial em relação aos desenvolvidos por outras entidades. Todos têm, no conteúdo, o Módulo Empreender no Campo para estimular o empreendedorismo nos jovens do meio rural.

Paulo Correia

A criação de um parque tecnológico em Caraúbas, no Médio Oeste Potiguar, centralizou as discussões em reunião realizada ontem, 9, em Brasília. A reunião com a participação dos ministros Marco Antônio Raupp, da Ciência e Tecnologia e Garibaldi Filho, da Previdência Social, foi no gabinete da presidência da Câmara. Além dos secretários Álvaro Touber Prata, de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação e, Osvaldo Batista, de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social. A deputada federal Fátima Bezerra e o deputado estadual Gustavo Fernandes acompanharam os prefeitos de Caraúbas e Felipe Guerra, Ademar Ferreira e Haroldo Ferreira, para reforçarem o pleito apresentado pelo reitor da Ufersa, professor José de Arimateia.

A ideia, segundo o reitor da Ufersa, é fazer de Caraúbas um centro de produção científica e tecnológica seguindo o exemplo de Campina Grande, na Paraíba. Inicialmente seriam construídos três módulos de 1.500 m² , cada um, para abrigar até 20 empresas por módulo. Os empreendimentos serão especializados nas áreas de tecnologia da informação, automação e hardware. A Ufersa irá elaborar o projeto executivo para o Parque Tecnológico de Caraúbas.

A implantação do parque tecnológico, numa área de 20.000 m² doada pelo empresário local Ademos Ferreira Júnior, está orçada R$ 11 milhões. O mesmo proprietário já havia doado o terreno ocupado pelo atual campus da Ufersa no município e anunciou a cessão de mais uma área de sua fazenda para construção de 180 alojamentos para os universitários.

Para dar suporte à estrutura que vai abrigar os novos empreendimentos de base tecnológica, a Ufersa deverá implantar mais três cursos de engenharia em Caraúbas. Além das engenharias elétrica e mecânica, já em funcionamento, estão previstos os cursos de engenharia civil, automação e controle e telecomunicações. O campus central, em Mossoró, e as unidades de Angicos e Pau dos Ferros, além dos Institutos Federais espalhados pela região, poderão participar do parque tecnológico de Caraúbas.

O ministro Marco Antônio Raupp pediu para que a apresentação do projeto fosse formalizada no Ministério da Ciência e Tecnologia e apontou os caminhos para captação de recursos para Ufersa em Caraúbas. São emendas parlamentares e fundos setoriais, além de concorrência no edital de R$ 100 milhões que será lançado pelo Ministério no próximo mês.

Dentro do Projeto do Parque Tecnológico também será criado o Centro Vocacional Tecnológico – o CVT, que funcionará como unidades de ensino profissionalizante voltado para o acesso do conhecimento científico e tecnológico. “Já temos o NIT – Núcleo de Inovação Tecnológica, e a criação do CVT, num primeiro momento, abrirá caminho para o Parque Tecnológico de Caraúbas”, considera o reitor, a demanda existente no semiárido para implantação do CVT.

O reitor disse que vai se credenciar para concorrer ao edital e pediu o apoio dos deputados para inclusão do projeto nas emendas parlamentares da bancada federal do Rio Grande do Norte. “A Nossa perspectiva é de que a Ufersa poderá comandar uma rede de processo tecnológico”, revelou, avaliando a reunião como bastante positiva.

“Acreditamos que até o fim do ano teremos uma definição para o parque tecnológico em uma das três fontes. Vamos apresentar o projeto dentro dos editais para criação de parques emergentes”, afirmou. O professor agradeceu ainda o apoio do presidente da Câmara, o deputado Henrique Alves e, da deputada Fátima Bezerra, que se comprometerem em apresentar o pleito como emenda de bancada.

Na tarde desta quinta-feira (9), a governadora Rosalba Ciarlini inaugurou a primeira base descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel Urgência (SAMU) em Baraúna. O município também recebeu uma ambulância de suporte básico de vida, que será integrada com três ambulâncias de Mossoró, uma de Assu e outra de Pau dos Ferros.

De acordo com o secretário Luiz Roberto Fonseca, "a expansão do SAMU é um anseio e um cumprimento de uma determinação da governadora. Baraúna não ganha hoje somente uma ambulância, mas passa a integrar a rede SAMU. A região Oeste passa a ter agora cinco ambulâncias de suporte avançado e 12 de suporte básico. Essa decisão mostra que a governadora estava correta quando optou pelo Sistema Único de Saúde. Agradeço a ela o voto de confiança na equipe SAMU. Baraúna terá agora um serviço móvel, ágil e eficiente", disse

O prefeito Isoares Martins declarou que o SAMU no município vai oferecer um melhor atendimento.  "Somamos esforços para fazer acontecer o serviço no nosso município e garantir uma melhor saúde da nossa população. Quero agradecer o empenho do Governo do Estado que tem feito grandes investimentos na nossa cidade" declarou o gestor, citando a construção de uma via que escoará a produção de cimento e cal para siderúrgica.

No seu discurso, a governadora Rosalba Ciarlini, que esteve acompanhada do deputado estadual Getúlio Rêgo (DEM), tratou de assuntos como o esforço do governo para combater os efeitos da estiagem com a perfuração e equipagem de poços, além da construção de cisternas e adutoras como a do Alto Oeste. Outro ponto citado pela chefe do Executivo Estadual foi a intervenção do Governo do RN para atração de indústrias para o município.

Na área da segurança, a governadora falou ao público presente que Baraúna ganhará um pelotão da Polícia Militar para dar uma resposta mais eficiente aos cidadãos que precisam de apoio.

Em relação a SAMU, Rosalba Ciarlini comentou que "até julho deste ano, 70% do RN será atendido pelo serviço. Isso garantirá muito mais eficiência e agilidade para quem busca um atendimento rápido e de qualidade", garantiu.



Twitter