NATAL PRESS

divulgação

pauorquestraviola

O auditório da Casa de Cultura Popular Joaquim Correia foi cenário, na última sexta-feira, 14, de outra importante ação de fomentação artística realizada pelo governo do prefeito Fabrício Torquato. Mediante a dedicação e o compromisso da Secretaria de Cultura e Turismo (SECULT), a iniciante Orquestra Municipal de Violões Oiticica recebeu novos instrumentos musicais.

Foram 12 equipamentos doados por pessoas da sociedade civil, madrinhas e padrinhos homenageados na ocasião, na qual se apresentaram o Coral Sertão de Metal e a primeira orquestra de violões instituída no município, a Musical Arte. “Foi uma noite belíssima. Quando a gente tem o apoio, com certeza, a cultura consegue dar os primeiros passos”, declarou o professor Tony Campos.

Após elogios do maestro, a secretária Marta Pontes, por sua vez, agradeceu àqueles que proporcionaram o momento. “A gente sabe que nós temos de recorrer, principalmente trabalhando com cultura, a essa outra metade, que são as parcerias. Então, em nome da solidariedade, da empatia, dessa causa da inclusão social, do amor, quero deixar a minha palavra de gratidão”, disse, lembrando ainda os avanços conquistados pela pasta.  

Com o intuito de delinear um projeto de intervenção sociomusical, ampliando as atividades da Escola de Música Francisco Bezerra, criada na gestão atual, foi que a Secult idealizou a Orquestra Municipal de Violões Oiticica, contribuidora na formação de músicos e artistas locais com vistas a espetáculos por toda a região.

É, portanto, de forma pioneira no Alto Oeste potiguar, que a Prefeitura de Pau dos Ferros tem trabalhado para a construção de uma ferramenta administrativa que atenda as expectativas dos pau-ferrenses, em qualquer área.

divulgação

santacruzfefefe           

Pesquisa Consult, divulgada hoje à noite (27) pela 98 FM, revela que a candidata à reeleição, como prefeita, dra. Fernanda (PMDB) tem ampla maioria de intenção de votos. De acordo com a pesquisa estimulada, 67,1% dos entrevistados afirmaram que irão votar na peemedebista, no próximo domingo (2). 20% disseram votar na outra candidata, Gilcelly Adriano (PR), e 5,6% dos eleitores ainda estão indecisos. Os dados mostram ainda que 6,7% disseram não votar em nenhuma das duas candidatas.

A pesquisa traz também que 72,5% aprovam o governo de dra. Fernanda. O bairro Maracujá é o que tem o maior índice de aprovação, com 93%.

           

Para a candidata à reeleição, os dados consagram sua gestão à frente da Prefeitura Municipal. “Estou muito feliz. Os números mostram que estamos no caminho certo. Realizamos diversas obras na cidade e a população quer a continuidade do desenvolvimento”, disse.

           

A pesquisa foi divulgada no programa Repórter 98, que contou com a participação do diretor geral da Consult Pesquisas, Paulo de Tarso, que comentou os números. Foram ouvidos 480 eleitores. A pesquisa está registrada com número RN-02292/2016 no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e tem margem de erro de 4,3%.

divulgação

macaupaupuro

A campanha eleitoral em Macau entra na reta final num clima tenso, com agressões e atos de violência por parte da chapa Zé Antônio e o Coronel Fernandes, prefeito e vice. “Os adversários estão desesperados, partiram para a agressão e violência. No final da tarde de hoje minha casa foi alvo de tentativa de invasão, pessoas foram agredidas na calçada, inclusive um policial a paisano puxou uma arma para intimidar eleitores nossos”, denunciou o candidato pelo PSD, Tulio Lemos.

“Apelo para as autoridades policiais e o poder judiciário para que tomem as providências, no sentido de garantir que o pleito transcorra na absoluta paz, afinal, nossos adversários já provaram que apoiam a violência”, disse o candidato de oposição, afirmando que responsabilizará diretamente a chapa governista apoiada pelo prefeito interino Einstein Barbosa por qualquer ato de violência que porventura venha a ocorrer até o próximo domingo, 02 de outubro.

A advogada da Coligação Mudança de Verdade, Juliana Peres, explicou que o fato da chapa governista estar autorizada pela Justiça Eleitoral a fazer mobilização no Centro da cidade nesta terça-feira (27) não deve ser interpretado como um passaporte para fazer campanha na porta de Tulio. “A Rua Marechal tem duas vias, separadas por canteiros largos, mesmo assim, desviaram o fluxo normal em que vinha a caminhada e não respeitaram o fato de minha casa ser registrada como comitê de campanha e passaram na porta insultando a violência”, concluiu o candidato.

divulgação

pau7do7

Além da zona urbana, a zona rural pau-ferrense tem dito “sim” a Fabrício Torquato (PSD) e Lara Figueiredo (PMDB) para o Executivo Municipal. Durante todo o dia de ontem, 27, os candidatos visitaram moradores do Perímetro Irrigado e, à noite, os eleitores compareceram em grande número ao comício realizado pela chapa na comunidade.

Para Fabrício, aquele foi “um desenho, mais do que claro, da vitória do 55 em Pau dos Ferros”. Momento que pôde ser acompanhado de perto também pelo deputado estadual Gustavo Fernandes (PMDB), o líder político e ex-prefeito Nilton Figueiredo, bem como por candidatos a vereador.

 A acolhida de Fabrício e Lara no Perímetro demonstrou o que se tem visto no restante da cidade: A vontade popular é de apoio à majoritária da coligação “Pau dos Ferros de Todos”, que deverá ser a ganhadora das eleições de outubro.

A praticamente seis dias das eleições municipais deste ano, o município de Ielmo Marinho vive uma situação eleitoral inédita na sua história política: o médico Cássio Cavalcante de Castro, o Dr. Cássio, continua concorrendo ao cargo de prefeito daquele município, apesar de o seu registro de sua candidatura ter sido negado pela Justiça Eleitoral, que o considerou inelegível com base na Lei da Ficha Limpa.

Apesar da decisão judicial, o médico optou por continuar na disputa eleitoral, enquanto aguarda o julgamento de um recurso por ele impetrado, o que deverá ocorrer nos próximos dias.

Mesmo diante de sua situação de inelegibilidade, o Dr. Cássio, como é mais conhecido, optou por não ser substituído na chapa majoritária, o que poderia ter sido feito até o último dia 12 de setembro, quando se encerrou o prazo para substituição de candidaturas.

Com isso, caso o recurso que impetrou seja negado, toda a chapa majoritária por ele encabeçada ficará inapta para o processo eleitoral.

Cássio Cavalcante de Castro tornou-se inelegível por ter sido demitido do serviço público por abandono de emprego, de acordo com um processo administrativo, datado de 2009, que culminou com a sua demissão por justa causa da Prefeitura de Ielmo Marinho.



Twitter