NATAL PRESS

Foto: Arquivo/Tribuna do Norte

Decano da crônica esportiva potiguar, jornalista tinha 88 anos e estava com problemas respiratórios em decorrência de uma pneumonia

 

A Federação Norte-rio-grandense de Futebol lamenta, com profundo pesar, o falecimento do jornalista e escritor Everaldo Lopes, ocorrido nesta quarta-feira (26). Everaldo estava com problemas respiratórios em decorrência de uma pneumonia. Segundo a família, o jornalista estava em casa na terça-feira (25), passou mal e foi levado ao hospital com respiração ofegante, onde faleceu.

Em 2015, a FNF prestou homenagem ao jornalista no Campeonato Potiguar, dando o nome de Everaldo Lopes ao troféu entregue ao campeão do segundo turno do estadual.

“Prestamos condolências e deixamos os sinceros pêsames aos familiares e amigos de Everaldo Lopes, um dos principais nomes do jornalismo esportivo do Rio Grande do Norte. Com longa história no nosso futebol, Everaldo tem registros importantes da nossa história esportiva”, disse José Vanildo da Silva, presidente da FNF.

Decano da crônica esportiva potiguar, Everaldo Lopes é natural de Recife, mas adotou Natal como sua casa. Foi repórter da antiga Rádio Poti. Depois, passou a trabalhar no jornal impresso e foi o responsável pela coluna “Cartão Amarelo”, composta apenas por charges, no então jornal Diário de Natal, além de escrever para o jornal “O Poti”, que era vendido apenas aos domingos. Depois, passou a trabalhar no jornal Tribuna do Norte, assinando a coluna “Apito Final”.

Autor de três livros, sendo um de charges com o amigo Edmar Viana, com quem trabalhou no jornal Tribuna do Norte. O último lançado foi em 2017, chamado de “100 Anos de Bola”, que trata sobre histórias e curiosidades do que ocorreu no último século no futebol potiguar e que foi lançado durante a festa do “Prêmio Craque Potiguar”, promovido pela FNF. Antes, o jornalista havia lançado “20 Anos do Cartão Amarelo” e “Da bola de pito ao Apito Final”, contando histórias dos clubes de futebol e escalando as equipes de todos os campeões estaduais.

divulgação

A PSG Academy Natal vai realizar a primeira seletiva para crianças e adolescentes que pretendem treinar na escola de futebol de um dos maiores clubes do mundo, o Paris Saint-Germain. O teste de nivelamento está marcado para o dia 9 de fevereiro de 2019, na Arena das Dunas, palco que recebeu a Copa do Mundo na capital potiguar. Podem participar crianças de 5 anos a jovens de até 19 anos. As vagas são limitadas.

As inscrições para a seletiva podem ser feitas pelo site da PSG Academy Natal: www.psgacademy.com.br ou pelo telefone (84) 98181-9000. A taxa de inscrição para o primeiro lote é de R$ 70, com direito a uma camisa exclusiva do evento.

Durante a avaliação, feita por coordenadores e treinadores, serão observados o comportamento, a conduta desportiva e a interação em grupo, para que sejam analisados critérios mais amplos do jogador.

Com método de treinamento exclusivo e moderno, que também é utilizado nas categorias de base e no elenco profissional do PSG, os participantes terão a oportunidade de aliar a elegância francesa com a ginga brasileira. O teste de nivelamento para a escola de futebol pretende avaliar o desempenho esportivo e tático que o jogador possui, colocando-o em uma turma mais adequada para o seu nível de treinamento.

divulgação

“Toda competição é unica. Por mais experiência que a gente tenha, cada dia fica mais difícil. O pessoal lá fora se prepara muito bem, mas nós também. E deu para competir de igual pra igual”, resume a potiguar Terezinha Mulato, uma das halterofilistas mais experientes da seleção brasileira paralímpica.

Os cinco halterofilistas da sadef (Sociedade Amigos do Deficiente Físico do RN) que participaram do Regional das Américas, na Colômbia, voltaram pra casa com medalhas. Três ouros, duas pratas e três bronzes, no total. Resultados que ajudaram a levar o Brasil à liderança do quadro geral de medalhas, com 26 pódios, e ao bicampeonato da competição.

"Alcançamos a meta principal que havíamos estabelecido, que era o bicampeonato. Agora iremos fazer as análises individuais de cada atleta, levando em consideração os processos qualificatórios para o Mundial, os Jogos Parapan-Americanos de Lima e Jogos Paralímpicos, uma vez que todos eles utilizam parâmetros diferentes para classificação. O que pudemos ver, no geral, é que o Brasil evoluiu muito tanto em quantidade quanto em qualidade", disse Felipe Dias, coordenador-técnico do halterofilismo pelo Comitê Paralímpico Brasileiro. 

Os ouros da Sadef foram de Maria Rizonaide, na categoria até 45 quilos. E dois de Junior França, da categoria até 49 quilos, que levantou 141 quilos, quase três vezes o próprio peso. Terezinha Mulato ficou com duas pratas. “Encontrei na minha categoria a melhor halterofilista do México, Amalia Perez. Já sabia que o ouro seria difícil, pq ela levanta mais de 130kg. Então, pra mim, a prata foi ouro”, comemora Terezinha que levantou 87kg. Outra atleta da Sadef, Naira Gomes, completou o pódio.

Naira ainda conquistou mais um bronze. E Renê Belcássia faturou dois bronzes. O Brasil foi representado por 26 atletas na Colômbia - a maior delegação já levada pelo país a um evento internacional. O Regional das Américas conta ponto para o ranking mundial, que vai definir as vagas para os Jogos Paralímpicos de Toquio, em 2020. “Temos boas expectativas. Entre os atletas da Sadef, Júnior França é o melhor colocado no Ranking Paralímpico, em quinto, mas ainda é muito cedo para alguma certeza. Vamos trabalhar muito em busca dessas vagas”, afirma Carlos Williams, técnico da Sadef e da seleção.

O Regional das Américas encerrou a temporada da Seleção Brasileira da modalidade. Em 2019, os atletas competirão em fevereiro em uma Copa Mundo, em Dubai, no Campeonato Mundial, no Cazaquistão, em julho, e nos Jogos Parapan-Americanos de Lima, em agosto.

Maria Rizonaide (Cat. -45 kg)    
1° Lugar RA com 79 kg

João Maria (Cat. -49)
1° Lugar RA com 141 kg
1° Lugar RO

Terezinha Mulato (Cat -61 kg)
2° Lugar RA com 87 kg 
2° Lugar OA

Renê Belcassia (Cat -55 kg)
3° Lugar RA com 82 kg

Naira Gomes (Cat. -61 kg)
3° Lugar RA com 86 kg
3° Lugar OA

divulgação

 

A Federação Aquática Norte-rio-grandense (FAN) homenageou os melhores atletas de 2018. Três deles fazem parte da metodologia do ex-nadador e medalhista olímpico Gustavo Borges. O trio, composto pelos nadadores mirins Melissa Bessa, Gabriel Queiroz Medeiros e Heitor Cunha Melo, integra a equipe esportiva da Escola Lápis de Cor, em Natal. Eles foram medalhados com honra pela participação vitoriosa no Circuito Estadual de Escolinhas de Natação. A solenidade aconteceu no último sábado (8) no Complexo de Ensino Henrique Castriciano, zona Leste da capital potiguar.

A Metodologia Gustavo Borges (MGB) oferece a padronização e sistematização de todos os processos de ensino da natação, respeitando a individualidade dos alunos. A iniciativa conta com um programa de aulas específicas para cada nível - idade - através de um sistema de avaliação baseado no desenvolvimento das habilidades aquáticas dos participantes. Com isso, meninos e meninas são motivados a alcançarem os objetivos no esporte por meio do aprendizado lúdico e da mudança da cor da touca a cada passagem de nível. Os critérios de divisão de nível levam em consideração a maturidade de acordo com a idade da criança e as habilidades aquáticas desenvolvidas por ela, como sobrevivência dentro d’água e adaptação ao meio líquido.

A Metodologia Gustavo Borges é resultado do conhecimento e experiência acumulados nos mais de 20 anos de carreira do ex-nadador. Na Lápis de Cor, o método existe desde 2016 e é destinado para crianças a partir dos seis meses de vida. Desde o começo de 2018, a técnica também é aplicada na Escola MOV – Educação Integral. A instituição é uma expansão da Lápis de Cor.

Iuri Seabra/FNF

 

O ABC é bicampeão potiguar Sub-17. No último “Clássico Rei” de 2018, o Alvinegro venceu o rival América-RN por 1 a 0, na tarde desta quarta-feira (5) na Arena das Dunas, em Natal. O gol da vitória alvinegra, que dominou a partida, foi marcado pelo meia Pedro Henrique Jeremias, aos 37 minutos do segundo tempo.

O jogo

Em campo, os garotos de ABC e América-RN mostraram um bom futebol e levaram emoção à Arena das Dunas. Com a bola rolando, o Alvinegro chegou com perigo logo no início do duelo e deixou a defesa americana assustada, com a bola passando próximo à trave. Em resposta, o Alvirrubro pressionou aos seis minutos, após uma cobrança de escanteio, em que o volante Jackson cabeceou no ângulo esquerdo da trave, mas o goleiro Jhon Kenedy fez uma bonita defesa.

Aos 17 minutos, após uma troca de passes, o ABC chegou livre pela ponta esquerda com o lateral Reginaldo. O jovem bateu forte, mas o goleiro alvirrubro fez uma grande defesa e segurou a pressão adversária. O Alvinegro teve outra boa chance aos 34 minutos, quando o lateral-direito Pedro Henrique Soares chutou forte de longe da área, assustando o goleiro Rokenedy.

Na etapa final, o ABC voltou mais perigoso e quase abriu o placar aos cinco minutos. O lateral-esquerdo Reginaldo, em cobrança de falta, mandou a bola no ângulo, mas acabou atingindo a parte de fora da rede. Aos 20 minutos, mais uma grande chance do Alvinegro. Desta vez, o meia Davi Lopes chutou bonito e a bola explodiu no travessão.

Aos 27 minutos, o América-RN teve uma boa oportunidade com Luiz Eduardo. O jovem atacante conseguiu uma boa jogada pela ponta direita e chutou forte. A bola passou muito próximo à trave e deixou o goleiro Jhon Kenedy sem reação. Porém, aos 37 minutos, o atacante Pedro Henrique Jeremias, em um toque de muita qualidade, bateu colocado no ângulo e fez um golaço, sem chances para o goleiro Rokenedy.

ABC 1 x 0 América-RN

Escalação do ABC

Jhon Kenedy; Pedro Henrique Soares, Alisson Lima, Neylon (Leandro) (Renê), Reginaldo; Pedro Henrique, Jeová (Davi Lopes), Marcos Venicio, Walley (David Emanoel); Fernando Victor (Pedro Henrique Jeremias) e Wanderson (tony). Técnico: Jonydei Matos Júnior

Escalação do América-RN

Rokenedy; Vinicius (Francisco), Luan, Jackson, Wedson (Beto); Gabriel (Alef), Lucas Paraná (Fernando Gabriel), Gabriel Alex; Juninho (Luiz Eduardo), Marcelo e Arthur (Abner). Técnico: Geilson Santos

Arbitragem

Árbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (CBF/RN)

Assistente 1: Flávio Gomes Barroca (CBF/RN)

Assistente 2: Lorival Cândido das Flores (CBF/RN)

4º Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (CBF/RN)

A Federação Norte-rio-grandense de Futebol confirmou que a decisão do Campeonato Potiguar Sub-17, com o “Clássico Rei” entre ABC e América-RN, será nesta quarta-feira (5), às 15h, na Arena das Dunas. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) e começam a ser vendidos nesta terça-feira (4). Os torcedores alvinegros ficarão no setor Noroeste, enquanto os torcedores alvirrubros serão lotados no setor Sudoeste.

Os pontos de vendas são o site da Arena das Dunas; as lojas Sport Master dos shoppings Midway Mall, Partage Norte Shopping e Cidade Jardim; a loja Gol Store Mania, da Avenida Prudente de Morais e da Zona Norte; a loja ERK, no bairro do Tirol. No dia do jogo, as vendas também acontecerão nas bilheterias 1 (portão T, para a torcida do ABC) e 2 (portão L, para a torcida do América-RN) da Arena das Dunas.

Reunião sobre segurança

Nesta terça-feira (4), a partir das 15h, na sede da Federação Norte-rio-grandense de Futebol, está agendada uma reunião para que traçado o planejamento do jogo. O encontro terá a participação de representantes da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, Arena das Dunas e FNF.

Serviço:

Decisão do Campeonato Potiguar Sub-17 2018

ABC x América-RN

Dia 5 de dezembro, às 15h

Arena das Dunas

 

Valores dos ingressos:

- 1º Anel Noroeste (para a torcida do ABC)

R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)

- 1º Anel Sudoeste (para a torcida do América-RN)

R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)

 

Pontos de vendas:

- Site da Arena das Dunas;

- Lojas Sport Master (Midway Mall, Partage Norte Shopping e Cidade Jardim);

- Gol Store Mania, da Avenida Prudente de Morais e da Zona Norte;

- ERK;

- Bilheteria 1 (portão T, para a torcida do ABC)

- Bilheteria 2 (portão L, para a torcida do América-RN)

divulgação

 

A boa atuação de Antônia Silva na defesa do Grêmio Osasco Audax - SP foi premiada na noite desta segunda-feira(03), na sede da CPF no Rio de Janeiro como melhor zagueira do Prêmio Brasileirão 2018  Feminino A-1.

Uma noite de gala para a história do futebol brasileiro. Pela primeira vez, o Prêmio Brasileirão 2018 compartilhou o palco do auditório da sede da CBF, para reverenciar os melhores jogadores do país, mulheres e homens. A premiação destacou as onze melhores atletas a disputar o Brasileirão Feminino A-1 2018 e o selecionado final é digno de um lugar nas estrelas: uma constelação de talentos que dominou os gramados do Brasil.

 Antônia Ronnycleide da Costa Silva é natural do município de Riacho de Santana/RN, localizado a 425 quilômetros de Natal e iniciou sua carreira profissional em 2009 pelo ABC de Natal. 

- Estou muito orgulhosa e honrada em receber esse prêmio e pelo reconhecimento. Isso me faz trabalhar mais e mais para conquistar os objetivos, eu sempre sonhei em estar nesse evento tão importante e chegou minha vez. Os títulos que também eram importantes, não vieram, mas ganhar esse prêmio me motiva para a temporada 2019.

 A seleção do campeonato, conhecida no Prêmio Brasileirão, é formada a partir das escolhas de jornalistas esportivos de todo o país, técnicos e capitães das equipes participantes da Série A do Brasileirão que votaram por meio de eleição online.

Antônia Silva também conquistou neste domingo(02), o terceiro lugar na Copa Libertadores Feminina 2018 pelo Esporte Clube Iranduba da Amazônia. A equipe amazonense empatou com o Colo-Colo em 1 a 1 e nas penalidades venceu por 2 a 0.

divulgação

 

Atleta da Sadef, Ana Raquel ainda conquistou uma prata na competição

            Mais um excelente resultado pra marcar a temporada 2018. A potiguar Ana Raquel, atleta da Sadef (Sociedade Amigos do Deficiente Físico) acabou de voltar de São Carlos, interior de São Paulo, com mais duas medalhas no paraciclismo. Uma de ouro e uma de prata, no Brasileiro de Paraciclismo de Estrada.

            O ouro veio na prova de resistência, na qual o atleta dá voltas em um circuito de 2.800 metros. Ana Raquel deu 12 voltas no circuito, pedalou 33 quilômetros em 1 hora e 14 minutos. “Essa prova já foi no segundo dia de disputas. Eu estava cansada e para piorar, chovia. Mas fui para a largada muito concentrada e durante a prova foi tudo dando certo”, avalia Ana Raquel.

            A prova conta pontos nos rankings brasileiro e mundial, e consequentemente, ajuda na luta pela classificação para os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020. “No ciclismo, a vaga é do país, e ainda não sabemos quantas o Brasil terá direito. Mas tenho treinado muito e acumulado pontos para seguir nessa briga”, diz confiante a atleta da Sadef.

            A Confederação da modalidade ainda vai divulgar o ranking atualizado. Mas 2018 ainda tem calendário esportivo. Na próxima semana, entre os dias 5 e 9, Ana disputa o Brasileiro de Paraciclismo de Pista, no velódromo de Indaiatuba, São Paulo.

 

Canindé Pereira/América-RN



A manhã deste sábado foi de muito futebol no Estádio Juvenal Lamartine, em Natal. Em campo, os jogos da volta das semifinais do Campeonato Potiguar Sub-17. No primeiro jogo, América-RN e Bonsucesso empataram no tempo normal sem gols e, por conta do 1 a 1 no primeiro confronto da semifinal, decidiram nos pênaltis. O Alvirrubro contou com o goleiro Rokenedy e passou pelo adversário por 5 a 3.

Na outra semifinal, ABC e Corintians também fizeram um jogo bem disputado e com boas chances de balançar as redes, mas a partida também terminou sem gols no tempo normal. Na decisão dos pênaltis, o Alvinegro venceu por 5 a 3 e garantiu a vaga na final.

A decisão do Campeonato Potiguar Sub-17 acontece na próxima quarta-feira, dia 5 de dezembro, às 15h, na Arena das Dunas.

divulgação

Casal Yasmim e Danillo Affonso




Com a presença de alunos, imprensa, convidados e todo o seu time de colaboradores, a Bodytech Natal Shopping abriu as suas portas na última semana e chegou trazendo muitas novidades para o público fitness da cidade. Apesar de funcionar no mesmo espaço da antecessora, Fórmula Natal Shopping, a academia apresentou um visual completamente diferente e diversas opções de treinamento que prometem inovar no mercado da capital. O evento contou com a presença Bernardo Rossi, Gerente Nacional de Franquia do grupo Bodytech. 

Com um delicioso coquetel e muita música durante todo o dia, a Bodytech Natal Shopping chegou trazendo um novo conceito. "A Fórmula completou três anos de sucesso e sentimos que o público merecia ainda mais qualidade nos serviços prestados. Os natalenses gostam de praticar atividade física e esperam sempre muita qualidade no serviço prestado. Estamos trazendo as últimas novidades do mundo fitness, com maquinário exclusivo e uma equipe preparada para trazer mais qualidade de vida para os nossos alunos. Quem conhece sabe que treinar numa academia da Bodytech é uma experiência, um estilo de vida", destacou o franqueado Danilo Affonso.

Além da facilidade e da segurança de funcionar dentro do shopping mais tradicional da cidade, a BT oferece cortesia de estacionamento e a facilidade de treinar até oito vezes por mês em todas as academias da rede fora do estado. "Além de toda a estrutura de ponta, acreditamos que funcionar dentro de um shopping facilita muito a vida das pessoas. Hoje todos têm rotinas com muitas atividades, então, é fundamental conciliar atividade física com um local completo, com estacionamento, segurança e conforto. Além disso, nosso aluno não fica desamparado quando precisar viajar a lazer ou trabalho. São mais de 60 academias disponíveis, nas principais cidades do Brasil", aponta Danilo Affonso.

Principais novidades

A Bodytech Natal Shopping oferece um grande salão de musculação, recepção, banheiros bem equipados e duas salas de aulas coletivas. Com a reformulação, a academia passou a oferecer uma variedade maior de modalidades e equipamentos com tecnologia de ponta como o sistema de gamificação SPIVI, disponível apenas na Rede Bodytech, implantado na nova sala de Indoor Cycle, que monitora a performance individual de cada cliente.

A nova Bodytech Natal Shopping também ganhou um novo espaço dedicado aos exercícios funcionais, uma tendência mundial fitness, com o crescimento de áreas destinadas às atividades do gênero integradas ao salão de musculação. É nele que acontece a Peak12, uma das grandes novidades da rede. A modalidade conta com estímulos de cardio, força, treinamento funcional e agilidade. Seus movimentos são intensos e tem duração de apenas 12 minutos, proporcionam resultados significativos e deixam os alunos sem fôlego. Outra novidade é o Cardio Burn, uma aula coletiva com duração de 30 minutos que combina remo, corrida ou caminhada e exercícios funcionais, com o esforço monitorado através da frequência cardíaca.

As duas modalidades são baseadas no conceito do HIIT (High-intensity Interval Training), “Modalidades baseadas no HIIT promovem um gasto energético alto e, ainda, a elevação da taxa metabólica faz com que o aluno continue gastando calorias ao longo do dia, mesmo após o término da atividade", explica Eduardo Netto, Diretor Técnico da Bodytech Company. Já entre as modalidades que os clientes poderão usufruir estão Core Training e Yoga, além das tradicionais Muay Thai, Circuito Funcional e Zumba.

Sobre a Bodytech Company

A Bodytech Company conta com 102 unidades com as marcas Bodytech e Fórmula e está entre as 3 maiores empresas do setor de fitness da América Latina no critério faturamento conforme dados da IHRSA, orgão acreditado pelo segmento. Em 2017, foram R$ 464 milhões de faturamento bruto e a previsão para 2018 é de R$ 500 milhões.

Os negócios também se estendem aos canais digitais. A Bodytech Company conta com o BTFIT, aplicativo (App) que possibilita a qualquer pessoa que tenha um Smartphone, a treinar com as aulas coletivas, personal trainer online e acompanhar sua evolução. Com o BTFIT é possível treinar a qualquer hora e em qualquer lugar, democratizando a prática do fitness no Brasil.


Twitter