NATAL PRESS


Edu Lyra e Marcos Rossi participarão no XI Congresso Científico da UnP que está com inscrições abertas



Dois grandes palestrantes nacionais chegam a Mossoró no dia 4 de junho: Edu Lyra e Marcos Rossi são nomes confirmados para o XI Congresso Científico e Mostra de Extensão da UnP, integrante da rede Laureate. Os dois serão responsáveis pela palestra de abertura do evento que, em 2018, traz como tema “Educação e Inteligência Emocional: refletindo a liderança positiva”. O evento é aberto a todo o público interessado e está com inscrições abertas no site unp.br/eventos.

Edu Lyra é empreendedor social e escritor. Viveu a infância dentro de um barraco, numa favela em Guarulhos (SP). O pai ingressou no crime e foi parar na prisão. Porém, a mãe, Maria Gorete, o inspirou a sonhar dizendo: “Filho, não importa de onde você vem, mas, sim, para onde vai”. O suficiente para que Edu se tornasse autor do livro Jovens Falcões e fundador do Instituto Gerando Falcões. A iniciativa, que com mais de 20 programas sociais, atende milhares de famílias da comunidade, através da educação com foco em esporte, cultura, qualificação profissional e renda.

Por conta do seu trabalho, Edu foi selecionado pelo Fórum Econômico Mundial como um dos 15 jovens brasileiros que podem mudar o mundo, fazendo parte do Global Shapers. Com menos de 30 anos, saiu na lista da revista Forbes entre os 30 jovens mais influentes do Brasil. Recebeu o prêmio Jovem Empreendedor de 2014 pelo Prêmio LIDE (Grupo de Líderes Empresarias), foi eleito Paulistano Nota 10 pela revista Veja, além de ter sido escolhido um dos “Rebeldes com Causa”, pela grife Reserva. Há 20 anos, o pai de Edu abandonou o crime e pagou sua dívida com a Justiça.

Já Marcos Rossi é um exemplo vivo de motivação, garra e superação de obstáculos. Apesar de ter nascido com Síndrome de Hanhart, deficiência congênita que se percebe pela falta de membros, tornou-se bacharel em Direito e já trabalhou em diversas empresas nacionais e multinacionais. Atualmente, atua na área de Gestão de Patrimônio em um dos maiores bancos da América Latina - trabalhou na área de Relações Trabalhistas e de Recursos Humanos, onde iniciou um projeto de inclusão de funcionários com deficiência em todas as agências do banco.

Casado, pai de dois filhos, ele é integrante da bateria de uma escola de samba do Grupo 1 em São Paulo, é DJ, vocalista de uma banda de música pop, surfista e pratica mergulho profissional. Participou de programas na Rede Globo, SBT, Record, TV Gazeta, entre outras. Seu talento de comunicador juntamente com seu humor e sensibilidade envolve todo tipo de plateia, conseguindo facilmente o que é motivação e superação através de sua própria trajetória de vida.

SOBRE O EVENTO
A edição 2018 do Congresso Científico e Mostra de Extensão da Universidade Potiguar apresenta espaço de interesse para o debate acadêmico e científico sobre os desafios educacionais da contemporaneidade, com a participação aberta a alunos e pesquisadores de várias Instituições de Ensino Superior e não apenas da UnP. O evento é uma oportunidade para que a comunidade acadêmica de Mossoró e região mostre o que está sendo produzido de pesquisa nas mais diversas áreas.

“A discussão sobre o papel da educação na formação da inteligência emocional para uma liderança positiva é uma necessidade acadêmica e pública, principalmente no contexto dos desafios organizacionais apresentados para a educação superior no século XXI e gestão emocional”, afirma o Coordenador Acadêmico do Campus Mossoró, Prof. Brenny Senna.

O XI Congresso Científico será realizado entre os dias 4 e 6 de junho de 2018 com abertura na noite do primeiro dia no Garbo’s Recepções, em Mossoró.

SERVIÇO
XI Congresso Científico e Mostra de Extensão – UnP Mossoró
Data:
 4 a 6 de junho de 2018
Local: UnP – Campus Mossoró
Inscrições: unp.br/eventos
Informações: unp.br/congressocientifico

 

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) lançou edital do Concurso Público de Provas e Títulos para o Provimento de Cargo de Professor do Magistério Superior na Classe Adjunto-A, com um total de nove vagas para os campi Natal, Caicó e Currais Novos. As inscrições devem ser efetuadas de 28 de maio a 26 de junho.

 

As vagas são voltadas para as áreas de Sistemas Eletrônicos Fortemente Correlacionados, Leitura e Produção de Textos, Mecânica dos Fluidos, Atuação Fisioterapêutica na Atenção Primária à Saúde/SUS, Ensino de História, Movimentos Sociais e Educação Popular, Ensino de Geografia, Probabilidade e Estatística, e Administração Geral.

 

A remuneração será compatível com a classe e o nível iniciais da carreira correspondendo ao regime de trabalho de dedicação exclusiva, com titulação de doutorado e salário total de R$ 10.043,67, o qual inclui vencimento básico, retribuição por título e auxílio alimentação.

 

As provas estão previstas para ocorrer de 20 de outubro a 18 de novembro e a seleção constará de prova escrita, prova didática, defesa de memorial e projeto de atuação profissional, além de prova de títulos. Os interessados devem efetuar inscrição pelo Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH), site onde estão disponíveis o edital e o formulário de inscrição. Acesse www.sigrh.ufrn.br.


Jovens empreendedores com iniciativas sociais que tenham impactos positivos na comunidade já poderão concorrer ao Prêmio Laureate Brasil 2018. As inscrições estarão abertas até dia 30 de maio e deverão ser feitas no formulário on-line disponível no site www.premiolaureatebrasil.com.br.

Ao todo, 12 finalistas serão selecionados, de idades entre 18 e 29 anos e com projetos em atividade há pelo menos um semestre, que gerem algum tipo de contribuição nas áreas em que estão inseridos, com resultados comprovados. Os candidatos não precisam ser estudantes da Universidade Potiguar (UnP) ou de outras instituições da rede Laureate.

Para os vencedores está inclusa também uma capacitação em empreendedorismo social, organizada em duas etapas: on-line e presencial. A última fase ocorrerá no mês de novembro, em São Paulo. Os jovens ainda receberão um prêmio de US$ 2.000,00 (dois mil dólares) para investimento em seus projetos sociais.

Em 2017, três jovens potiguares estiveram entre os vencedores: Diego Fernandes, com o  AGROMARRA; Yolanda Rodrigues, da LEP – Liga de Empreendedorismo Potiguar; e Fernanda Rabelo, do Quintal Urbano.

Criado em 2001, o Prêmio Laureate Brasil integra o programa global YouthActionNet®, da International Youth Foundation tem o propósito de reconhecer, apoiar e proporcionar visibilidade às lideranças juvenis de diversos países, dedicadas ao empreendedorismo e ao negócio social, por meio da rede colaborativa de programas interligados.

Comece estudar ainda este ano! O Educa Mais Brasil está inscrevendo estudantes interessados em bolsas para faculdades. Em todo o Brasil são ao menos 500 mil oportunidades disponíveis, o auxílio chega a 70% de desconto. As vagas abrangem cursos de graduação e pós-graduação, presenciais e a distância (EAD), em faculdades como Estácio, Unopar, Unip, Anhanguera, Uniasselvi, entre outras. No Rio Grande do Norte são mais de 15 mil oportunidades. Confira as bolsas em Natal.

“A bolsa de estudo é uma forma viável de formação e preparação para o mercado de trabalho, justamente porque traz mais segurança financeira: ao ser contemplado o estudante utiliza o desconto concedido sem ter que acumular dívidas futuras”, explica Andréia Torres, diretora de Expansão e Relacionamento do programa.

Os interessados nas vagas devem acessar o site www.educamaisbrasil.com.br , escolher o nível de escolaridade pretendido, buscar pela cidade de interesse, modalidade, curso ou instituição. A diretora ainda ressalta: “Para concorrer à bolsa não é necessário ter feito o Enem, nem comprovar renda ao programa”.

A aprovação pode ser consultada pelo Portal do Aluno, no site do programa ou na central de atendimento: para Capitais e Regiões Metropolitanas 4007-2020 ou para demais localidades 0800 724 7202 (também disponível para WhatsApp).

 

Programas do Governo

O Educa Mais Brasil é um programa de inclusão educacional privado, onde os estudantes também podem obter informações sobre outras alternativas de ingresso no ensino superior, como os programas do governo: Enem, Sisu, Prouni e FIES.

 

Debates sobre as necessidades e planos para a educação brasileira aconteceram na última quinta-feira, 12, durante a Conferência Estadual Popular de Educação. O evento reuniu representantes da sociedade civil, agentes públicos, entidades de classe, professores, gestores, estudantes e pais de alunos no auditório da Reitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), onde abordaram o tema central “Implementar os planos de educação é defender uma educação pública de qualidade social, gratuita, laica e emancipadora”.

A abertura da conferência contou com a presença da reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz, que frisou a importância de espaços para discutir a educação do futuro e a formação para a cidadania. “Conhecimento técnico e humanismo devem estar consolidados nas pautas das nossas escolas e universidades para formarmos o cidadão pleno”, defendeu a reitora, ao reforçar que o evento proporciona relevantes contribuições para qualificar a educação que o país precisa.

A iniciativa é uma convocação do Fórum Nacional Popular de Educação (FNPE), em defesa da democracia no país e das vozes da sociedade civil organizada por meio dos movimentos sociais e das entidades educacionais, a fim de reafirmar o compromisso com uma educação verdadeiramente transformadora. O próximo passo será a Conferência Nacional Popular de Educação (Conape), marcada para 24 a 26 de maio em Belo Horizonte, Minas Gerais.

 

Neste sábado (07), a biblioteca do Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte vai prestar uma homenagem ao escritor infanto-juvenil com atividades de contação de história (Emília no Parque da Cidade), pintura de máscaras da turma do Sítio e exposição de obras literárias de Monteiro Lobato, a partir das 15 horas, em comemoração ao mês de aniversário do escritor.

O escritor brasileiro Monteiro Lobato morreu em 1948, aos 66 anos de idade, mas a sua biografia ficou imortalizada através das suas obras literárias, sendo “O Sitio do Pica-Pau Amarelo” a de maior destaque na literatura infantil. Nascido em Taubaté/SP, no dia 18 de abril de 1882, ele foi registrado com o nome de José Renato Monteiro Lobato. O universo retratado em suas obras são os vilarejos e a população do Vale do Paraíba, quando da crise do café.

A história “Emília no Parque da Cidade” foi escrita pela funcionária da biblioteca, Bárbara Luana e será contada por todas as funcionárias da biblioteca, Lorena Sabrina, Larissa Ícaro, Aline Melo, além da própria autora do texto. “É uma história sobre a Emília, que vem ao Parque da Cidade e se perde. Na trilha, ela encontra Guigui, um sagui, e ele começa a conversar com a Emília e diz quais são as normas no Parque, que é uma Unidade de Conservação e de Preservação e tem regras para que as pessoas saibam conviver pacificamente com os animais e plantas, dentro do objetivo da educação ambiental desenvolvido no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte”, explica a bibliotecária, Samya Maia, coordenadora da biblioteca do Parque.

A exposição permanecerá aberta aos visitantes até o dia 21 de abril, quando haverá nova apresentação dos mamulengos na contação de história e demais atividades.

 

 

No dia 06 de abril acontece a primeira de uma série de sessões de cinema e ciclos de debate promovidos durante o ano pelo projeto de extensão O Jornalismo visto pelo Cinema. O evento é promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos da Mídia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

O projeto é composto por duas ações: um evento e um produto de extensão. Além de se constituir como um ciclo semanal de exibição e debate de filmes sobre o jornalismo, o projeto pretende produzir uma publicação com a produção textual dos professores e alunos participantes do processo.

Os temas debatidos são: O jornalismo Heroico como Construção Simbólica; O jornalismo como um Discurso com duas Fontes Conflitantes; O jornalismo como Mediação e Visibilidade; O jornalismo e a Questão de Gênero e A Ética Jornalística.

O primeiro evento conta com a exibição do filme The Post – A Guerra Secreta, do diretor Steven Spielberg, seguida de um ciclo de debate com a participação dos professores  Marcelo Bolshaw e Ruy Rocha.  O evento tem início às 17h, e acontece no auditório 1 do Departamento do curso de Comunicação Social.

O professor Ricardo Ojima, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), é um dos 14 componentes do Conselho Consultivo do Fundo de População das Nações Unidas no Brasil. O grupo, formado por pessoas reconhecidas nacional e internacionalmente nas áreas em que atuam, toma posse na próxima quarta-feira, 31 de janeiro, em São Paulo, em evento fechado ao público.

 

O Fundo de População das Nações Unidas, agência da Organização das Nações Unidas (ONU), é líder em temas de demografia, juventude e saúde sexual e reprodutiva. O principal objetivo do Conselho é constituir um espaço plural, de incentivo e apoio à identificação, articulação e proposição de estratégias para o Fundo de População da ONU.

 

Ricardo Ojima

Doutor em Demografia pela Unicamp, é professor da UFRN, onde coordena o Programa de Pós-Graduação em Demografia. Presidente da Associação de Estudos Populacionais, suas pesquisas se concentram nos temas urbanização, mobilidade espacial, teoria demográfica e mudanças ambientais.

 

Eletricidade e movimento. Este é o tema da 3ª oficina criativa do projeto de extensão OCA (Oficinas de Ciências e Arte), do Instituto do Cérebro (ICe), em parceria com o Museu Câmara Cascudo (MCC). A atividade acontece neste sábado, 18, das 9h ao meio dia, na sala de Biologia do Parque das Ciências (localizado no "quintal" do MCC). A atividade é aberta ao público, mas voltada especialmente para alunos do ensino médio da rede pública de Educação (a partir dos 14 anos).

Coordenada pelo professor Claudio Queiroz, a oficina vai discutir o que é a eletricidade, suas aplicações e desafios nos dias atuais e como ela vem sendo utilizada para movimentar as coisas do mundo. Para isso, serão realizadas algumas experiências, além da construção de objetos geradores e consumidores de eletricidade utilizando sucata eletrônica.

O objetivo da oficina, iniciada em setembro, segundo o professor Cláudio, é aproximar o "fazer ciência" das pessoas, promovendo uma educação científica e artística de forma prática e divertida. Os interessados em participar devem realizar suas inscrições através do e-mail do Parque da Ciência: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Serviço:

Oficina Criativa: Eletricidade e Movimento.
Dia 18, das 9h às 12h.
Local: Parque da Ciência/Museu Câmara Cascudo.
Av. Hermes da Fonseca, 1398, Tirol.

 

O Centro Acadêmico Berilo Wanderley (CABW) promove no dia 14 de novembro um ciclo de debates com o tema Os desafios do jornalismo na era digital. De acordo com a organização, o evento tem a proposta de discutir quais as perspectivas de mercado com a imersão do jornalismo nas plataformas digitais, em especial, após o fim da versão impressa do Novo Jornal.

 

O debate vai reunir professores do departamento, profissionais que atuam no mercado e os estudantes do curso. Palestram a professora e jornalista Michelle Ferret, o repórter Rafael Duarte, da Agência de reportagem Saiba Mais, a jornalista Cledivânia Pereira, editora-executiva da Tribuna do Norte e a repórter Natália Noro, do Novo Jornal. O evento é aberto a todos os interessados e tem início às 19h, no auditório Departamento de Comunicação Social (Decom).



Twitter