NATAL PRESS

Assessoria de Imprensa / Rede Salesiana Brasil

Pelos próximos 15 dias, um grupo de 28 alunos e três gestores da Rede Salesiana Brasil estará em uma imersão linguística e cultural em Toronto, no Canadá. Por meio de um processo de intercâmbio, os educandos ficarão na King’s University College, conceituada instituição fundada em 1954 e afiliada da Universidade de Western Ontario, que engloba cerca de 3.500 alunos. Os estudantes brasileiros, com idade entre 13 e 17 anos, farão o aperfeiçoamento da língua inglesa, com testes de nivelamento, como também a realização de aulas práticas em laboratórios e de atividade lúdicas de artes em sala, com professores nativos.

No cronograma, as aulas de língua inglesa acontecem pela manhã, enquanto que as atividades laboratoriais e artísticas serão no período vespertino. Todo o grupo brasileiro passará ainda por visitas culturais a diferentes atrações locais como as Cataratas do rio Niágara; o Ripley’s Aquarium, o maior aquário do Canadá e que possui a maior coleção de tubarões da América do Norte; a CN Tower, considerada a terceira torre mais alta do mundo; além do passeio no Wonderland, um dos parque de diversões mais interativos do mundo, com 16 montanhas-russas.

O projeto é feito em parceria com a Life Intercâmbios pelo terceiro ano e já se consolidou no calendário estudantil da Rede Salesiana Brasil. O intercâmbio proporciona o crescimento dos alunos em conhecimento intelectual, contato prático com a língua inglesa, ampliação da visão de mundo, além do desenvolvimento pessoal.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) é a primeira colocada em agilidade nas respostas aos cidadãos entre as instituições federais de ensino superior (IFES) com alta demanda de pedidos por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI), conforme os números disponíveis no Portal de Dados Abertos da Controladoria-Geral da União (CGU). Com 130 pedidos de informação em 2019 e tempo médio de 8,8 dias corridos para fornecer as respostas, a UFRN ocupa o topo do ranking das IFES com mais de 120 solicitações no mesmo período. A Universidade também se destaca entre todas as instituições do poder público federal que registram uma média geral de 12 dias para o atendimento da LAI, na qual se estabelece o prazo máximo de 20 dias e a prorrogação de até 10 dias em casos de maior complexidade.

De acordo com o ouvidor da UFRN, Elias Jacob, o tempo de resposta registrou queda significativa após a reestruturação setorial e de fluxos coordenada em 2018 pela Secretaria de Gestão de Projetos da Universidade (SGP). A inovação tecnológica também é aliada desde o último mês de junho, quando foi construído um robô para automatizar a burocracia do processo de trabalho. A nova ferramenta acessa o portal do Governo Federal, verifica os pedidos pendentes, cadastra as demandas no Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos (Sipac) e no fluxo da Ouvidoria, além de criar uma minuta de texto com a solicitação das informações para a unidade responsável.

Os prazos de retorno também são controlados pelo robô, que envia notificações para garantir o cumprimento do prazo previsto em lei e monitorado pela CGU, cujo sistema permite ao cidadão recorrer em caso de insatisfação com as respostas. De todas as informações oferecidas pela UFRN em 2019, a CGU recebeu e indeferiu apenas dois recursos. “Fazemos a leitura de que o cidadão está satisfeito e as respostas têm qualidade”, afirma Elias Jacob. O professor sinaliza que o robô ainda receberá outras funcionalidades para a LAI, no sentido de receber os processos e encaminhar as respostas aos cidadãos, assim como prestará contribuições para a Ouvidoria no recebimento das denúncias, reclamações, solicitações, elogios e pedidos de simplificação para processos internos.

Os interessados em obter informações da UFRN podem cadastrar os pedidos no endereço http://acessoainformacao.gov.br/. Outra fonte de conhecimento sobre a Universidade é o Portal de Dados Abertos da UFRN, http://dados.ufrn.br/, onde existem 72 bases com informações sobre processos administrativos, servidores, funções gratificadas, alunos, disciplinas, componentes curriculares, avaliações de cursos, entre outras. De acordo com o ouvidor, a UFRN é a instituição federal de ensino superior com maior número de bases de dados disponibilizadas no Brasil.

As outras demandas da Ouvidoria são encaminhadas por meio do site http://ouvidorias.gov.br/, também acessado pelo Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa). Somente nos últimos 30 dias foram recebidas 124 manifestações de cidadãos pela Ouvidoria da UFRN, que registra tempo médio de resposta em 4,3 dias corridos.

divulgação

Período de recesso escolar pode ser desafiador para os pais. Afinal, nem sempre é possível conciliar trabalho com a folga dos filhos. As colônias de férias são soluções perfeitas por oferecerem diversão e aprendizado para a garotada enquanto o pai e a mãe trabalham.

Para entreter as crianças durante o mês de julho, a Escola Lápis de Cor, na zona Sul, abre as portas e realiza colônia de férias com programações temáticas que reverenciam a cultura e arte circenses.

Para aguçar a criatividade de meninos e meninas, as atividades envolvem, dentre outras coisas, oficinas de mímicas, manipulações, acrobacias, equilíbrio, montagem de palhaços, exercícios rítmicos (bailarinas), mágicas, malabarismo, pinturas e brincadeiras populares.

 

Programação

A colônia de férias na Lápis de Cor começou na última segunda-feira (1º) e vai até o dia 12 de julho, das 13h30 às 17h30. As atividades são destinas para crianças na faixa etária de 2 a 10 anos. As inscrições seguem abertas e devem ser realizadas na secretaria da instituição. Mais informações pelo telefone (84) 2030-5010.

O aluno de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Turismo (PPGTur), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), André Luiz Vieira Soares, membro do Grupo de Estudos em Gestão de Turismo (Gestur), do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), está concorrendo ao Prêmio Mestre Destaque 2019 da Associação Nacional de Pesquisa e Pós Graduação em Turismo (Anptur). O trabalho está entre os seis melhores do país produzidos por egressos de programas de pós-graduação filiados à Associação e foi pré-selecionado pelos avaliadores da Anptur.

A pesquisa Isomorfismo institucional na Adoção de Tecnologia no Turismo: Uma análise em hotéis de Natal/RN foi produzida por André como trabalho de conclusão do curso de Mestrado em Turismo do Programa de Pós-Graduação em Turismo (PPGTur), sob orientação do professor Luiz Mendes Filho, do Departamento de Turismo (Detur).

André Luiz considera a classificação reflexo de uma pesquisa bem realizada: “É o reconhecimento de um trabalho em equipe, que mostra o potencial do PPGTur e da UFRN na pesquisa científica em turismo. Sou muito grato pela oportunidade de representar o programa do qual faço parte. Agradecendo também ao orientador por ser sempre um incentivador. O turismo como um importante campo na economia brasileira merece sua valorização dentro e fora da academia”, ressalta.

O resultado deve ser divulgado durante a realização do XVI Seminário da Anptur, que acontecerá na cidade de Curitiba/PR no período de 18 a 20 de setembro. A lista de trabalhos selecionados para o Prêmio Mestre Destaque e outras informações sobre o evento estão disponíveis no site: https://www.anptur.org.br/seminario/2019.

Prêmio Mestre Destaque da Anptur é realizado entre sócios da Associação, egressos dos programas de pós‐graduação filiados à Anptur que defenderam suas dissertações em 2018. Os trabalhos serão apresentados em um Grupo de Trabalho (GT) especial durante o evento.

ascom salesiano

As professoras e coordenadoras pedagógicas dos níveis IV e V dos Colégios Salesianos do RN participaram do II Congresso Salesiano de Educação Infantil, promovido pela Rede Salesiana Brasil de Escolas. O evento direcionado aos educadores e coordenadores pedagógicos promoveu uma reflexão sobre as inovações e os desafios diários para a construção do ensino. O Congresso aconteceu em São Paulo, no auditório do colégio Salesiano Santa Teresinha.

Dentre as discussões, foram abordados os trabalhos da Coleção Girolhar, implantada neste ano e que tem sua inspiração na concepção educacional de Reggio Emilia, considerada a melhor educação infantil do mundo. A coleção apresenta um conteúdo inovador com materiais didáticos, desenvolvidos pela Editora Edebê Brasil, alinhado à Base Comum Curricular (BNCC).

O evento contou as palestras das professoras italianas de Reggio Emilia, Marina Castagnetti e Paola Strozzi, que trabalharam com os educadores salesianos toda a história e a concepção pedagógica da educação infantil, trazendo novos referenciais sobre planejamento e documentação para formação e orientação dos educadores no trabalho prático-pedagógico.

Assessoria de Imprensa/Salesiano

Resultado divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira mostra o desempenho dos alunos do Dom Bosco e São José

 

Os colégios Salesianos estão entre as 10 melhores escolas do Rio Grande do Norte no Enem 2018, segundo relatório disponibilizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. O documento aponta o desempenho dos alunos das unidades Dom Bosco e São José no Exame Nacional do Ensino Médio.

O resultado reforça o compromisso da educação salesiana com o educando e a família, com uma metodologia que proporciona uma aprendizagem de qualidade. Isso se dá por meio do aprimoramento dos processos e práticas pedagógicas que articulam as propostas salesianas de educação e os referenciais do Enem, como eixos cognitivos, competências e habilidades. Sem deixar de lado, os aspectos afetivo e emocional necessários para a completa formação do aluno.

Em 2019, o Enem será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro. As provas serão divididas em duas etapas: linguagens, ciências humanas e redação no primeiro dia; enquanto que serão abordados questões de ciências da natureza e matemática no segundo dia de provas.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) recebe, entre os dias 27 e 30 de agosto, o III Encontro Nacional de Ensino e Pesquisa do Campo de Públicas (III ENEPCP). O evento discutirá aspectos diversos que se relacionam ao temaDemocracia no século XXI e os desafios para a Gestão Pública.

O evento  reúne pesquisadores, profissionais, professores e estudantes de graduação e pós-graduação em um conjunto de atividades voltadas à discussão desses temas, incluindo conferências, mesas-redondas e sessões temáticas. A programação completa pode ser conferida aqui.

Para se inscrever no III ENEPCP, o participante deve acessar o site do Encontro, criar uma conta e seguir as instruções. Os valores estão disponíveis no edital do evento, e a programação completa pode ser conferida aqui.

Existe ainda a possibilidade de participação do evento como monitor voluntário, com possibilidade de certificação de até 80 horas. Para mais informações, acesse o edital de seleção

divulgação

Participante do seleto grupo “Top 25”, que elenca as 25 melhores escolas da região Nordeste do Brasil, o colégio CEI Mirassol aparece em primeiro lugar no ranking das escolas que oferecem educação básica completa no Rio Grande do Norte e que mais aprovaram seus alunos no Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM) em 2018. No computo geral, o colégio aprovou 78% dos seus estudantes que se submeteram ao exame nacional.

O desempenho no ENEM 2018 coloca o CEI Mirassol na frente de outras escolas tradicionais da capital potiguar, como o CEI Romualdo Galvão, Marista, Over – Nova Parnamirim, Colégio Marie Jost, Facex, Salesiano, entre outras.

Destacando que o colégio também faz parte do ranking “Top100”, que seleciona as 100 melhores escolas do país, a diretora pedagógica do CEI Mirassol, Corina Amorim, enfatiza que a performance do estabelecimento de ensino no ENEM consolida um dos momentos mais significativos da vida de professores de alunos, que é a aprovação na universidade.

O PMPGCF/UERN ofertará 10 vagas, sendo 5 vagas de mestrado e 5 vagas de doutorado. Para consultar as normas, documentos necessários e demais detalhes da seleção, acesse:

 

– Edital 001/2019 – PMPGCF/UERN (Publicado em 14/05/2019)

 Anexo I – Formulário de Inscrição (Publicado em 14/05/2019)

– Anexo II – Critérios de Avaliação na Prova de Títulos (Publicado em 14/05/2019)

 Anexo III- Formulário de Requerimento de Recurso (Publicado em 14/05/2019)

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte(UFRN) promove o Fórum Acadêmico de Letras (FALE) nos dias 19, 20 e 21 de junho, no campus universitário de Natal. O evento é organizado pelo Departamento de Letras da UFRN, em Natal, e celebra edição comemorativa dos 30 anos do Fórum.

O FALE é um evento itinerante que tem por objetivo reunir graduandos de Letras e professores para fomentar discussões e reflexões acerca do universo da pesquisa acadêmica. Segundo a organização, o encontro também é um espaço para a socialização da pesquisa como processo constitutivo do saber adquirido na Universidade.

O evento conta com  conferências e mesas-redondas acontecendo em torno das políticas e experiências de pesquisa. Desse modo, estabelece com a Universidade um caráter de permanente discussão a respeito dos modos de transmissão de conhecimento, tendo como prioridade a inserção do acadêmico, desde a graduação, no universo da pesquisa.

Para mais informações, acesse o site oficial do FALE ou as redes sociais Facebook e Instagram.



Twitter