NATAL PRESS

A CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação divulgou na quinta-feira (20/12) os novos cursos de Mestrados e Doutorados do Brasil. Na lista, o Rio Grande do Norte figura como pioneiro com o 1º Doutorado Profissional do Norte-Nordeste em Biotecnologia da Saúde.


Em 2019, o novo Doutorado passa a compor o rol de cursos de stricto sensu da Universidade Potiguar, integrante da Rede Laureate, e consolida o programa de Biotecnologia como uma força no novo mercado em crescimento. Seguindo as linhas de pesquisa dos “Biofármacos e Biomateriais” e “Bioprospecção Molecular e Melhoramento Vegetal”, o Programa forma o estudante tanto para área da pesquisa e academia, quanto para o mercado profissional de trabalho.

De acordo com a Coordenadora da Pós-Graduação Stricto Sensu da UnP, Professora Amália Rego, o Doutorado vem reafirmar os esforços da Universidade em contribuir com desenvolvimento regional. “A visão que se descortina a partir desta iniciativa, é que o Nordeste gradativamente se consolida como núcleo de excelência em Biotecnologia, fazendo convergir sua competência no sentido da utilização plena de seus recursos”, comentou.

NOVA MODALIDADE
O Doutorado Profissional é uma nova modalidade no Sistema Nacional de Pós-Graduação criada em 2017 através da Portaria n° 389 do Ministério da Educação, e traz como grande novidade a entrega de um produto final à sociedade no momento conclusão da pesquisa, indo além da tese (teoria).

divulgação

A comunidade de humanas chega ao fim do ano com mais um motivo para comemorar. Depois da nota 4 do Curso de História – Licenciatura a distância – com seu consequente reconhecimento pelo INEP, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFRN, acaba de aprovar - por unanimidade, proposta de criação do Instituto de Estudos Integrados Humanitas.

Segundo a professora do CCET, Jeanete Alves Moreira, relatora da proposta, “o projeto tem como intuito cumprir com atividades basilares, a realização de pesquisas, contribuindo assim com a internacionalização da instituição de ensino”.

Sobre o assunto, a reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz, se manifestou dizendo que o instituto é uma forma de dar relevância e de mostrar à sociedade a importância dos estudos das ciências humanas, “visto que as pesquisas em outras áreas necessitam do suporte social para estabelecer pressupostos e consequências na vida das pessoas”.

Para a diretora do CCHLA/UFRN, professora Maria das Graças Soares Rodrigues, o Instituto de Estudos Integrados Humanitas é uma grande vitória da área, com o espaço servindo para “a promoção e fortalecimento da visão das humanidades na sociedade, seja nas esferas do aparelho de Estado e de governança política,seja na esfera da vida social”.

O Instituto Humanitas servirá ainda para promover estudos estratégicos de longo prazo, definindo cenários de futuro para o estado, regiões, municípios e suas atividades, além de ofertar cursos de graduação e pós-graduação (projetos futuros), oficinas, cursos livres, promoção da ampliação da inserção e do protagonismo da UFRN no debate público estadual e nacional, contribuindo ainda para à estruturação de sistemas de monitoramento e análise e informações (Observatórios), buscando maior coerência e melhoria do impacto da gestão institucional.

O Instituto Humanitas utilizará espaços físicos no prédio administrativo do CCHLA, contará com infraestrutura já existente como as bibliotecas Central e Setorial, salas de aulas e laboratórios, tendo na equipe  professores do quadro permanente da UFRN, visitante estrangeiro e bolsistas do PNPD/PPGCS/UFRN. Ademais, agrega vários grupos de pesquisa e parcerias nacionais e internacionais. 

 

As ações previstas são oferta de disciplinas eletivas para cursos de graduação; cursos livres, Ateliê de Escrita Científica em Humanas; pesquisas longitudinais; criação do Observatório de Pesquisa em Ciências Humanas no Nordeste; criação de um curso de graduação a ser ainda concebido e criação de Programas de Pós-Graduação (acadêmicos, profissionais, latu senso, stricto senso).

Mais informações pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O Núcleo Permanente de Concursos (Comperve), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), divulgou, nesta quarta-feira, 19, os resultados dos Testes de Habilidades Específicas (THE) referentes a processo seletivo dos cursos de Licenciatura em Dança, Bacharelado em Música Instrumento, Licenciatura em Música e Licenciatura em Teatro, com ingresso em 2019.

Para acessar as informações, os candidatos devem entrar na página da Comperve e selecionar a lista de resultados desejada. Os estudantes que pretendem interpor recursos contra os resultados do THE têm o prazo de até 48 horas contadas a partir da data e horário da divulgação dos resultados. Os detalhes sobre esse processo podem ser conferidos no edital da seleção.

O resultado final com o nome dos aprovados será publicado no dia 25 de janeiro de 2019.

divulgação

 

Uma tarde muito especial para receber as crianças que farão parte da educação infantil dos colégios Salesiano São José e Dom Bosco. Assim foi a atividade de adaptação e sondagem para os educandos que ingressarão nas primeiras turmas deste segmento da instituição educacional, ocorrida no último sábado (15). Em 2019, os níveis IV e V integrarão a grade curricular da Rede Salesiana no RN, que com 80 anos de história e tradição no ensino, terá espaço para o acolhimento integral da família, com a iniciação educacional até o ensino médio.

Contação de histórias, roda de brincadeiras e atividades lúdicas com os pais fizeram parte da programação dedicada aos pequenos. O objetivo deste primeiro momento foi deixar com que os alunos sentissem-se acolhidos pela equipe do colégio, além de conhecer alguns dos espaços de convívio escolar.

Para a psicóloga educacional e gestora do Serviço de Acompanhamento Psicopedagógico (SAP) do Salesiano no RN, Ana Cristina Gomes, a atividade mostrou aos participantes a metodologia salesiana e evidenciou os pontos que serão trabalhados ao longo de 2019.

“Esse trabalho é feito para a vivência das crianças, em sala de aula, e também com os pais, que receberam uma formação de como é a proposta de ensino do Salesiano. Desde o momento da acolhida, a família esteve envolvida no trabalho da escola, com aplicação das atividades com os professores”, contou a psicóloga educacional do Salesiano.

Para a realização da adaptação e sondagem dos novos alunos, os professores motivaram as crianças com tarefas que exigiram a parte motora, com os trabalhos manuais. Já os pais se reuniram com o grupo pedagógico da escola, para que fosse trabalhada a melhor forma para o envolvimento do filho no novo colégio.

“Em uma parte da escola, as crianças realizaram atividades que estimularam a parte motora, com o uso de texturas, materiais artesanais e peças manuais. Em outra sala, os pais também tiveram a oportunidade de saber um pouco mais sobre o método de funcionamento do Salesiano e como eles poderiam ajudar na adaptação do filho a esse novo ambiente escolar”, completou Ana Cristina Gomes.

O trabalho psicopedagógico do Salesiano tem como fundamento a metodologia aplicada no Sistema Preventivo de Dom Bosco, que integra pontos fundamentais para a formação do educando, como o amor, a razão e os ensinos religiosos. Além disso, a presença familiar faz com que o aprendizado tenha benefícios maiores, tornando o lar uma extensão da escola.

As matrículas para a Educação Infantil estão abertas e pais ou responsáveis podem procurar as Centrais de Atendimento das unidades São José, na Ribeira, e Dom Bosco, em Nova Parnamirim. Outras informações podem ser encontradas no site www.salesianorn.com.br.

Aline Barbosa, 14 anos, é assistida pela instituição desde 2002. Após seu nascimento, convive com uma doença genética chamada epidermólise bolhosa, doença que causa bolhas e feridas pelo corpo, além de também ter a deficiência de Glicose-6-Fosfato Desidrogenase, mais conhecida como G6PD, que se trata de uma carência nessa enzima – seja por não tê-la em quantidade suficiente, ou por que ela não funciona como deveria. 

Quando tinha 3 anos, Aline perdeu os dedos das mãos e dos pés devido à evolução da epidermólise bolhosa, o que não a impede de caminhar nem de tocar lindamente o seu teclado, em que demostra significativamente sua desenvoltura musical.

A falta de um computador em sua casa não impediu que ela batalhasse por seu sonho. Com uma rotina intensa de estudos e muita dedicação, Aline dispensou cotas e obteve sua classificação no 19º lugar no curso de informática do IFRN. A paciente mora em Macaíba e todos os dias passa por uma grande jornada para alcançar seus objetivos. Como força e vontade não faltam nessa pequena guerreira, Aline ainda participa constantemente de atividades desenvolvidas na Casa Durval Paiva dentro da Classe hospitalar/Domiciliar. Lá a paciente recebe acompanhamento na realização das atividades escolares e participa dos projetos desenvolvidos pelo setor, os quais são presentes diariamente na sua vida.

Sobre a Casa Durval Paiva

Há 23 anos, a Casa Durval Paiva atende à criança e ao adolescente com câncer e doenças hematológicas crônicas e seus familiares durante e após o tratamento, buscando a cura, contribuindo para o resgate da cidadania, dignidade e a qualidade de vida. Nesse período, a instituição já beneficiou 1.517 pacientes. Hoje, a Casa possui 1.102 pacientes cadastrados, sendo que 540 estão em tratamento. Saiba mais sobre o trabalho da Casa em: http://www.casadurvalpaiva.org.br/

 

A aluna do doutorado em Geografia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ana Beatriz Câmara Maciel, recebeu dia 29 de novembro, no Rio de Janeiro,  o primeiro lugar na categoria Nordeste na 11ª edição do Prêmio Professores do Brasil. O prêmio foi conferido por sua coordenação da Revista Geográfica GL, proveniente do Projeto de Inovação Pedagógica (PIP), e desenvolvido na Escola Estadual Graciliano Lordão, localizada no bairro das Quintas, onde Ana Beatriz leciona.

Através dos novos equipamentos do PIP e de uma metodologia interdisciplinar, que reúne diferentes matérias e áreas, a Revista Geográfica GL pôde ser desenvolvida em conjunto com vários professores da escola. Ao todo, 110 alunos dos 6º anos participaram do PIP e da construção da revista, que foi lançada no dia 6 de dezembro de 2017, na Mostra Cultura da escola.

Ana Beatriz recebeu o prêmio estadual e o regional, equivalente a uma premiação de R$ 7 mil, mais um troféu e viagem paga pela Capes. A professora ainda concorre a premiação que vai acontecer a nível nacional.

O Prêmio Professores do Brasil, é uma iniciativa do Ministério da Educação, e é dirigido aos professores  que tenham propostas inovadoras de ensino-aprendizagem no Brasil.

divulgação
 
O estudante potiguar Miguel Gomes encerra o ano de 2018 acumulado três  importantes vitórias, que o destacaram entre alunos de escolas pública e privada do Rio Grande do Norte. Cursando o 2º ano do Ensino Médio do colégio CEI Mirassol, o jovem talento é o único estudante do Estado a conseguir aprovação na primeira fase do disputadíssimo vestibular do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), realizado no último dia 23/11. Além disso, ele também recebeu “Medalha de Ouro” na Olimpíada Matemática do Rio Grande do Norte (OMRN 2018), realizada entre setembro e outubro deste ano, e “Medalha de Prata” na Olimpíada Nacional de Ciências. 
 
Com apenas 16 anos, o aluno potiguar,  inscrito para o curso de Engenharia Mecânica-Aeronáutica, concorreu com 10.788 candidatos de todo o Brasil, dos quais 104 fizeram a prova no Rio Grande do Norte. Ao alcançar a média de 6,4, Miguel segue para a segunda etapa do certame juntamente com outros 580 concorrentes de vários estados que ainda estão na disputa. 
 
De acordo com Miguel, suas conquistas são decorrentes de uma rotina bem organizada de dedicação aos estudos aliada ao constante apoio e incentivo por parte da família e da escola em que estuda. “Não faço cursinho extra. Costumo estudar em casa me focando no que aprendo em sala de aula e com dedicação à prática. Uso também provas anteriores tanto do ITA como de outros concursos. Além disso, minha mãe sempre estudou muito. Procuro me inspirar nela, pois acredito que esse é o caminho para a prosperidade”, ensina o adolescente.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza a Mostra de ecoprodutos e serviços sustentáveis, de 4 a 7 de dezembro, das 8h às 16h, no Centro de Convivência do campus central da UFRN. A mostra tem o objetivo de estimular a disseminação do consumo responsável e boas práticas de sustentabilidade. Artistas plásticos, artesãos, pesquisadores e educadores vão expor peças artísticas e utilitárias, confeccionadas, de forma criativa, utilizando materiais encontrados na natureza e também reaproveitando outros materiais descartados, como resíduo sólido urbano.

Todos os dias acontecem oficinas gratuitas para os visitantes: oficinas de embalagens, de enfeites de Natal, de bijuterias, entre outras. Empresas e ONGs também vão mostrar como reduzir impactos causados por resíduos volumosos e/ou perigosos. No local, serão montados pontos para entrega voluntária de lâmpadas fluorescentes, que serão tratadas por empresa especializada, resíduos eletroeletrônicos, óleo de cozinha usado (acondicionado em garrafas PET) e banners de lona. No espaço, já existe um ponto permanente de descarte para medicamentos e outro para resíduos de difícil reciclagem, como esponjas de lavar louça, pastas e escovas de dente, lápis grafite e lápis colorido.

O evento é promovido pelo Programa de Educação Ambiental da UFRN (ProEA), com apoio do fundo FAEX-2018, do grupo de pesquisa e extensão SustentAção e da Rede de Educação Ambiental do Rio Grande do Norte (REARN).

O Salesiano realiza de 3 a 14 de dezembro o período de inscrições para o processo de adaptação e sondagem para os alunos da educação. O ensino infantil passa a fazer parte da Rede Salesiana no Rio Grande do Norte a partir de 2019, nas unidades São José, com aulas para os níveis IV e V, e Dom Bosco, somente para os alunos do nível V.

Pais ou responsáveis devem procurar as Centrais de Atendimento das escolas, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h, portando os seguintes documentos: cópias do RG, CPF e comprovante de residência do responsável financeiro; cartão de vacina atualizado do aluno; cópia da certidão de nascimento ou RG e CPF do aluno. A taxa de inscrição é de R$ 60, efetuada na própria escola.

Sobre as vagas

Serão oferecidas 40 vagas para a educação infantil no Salesiano São José, sendo 20 para o nível IV e 20 para o nível V. No Salesiano Dom Bosco, serão ofertadas 20 vagas para o nível V. Todas as turmas serão para o turno vespertino.

No dia 15 de dezembro, das 14h às 17h, será realizada uma aula com atividades educativas lúdicas e de socialização, para observar as habilidades já desenvolvidas pelas crianças, referente ao letramento e educação matemática, como também possibilitar os familiares de reconhecerem as instalações e a estrutura de ensino do Salesiano.

O relatório com o resultado de cada participante será divulgado no dia 18 de dezembro, na coordenação pedagógica de cada unidade, na Ribeira e em Nova Parnamirim, das 8h às 17h. As matrículas ocorrerão de 18 a 27 de dezembro, nas secretarias das escolas.

O edital para o processo de adaptação e sondagem dos novos alunos da educação infantil do Salesiano Dom Bosco e do Salesiano São José está disponível no site: www.salesianorn.com.br.

O Departamento de Letras (DLET) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza, nos dias 3 e 4 de dezembro, o ciclo de conferências Édipo Rei – Transmissão, Tradução, Recepção, que acontece no anfiteatro A do Centro de Ciências Exatas e da Terra (CCET).

O encontro conta com a participação de professores e pesquisadores de diferentes instituições do país que discutirão sobre como os pensadores Aristóteles, Sêneca, Friedrich Nietzsche, Sigmund Freud, Michel Foucault, Gilles Deleuze, Félix Guattari e F. Hölderlin acolheram a tragédia de Sófocles, Édipo Rei.

O evento tem caráter interdisciplinar e possui foco nos efeitos que a obra clássica de Sófocles ainda produz no mundo contemporâneo. Podem participar estudantes e professores das áreas de Letras, Filosofia, História, Psicologia, bem como demais interessados.

As inscrições podem ser feitas no local do evento ou pelo portal do Sigaa.



Twitter