NATAL PRESS

João Gilberto

 

O reitor Pedro Fernandes foi recebido nesta terça-feira (4) pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira. Na reunião, o reitor apresentou um relatório sintético de informações sobre a Universidade em geral e sobre o curso de Medicina.

O documento apresenta dados importantes sobre a Instituição, como o número de alunos do Rio Grande do Norte, que corresponde a 86% do total de alunos da UERN. Outro dado importante é o número de alunos oriundos de escola pública, que é de 89%.

O reitor destacou ainda a vocação da UERN para a formação de profissionais na zona Norte de Natal e no interior do Rio Grande do Norte, em especial, a formação de professores da Educação Básica.

O presidente Ezequiel Ferreira destacou a importância do documento apresentado pelo reitor para esclarecer questões em relação à Universidade. “Se não existisse a UERN, onde estariam essas pessoas?”, questionou o presidente.

O reitor apresentou ainda uma proposição de projeto estruturante para a Faculdade de Ciências da Saúde (FACS) para apreciação e possíveis indicações de recursos, objetivando a construção de salas para os ambulatórios e reparo estrutural para garantir e ampliar ainda mais a disponibilidade de serviços de saúde à comunidade em geral.

O curso de Medicina da UERN faz parte da FACS. Por ano, são ofertadas 60 vagas para o curso. Além da graduação, a Faculdade também conta com duas residências, sendo uma médica e uma multiprofissional, três mestrados, dois doutorados e os ambulatórios que oferecem 27 especialidades, sendo o único atendimento público em algumas delas em Mossoró.

Segundo dados da Instituição, 52% dos alunos de Medicina são do Rio Grande do Norte, percentual que deve aumentar com o critério de inclusão regional, sancionado recentemente pela governadora Fátima Bezerra e que será implantado no próximo SiSU.
Presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira afirmou que é solidário à UERN e que é um admirador do trabalho que vem sendo desenvolvido pela Instituição. “A UERN tem na Assembleia Legislativa um soldado para ajudar no que for possível”.

O reitor Pedro Fernandes avaliou positivamente a reunião. “Foi mais uma oportunidade de falarmos sobre a nossa Universidade. O presidente se mostrou muito atencioso com a UERN e se comprometeu a visitar a Universidade para conhecer nossos projetos e ações em ensino, pesquisa e extensão”.

Acompanharam o reitor a assessora da Reitoria, Cicília Maia, e o pró-reitor de Assuntos Estudantis, Erison Natécio. Estiveram presentes também a chefe de Gabinete da Assembleia, Larissa Rosado, e o diretor-geral da presidência, Fernando Rezende.

Texto: Luziária Machado

divulgação



No dia dos atos em defesa da educação, promovidos pelos estudantes em todo o Brasil, nesta quinta-feira, 30 de maio, o senador Jean Paul Prates (PT-RN) defendeu que o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) se torne uma política permanente de Estado. O parlamentar quer ampliar a participação financeira da União junto aos Estados e Municípios. 

Durante audiência na Comissão de Educação do Senado, o parlamentar criticou o ministro Abraham Weintraub, que lançou vídeo nas redes em tom de deboche, intimidando os estudantes. “Estamos vivendo protestos nas ruas, nas universidades e nas escolas, mas estamos vivendo também por parte do ministro da educação certos exageros”, criticou. 

“Em vez de construir uma política pública construtiva, ele (Weintraub) se coloca no rol de antiministros, que são aqueles colocados para destruir o setor que deveria cuidar”. Weintraun foi às redes sociais pedir que os pais denunciem professores que estariam “coagindo” alunos da rede pública a participar dos atos. Jean Paul saudou os estudantes pelas manifestações em todo o país em favor da educação. 

Fundeb

O senador participou do ciclo de debates sobre o Fundeb, organizado pela Comissão de Educação do Senado. Hoje, em nome do Fórum de Governadores do Brasil, a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, apresentou a proposta dos gestores. 
 
As propostas apresentadas pelos governadores foram incorporadas à PEC 65/2019, de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), subscrita por Jean Paul  e outros. “A emenda é uma resposta construtiva e institucional, principalmente pelo momento que estamos vivendo no país”, disse Jean Paul. 

Ele destacou ainda a representatividade de partidos em favor do Fundeb. Além do PT, a proposta tem o apoio de 10 outras legendas. “A PEC garante que o Fundeb seja uma política de Estado na nossa Constituição e não fique dependente do humor dos governos”, ressaltou. 

O Fundeb é a principal política de financiamento da educação nos três níveis – infantil, fundamental e médio. Criado em 2006, por meio de Emenda Constitucional 53/2006 e regulamentado pela Lei 11.494/2007 e pelo Decreto 6.253/2007, o fundo termina em 2020. Vários parlamentares apresentaram propostas no Congresso, com o objetivo de colocar o Fundeb permanente na Constituição Federal.

A Câmara Municipal de Natal aprovou ontem (29), de forma definitiva, o Projeto de Lei nº 038/18, de autoria do vereador Sueldo Medeiros (PHS), que inclui a atividade complementar de robótica no Ensino Fundamental das escolas públicas da capital potiguar. De acordo com a proposição, o município de Natal terá até oito anos para implantar a robótica educacional de forma gradativa em toda a rede municipal de ensino.

“Os alunos da rede pública do nosso município também precisam participar do novo contexto educacional e é nosso papel lutar por isso. Como presidente da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência, Tecnologia e Inovação da Câmara, acompanhei ao longo dos últimos meses a importância da área para a formação de alunos e posterior ingresso no mercado de trabalho”, pronunciou-se o parlamentar.

Sueldo Medeiros também destacou a relevância do PL na vivência interdisciplinar, fato que contribuiu para a aprovação por unanimidade dos vereadores. Segundo ele, com a robótica o aluno aumenta o interesse escolar e desperta a criatividade, além de integrar as diversas disciplinas que compõem a grade curricular.

Com a chancela dos vereadores, o Projeto de Lei segue  para promulgação. Sueldo afirmou que vai procurar o prefeito de Natal Álvaro Dias (MDB) para que a faça a tempo da nova legislação ter efetividade já a partir do próximo ano.

arquivo_abruem

O reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Prof. Dr. Pedro Fernandes Ribeiro Neto, participou nesta quarta-feira (29) de reunião da Associação Brasileira de Reitores de Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM).

Pedro Fernandes é presidente da Câmara de Pós-Graduação da ABRUEM e está realizando, junto com o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UERN, Prof. Dr. Rodolfo Lopes, e da assessora institucional da UERN, Cicília Maia, um diagnóstico da pós-graduação nas universidades afiliadas à Associação.

Trata-se de um diagnóstico amplo envolvendo as ações de pós-graduação, pesquisa, inovação e internacionalização. Segundo Rodolfo Lopes, “o objetivo é conhecer a distribuição dessas ações em torno das associadas e compreender as potencialidades e necessidades de cada uma delas, de modo a viabilizar o firmamento de parcerias robustas, acordos de cooperação, programas em rede, mobilidade acadêmica, de modo a melhorar o coletivo e dirimir assimetrias”.

O diagnóstico já está em fase bem avançada. Das 46 instituições afiliadas à ABRUEM, 24 já concluíram o envio das informações, e o restante dos dados deverá ser coletado até o dia 7 de junho. O resultado final será apresentado no 65º Fórum Nacional de Reitores da ABRUEM, que acontecerá em São Luís do Maranhão, no segundo semestre de 2019.

“Esperamos que já no próximo Fórum de Reitores, que acontecerá dia 13 de junho, na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), com a presença do seu presidente e dos diretores de avaliação, de programas e bolsas, de internacionalização e de educação a distancia, já possamos falar sobre esse diagnóstico, mas esse é um trabalho que será apresentado somente no 65º Fórum, que acontecerá no segundo semestre, no estado do Maranhão”, explicou o reitor.

Na mesma reunião, o reitor Pedro Fernandes propôs a criação da Câmara de Assistência Estudantil da ABRUEM, com o objetivo de discutir temas como assistência estudantil, como alternativas de moradia que algumas instituições têm adotado, de alimentação, de apoio psicológico, creche, transporte, entre outros assuntos de interesses dos estudantes.

Pró-reitor de Assuntos Estudantis da UERN, Erison Torres avalia a criação da Câmara como um instrumento de discussões e socialização de experiências sobre a assistência estudantil entre as universidades públicas estaduais e municipais, sobretudo neste momento de questionamentos sobre a manutenção das políticas de assistência estudantil. “Será mais um instrumento que possibilitará a construção de uma alternativa para as universidades estaduais, e em um cenário de crise, apontando soluções criativas e inovadoras para que possamos pautar a assistência estudantil não só pela democratização do acesso, mas, principalmente, pela garantia de permanência nas universidades”.

“Nós temos algumas câmaras, mas não temos ainda uma específica para tratar dos assuntos da assistência estudantil. A criação de uma câmara como esta acontece geralmente nos fóruns de reitores. Espero que já nesse próximo fórum, possamos discutir a criação dessa câmara”, afirmou o reitor.

A solenidade de abertura da Semana do Meio Ambiente 2019, que acontecerá nesta segunda-feira (3), a partir das 8h, no Parque da Cidade, vai contar com a entrega dos prêmios de redação aos alunos de escolas públicas do município de Natal, que participaram do concurso “Água: um direito humano”. Os estudantes participaram de várias etapas antes da elaboração dos textos, tais como a Ecoblitz nas praias da Redinha e Ponta Negra, seminário temático sobre as implicações do nitrato na água que consumimos e, finalmente, a redação, com o objetivo de estimular as futuras gerações a repensar sobre a importância da água no dia-a-dia, no espaço geográfico que estamos, nos impactos que causamos ao meio ambiente e à nossa saúde e na garantis dos direitos essenciais à vida.

O concurso foi realizado em duas etapas nas escolas municipais Antônio Campos, Emília Ramos, Josefa Botelho e Nossa Senhora dos Navegantes e receberão a premiação o primeiro, o segundo e o terceiro colocados nas modalidades: História em Quadrinhos, para estudantes do 1º ao 3º ano do ensino fundamental; Gênero Poema, para estudantes do 4º e 5º ano do ensino fundamental. Os professores orientadores dos alunos premiados receberão certificados e as escolas participantes receberão banner certificação. O concurso foi promovido pela Prefeitura Municipal de Natal, por meio da Arsban, SME, SMS, Semurb e Guarda Municipal, com apoio da Caern- Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte.

 

Outras informações para a imprensa sobre a Semana do Meio Ambiente no Parque da Cidade, com a jornalista Vilma Lúcia, telefone 99982-7418.

 

Para outras informações sobre o Parque da Cidade ou agendamento de visitas, ligue 3232-3074/3207/3368

divulgação

O Rio Grande do Norte vai ganhar sua primeira especialização em Direito Notarial e Registral. O Curso de Pós-Graduação será ofertado pela Universidade Potiguar, integrante da rede Laureate, em Natal e Mossoró, com uma grade curricular pensada para capacitação dos profissionais que atuam em um dos 206 cartórios do estado. No dia 15 de maio, o Reitor da UnP, Prof. Gedson Nunes, assinou um convênio com a Associação dos Notariais e Registradores do RN (Anoreg RN) para a oferta de condições diferenciadas para associados, funcionários e familiares.

“A Universidade está sempre inovando e pensando em contribuir para o crescimento da sociedade e dos profissionais do RN”, afirmou o Prof. Gedson em reunião entre os representantes da Anoreg, área Acadêmica e setor Comercial da UnP para assinatura do convênio.

O segmento cartorial é promissor. Atualmente, com o estímulo à desjudicialização, os cartórios são palco de resolução de muitos direitos. Com isso, serviços são cada vez mais oferecidos nesses espaços garantindo solução rápida aos processos. Esse novo cenário, traz a necessidade de profissionais cada vez mais capacitados para atuarem não só nos cartórios, mas também para atender as demandas entre os advogados.

A Coordenadora de Cursos de Pós-Graduação na área de Direito, Profa. Danielle Freitas, explica que a grade curricular foi construída para atender à necessidade de capacitação do público formado em Direito e também na área de Negócios e Gestão. “Este será o primeiro curso de Direito Notarial do estado e teremos essa parceria importante com a Anoreg que representa os cartórios do RN”, afirma.

CONVÊNIO
Para a presidente da Associação e titular do 4º Ofício de Notas de Mossoró, Maria Lucivan Azevedo, o curso suprirá uma necessidade dos quase 150 cartórios associados: a qualificação na área dentro do Rio Grande do Norte. “Há uma busca constante por aperfeiçoamento e, além dos representantes dos cartórios, muitos funcionários certamente se interessam por este curso. Haverá um grande retorno para nós e para a sociedade”, comemora.

Além de descontos especiais na Pós-Graduação em Direito Notarial e Registral, os associados, familiares e funcionários da Anoreg poderão usufruir de benefícios em outros cursos de Graduação, Pós-Graduação Lato Sensu e Cursos Técnicos oferecidos pela UnP. Para mais informações, os interessados podem entrar em contato pelo telefone (84) 3215-8520 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

O novo reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo, foi empossado nesta terça-feira, 28, em solenidade no Ministério da Educação (MEC), em Brasília. O evento contou com a presença da então reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz, e do ministro da Educação, Abraham Weintraub. A gestão de Daniel Diniz terá como vice-reitor o professor Henio Ferreira de Miranda, que será empossado pelo reitor na tarde desta sexta-feira, 31, no Auditório Otto de Brito Guerra, localizado na Reitoria, quando haverá ainda a posse dos membros da administração central da UFRN.

No discurso de posse, em Brasília, o professor Daniel Diniz ressaltou o papel da UFRN para o crescimento do Rio Grande do Norte, “seja no fomento da educação composta de crescimento intelectual e senso crítico, seja na formação de licenciados que atuam em outros níveis educacionais, seja na formação de quadros para a atuação em sua vida político-administrativa, seja no aprimoramento e na difusão da cultura e das artes, seja, afinal, no permanente diálogo mantido com a sociedade”.

O gestor citou ainda os avanços recentes da instituição de ensino, como o crescimento em pesquisa e inovação, a exemplo da seleção de uma pesquisa da UFRN pelo Instituto Serrapilheira, sendo a única da região Nordeste do país; a conquista da 15a carta patente; a contribuição para a saúde pública por meio de convênio com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh); o desenvolvimento dos sistemas integrados de gestão, que hoje atendem a mais de 30 universidades, além da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), da Controladoria Geral da União (CGU), entre outros órgãos federais; por ter alcançado o 3o melhor índice do país em governança e gestão pública entre as instituições de ensino, conforme o Tribunal de Contas da União (TCU); entre outros destaques.

Para o docente, “forte é o respeito e a valorização da diversidade na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, não surpreendendo a decisiva participação da mulher em sua vida administrativa e pedagógica. E não é difícil reconhecer que o seu mais notável exemplo foi a eleição da reitora Ângela Paiva, à qual tenho a honra de suceder após quatro anos como vice-reitor, e cuja administração nos deixa um acervo de realizações capaz de justificar a ação universitária em qualquer latitude”.

José Daniel Diniz Melo

Bacharel em Engenharia Mecânica e Engenharia Civil, Daniel Diniz é professor titular do Departamento de Engenharia de Materiais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) desde 1996. Possui doutorado em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual do Colorado (EUA) e mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade do Maine (EUA). Fez estágio de pós-doutorado no Departamento de Aeronáutica e Astronáutica da Universidade de Stanford (EUA), de onde é professor visitante desde 2008.

Na UFRN, Daniel Diniz já desempenhou os cargos de chefe do Departamento de Engenharia de Materiais, entre os anos de 2004 e 2011, e diretor do Centro de Tecnologia, de 2011 a 2015. Foi vice-reitor da UFRN na segunda gestão da reitora Ângela Maria Paiva Cruz, de maio de 2015 a maio de 2019. Agora assume o cargo de reitor para o período 2019-2023.

Henio Ferreira de Miranda

Graduado em Educação Física, Henio Miranda é professor adjunto IV do Departamento de Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) desde 1978. Possui especialização em Ciências do Esporte pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e doutorado em Ciências da Saúde pela UFRN. Atua como auditor de justiça desportiva do Superior Tribunal de Justiça Desportiva Universitária. Entre os diversos cargos de gestão desempenhados em 40 anos de UFRN, foi vice-coordenador dos campi avançados, coordenador e chefe do Departamento de Educação Física, vice-diretor e diretor do Centro de Ciências da Saúde (CCS). Deixa a diretoria do CCS para assumir o cargo de vice-reitor para o período 2019-2023.

Vinte adolescentes que cumprem medidas socioeducativas no Case Caicó responderam às questões da primeira fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas - Obmep 2019 na terça-feira (21). Foi a primeira vez que socioeducandos atendidos pela unidade seridoense participaram do evento. Antes deles, alguns jovens já haviam feito a prova isoladamente em outras unidades, nunca em um grande grupo.

A aplicação das provas foi realizada em dois blocos: o primeiro para alunos de 6º e 7º anos e o segundo para 8º e 9º anos. A adesão dos adolescentes ao teste foi unânime. Todos que estavam aptos participaram, de acordo com o professor da disciplina, José Xavier.

“A unidade tem alunos muito bons em Matemática, que conseguem desenvolver bem o conteúdo e fazem todas as atividades”, destacou o professor José Xavier. “Outros têm alguma dificuldade, porque na maioria das vezes estão há algum tempo fora da escola – às vezes dois, três anos – mas eles também vão superando as dificuldades. Acredito que teremos alunos classificados pra segunda fase”, disse.

O professor ressaltou ainda a importância do apoio das equipes técnica e pedagógica do Case Caicó e do Centro de Educação de Jovens e Adultos Senador Guerra, ao qual está vinculado e que viabilizou a inscrição dos adolescentes.

José Xavier é professor de Matemática há 13 anos e há cerca de um ano está no atendimento socioeducativo, o que considera “uma experiência única”.

“A gente não sabe a realidade e vai com um pouco de receio, mas quando comecei a dar aula lá percebi que não era nada do que imaginava. Eu me sinto mais seguro dentro da unidade do que em escolas fora. É um trabalho que a gente tem que dar as mãos e é muito gratificante o resultado”, contou.

Esta é a 15ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas. Fazem a avaliação estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e também do Ensino Médio. O resultado da primeira etapa sai no dia 05 de julho. A segunda fase será realizada em 28 de setembro e o resultado final está previsto para 03 de dezembro.

Criada em 2005, a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas surgiu com o objetivo de descobrir jovens talentos para a Matemática, contribuir para estimular o estudo da disciplina por meio da resolução de problemas que despertem o interesse e a curiosidade de professores e estudantes, além de promover a inclusão social pela difusão do conhecimento.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza, por meio da Secretaria de Educação a Distância (Sedis), no próximo dia 30, o Seminário Regional UniRede Nordeste. O tema deste ano será A EaD em pauta: cenário, desafios e perspectivas na oferta das IES associadas Nordeste. O evento ocorre das 8h30min às 18h e contará com palestras e discussões relacionadas ao tema.

O Seminário Regional UniRede é um evento realizado anualmente nas cinco regiões do país, para discutir temáticas relacionadas ao contexto atual das políticas de educação a distância, com associados e potenciais associados. Os representantes de cada região propõem um tema que serve de suporte para as discussões no Seminário Nacional, no Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância e no Congresso Internacional de Educação Superior a Distância.

Considerando a oferta de cursos na modalidade de Ensino a Distância (EaD), as instituições necessitam discutir os principais problemas relativos à qualidade das ações pedagógicas, metodológicas e acadêmicas que permeiam as referidas ofertas. Nesta edição do Seminário, as discussões serão norteadas pelas temáticas: evasão, conceitos do Enade e contexto político da educação a distância no Brasil.

Por Iuska Freire

O Departamento de Gestão Ambiental, por meio do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Sociedade, Ambiente e Educação (LABEA), e o Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGEO/FACEM) realizam nesta terça-feira, 28, palestra com o tema “Pensar o Ambiente: uma prática da filosofia”.

A palestra será ministrada pelo Prof. Dr. Telmir de Souza Soares, às 8h, no auditório do curso de Música (DART), Campus Central. Conforme a professora Betânia Torres, coordenadora do LABEA, as inscrições serão realizadas no local. A palestra é aberta a estudantes, professores e demais interessados.

A iniciativa conta com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais e Humanas (PPGCISH) e o Programa de Pós-Graduação em Ciências Naturais (PPCN).



Twitter