NATAL PRESS

divulgação

Prática pedagógica, a inserção da temática ambiental nos centros de ensino concorre para o resgate da escola como lugar de debate, fundado na reflexão coletiva. Por esse motivo, a Maria Pereira Leite inovou, ao tratar o assunto mediante o experimento de sensações e percepções.

A sala do meio ambiente, coordenada pelos residentes do curso de Geografia da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) atuantes na unidade, fez sucesso entre os alunos nessa segunda-feira, 10. Divididos em grupos, estes adentraram o espaço de olhos vendados e pés descalços.

Além da ideia de preservação, o conhecimento dos sentidos está associado ao objetivo da atividade, conforme revelado pela diretora Fátima Marcelino. Segundo a gestora, folhagens, madeira e outros materiais influenciaram na arrumação do recinto, sugerindo realidade. A reprodução de sons de floresta ainda contribuiu à caracterização de floresta.       

Trabalhos confeccionados pelos estudantes sob a instrução dos educadores, relacionados ao tema, também foram dispersos no interior e exterior da sala, comemorativa do Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho).  



Twitter