NATAL PRESS

divulgação

CMEI Nossa Senhora de Lourdes, em Mãe Luiza, já contemplado com o projeto 


Com o objetivo de incentivar a prática da leitura na Educação Infantil, o projeto ‘Meu Cantinho de Leitura’ chega a sua quarta etapa contemplando mais 12 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) de Natal. Desenvolvido pelo mandato da vereadora Professora Eleika desde março de, a ação vem sendo executada gradativamente e já beneficiou 62 unidades de Educação Infantil do Município. Os 12 CMEIs restantes receberão o projeto no próximo mês de maio.


Para possibilitar a realização deste projeto foram investidos, até o momento, R$ 23 mil, sendo, apenas nesta etapa, R$ 4,5 mil, provenientes da doação de salário da vereadora Professora Eleika. Nos 12 CMEIs contemplados nesta quinta etapa, cerca de 2.400 crianças estão sendo beneficiadas. O projeto consiste na entrega de um kit de leitura composto por estante, tapete de EVA, três almofadas, quadro mural de cortiça e 24 livros, sendo seis de banho, cinco livros literários, três paradidáticos e 10 revistas da Turma da Mônica.

 

Para a vereadora Professora Eleika, o hábito da leitura deve ser incentivado desde os primeiros meses de vida. “Quem constrói uma boa base na infância e desenvolve o gosto pela leitura tem mais chances de ‘deslanchar’ nos anos seguintes. Então, este projeto visa criar um ambiente de leitura nos CMEIs para que projetos sejam desenvolvidos e as crianças se encantem com o universo dos livros”, diz a parlamentar.

 

Nesta etapa, todos as unidades beneficiadas estão localizadas na região Oeste de Natal, são elas: CMEI Professora Nossa Senhora de Fátima, CMEI Carmem Fernandes Pedroza, CMEI Bom Samaritano, CMEI Professora Maria do Socorro Lima, CMEI Missionário Odilon dos Santos, CMEI Jesiel Figueiredo, CMEI Nossa Senhora de Santana, CMEI Professora Arnaldo Arsenio de Azevedo, CMEI Professora Raquel Maria Filgueira, CMEI Professora Elaine do N. Lopes, CMEI Saturnina Alves de Lucena, CMEI José de Alencar Gomes da Silva, CMEI Professora Rosalba Dias de Barros.

 

 

 

Os setores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) têm até quinta-feira, 28, para enviar as demandas para aquisição de bens, materiais e contratação de serviços para os anos de 2019-2020. A documentação é obrigatória, em atendimento às Instruções Normativas 5/2017 e 1/2018 da Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, que tratam sobre o novo modelo de governança para planejamento das aquisições e contratações.

Essa ação estratégica é realizada em parceria entre a Pró-Reitoria de Administração (Proad), por meio da Diretoria de Material e Patrimônio (DMP), e a Secretaria de Gestão de Projetos (SGP). De acordo com o vice-diretor da DMP, João Paulo Paiva, a reformulação do fluxo envolve as unidades no processo antes centralizado na DMP, o que permite o maior detalhamento de como devem ser as características das aquisições para atender às necessidades do setor.

O secretário adjunto da SGP, André Gurgel, adiciona que a participação dos requisitantes proporciona benefícios em relação à qualidade, gasto e atingimento dos objetivos que se deseja alcançar com a compra. Para envolver as equipes das unidades nesse processo, foram realizadas visitas in loco, cinco capacitações pela Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp) e três fóruns para sanar as dúvidas sobre o novo fluxo de aquisições e contratações. O último fórum aconteceu na última segunda-feira, 25, no auditório da Reitoria.

Até o final de janeiro, aproximadamente 80% dos setores já haviam enviado os respectivos instrumentos, que serão agregados no Plano Anual de Contratações (PAC), para o posterior envio ao Ministério do Planejamento. As validações do documento serão realizadas no decorrer de 2019 para que, em 2020, a UFRN esteja apta a executar as aquisições e contratações.

Outras informações estão disponíveis aqui. Para esclarecimentos e orientações na formulação dos documentos, os interessados podem entrar em contato pelos números 3342-2274 (ramal 106), 3342-2274 (ramal 118) e 3342-2258.

Os Seminários de Bioinformática voltam para sua 5ª edição. Realizado pelo Instituto Metrópole Digital (IMD), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), os seminários mensais sempre tratam de temas relevantes, viabilizando intercâmbios de conhecimentos e o diálogo entre discentes, docentes e a sociedade em geral.

Em 2019, o IMD dará continuidade ao projeto e está com inscrições abertas para o primeiro seminário, que acontece nesta sexta-feira, 22 de fevereiro, às 13 horas, na sala B206 do Instituto. Vale ressaltar que um dos objetivos da proposta é estabelecer uma forte interação entre os profissionais da academia e do setor produtivo do Rio Grande do Norte.

Inscrições, programação e informações complementares estão disponíveis na página do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa).

De acordo com os números do ENEM 2019 contabilizados até o momento, o colégio CEI Mirassol alcançou um percentual de 78% de aprovação de seus alunos no Exame Nacional de Ensino Médio, um desempenho que coloca o estabelecimento de ensino como sendo protagonista de um dos melhores resultados registrados por escolas privadas do Rio Grande do Norte.

A excelência de ensino do CEI Mirassol garantiu aos seus alunos uma performance diferenciada no ENEM, o que resultou na aprovação de estudantes para 14 cursos em universidades públicas federais e estaduais. A aprovação dos alunos envolve cursos como medicina, direito, engenharia civil, engenharia eletrônica e de computação, letras-inglês, CeT, engenharia da computação, tecnologia da informação, odontologia, engenharia de produção, administração, jornalismo, farmácia e engenharia têxtil.
Para marcar a conquista dos alunos e da própria escola, já está sendo veiculada nas redes sociais uma campanha criada pela agência Crioula Propaganda intitulada “Esse é o Meu Momento”.

As peças publicitárias, segundo Corina Amorim, diretora pedagógica do CEI Mirassol, tem como objetivo celebrar um dos momentos mais significativos da vida de professores de alunos, que é a aprovação na universidade. “O excelente resultado é decorrente da metodologia eficaz adotada pela escola. Trabalhamos firmes na preparação e orientação para o Sisu deste ano e o resultado foi mais do que satisfatório”, declara a educadora.

eliel matias

A Universidade Potiguar recebeu do Ministério da Educação (MEC) o conceito 5, nota máxima concedida pelo Governo Federal a Instituições de Ensino Superior. O reconhecimento torna a UnP, integrante da rede Laureate, a única Instituição de Ensino Superior Privada do Rio Grande do Norte a alcançar este nível de avaliação. Além disso, garante à Universidade mais autonomia para expansão de seus cursos no interior do Estado.

Em fevereiro de 2019, a UnP recebeu a visita da comissão do MEC que avaliou in loco eixos como Desenvolvimento Institucional, Corpo Docente, Políticas Acadêmicas e de Gestão, e Infraestrutura. A avaliação é criteriosa e confirma à instituição por mais 10 anos, o título de Universidade, diferenciando-a dos Centros Universitários e Faculdades. Ou seja, a UnP continua sendo a única instituição privada do RN a abranger todos os níveis educacionais e em todas as áreas do conhecimento, desde a Graduação, até as Pós-Graduações Lato Sensu e Stricto Sensu.

“Esse resultado significa também para a UnP a autonomia para expansão com a criação de novos Campi fora de sede, como é o caso do Campus Mossoró. Além disso, na Capital do Oeste poderemos pedir a autonomia de nossas atividades, ampliando os cursos oferecidos no interior do estado”, explica o Reitor da UnP, Prof. Gedson Nunes.

Os conceitos do MEC são notas que variam de 1 a 5: 1 ou 2 são insuficientes e as instituições passam por diligências tendo que deixar de oferecer alguns cursos; o conceito 3 significa que a IES cumpre os requisitos necessários para o seu funcionamento; já a nota 4 mostra que a Universidade vai além de suas entregas.  “O conceito máximo, porém, mostra que além de ser uma instituição inovadora, a UnP é também pioneira e exitosa em suas ações no Rio Grande do Norte”, declara Nunes.

HISTÓRIA
A UnP é a única Universidade privada do Estado do Rio Grande do Norte. Com mais de 35 anos de atividades, foi fundada em 1981 sob a denominação de Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas – UNIPEC, sendo credenciada como Universidade em 1996. Desde 2007, integra a Laureate International Universities, líder global em Ensino Superior.

Possui mais de 33 mil alunos entre os campi em Natal e Mossoró, além de Polos em Caicó, Currais Novos, Pau dos Ferros e Limoeiro do Norte (CE). A UnP oferece cursos de Graduação, Pós-Graduação e Educação a Distância, com polos em diversas cidades do país, além de cursos técnicos. Por ser Universidade, também é a única Instituição Privada do RN a contar com Programas de Mestrado e Doutorado.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) divulgou nesta segunda-feira, 11, a segunda chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para preenchimento das vagas remanescentes pelos candidatos que se inscreveram na lista de espera. Os convocados na primeira chamada regular ocuparam 5.050 das 6.933 vagas oferecidas para ingresso via Sisu, o que corresponde a 73% do total. O cadastramento dos novos aprovados será realizado a partir desta quinta-feira, 14, em dias e horários específicos para cada curso.

Os aprovados nos campi de Natal e Macaíba serão cadastrados nos dias 14, 15, 16 e 18 de fevereiro, na Escola de Ciências e Tecnologia (ECT) do campus central, em Natal. Para os demais campi, o cadastramento ocorre de 14 a 16 de fevereiro no Centro Regional de Ensino Superior (CERES) de Caicó e entre os dias 14 e 15 nos campi de Currais Novos e Santa Cruz, que recebem os aprovados nos respectivos locais.

O atendimento acontece das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h, com divisão por datas e turnos para cada curso da UFRN. Devem comparecer tanto os aprovados para o primeiro semestre, quanto para o segundo semestre, que podem realizar o cadastramento por procuração pública com firma reconhecida em cartório. O candidato que não comparecer nos prazos e locais indicados em edital, ou que apresentar documentação incorreta ou incompleta, será eliminado do processo de preenchimento de vagas remanescentes e impedido de compor o cadastro de reserva para futuras convocações.

A lista de convocados da segunda chamada está disponível no endereço www.sisu.ufrn.br, onde os candidatos também encontram o edital para conferir os documentos necessários, horários de cadastramento e outras informações importantes.

A educação forma cidadãos e os direciona para um futuro melhor, com esse pensamento, o Partage Norte Shopping realiza, em parceria com o CDF Zona Norte, um aulão preparatório para o exame de seleção do IFRN. O aulão será acontecerá na Praça de Alimentação do Partage Norte Shopping, no próximo sábado (09), das 8h às 11h. A entrada é gratuita, com inscrições pelo www.partagenatal.com.br e as disciplinas ofertadas serão língua portuguesa, matemática e redação.

 

Serviço:

Aulão IFRN

Data: 09 de Fevereiro de 2019;

Local: Praça de Alimentação do Partage Norte Shopping;

Endereço: Av. Doutor João Medeiros Filho, 2395 – Potengi;

Horário: 08h às 11h;

Telefone: (84) 3674-8200 | 98189.8899 (WhatsApp)

Redes Sociais: @partagenatal

Site: www.partagenatal.com.br

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) encerra, nesta segunda-feira, 4, o cadastramento dos convocados em primeira chamada para os campi de Natal e Macaíba da UFRN, momento em que serão atendidos os retardatários de todos os cursos. O atendimento acontece na Escola de Ciências e Tecnologia (ECT) do campus central, em Natal, no horário das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h, horário local. Nos dois dias iniciais de cadastramento, foram matriculados quase três mil novos alunos. 

Para ingresso em 2019, a UFRN oferece 6.933 vagas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), com 4.649 para o primeiro semestre e 2.284 para o 2º semestre, distribuídas entre os 107 cursos ofertados pela instituição. Outro prazo importante para a próxima segunda-feira é para os candidatos que desejam concorrer para a segunda opção. Neste caso, há a necessidade de manifestar no site www.sisu.mec.gov.br o interesse em participar da lista de espera, que será utilizada para preenchimento das vagas remanescentes.

internet

A Neoenergia, controladora da Cosern, abriu hoje as inscrições para seu Programa de Bolsas para cursos de pós-graduação latu sensu nas áreas de Energia, Meio Ambiente e Tecnologia da Informação e da Comunicação em universidades na Espanha e no Reino Unido. A seleção é dirigida a alunos brasileiros ou residentes no Brasil, com título de graduação ou com graduação prevista até junho de 2019. As inscrições se encerrarão às 11h (horário de Brasília) do dia 29 de março próximo.

Os alunos selecionados poderão estudar em algumas das mais conceituadas universidades da Europa no ano acadêmico 2019-2020. Fazem parte da lista de instituições do Programa de Bolsas da Neoenergia, entre outras: Universidad Politécnica de Madrid; Universidad Politécnica de Valencia; Universidad de Zaragoza; Imperial College of London; University of Cambridge; University of Glasgow; University of Liverpool.

As bolsas contemplam as seguintes áreas de conhecimento: Energias Renováveis; Sistema Energético Sustentável; Meio Ambiente; Tecnologias limpas de carvão e Gestão de Emissões; Eficiência Energética; Armazenamento de Energia; Veículo Elétrico; Redes de Distribuição Inteligentes; Tecnologia da Informação e da Comunicação; Tratamento de Dados (Big Data) e Cibersegurança.

No processo de seleção, a Neoenergia analisará a documentação enviada, o histórico acadêmico, o currículo, o nível de Inglês e o interesse no projeto de estudos, entre outros itens. Para os candidatos admitidos, a empresa custeará o valor total do curso e uma bolsa auxílio mensal, de 1.580 euros para os bolsistas do Reino Unido, e de 900 euros para os bolsistas da Espanha, destinados a custos com moradia, transporte e materiais. As bolsas têm duração de doze meses, de acordo com o país escolhido pelo candidato.

Os interessados podem consultar todas as regras nos editais do Programa de Bolsas e preencher o formulário de inscrição online, disponíveis em: https://www.iberdrola.com/pessoas-talento/bolsas-internacionais-mestrado-iberdrola

Por meio dessa iniciativa, a Neoenergia pretende promover a excelência na formação de jovens talentos, interessados em se aprofundar em temas como energias renováveis, proteção do meio ambiente e na eficiência do sistema energético, e trabalhar em empresas do grupo no Brasil.


Sobre a Neoenergia

Com 13,7 milhões de unidades consumidoras atendidas por suas quatro distribuidoras – Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro (SP/MS) –, a Neoenergia é responsável por levar energia a 34 milhões de pessoas, quase 20% da população brasileira. Controlada pelo grupo espanhol Iberdrola, ela está presente em 18 estados e é uma companhia integrada de energia, atuando nos segmentos de Geração, Transmissão, Distribuição e Comercialização. Na área de Geração, entre ativos em operação ou em construção, o grupo tem capacidade instalada de 4.364 megawatts (MW). Sua área de concessão é de 836 mil quilômetros quadrados e abrange quase 1.000 municípios. Reconhecida como a empresa mais transparente do Brasil de acordo com o ranking 2018 da ONG Transparência Internacional, a Neoenergia é o 24º maior grupo empresarial do país, segundo o anuário Melhores e Maiores 2018 da revista Exame.

Sobre a Cosern

A Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), empresa do Grupo Neoenergia, é sexta maior distribuidora de energia elétrica do Nordeste em número de clientes e a quinta em volume de energia fornecida. Presente nos 167 municípios potiguares, a Cosern tem uma área de concessão de 53 mil quilômetros quadrados.  A empresa atende 1,4 milhão de clientes (3,5 milhões de habitantes).

DICAS DE SEGURANÇA COSERN

Não faça ligações clandestinas de energia elétrica. Além de crime, o “gato” coloca em riso a vida de quem faz e de quem está próximo. Denuncie a irregularidade de forma anônima no 116 da Cosern.

Nesta segunda-feira (28), foi divulgado o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), e, mais uma vez, o CEI Mirassol se destacou com relação ao desempenho de estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Este ano, a escola aprovou, na primeira chamada do certame, 74% dos alunos para 13 cursos em universidades públicas federais e estaduais.

As conquistas englobam aprovações nas três áreas científicas de graduação superior (Humanas, Exatas e Biomédica), e incluem os cursos de medicina, direito, engenharia civil, letras-inglês, CeT, engenharia da computação, tecnologia da informação, odontologia, engenharia de produção, administração, jornalismo, farmácia e engenharia têxtil.

Se destacando entre os futuros universitários que partem do CEI Mirassol rumo à vida acadêmica estão os alunos Yago Fernandes e Caio Fonseca, ambos aprovados em medicina (UFRN e UFPB, respectivamente); as feras da computação, Lucas Agnez, aprovado em segundo lugar no curso de Tecnologia da Informação (UFRN), e Ana Luiza Matos, segunda melhor nota no curso de Ciência e Tecnologia (UFRN); o futuro engenheiro civil, Gustavo Henrique Carvalho, classificado em terceiro lugar na UFRN; e a garota de ouro: Ainoa Ingunza, primeira colocada no curso de letras-inglês, também na federal potiguar.

Corina Amorim, diretora pedagógica do CEI Mirassol, celebra o excelente resultado e explica que ele é decorrente da metodologia eficaz adotada pela escola. “Contamos com um turno de disciplinas regulares, um turno de aulas complementares e turmas divididas por áreas de interesses. Também intensificamos o apoio psicológico com testes vocacionais profissionais. Além disso, é essencial destacar a importância da forte parceria que envolve os nossos profissionais capacitados, os alunos sempre dedicados e a participação constante das famílias. Trabalhamos firmes na preparação e orientação para o Sisu deste ano e o resultado foi mais do que satisfatório”, declarou a educadora.



Twitter