NATAL PRESS

 
Williane Silva - Ascom/Reitoria
 
 

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) publicou o edital de ingresso para os cursos de graduação do ano 2020. Os aprovados para os campi de Natal e Macaíba devem efetuar o cadastramento nos dias 30 e 31 de janeiro e 1º e 3 de fevereiro, na Escola de Ciências e Tecnologia (ECT) do campus central. Para os novos alunos do campus de Caicó, o procedimento ocorrerá nos dias 30 e 31 de janeiro e 1º de fevereiro, no Centro Regional de Ensino Superior do Seridó (CERES-Caicó). Já os estudantes de Currais Novos e Santa Cruz serão recebidos nos dias 30 e 31 de janeiro, no CERES-Currais Novos e na Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (FACISA), respectivamente. A UFRN oferece 6.933 vagas por meio do SiSU para 107 cursos de graduação nos campi de Natal, Macaíba, Currais Novos, Caicó e Santa Cruz, sendo 4.649 vagas para o primeiro semestre e 2.284 para o segundo período letivo.

O Colégio CBV, seguindo seu projeto de expansão, instalou, em 2019, uma unidade da escola em Natal, capital do Rio Grande do Norte, com uma proposta pedagógica diferenciada, baseada no uso da tecnologia e de novas metodologias para proporcionar ao aluno um aprendizado mais significativo, com atenção personalizada e buscando o seu desenvolvimento cognitivo, comportamental e afetivo.

Em 2020, o CBV firmou uma parceria estratégica com o Grupo Eleva Educação, atualmente a maior rede de educação básica do Brasil. Por já possuir, na cidade de Natal, o Colégio CEI - unidade Mirassol e, na cidade de Parnamirim, a unidade Zona Sul, a partir da parceria realizada, o CBV e o Eleva constataram a convergência de propósitos e serviços educacionais entre as duas instituições de ensino, surgindo então a necessidade de transferir os alunos do CBV, unidade Natal, para as unidades do CEI, onde estão sendo acolhidos de braços abertos.

Referência na área de educação, o CEI possui ampla e moderna estrutura física, programa bilíngue, Laboratório Inteligência de Vida (LIV), é destaque nos esportes e, no último ENEM, ficou em 1º lugar, considerando-se as escolas com todos os segmentos (da Educação Infantil ao Ensino Médio).

O CBV garantirá vaga em 2020 no CEI Mirassol e CEI Zona Sul com os mesmos valores já acordados para rematrícula e mensalidade, conforme tabela já divulgada para este ano letivo, a todos os alunos que se matricularem até o dia 20 de janeiro de 2020. Com essa medida, os pais e responsáveis não terão alteração no valor a ser desembolsado referente às mensalidades de 2020 dos seus filhos, já que os valores serão os mesmos que pagariam no CBV Natal. Os responsáveis que optarem por não levar os seus filhos para as unidades do CEI terão todos os valores pagos relativos a 2020 integralmente devolvidos.

Quanto aos funcionários e professores, o CEI está buscando alternativas para absorver o máximo de profissionais possível nas suas duas unidades. Aqueles que não forem absorvidos, terão todos os seus direitos pagos, conforme manda a lei.
A direção e a coordenação pedagógica do CBV estão à disposição de todos, para realizar atendimentos individuais, a fim de esclarecer qualquer dúvida e colaborar no que for possível, para minimizar os impactos dessa mudança na vida dos seus profissionais, alunos e seus familiares.

 

SOBRE O GRUPO ELEVA EDUCAÇÃO

O Eleva é detentor de uma rede de 130 escolas de alta qualidade acadêmica, com mais de 80 mil alunos e nasceu com o propósito de conectar culturas de resultado e aprendizagem para transformar o Brasil. Está presente no Distrito Federal e em 10 estados: Rio de Janeiro, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Pará, Paraná, Rio Grande do Norte e agora, em Pernambuco, com a parceria do CBV. É pioneiro em projetos inovadores, como o LIV – Laboratório Inteligência de Vida, que trabalha as competências e habilidades socioemocionais da criança e do adolescente.

divulgação

Alunos do colégio CEI Mirassol aproveitaram os últimos dias de 2019 para realizar uma ação filantrópica, doando latas de leites especiais, como o Neocate, Pregomin e  Nan Comfor, além de fraldas, material escolar e brinquedos para as crianças internadas no Hospital Varela Santiago. A inciativa, capitaneada pelo grêmio estudantil do estabelecimento de ensino é o resultado de uma campanha de ação social que foi elaborada pelos estudantes, após conhecerem in loco neste mês de dezembro a unidade hospitalar e constatarem a necessidade de se destinar para as crianças carentes o alimento especial.

Além das doações que foram entregues, os alunos Felipe França, Ana Clara Duarte, Ana Clara Gomes e Caio Valença, interagiram com as pessoas que são auxiliadas pela instituição e dedicaram um tempo para brincarem e conversarem com pacientes infantis do setor de Oncologia.

Segundo o presidente do Grêmio Estudantil, Caio Valença, os estudantes escolheram o Varela Santiago pelo fato de ser uma instituição que lida com enfermidades pediátricas de difícil tratamento, amparando crianças com problemas oncológicos. “Como esses tratamentos são extremamente caros, decidimos ajudar como podíamos e foi uma experiência bastante gratificante para todos nós”, disse.

Hellen Almeida

 

 

Por Hellen Almeida, de Agecom

Intercâmbios de exposições, realização de cursos nas áreas de conservação e restauro e capacitação da equipe educativa são algumas das atividades que devem acontecer em 2020, no Museu Câmara Cascudo (MCC) da UFRN. As propostas surgiram durante as visitas técnicas realizadas pela equipe do MCC realizadas na quinta-feira, 19, e sexta-feira, 20, em espaços museais nas cidades de João Pessoa (PB) e Recife (PE). 

Para o diretor do MCC, Everardo Araújo Ramos, as visitas foram muito produtivas, pois permitiram a equipe ampliar os conhecimentos na área de museus. “Fizemos registros fotográficos, conversamos com servidores dos espaços visitados, conhecemos as realidades vivenciadas por ele e detectamos o que podemos trazer de novas experiências para o Câmara Cascudo”, ressaltou.

Na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, em João Pessoa, onde acontece a exposição em conjunto com o MCC, intitulada Artes e Evolução – Uma Perspectiva Histórica, foi reforçado o desejo de estabelecer novas parcerias, fazendo intercâmbios de exposições. No Museu do Homem do Nordeste (MuHNE), da Fundação Joaquim Nabuco, em Recife, a equipe técnica dos dois museus estabeleceram contato na intenção de articular um curso de museologia de curta direção no MCC, ainda em 2020.

Já no Paço do Frevo, a equipe participou de uma visita guiada da exposição permanente, que apresenta o universo do frevo de maneira muito extensa e documentada. No Museu Cais do Sertão, vários aspectos da estrutura do espaço e também das atividades oferecidas impactaram a equipe do MCC. Everardo Araújo destacou o projeto conceitual, que apresenta a cultura sertaneja a partir da obra de Luiz Gonzaga; o projeto arquitetônico e expográfico, extremamente arrojado, com recursos diversos, criativos, eficazes, impactantes, envolventes, interativos; e a disponibilidade da equipe educativa, que compartilhou muitas experiências enriquecedoras.

“Nossa equipe participou de um workshop de música, no qual aprendeu sobre a história de diversos ritmos e ainda pôde tocar instrumentos musicais durante meia hora”, pontuou. No Museu Cais do Sertão, surgiu a ideia de elaborar um projeto de parceria com equipe do espaço, que deverá vir à Natal em 2020 para capacitar a equipe educativa do MCC.

A viagem foi finalizada com uma visita ao Museu do Estado de Pernambuco (MEPE), importante instituição de conservação e divulgação da cultura e da arte no estado. No local, a equipe técnica da instituição apresentou os espaços e exposições em cartaz e se mostrou bastante disponível para intercâmbios com o MCC. “Tendo em vista o renomado trabalho do MEPE na área de conservação e restauro, devemos articular a vinda deles para capacitar nossa própria equipe nessa área”, revelou.

As visitas técnicas a museus na Paraíba e em Pernambuco possibilitaram à equipe do Museu Câmara Cascudo novas vivências e experiências. O coordenador técnico-científico e cultural do Museu Câmara Cascudo, Wagner de França Alves, considerou importante conhecer outras realidades para poder melhorar as iniciativas que já realizam no MCC. De acordo com ele, essas mudanças acontecem por meio da troca de experiências em visitas técnicas como as realizadas na semana passada. “Percebi, durante a viagem, que precisamos investir em mais acessibilidade nas informações repassadas aos visitantes do Museu”, colocou.  

Para a bolsista de Produção Cultural do MCC, Tays Bianos, as visitas permitiram perceber o quanto ela pode contribuir com o MCC e quanto os museus podem ser, de fato, dinâmicos. “Com essa experiência, observei que os museus podem trazer sensações das mais diversas aos visitantes e que cada museu, na sua desenvoltura, comporta o acervo de uma forma única. E ainda que, de fato, não existe uma fórmula para compormos um museu”, acrescenta.

Tays cita como exemplos de novas ações que podem ser levadas para o MCC a mediação teatralizada, que chama a atenção de adultos e crianças e faz ter uma compreensão melhor das exposições, e as oficinas de música, que podem ser feitas a partir de parcerias com a Escola de Música da UFRN. Dessa forma, ela acredita que pode-se dinamizar as atividades e sair um pouco dessa questão de realizar apenas exposições.

divulgação

 

Alunos de duas das principais escolas privadas do Estado - os colégios Cei Mirassol e Cei Zona Sul – foram destaques na Olimpíada de Química do RN (OQRN)  Olimpíada Brasileira de Química (OBQ), Olimpíada Norte e Nordeste de Química (ONNeQ) e na Olímpiada Nacional de Ciências (ONC). Um total de vinte e seis alunos das instituições foram premiados, durante solenidade realizada na UFRN. A medalha de ouro na Olímpiada Nacional de Ciências coube ao estudante, Lucas Muller. Já o aluno Miguel Inácio foi o medalhista de ouro na Olimpíada de Química e destacou ter sido fundamental o respaldo da escola, através de aulas específicas, apoio pedagógico e material de qualidade. 

 
Os alunos premiados na Olimpíada de Química do Rio Grande do Norte foram Miguel Inácio Silva Gomes (Medalha de Ouro),  Davi Diogenes Ferreira de Almeida (medalha de prata),  Ana Laura Santos de Almeida, Pedro Vinicius Oliveira Maciel Pinho e Lucas Müller Régis de Oliveira (medalha de bronze), Annita Aquino Freitas, Antonio de Cesare del Nero, Artur Gomes Confessor, Pedro Lucas Félix Fernandes e João Lucas Hernandes Detogni (menção honrosa). Na Olimpíada Brasileira e na Norte Nordeste de Química, Lucas Müller Régis de Oliveira recebeu medalha de bronze e menção honrosa respectivamente. Os alunos Renato Lorli, Carlos Alberto da Costa Gutierre Neto e Juliana Ribeiro Bila, obtiveram menções honrosas na Olimpíada Brasileira de Química Jr.
 
Já na Olimpíada Nacional de Ciências, ganharam  medalhas de ouro os estudantes Lucas Müller Regis de Oliveira, Davi Diogenes Ferreira de Almeida, Artur Gomes Confessor, Miguel Inácio Silva Gomes, Luciano Rodrigues da Silva Filho e Hafael Thor Macêdo Ferreira. As medalhas de prata foram concedidas a Júlia Dantas Vieira, Ana Luisa Mello Rocha, Lucas Xavier de Almeida, Pedro Vinicius Oliveira Maciel Pinho, Marcos Yuki Aquino Neves, Pedro Lucas Félix Fernandes e João Lucas Hernandes Detogni. Já os alunos Laura Nóbrega Torreão de Melo, Antonio de Cesare Del Nero e Ana Laura Santos de Almeida, conquistaram medalhas de bronze, enquanto Amanda Vitória Pinto de Oliveira, Caio Mauro Rocha Valença, Gustavo Boscoli de Souza Pereira, Pedro Emmanuel Silva Bezerra Lima e Ana Letícia Peixoto Targino Bezerra receberam menções honrosas.

Está aberta até 13 de janeiro de 2020 a seleção para candidatos e formação de cadastro de reserva do Núcleo Operacional do Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX) no Rio Grande do Norte. O PEIEX é uma iniciativa da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimento (Apex-Brasil) e, em sua nova fase no estado, será instalado em Natal, Caicó e Mossoró.

O programa qualifica empresas que desejam iniciar a exportação de seus produtos ou serviços. No RN, a Apex-Brasil firmou um convênio com a UnP, integrante da rede Laureate, para que a instituição execute o PEIEX nas três cidades.

Serão oferecidas dez vagas distribuídas nas funções de Monitor, Técnico e Apoio e os aprovados atuarão na modalidade bolsista por até 24 meses. As bolsas variam de R$ 950 a R$ 5.920.

Requisitos
Entre os requisitos, estão formação (ou em andamento para o cargo de Apoio) nos Cursos de Comércio Exterior, Administração ou Relações Internacionais. Além disso, são avaliados critérios como experiência profissional, conhecimentos específicos, competências e fluência em idiomas como inglês e espanhol.

Para se candidatar, é necessário enviar uma mensagem para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. contendo os seguintes documentos em PDF: Curriculum Vitae, com as devidas comprovações de tempo mínimo de experiência profissional; e cópias do RG e do CPF; do comprovante de residência; do diploma de graduação, quando for o caso; do diploma de mestrado, quando for o caso; do certificado de especialização, quando for o caso; e da  da declaração de matrícula e histórico do curso de Graduação e/ou Pós-graduação (para candidatos a Apoio Técnico).

O edital com todos os detalhes do processo seletivo pode ser conferido clicando aqui. Outras informações podem ser obtidas através do Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Professores e estudantes de todo o Estado se reúnem na próxima quinta-feira (12), das 14h às 18h, para o evento de encerramento das ações educativas do projeto “Educação com Energia”, desenvolvido como iniciativa do Programa de Eficiência Energética da Cosern.

O encontro será realizado no edifício sede da empresa, na Cidade Alta, e vai premiar as 10 melhores iniciativas para ensino com abordagem sobre o tema “Eficiência Energética” desenvolvidas em 2019.

No evento serão reconhecidos os alunos que se destacaram nos projetos e também será realizado o lançamento do livro “Educação com Energia”, que consolida os resultados obtidos durante o ano, com textos e imagens das experiências realizadas nas escolas que participantes das ações.

Regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o projeto “Educação com Energia” conta com várias vertentes de atuação: “Aulas de Energia”, “Festival Tô Ligado na Energia” e o “Energia que Transforma”. Todos realizados com o público estudantil e tendo como foco a disseminação de conceitos para o uso eficiente e seguro da energia elétrica.

A iniciativa, que conta ainda com o apoio do WWF-Brasil e das Secretarias de Educação do Rio Grande do Norte e Municipal de Natal, teve a participação de 22.688 estudantes, 1.171 professores e 217 escolas participantes da grande Natal e interior do Estado.

As ações educativas do “Festival Tô Ligado na Energia” renderam ao Grupo Neoenergia o Prêmio ODS Pacto Global 2019 na categoria Parcerias/Grandes Empresas. A parceria com o músico Carlinhos Brown na utilização dos  personagens Paxuá e Paramim facilitaram esse reconhecimento.

 

ENERGIA QUE TRANSFORMA

O projeto promove a capacitação de educadores nos temas: Eficiência Energética, Segurança no uso da Energia Elétrica e Energias Renováveis, utilizando a Metodologia Energia que Transforma, desenvolvida pela Fundação Roberto Marinho/Canal Futura. Lançado em 2013, o projeto já formou 781 educadores e impactou 94.966 alunos da Grande Natal e no interior do Estado. O WWF foi responsável pela sensibilização dos professores no tema da preservação do meio ambiente.

 

FESTIVAL “TÔ LIGADO NA ENERGIA”

Para promover a reflexão sobre o uso seguro e eficiente da energia, por meio de uma gincana, o festival “Tô Ligado na Energia” é realizado em escolas da rede pública de ensino, estimulando a multiplicação do conteúdo de forma lúdica e divertida, movimentando a unidade escolar, a família dos estudantes e as comunidades do entorno.  Desde quando iniciada, em 2016, o festival já foi realizado em 12 escolas, impactando diretamente 4.430 alunos da Grande Natal e interior do Rio Grande do Norte.

 

AULAS DE ENERGIA

Formado por uma rede de Espaços Educativos, instalados no Ecoposto Energia Eólica de Maracajaú e por Unidades Móveis Educativas, a iniciativa já recebeu cerca de 44.881 mil visitantes, entre crianças, jovens e adultos, desde que foi criado, em 2014. Os espaços possibilitam o aprendizado aos consumidores para que se tornem mais responsáveis e cidadãos sensíveis quanto à necessidade de cuidar dos recursos naturais disponíveis no planeta.

alex régis
 
O prefeito Álvaro Dias visitou, nesta sexta-feira (06/12), a Escola Municipal Professor Veríssimo de Melo, no bairro de Felipe Camarão, na zona Oeste de Natal. Acompanhado do deputado federal General Girão (PSL), de secretários municipais e representantes da Secretaria Municipal de Educação, o gestor da capital percorreu todo o estabelecimento de ensino, que se transformará, em 2020, na primeira escola Cívico-Militar do Rio Grande do Norte.

“Essa escola receberá um grande investimento e queremos que ela se torne modelo, não apenas para nosso estado, mas para o País”, enfatizou Álvaro Dias. O prefeito de Natal agradeceu o esforço do general Girão na obtenção dos recursos necessários para a implantação do projeto. “É importante que ele tenha ido junto, porque está ajudando muito na obtenção desses recursos”, comentou.

Álvaro Dias falou com funcionários, professores e alunos. Na sala do 9° ano, o prefeito fez questão de parabenizar aos professores e estudantes da escola que teve seis aprovados no exame de seleção do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - IFRN. “Parabenizo a todos, porque vocês estão mostrando que são bons alunos e também que temos bons professores”, disse. O chefe do executivo disse ainda que espera uma reformulação no estabelecimento de ensino, desde a estrutura geral da escola, até os equipamentos, passando pela relação com pais e alunos.

“As escolas Cívico-Militares que estão sendo implantadas no Brasil têm mostrado bons resultados no aprendizado e nas relações entre alunos-alunos, professores-alunos, etc. Esperamos que a nossa siga esse mesmo padrão”, comentou o general Girão à respeito da expectativa do gestor municipal.

Segundo o diretor-administrativo da escola, Walker Andrade, em pesquisa feita com a comunidade escolar, incluindo país, cerca de 95% dos ouvidos aprovaram a iniciativa. “Apesar da relação complicada de comunicação com alguns pais, tivemos essa aprovação. É um clamor da população”, disse o diretor. A escola possui cerca de 900 alunos distribuídos entre o 6° e o 9° ano do Ensino Fundamental.

 

O programa

O MEC tem o objetivo de instalar 216 escolas cívico-militares em todo o país até 2023 — a iniciativa piloto, em 2020, contemplará 54. Para o ano que vem, o orçamento para o programa é de R$ 54 milhões, R$ 1 milhão por escola. O dinheiro será investido no pagamento de pessoal ou na melhoria de infraestrutura, compra de material escolar, uniformes, reformas, entre outras pequenas intervenções.

As escolas em que haverá pagamento de pessoal serão aquelas em que haverá parceria entre o MEC e o Ministério da Defesa, que contratará militares da reserva das Forças Armadas para trabalhar nas escolas. A duração mínima do serviço é de dois anos, prorrogável por até dez, podendo ser cancelado a qualquer tempo.

Os profissionais vão receber 30% da remuneração que recebiam antes de se aposentar. Os estados poderão ainda destinar policiais e bombeiros militares para apoiar a administração das escolas. Nesse caso, o MEC repassará a verba à prefeitura que, em contrapartida, investirá na infraestrutura das unidades, com materiais escolares e pequenas reformas.

 

Concurso literário

Durante o Concurso Literário da Funcarte 2019, alunos da Escola Municipal Professor Veríssimo de Melo obtiveram as seguintes classificações:

Categoria Redação:

Maikon Vinicius de Fontes Silva - 2° lugar (aluno do 8° ano)

Raytallo Martins Dantas - 3° lugar (aluno do 9° ano)

 

Categoria História em Quadrinhios:

Josiane Lima Torres - 3° lugar (aluno do 8° ano)

 

Categoria Poema:

Kauê Gonçalo Nascimento - 2° lugar (aluno do 8° ano)

Antônio Ailson Eduardo Filho - 3° lugar (aluno do 9° ano)

Williane Silva - Ascom/Reitoria

Cumprindo a agenda de visitas aos parceiros da 72ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), o reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo, e a comissão organizadora do evento, André Gurgel e Emanuela Justino, estiveram na Justiça Federal do Rio Grande do Norte (JFRN) para se reunir com o diretor do Fórum, juiz federal Carlos Wagner Dias Ferreira. O objetivo do encontro foi discutir ações conjuntas durante o maior evento científico da América Latina, que acontecerá de 12 a 18 de julho de 2020, no campus central, em Natal.

 

Williane Silva - Ascom/Reitoria 

A comunidade acadêmica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) participa, desta quarta-feira, 27, até dia 7 de dezembro, da escolha da mascote da 72ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). O personagem escolhido representará a instituição de ensino no evento da SBPC, que acontecerá de 12 a 18 de julho de 2020, no Campus Central.

Podem participar da votação todos os estudantes, professores e técnicos administrativos da universidade, escolhendo entre a coruja ou a iguana. O resultado levará em consideração o total absoluto de votos, e vencerá a imagem mais votada. Para votar, basta acessar o Sistema Integrado de Gestão de Eleições (SIGEleição), efetuando o acesso e escolhendo a opção “Votação Mascote SBPC”.

SBPC na UFRN

A 72ª Reunião Anual da SBPC acontecerá na UFRN, com o tema Ciência, educação e desenvolvimento sustentável para o século 21 e será estruturada em três partes: científica, Expotec e SBPC Jovem. A reunião é o maior evento científico da América Latina e oferta uma programação gratuita e aberta para toda a população, com conferências, palestras, rodas de conversa, encontros, oficinas e minicursos de todas as áreas do conhecimento. O principal objetivo é aproximar a ciência da sociedade, mostrando que os estudos científicos fazem parte do nosso cotidiano e são necessários para a qualidade de vida da população. 



Twitter