NATAL PRESS

A BlinDog, empresa vinculada à incubadora Inova Metrópole, do Instituto Metrópole Digital (IMD), recebeu na semana passada, após participar do programa de TV Shark Tank, um investimento de 300 mil reais.

Especializada em produtos tecnológicos para cachorros, a BlinDog alcançou reconhecimento no programa, gravado em maio pelo canal Sony, por meio do empresário João Appolinário, presidente e fundador da Polishop.

As sócias Luana Wandecy e Natália Dantas comemoraram a conquista e comentaram acerca da participação no programa TV Shark Tand. Sobre o investimento, acrescentaram que ele representa uma meta alcançada. “Foi tenso, emocionante e surpreendente até para nós. Mas foi realmente o que a gente queria, nosso foco era João Appolinário e conseguimos. Ficamos muito satisfeitas com o resultado”, conta Luana Wandecy.

Perfil empreendedor

As sócias Luana e Natália contaram ainda que, para ganhar reconhecimento no programa, é preciso mais do que um produto que chame atenção. Segundo elas, é necessário também ter um bom perfil empreendedor. “Apesar de no programa só aparecerem 15 minutos de negociação, conversamos por uma hora com os investidores. A todo tempo era pergunta sobre Luana e Natália, sobre o nosso perfil como empreendedoras. Você pode ter um produto extraordinário, mas sem um bom perfil, fica difícil negociar”, explica Luana Wandecy.

Para as sócias, a participação da startup no Shark Tank foi positiva não apenas pelo investimento. A visibilidade gerada pelo programa, que além da Sony é televisionado pela rede Bandeirantes, era outra fato motivador. ”Só estar lá já foi um grande passo. Mas não era só o investimento em si, a gente estava se lançando para o mercado”, concluiu Natália Dantas.

Negociações

Programa que oferece a oportunidade de empresas de todo o Brasil fecharem acordos com os grandes investidores do mercado (sharks), o Shark Tank contou com uma negociação acirrada para a BlinDog.

Após a apresentação de seu produto – uma coleira criada para auxiliar cachorros cegos – e das sócias da startup abordarem temas como faturamento e mercado – a BlinDog finalizou as negociações com Appolinário, que ofereceu 300 mil reais por 33% da empresa. “No final, ele decidiu investir em nós, com a condição de que não ficássemos só com um produto, mas criássemos uma linha de pets, a ser disponibilizada em todas as lojas Polishop”, conta Luana Wandecy.

alex régis
 
"Estamos iniciando um novo momento na cidade com a sanção desta lei que moderniza, facilita e cria um ambiente de negócios favorável para atração de investimentos, geração de emprego e ampliação de recursos para a administração municipal executar os programas que a cidade precisa para se desenvolver". Com essas palavras o prefeito de Natal, Álvaro Dias, celebrou a sanção da Lei Geral da Micro e Pequena empresa. A solenidade ocorreu na manhã desta quarta-feira (17) no salão nobre do Palácio Felipe Camarão.
A Lei Geral da Micro e Pequena Empresa foi desenvolvida com o objetivo de reduzir a informalidade e gerar novas oportunidades de negócios em um ambiente propício ao desenvolvimento e a empregabilidade. Isto é, incentivar a abertura e a regularização desses empreendimentos. Além de criar uma rede municipal de políticas de desenvolvimento para promover discussões acerca das políticas públicas de desenvolvimento econômico na cidade.

A nova lei vai propiciar ainda uma modernização nas vistorias e fiscalizações. Entre os pontos a serem incluídos está a simplificação das normas do alvará de funcionamento provisório, que poderá passar a ser definitivo, em alguns casos, e o alvará definitivo que será facilitado, permitindo o início de operação do estabelecimento imediatamente após o ato de registro. A medida também vai compatibilizar e integrar procedimentos em conjunto com outros órgãos, garantindo-se a linearidade dos processos e evitando a duplicidade de exigências, por exemplo. E ainda permitir que o registro e a legalização em vários aspectos sejam simplificados, racionalizados e uniformizados pelos órgãos envolvidos na abertura, alteração e fechamento de empresas.

Além disso, concede incentivos tributários,  através da diminuição da alíquota do IPTU para o Microempreendedor Individual e a Micro Empresa, isentando ainda completamente os custos de licenciamento para o Microempreendedor individual.

Álvaro Dias destacou que 90% dos negócios de Natal são do segmento de micro e pequenos empresários. Destes, 35 mil, faturam 80 mil por ano e essa lei tem como foco justamente esse tipo de empreendedor: "O poder público tem que agir como agente facilitador da vida das pessoas e atuar para estimular um ambiente de negócios favorável à atração de novos investimentos. Estamos fazendo isso hoje com a sanção da lei. É a valorização da classe produtiva que movimenta a nossa economia. Aproveito o momento para reconhecer o papel exercido pela Câmara Municipal na aprovação do projeto e de todos os entes envolvidos nesse processo. Estamos muito otimistas", asseverou.

O presidente da Fecomércio/RN, Marcelo Queiroz, saudou o prefeito Álvaro Dias pela sanção do projeto e projetou um futuro alvissareiro para a economia da capital potiguar com a sanção da medida: “O alcance dessa legislação é enorme. Estamos ansiosos pela chegada dessa momento e ele finalmente chegou. Essa lei foi construída a base de muito diálogo e todos entenderam a importância social e econômica que ela possui. Vamos agora trabalhar para fomentar ainda mais a cultura empreendedora na nossa cidade”.


Participaram do evento o deputado federal Walter Alves, o superintende do Sebare/RN, Zeca Melo, a diretora geral da AGN, Márcia Maia, e os vereadores Nina Sousa, Kleber Fernandes, Felipe Alves e Aroldo Alves. Além de dirigentes de entidades empresariais, secretários municipais e representantes da sociedade civil.

divulgação

Consumidores e comerciantes devem ficar alertas, principalmente, para a presença obrigatória do Selo do Inmetro nas balanças

Os consumidores e comerciantes devem estar atentos as possíveis fraudes nas balanças de pesagem de alimentos. O equipamento tanto pode estar fraudado para alterar a pesagem como pode ser uma balança que não foi certificada pelo Inmetro e pelo Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte – IPEM/RN. 

De acordo com o diretor-geral do IPEM/RN, Theodorico Bezerra Netto, para saber se a balança está regularizada o consumidor deve ficar atento se a mesma possui o Selo do Inmetro. “O selo é a garantia de que aquele produto foi verificado e está em conformidade de acordo com as exigências do órgão regulador e que, no caso das balanças, medirá corretamente o peso. Caso o consumidor verifique alguma irregularidade basta comunicar ao IPEM/RN e se for comprovada será feita a apreensão. O comerciante terá um prazo de dez dias para fazer uma defesa administrativa e poderá ser multado em valores que variam de R$100 a R$1,5 milhão”, explica.

Uma balança irregular além de prejudicar o consumidor, também pode indicar crime de receptação (origem ilícita) e sonegação fiscal. “Por vezes o comerciante e um feirante, por exemplo, nem tem consciência que estão cometendo um crime ao utilizar balanças irregulares. Por isso que o comerciante deve ter o cuidado de adquirir uma balança que seja certificada em lojas especializadas”, reforça o diretor.

Além de verificar a presença do Selo do Inmetro na balança, consumidores e comerciantes devem verificar a unidade de medida, que deve ter a grafia em letra minúscula, e o modelo e a marca da balança, que devem estar na frente e fundo do equipamento.

Caso o comerciante ou consumidor desconfie de alguma irregularidade deve denunciar ao IPEM/RN pelo número 0800 281 4054, pelo email – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo whats app 84 98147-9433. 

A Cosern, empresa controlada pela Neoenergia, fez um balanço das ações da “Operação Varredura” no primeiro semestre de 2019 em todo estado.

Realizada em parceria com as polícias Civil e Militar, a “Varredura” realizou 29 mil inspeções em estabelecimentos comerciais e residenciais e identificou e desativou 3.469 ligações clandestinas de energia elétrica (o popular “gato”) nesse período.

A energia recuperada nesse período com a Operação seria suficiente para abastecer, por exemplo, os municípios de Macaíba e Apodi juntos durante um mês (o equivalente a 116.667 residências).

O “gato” de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar a 04 (quatro) anos de reclusão. De janeiro a junho, 07 pessoas foram presas em flagrante em todo estado cometendo a irregularidade.

Além de crime, o “gato” representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode provocar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos.

A população pode denunciar as fraudes, de forma anônima e segura, no telefone 116 ou no site da Cosern.

 

Sobre a Cosern

Melhor Distribuidora do Nordeste e 2ª Melhor do Brasil no Prêmio Abradee 2019, eleita em pesquisa da Aneel sobre satisfação dos clientes como a 3ª Melhor Distribuidora do Brasil e premiada em 2018 e 2019 como a Melhor Ouvidoria do país, a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), empresa do Grupo Neoenergia, é a sexta maior distribuidora de energia elétrica do Nordeste em número de clientes e a quinta em volume de energia fornecida. Presente nos 167 municípios potiguares, a Cosern tem uma área de concessão de 53 mil quilômetros quadrados.  A empresa atende 1,4 milhão de clientes (3,5 milhões de habitantes).

Em caso de falta de energia, a Cosern orienta:

  • Enviar um SMS para 26560, informando apenas o número da sua conta contrato. Para facilitar, salve-a no bloco de notas do seu smartphone;
  • Baixar o aplicativo da Cosern, utilizar a função “Falta de Energia” para agilizar o atendimento; ou
  • Telefonar para o 116.

DICAS DE SEGURANÇA COSERN

Não faça ligações clandestinas de energia elétrica. Além de crime, o “gato” coloca em risco a vida de quem faz e de quem está próximo. Denuncie a irregularidade de forma anônima no telefone116 da Cosern.

 
O Governo do Estado iniciou hoje o pagamento da folha salarial do mês de julho. São mais de 204 milhões injetados na economia potiguar na metade do mês, referentes ao salário de 79,88% do funcionalismo estadual.
 
Recebem hoje o salário integral os servidores da área de Segurança Pública e quem recebe até R$ 3 mil (valor bruto), além de 30% do salário a quem recebe acima desse valor. 
 
O restante do pagamento está agendado para o próximo dia 30, com o depósito de 70% dos que recebem acima de R$ 3 mil e o salário integral dos funcionários lotados nas pastas com recursos próprios.
 
O Governo do Estado segue no trabalho diário pela busca de recursos extras com medidas e ações planejadas para quitar as três folhas restantes em atraso.
 

No começo deste ano, o Partage Norte Shopping deu início às obras de expansão do empreendimento, que serão realizadas em três grandes etapas e finalizadas em 2022. A primeira etapa, que já se encontra em avançado estágio de construção, engloba novas lojas, vagas cobertas de estacionamento e um novo acesso para o Shopping, com previsão de entrega para o mês de novembro de 2019.

Contudo, um crescimento acontece, principalmente, de dentro para fora. Nesse conceito, o Partage Norte Shopping vai dar início a várias melhorias internas, a partir desta quarta-feira (10), onde serão renovados o piso e forro do empreendimento, iniciando pelo 1º piso, próximo às lojas C&A e Stalker.

As melhorias acontecerão de forma gradual, em espaços limitados, de forma que a interferência na rotina do empreendimento seja mínima. A previsão de término, desta primeira etapa, também, será neste ano, onde o Shopping já vai contar com uma nova Praça de Eventos, escadas rolantes e fixa reposicionadas, além de novo piso e teto.

 

Expansão Partage Norte Shopping

Com previsão de entrega em 2022, a obra será realizada em três grandes etapas, com investimento total de R$185 milhões. Após a conclusão, o Partage Norte Shopping Natal, praticamente, duplicará sua área construída, passando de 28 mil m² para mais de 45 mil m² de ABL (Área Bruta Locável), com um acréscimo de mais de 116 lojas, sendo 4 novas âncoras, 3 mega lojas, 2 restaurantes e 10 fast foods.

 

As obras contemplam a construção de um novo acesso ao Shopping, maior variedade de lojas e serviços, deck parking, com a oferta de cobertura para os veículos, além da ampliação da praça de alimentação.

Sinônimo de descanso para alguns, o período de férias no mês de julho significa a oportunidade de conquistar a vaga de estágio/aprendizagem para outros. De acordo com levantamento do Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE durante o mês de julho serão disponibilizadas 10.129 vagas de estágio e 2.672 de aprendiz nos estados administrados pela instituição.

O estado de São Paulo acumula 6.532 vagas de estágio e 1.897 de aprendizagem. Já o Centro-Oeste e Distrito Federal contam com 1.631 oportunidades para estudantes do ensino superior e 257 para aprendizes. O Nordeste acumula 1.498 vagas de estágio e 404 de aprendizes. Já a região Norte conta com 468 oportunidades para estagiários e 114 para aprendizes.

A sazonalidade ocorre, pois tanto o contrato de estágio, quanto o de aprendizes, tem tempo pré-determinado. Os picos ocorrem nos meses de julho, dezembro, janeiro, fevereiro e março.

Entenda

O aprendiz é contratado em regime CLT especial, com tempo pré-determinado. As vagas são destinadas para jovens entre 14 e 24 anos incompletos que estão cursando ensino fundamental, ensino médio ou já concluíram. A cota é a única medida pública que combate a evasão escolar e o trabalho infantil.

 

O estágio é um contrato educacional e por isso é obrigatória a participação de uma instituição de ensino. Alunos do ensino médio, técnico e superior podem ser estagiários. Desde a mudança na Lei de Estágio o contrato ganhou tempo máximo de dois anos.

 

CIEE 55 anos - Transformando vidas, construindo futuros

Desde sua fundação, há 55 anos, o CIEE se dedica à capacitação profissional de estudantes por meio de programas de estágio. Em 2003, abriu uma nova frente socioassistencial com a aprendizagem. Atualmente, administra o estágio de mais de  200 mil estudantes e a aprendizagem de mais de 100 mil adolescentes e jovens. Em paralelo, mantém uma série de ações socioassistenciais voltada à promoção do conhecimento e fortalecimento de vínculos de populações prioritárias.

Acompanhe o CIEE pelas mídias sociais: Facebook,InstagramTwitterYouTube e Linkedinwww.ciee.org.br

 

5 FATOS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O CIEE

1 - É uma entidade de assistência social, de caráter filantrópico, sem fins lucrativos e não tem qualquer vinculação com os governos, Sistema S (Sesi, Sesc, Senai) ou entidades de classe.

2 - Promove o acesso e a integração ao mundo do trabalho a adolescentes e jovens por meio da oferta de programas de estágio e aprendizagem.

3 - É uma entidade qualificada para ministrar os encontros de capacitação socioprofissional a aprendizes. 

4 - É mantida por contribuições de empresas e órgãos públicos parceiros nos programas ofertados. Nada é cobrado dos jovens e adolescentes beneficiados.

5 - É dirigido com um conselho composto por educadores, profissionais liberais e empresários, todos voluntários.

Foto: Bruna Justa

Empresas e startups receberão recursos para criar soluções para a indústria do petróleo, gás e energia
 
Empresas e startups receberão recursos para criar soluções para a indústria do petróleo, gás e energia
 

Por: Cleonildo Mello

 

O Sebrae e a Petrobras vão investir somente neste ano um montante de até R$ 10 milhões para estimular startups, microempresas e empresas de pequeno porte a desenvolver soluções disruptivas para atender às necessidades e sanar os principais desafios da cadeia de valor da indústria do petróleo, gás e energia. A parceria será anunciada nesta sexta-feira (5) e visa financiar e dar apoio tecnológico e de gestão à pequenas empresas inovadoras. O acordo entre o Sebrae e a Petrobras é parte do programa Petrobras Conexões para Inovação. Os recursos serão repassados por meio de editais de Chamada Pública, cujas inscrições começam no dia 1º de agosto e prosseguem até 5 de setembro.

O primeiro dos editais previstos no programa já será lançado logo mais, às 14h, na Casa Firjan no Rio de Janeiro. Estarão presentes o diretor executivo de Desenvolvimento da Produção e Tecnologia da Petrobras, Rudimar Lorenzatto; o superintendente de Pesquisa e Desenvolvimento da ANP, Alfredo Renault; e o diretor superintendente do Sebrae no Rio de Janeiro, Antônio Alvarenga Neto. Eles apresentarão os desafios e critérios para a seleção das empresas.

A ideia é liberar recursos para que essas empresas possam desenvolver tecnologias que solucionem os desafios da indústria de petróleo, gás e energia. As empresas selecionadas terão apoio para superar os desafios dos anos iniciais, período entre a prova de conceito da solução inovadora e a geração de receitas pela produção. Além disso, o programa vai preparar as selecionadas para gerar mais produtos, serviços e modelos de negócios inovadores. As empresas também vão participar gratuitamente do Programa de Empreendedorismo Tecnológico do Sebrae.  

A iniciativa prevê suporte financeiro para os projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, diagnóstico de maturidade da gestão, capacitação e consultoria para plano de negócios e para melhoria de processos gerenciais ou tecnológicos, apoio para acesso a mercado e interação com o corpo técnico da Petrobras, apoio para desenvolvimento ou divulgação do produto ou tecnologia.

Podem participar dos editais microempresas, cujo faturamento anual chega a no máximo R$ 360 mil, pequnas empresas com rendimento bruto anual entre R$ 360 mil e R$ 4,8  milhões e startups, incluindo as de base tecnológicas – aquelas localizadas em Parques e Polos Tecnológicos e que têm na inovação tecnológica os fundamentos da estratégia competitiva.

Critérios

As empresas precisam estar em atividade por no mínimo um ano e terão que atender pelo menos dois dos seguintes parâmetros: desenvolver produtos, processos ou serviços tecnologicamente novos ou melhorias tecnológicas significativas em produtos, processos ou serviços existentes; Obter pelo menos 30% de seu faturamento pela comercialização de produtos ou serviços protegidos por patentes ou direitos de autor, ou em processo de obtenção das referidas proteções; Encontrar-se em fase pré-operacional e destinar pelo menos o equivalente a 30% de suas despesas operacionais à atividades de pesquisa e desenvolvimento tecnológico;

Além disso, devem empregar, em atividades de desenvolvimento de software, engenharia, pesquisa e desenvolvimento tecnológico, profissionais técnicos de nível superior em percentual igual ou superior a 20% (vinte por cento) do quantitativo total de seu quadro de pessoal; Empregar, em atividades de pesquisa e desenvolvimento tecnológico, mestres, doutores ou profissionais de titulação equivalente em percentual igual ou superior a 5% (cinco por cento) do quantitativo total de seu quadro de pessoal.

Os temas e áreas tecnológicas demandadas pelos editais são em Tecnologias Digitais (IA – Machine Learning, Robótica, Sensoriamento para garantia da integridade e Wearables), Novas Energias (Captação de Energia Submarina, Energia Renovável, Armazenamento de Energia, IA – Big Data e IA – Data Science), Captura e Utilização de Carbono, Corrosão, Catalisadores e Nanotecnologia.  As empresas serão avaliadas conforme Impacto da solução proposta no negócio da Petrobras, consistência e viabilidade do projeto, incluindo facilidade de implantação da solução, e capacidade técnica e de Gestão Ágil de Projetos.

Serviço:
www.rn.agenciasebrae.com.br
http://www.rn.sebrae.com.br
http://www.facebook.com/SebraeRN
http://www.twitter.com/SebraeRN
Call Center: 0800 570 0800
Agência Sebrae de Notícias (ASN RN): (84) 3616-7911

 

A capital potiguar sedia o 4º Fórum Nordeste de Gestão de Pessoas nesta quarta (10) e quinta (11), das 8h às 18h no Holiday Inn Natal, próximo ao Arena das Dunas. Com o tema “Cenários e Tendências de Transformação na Gestão de Pessoas”, aborda vertentes do universo de gestão, entre eles, o futuro das profissões, empregabilidade, liderança e inovação. Além de trazer o Salão de Negócios – local para networking.

Para isso, o evento conta com um time de palestrantes renomados: a gerente de desenvolvimento de RH do Grupo Odontoprev, Rosana Vaiano; o gestor de educação corporativa do Grupo 3 Corações, Rodrigo Leite; a fundadora da startup Atena Jobs, Magda Damasceno; o diretor fundador da TIMENI Consultoria, Sêmio Timeni; o educador corporativo, consultor organizacional e mentor de carreiras, Flávio Emílio; a professora, consultora e coordenadora da Comissão das Mulheres Contabilistas (CRC), Liêda Amaral; a coordenadora de gestão de pessoas da Caixa-RN e presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-RN), Lígia Ukstin e o médico psiquiatra, Raniere Luna.

Para a especialista em gestão de carreira e uma das idealizadoras do Fórum Nordeste, Adriana Cavalcante, “é um evento de extrema importância para a região, pois conecta profissionais e empresas às tendências e práticas de gestão de recursos humanosdesenvolvidas e adotadas pelos maiores players do mercado nacional, importando tecnologia e know-how de profissionais renomados com um grande repertório de vivências corporativas e institucionais", enfatiza. E para Gustavo Porpino, diretor da Argus Eventos, empresa organizadora do Fórum, “o evento visa disseminar conhecimento aos profissionais de recursos humanos e demais áreas administrativas, como também apresentar metodologias e ferramentas que proporcionem a melhoria da produtividade nas organizações”.

Sobre a novidade da edição, o Salão de Negócios, Antônio Roberto Rocha, também diretor da Argus Eventos, lembra que o espaço de networking será propício para a troca de informações e estreitamento entre pessoas. “E logo na estreia, já conta com vários expositores levando seus produtos e serviços. Tudo regado a um bom papo com café”, comenta Antônio. Entre as companhias já confirmadas estão Fortes Tecnologia, Atle Consultoria, MRH Gestão, Odontoprev, DataShow, Uniproteção, EAD e Café Santa Clara.

O 4º Fórum Nordeste de Gestão de Pessoas tem organização da Argus Eventos; apoio da Prefeitura do Natal; Fortes Tecnologia; DataShow; Associação Brasileira de Recursos Humanos – ABRH/RN; Associação Brasileira dos Profissionais de RH - Abprh/RN; Café Santa Clara e G7 Comunicação.

Inscrições disponíveis através do site https://www.forumgestaodepessoas.com.br/inscricoes-on-line/.  As vagas são limitadas e o auditório conta com capacidade para receber 400 pessoas.

Elisa Elsie
 
 
Com a perspectiva de gerar quase dois mil novos postos de trabalho, o Partage Norte Shopping está em expansão - com investimentos na ordem de R$ 185 milhões – e praticamente vai duplicar a área construída, aumentando de 28 mil para 45 mil metros quadrados. Em visita à governadora Fátima Bezerra e equipe, nesta terça-feira (02), os superintendentes Charles Santiago e Fábio Maria apresentaram o projeto de ampliação do empreendimento, que ganhará mais 116 lojas para somar às 102 existentes.  


A diretoria do shopping iniciou diálogo com o Governo a fim de ofertarem serviços de utilidade pública em parceria, facilitando a vida da população daquela região, que corresponde a 40% dos moradores de Natal. Na ocasião, estavam presentes o vice-governador Antenor Roberto, a secretária de estado de Trabalho e Ação Social (Sethas) Íris Oliveira, o secretário adjunto do Desenvolvimento Econômico (Sedec) Sílvio Torquato, e o auditor fiscal da Tributação (SET) Álvaro Luiz.

A secretária Íris falou sobre a possibilidade de um espaço para o SINE (Sistema Nacional de Empregos), que seria para oferta de cursos de qualificação e reciclagem, ideia muito bem recebida pelos representantes do Grupo EAB Incorporações, que administra o Partage Shopping. “Os lojistas muitas vezes argumentam que apesar do imenso número de currículos, falta qualificação às pessoas que estão em busca de emprego”, disse Fábio Maria.

Além das parcerias para prestação de serviços, cujas demandas serão encaminhadas por outros órgãos estaduais, a governadora apresentou a necessidade de apoio para eventos culturais. “A nossa Fundação José Augusto tem realizado pequenos projetos que demandam poucos investimentos e acredito que alguns deles podem ser realizados no shopping da zona Norte, para beneficiar aquela parcela da população”, afirmou.

Os superintendentes reafirmaram que o grupo está aberto a parcerias e deixaram o caminho aberto para propostas. A expansão do Partage Norte Shopping, inaugurado em 2007, está prevista para ser concluída em 2022 e até o final essa obra vai gerar em média 20 mil vagas de emprego (levando em conta os postos de trabalho temporário).



Twitter