NATAL PRESS


A Copa do Mundo 2018 está cada dia mais perto. A abertura será na 5ª feira (14) e a Seleção Brasileira entra em campo no domingo (17), enfrentando a Suíça, às 15h.

A Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, preparou uma série de dicas de economia e de segurança para ajudar os clientes a se tornarem campeões no quesito “consumo seguro e consciente de energia elétrica”.

São atitudes e estratégias que todos podem colocadas em prática durante a Copa do Mundo e depois se transformarem em hábitos regulares de toda família.

Atitudes:

-   Na hora de torcer pelo Brasil, tire todas as bebidas da geladeira e coloque em um cooler ou isopor. Evite abrir e fechar a porta a todo o momento, pois isso faz com que a geladeira consuma mais energia. Lembre-se: se for beber, não dirija!

-   Com uma folha de ofício, faça um teste simples para ver se não está na hora de trocar a borracha da sua geladeira. Se a folha sair com facilidade depois que a porta for fechada, a borracha está velha e deixando o ar vazar. É hora de trocar.

-   Não coloque os salgadinhos quentes na geladeira. Qualquer alimento só deve ir para a geladeira na temperatura ambiente.

-   Lave e passe todas as camisas da Seleção Brasileira da família de uma só vez e aproveite para colocar a quantidade máxima de roupa na máquina, que deve ter o Selo PROCEL de eficiência.

-   Não seque a sua camisa do Brasil atrás da geladeira. As serpentinas devem estar livres para fazer a troca de ar com o ambiente.

-   Passe todas as camisas do Brasil e o restante das roupas de toda família de uma vez só. Nada de ligar o ferro para passar cada peça em momentos diferentes.

-   Assista aos jogos em uma única TV e comemore os gols do Brasil com toda a família. É muito mais divertido. Não deixe as outras TVs ligadas sem necessidade.

-   Substitua os “benjamins” ou “T” que ligam seus vários equipamentos na sala ou quarto por um filtro de linha. Depois dos jogos, desligue todos os equipamentos com um único botão no filtro de linha. Isso evita que a função “stand-by” dos aparelhos” continue consumindo energia.

-   Não deixe o carregador de celular conectado na tomada sem necessidade, pois ele continua consumindo energia.

-   Contrate um profissional para fazer uma revisão elétrica em equipamentos como caixas de som, microfones, videokês, equipamentos de luzes e outros aparelhos que vão animar a sua festa em casa. É importante não sobrecarregar a rede elétrica do seu imóvel ligando muitos equipamentos ao mesmo tempo.

-   Ao planejar a decoração da rua, nunca utilize os postes da Cosern para amarrar bandeiras e evite jogar serpentina metálica e outros objetos em direção à rede elétrica.

-   Ao realizar eventos abertos com palco, por exemplo, é preciso fazer um pedido de ligação provisória de energia elétrica à Cosern com no mínimo três dias de antecedência e contratar um profissional para fazer o aterramento correto das estruturas metálicas.

 

Estratégias:

-   Na hora de comprar uma geladeira ou TV novas, compre as que tem o Selo PROCEL de Economia de Energia. Isso faz toda a diferença na hora de pagar a conta. No caso das TVs, opte pelas de LED, mais econômicas do que as de plasma e LCD.

-   Substitua lâmpadas halógenas ou fluorescentes compactas por lâmpadas de LED. As lâmpadas halógenas aquecem muito o ambiente e consomem cerca de 70% a mais do que as de LED.

-   Se for ligar o ar-condicionado na hora do jogo, feche todas as janelas e portas; se o ambiente tiver ventilador de teto, ligue o equipamento na rotação média e aumente a temperatura do termostato. Essa medida economiza energia.

-   Abra as janelas e apague as lâmpadas dos ambientes que não estiver utilizando. Como todos estão em um único local assistindo a TV, não é necessário deixar as lâmpadas acesas.

-   Quando for decorar a casa com as cores verde e amarelo, não esqueça de pintar as paredes e tetos com clores claras. Além de refletirem melhor a luz natural, reduzem o consumo da iluminação artificial.

-   Na hora de tomar banho, regule o chuveiro elétrico para a posição “verão”. Depois de comemorar tantos gols, um banho mais frio vai deixá-lo mais relaxado.

-   Se for necessário instalar uma antena externa de TV, contrate um profissional e oriente a instalação longe da rede elétrica da Cosern. A distância mínima de segurança é de 2,5m da rede.

-   Ao construir ou reformar a sua casa, mantenha sempre distância dos fios do poste.


Sobre a Cosern

A Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), empresa do Grupo Neoenergia, é sexta maior distribuidora de energia elétrica do Nordeste em número de clientes e a quinta em volume de energia fornecida. Presente nos 167 municípios potiguares, a Cosern tem uma área de concessão de 53 mil quilômetros quadrados.  A empresa atende 1,4 milhão de clientes (3,5 milhões de habitantes).

A Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, está publicando nas contas de energia elétrica com vencimento em maio a “Declaração Anual de Quitação de Débito” para 1.428.375 clientes da Distribuidora. A emissão do documento é um dos direitos dos consumidores junto à Cosern e vem impresso em campo específico da própria conta de luz. A “Declaração Anual de Quitação de Débito” compreende o período de consumo referente os meses de janeiro a dezembro de 2017.

Caso o consumidor não tenha utilizado os serviços da Cosern durante todos os meses do ano anterior, ele terá direito à Declaração de Quitação dos meses em que houve pagamento das faturas. Quando o cliente possui débitos do ano anterior, a Declaração só será emitida após a sua quitação.

A Cosern lembra que também é possível obter a Declaração no site (www.cosern.com.br) por meio do atendimento virtual. Basta clicar na aba “Agência Virtual” e em seguida em “Quitação Anual de Débitos”.

 

 

 

Agentes de viagem de todo o Brasil serão capacitados durante evento realizado a partir de hoje no Wish Hotel. O B2B Travel reunirá 200 profissionais do setor convidados pela FRT Operadora de Turismo com apoio do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado do Turismo e Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), viabilizado com recursos do Projeto Governo Cidadão por empréstimo do Banco Mundial.

 

 

 

O evento visa o desenvolvimento regional com ações voltadas à melhoria da gestão pública, capacitação dos servidores públicos e profissionais do turismo, desenvolvimento sustentável e investimentos na infraestrutura do Estado. “Em todos os lugares do mundo onde o turismo é desenvolvido como importante fonte de renda, um dos pilares é a capacitação dos serviços e dos servidores públicos. É isso que queremos para nosso Estado”, pontuou o secretário estadual de Turismo, Manuel Gaspar.

 

 

 

Com viés fortemente institucional, durante cinco dias o workshop trará discussões, apontamentos e tendências do mercado de viagens e turismo. Além das capacitações, os agentes farão visitas e passeios nos pontos turísticos do destino. A escolha estratégica de Natal como local do evento foi motivada por ser o destino nacional mais vendido pela FRT, além de ser a cidade na região Nordeste em que operadora conta com uma base de atendimento.

 

 

 

Danielle Meirelles, diretora da FRT, acredita que este tipo de ação envolvendo profissionais, representantes de Secretarias de Turismo, redes hoteleiras e os maiores destinos turísticos do Brasil, colabora com o crescimento dos negócios e fomenta o turismo. A intenção é que estes encontros ocorram semestralmente em destinos diferentes.

 

 

 

A operadora responsável pelo workshop atua na formatação de roteiros e negociação em escala de reservas de hotéis, pacotes de viagem, circuitos e roteiros por todos os continentes, seguros de viagem e cruzeiros nacionais e internacionais.  A FRT conta com suporte comercial e tecnologia de reservas online que facilitam o trabalho dos agentes de viagens, disponibilizando as melhores companhias aéreas, hoteleiras e de serviços no mundo.

O jornal Valor Econômico adiantou em reportagens nesta 6ª feira (13) que a Iberdrola, gigante mundial de energia que por meio da Neoenergia administra a Cosern no Rio Grande do Norte, vai aplicar R$ 1,3 bilhão nas chamadas “smart grids” (rede elétrica inteligente que se utiliza da tecnologia da informação para fazer com que o sistema seja mais eficiente, confiável e sustentável) no Brasil até 2022.

De acordo com os representantes da Iberdrola ouvidos pelo Valor, a tecnologia vai começar a ser executada em modelo piloto pela Neoenergia na Elektro, distribuidora que atende cidades do interior de São Paulo e do sul de Mato Grosso do Sul. Até 2022, as “smart grids” chegarão ao Rio Grande do Norte (Cosern), Pernambuco (Celpe) e Bahia (Coelba).

Confira abaixo a reportagem do Valor Econômico:

Grupo espanhol planeja aplicar no país R$1,3 bilhão em "smart grid”

A Iberdrola planeja investir R$ 1,3 bilhão em redes inteligentes de energia elétrica, conhecidas como “smart grid”, no Brasil, entre 2018 e 2022. A estimativa está incluída na estratégia da companhia de aplicar aproximadamente € 5,8 bilhões (o equivalente a RS 24,4 bilhões) no país no mesmo período. Até o fim da próxima década, o Brasil deverá se tornar o maior mercado de distribuição do grupo, em número de clientes, alcançando 17 milhões de unidades consumidoras. E, dependendo do avanço regulatório brasileiro, a companhia espera atingir a universalização do atendimento digital para todos os seus clientes no país até 2030.

O primeiro projeto de redes inteligentes da companhia no Brasil será realizado pela Elektro, distribuidora que pertence à Neoenergia, empresa da qual a Iberdrola passou a maioria do capital (52,45%), no ano passado.

Com investimentos de R$ 103 milhões, o projeto piloto da Elektro será implantado em Atibaia, no interior de São Paulo. A iniciativa prevê a instalação de medidores inteligentes em 73 mil unidades consumidoras da Elektro, que correspondem por 3% do total de clientes da distribuidora. A meta é reduzir pela metade os indicadores anuais de duração e frequência de consumo, passando de dez horas para cinco horas e de seis vezes para três vezes, respectivamente.

O projeto da Elektro está diretamente relacionado com a estratégia global da Iberdrola, que investe em digitalização no setor elétrico desde 2007. Pela legislação espanhola, a companhia é obrigada a universalizar a digitalização de sua rede de distribuição até o fim deste ano. Para isso, a Iberdrola acumulou investimentos de € 950 milhões (aproximadamente RS 4 bilhões) nos últimos dez anos.

Na Espanha, os resultados foram uma redução de 27% do indicador de duração de interrupção, passando de 73 minutos por ano, em 2010, para 53 minutos por ano, em 2017. No mesmo período, o índice de perdas recuou 13%, passando de 7,6% para 6,6%, restando praticamente apenas perdas técnicas.

“Cumprimos as obrigações e aproveitamos as oportunidades”, afirmou o diretor global de Redes Inteligentes da Iberdrola, Nicolás Arcauz, que esteve no Brasil na última semana para participar do UTC América Latina (UTC AL Summit 2018), mais importante seminário da região sobre tecnologia da informação e comunicações para empresas de utilidade pública, no Rio.

Embora os investimentos em digitalização no Brasil sejam menores em comparação com a Espanha, a Iberdrola tem ambições no país, que responde por 43% do total de clientes (13,6 milhões de unidades) e 28% do total de energia consumida (64 terawatts-hora ano) do negócio global de distribuição da Iberdrola, que também possui distribuidoras na Escócia e Estados Unidos.

Considerando apenas o crescimento vegetativo, a Iberdrola prevê que, até 2030, o Brasil ultrapassará a Espanha em número de clientes atendidos pelo grupo, totalizando 17 milhões de unidades consumidoras e se consolidando como principal ativo de rede de distribuição da companhia no mundo. “Para nós, o Brasil é muito importante”, explicou Arcauz.

Para que o grupo possa atingir a universalização da digitalização de sua rede de distribuição no Brasil, porém, a regulação brasileira precisa acompanhar o desenvolvimento tecnológico. Na prática, para que os investimentos em digitalização da rede elétrica possam ser realizados em larga escala, eles precisam ser reconhecidos pela Aneel e, com isso, serem incluídos nas tarifas de energia.

A expectativa entre os participantes do UTC AL Summit 2018 foi a de que a Aneel lançará no segundo semestre uma consulta pública para discutir o tema dos investimentos em digitalização. A abertura da consulta pública está incluída na agenda regulatória da autarquia para 2018.

Apesar de um impacto na tarifa de energia, Arcauz destacou que a implementação da digitalização em larga escala deverá reduzir os custos dos equipamentos, que são repassados ao consumidor. Segundo ele, na Espanha, quando o número de medidores digitais implantados cresceu de 100 mil para 3,3 milhões, o custo do aparelho caiu para 44% do valor inicial.

 

Sobre a Cosern

A Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), empresa do Grupo Neoenergia, é a sexta maior distribuidora de energia elétrica do Nordeste em número de clientes e a quinta em volume de energia fornecida. Presente nos 167 municípios potiguares, a Cosern tem uma área de concessão de 53 mil quilômetros quadrados.  A empresa atende 1,4 milhão de clientes (3,5 milhões de habitantes).

 

DICAS DE SEGURANÇA COSERN

Acesse o site (www.vamosdarumbasta.com.br) e conheça as dicas de segurança para evitar acidentes com a rede elétrica.

 

O Sebrae no Rio Grande do Norte abre chamada pública para selecionar projetos de incubadoras de empresas. Recebem apoio, através de suporte técnico e financeiro, até 15 incubadoras, totalizando um investimento de aproximadamente R$ 225 mil para estimular as empresas que estão em processo de incubação. Um dos requisitos da seleção pública é que as incubadoras candidatas tenham em seus quadros ao menos um negócio classificado como de impacto social. Os projetos poderão ser apresentados até  o dia 19 de abril.  O edital com as regras dessa primeira chamada pública do ano está no portal www.rn.sebrae.com.br/, na seção 'Licitações e Editais'.

 

A chamada pública contempla duas modalidades. A primeira é direcionada para aquelas incubadoras que já estão em operação. Para se enquadrar nessa modalidade, a incubadora precisa ter no mínimo cinco empresas incubadas e ter no mínimo duas empresas já graduadas. Além disso, terá que ter em seus projetos ao menos um classificado como negócio de impacto social em processo de incubação ou pré-incubação, entre outros requisitos. Os negócios de impacto social são aquelas iniciativas financeiramente viáveis, sustentáveis com lucratividade e impacto social ou ambiental que contribuem para transformar a realidade das populações da base da pirâmide e fomentar o desenvolvimento da economia.

 

A segunda modalidade é destinada a incubadora que estão em fase de criação ou implantação, que terão de se comprometer em ter quando entrar em funcionando, no mínimo, uma empresa incubada com atuação de impacto social. Ou seja, um negócio inclusivo ou cartaz de solucionar problemas das comunidades. Precisa ainda apresentar anuência formal no projeto, que deve ser assinado pelo professor responsável e também pelo reitor da instituição de ensino superior ou pelo diretor do campus, além de outras regras.

 

Cada empresa selecionada receberá um aporte de R$ 15 mil para aplicar nas atividades de incubação de novas empresas. Os recursos desse investimento  vêm do Projeto Habitats de Inovação no RN, que é implementado pelo Sebrae no Rio Grande do Norte. Através dessa iniciativa, as incubadoras recebem o apoio técnico – por meio de capacitações – e auxílio financeiro do Sebrae demais instituições parceiras. Atualmente, o Rio Grande do Norte conta com 13 incubadoras tecnológicas em funcionamento e em torno de sete em processo de criação.

 

As incubadoras, geralmente, são espaços protegidos dentro de uma instituição de ensino onde ideias ou negócios são apoiados tecnicamente. O processo de amadurecimento - também chamado de graduação - dura em média três anos, quando as empresas passam a desenvolver seus serviços e produtos no mercado. Para entrar em incubação, os projetos precisam estar pautados pela inovação, para que as ideias sejam transformadas em estratégias que saiam da universidade para o mercado.

 

Para participar da chamada pública, os projetos deverão de ser entregues até as 18h do dia 19 de abril na sede do Sebrae em Natal ou nos escritórios regionais, situados nas cidades de Mossoró, Caicó, Currais Novos, Pau dos Ferros,João Câmara, Assú, Santa Cruz, Nova Cruz e Apodi. O resultado da seleção será divulgado a partir de 27 de abril e os convênios assinados no dia 7 de maio.

 

Serviço:
http://www.rn.sebrae.com.br
http://www.facebook.com/SebraeRN
http://www.twitter.com/SebraeRN
Call Center: 0800 570 0800
Agência Sebrae de Notícias (ASN RN): (84) 3616-7911 

A HFN - Hotel & Food Nordeste, que realiza a sua primeira edição entre os dias 3 e 5 de outubro no Centro de Convenções de Pernambuco, já tem gerado negócios para os expositores. A Insight Feiras e Negócios, organizadora do evento, iniciou o envio de newsletter com foco no marketing de conteúdo e com botão de ativação de negócios para mais de dez mil compradores de toda a região Nordeste. O primeiro fornecedor contemplado foi a Selovac, pioneira em máquinas a vácuo, que já recebeu mais de 50 solicitações de orçamento em três dias.


A HFN é a única feira fixa do Nordeste a conectar fornecedores de serviços, tecnologia e produtos aos meios de hospedagem e alimentação. Tem como destaque o foco em conteúdo de qualidade, apresentação de novos produtos e uma localização privilegiada, a curtas distâncias de outras capitais nordestinas. Leva a assinatura da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-PE), da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-PE) em parceria com a empresa Insight Feiras e Negócios.


A Insight Feiras e Negócios é formada pelo empresário Rodrigo da Fonte, ex diretor da BTS Informa Exhibitions e da Greenfield com a empresária Tatiana Menezes, ex diretora do Recife Convention & Visitors Bureau (Recife CVB) e Reed Exhibitions Alcântara Machado e atual diretora Nordeste da União Brasileira dos Promotores de Feiras (Ubrafe) e Carol Baia, ex gerente comercial também da BTS Informa Exhibitions. O foco da empresa é conectar pessoas e gerar negócios no Nordeste brasileiro.

 

Serviço:
HFN - Hotel & Food Nordeste
Data: 3 a 5 de outubro de 2018
Local: Recife (PE) – Centro de Convenções de Pernambuco
Site: www.hfne.com.br
Carol Baia (Diretora Comercial) – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Rodrigo da Fonte (Diretor Financeiro) – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Tatiana Menezes (Diretora de Marketing) – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Telefone: (81) 30717647

 

 A paquera iniciada há dois anos entre o Governo do RN e os holandeses foi sacramentada essa semana com a confirmação de dois voos semanais vindos de Amsterdã, na Holanda, para Natal a partir do próximo mês de novembro.

 

As tratativas com a Corendon – uma das três maiores empresas holandesas – foram iniciadas ainda em janeiro de 2016, quando a equipe da Secretaria de Estado do Turismo do RN esteve presente à principal feira de turismo da Holanda, a Vakantiebeurs.

 

“O trabalho de negociação com o mercado internacional é demorado e geralmente demora dois a três anos, a exemplo desses voos. Também plantamos uma semente em Madri e devemos colher voos da Espanha para julho de 2019”, projeta o secretário estadual de Turismo, Ruy Gaspar.

 

Serão 189 passageiros em cada aeronave. A estimativa é de que, entre novembro de 2018 e abril de 2019, desembarquem em Natal mais de 10 mil holandeses, com gasto médio de 700 euros por estadia, o equivalente a R$ 30 milhões injetados na economia potiguar nesse período.

 

Em contrapartida, o Governo do Estado investirá 200 mil dólares, com recursos do Governo Cidadão por meio de empréstimo do Banco Mundial, e a seccional regional da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH/RN) entrará com mais 100 mil dólares, revertidos em hospedagem e divulgação do Estado.

 

“O Governo do RN participa das rodadas de negócios nas feiras internacionais para projetar o Estado. A vinda de turistas holandeses ao RN é a consolidação do trabalho sério de divulgação que estamos fazendo. Os recursos aplicados são do Governo Cidadão, que investe maciçamente na interiorização do turismo”, frisou o coordenador do projeto Governo Cidadão, Vagner Araújo.

 

Para Ruy Gaspar, estes voos holandeses deverão “abrir os olhos” do turista alemão e escandinavo para os destinos potiguares. “É uma conquista que vai com certeza reabrir esse mercado que tivemos há 15 anos”, conclui.

Cosern divulga balanço com resultados econômico-financeiros de 2017



Receita Operacional Líquida cresceu 17% e chegou a R$ 2,1 bilhões; EBITDA da empresa fechou em R$ 367 milhões – um aumento de 16% em relação a 2016


A Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, divulgou os resultados econômico-financeiros de 2017. O destaque foi para o lucro de R$ 188 milhões (10% a mais em relação a 2016) e para o EBITDA (sigla em inglês para "Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização"), que alcançou R$ 367 milhões (aumento de 16% comparado ao ano anterior).

A Receita Operacional Líquida (ROL) da Cosern, que atende 1,4 milhão de clientes em todo Rio Grande do Norte, cresceu de R$ 1,8 bilhões em 2016 para R$ 2,1 bilhões em 2017 – um aumento de 17%.

Para o Diretor Presidente da Cosern, Luiz Antonio Ciarlini, mesmo num contexto macroeconômico adverso, o desempenho econômico-financeiro divulgado evidencia a solidez da Cosern. “Os números também se refletem em melhoria expressiva nos nossos indicadores de qualidade, no reforço da confiabilidade do nosso sistema elétrico e na satisfação dos nossos clientes”, disse Ciarlini.

O compromisso com a melhoria contínua da qualidade de seus serviços levou a Distribuidora potiguar a ser reconhecida no início de fevereiro como a 3ª melhor Distribuidora do Nordeste e a 10ª melhor do Brasil no Prêmio IASC (Índice Aneel de Satisfação do Consumidor), organizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), entre as 32 empresas do país com mais de 400 mil consumidores.

Com investimentos de R$ 277 milhões em modernização e expansão do sistema elétrico em todas as regiões do estado – outro recorde histórico nos seus 56 anos – a Cosern registrou expressiva melhoria em seus indicadores de qualidade.

O DEC (Duração Equivalente de Interrupção por Consumidor) apresentou 8% de redução em relação a 2016 e o FEC(Índice de Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora) foi reduzido em 19%.

88% do valor global foram direcionados para obras, principalmente na construção de novas linhas de transmissão, subestações, alimentadores, redes de média e baixa tensão e expansão/modernização da automação, reforçando a confiabilidade do sistema elétrico da concessionária em todo o Estado.

A entrada em operação das subestações de Currais Novos, Jardim do Seridó e Santo Antônio, bem como o início da construção das subestações Alecrim e Planalto, em Natal, Itans, em Caicó, e Itajá, foram os destaques na área operacional.

Além disso, a Cosern agregou ao seu sistema 158 quilômetros de linhas de distribuição de alta tensão, beneficiando os municípios de Acari, Arês, Baraúna, Currais Novos, Goianinha, Grossos, Jardim do Seridó, Mossoró, Santo Antônio, São José de Mipibu e Natal. Também foram construídos 2.371 quilômetros de redes de distribuição de média e baixa tensão em todos os municípios potiguares.

O governador Robinson Faria se reuniu na manhã desta quinta-feira (15) com secretários de estado, o superintendente Regional da Caixa Econômica Federal (CEF), Carlos Araújo, e o gerente executivo do banco, Ricardo Mariz para discutir o andamento de obras viárias e de saneamento no RN. O encontro aconteceu no escritório da CEF, em Natal, e contou com a participação do secretário de Gestão de Projetos, Vagner Araújo, o diretor geral do DER, Jorge Fraxe e o diretor presidente da Caern, Marcelo Toscano.

Dentre os assuntos discutidos estiveram as obras de saneamento da capital, o viaduto do anel viário (arco metropolitano), Centro de Convenções e outras ações de mobilidade. “Fiz questão de acompanhar pessoalmente a reunião técnica e conferir o andamento da liberação de crédito para obras importantes para o estado. Discutimos sobre a construção de um túnel no cruzamento das avenidas Prudente de Morais e a Integração, melhorando o tráfego de veículos e diminuindo gargalos. Além disso, falamos sobre os projetos da Estrada da Produção, que liga São Tomé a Cerro Corá; a ponte entre a Barra de Cunhaú e Sibauma, na região de Pipa, e a Via Verde, uma nova estrada ligando a Avenida Maria Lacerda com a RN-313, em Nova Parnamirim”, detalhou Robinson.

O secretário Vagner Araújo informou que “a reunião tratou de obras já em andamento, de recursos já disponíveis e também houve encaminhamentos para liberação de empréstimo aprovados pela Assembléia Legislativa. Agora precisamos agilizar a autorização do tesouro nacional para a viabilização de novos trechos de estrada e obras nas áreas de saúde e segurança pública”.


A Prefeitura do Natal concluiu no último sábado (03) o pagamento da folha do funcionalismo municipal referente ao mês de janeiro,  injetando na economia da capital potiguar R$ 55 milhões. Até o último dia 31 de janeiro, a gestão municipal havia quitado 88% da folha dos servidores — portanto, dentro do próprio mês trabalhado. O Município possui pouco mais de 21 mil funcionários que atuam nos órgãos da administração direta, indireta e autarquias.

 

O Executivo municipal informa ainda que efetuará no próximo dia 16 o pagamento do benefício correspondente ao terço de férias para todo o magistério municipal. Para o prefeito Carlos Eduardo, a regularização do pagamento dos servidores públicos do Município só foi possível graças ao empenho e ao acompanhamento rigoroso das receitas e despesas pela equipe econômica da administração que dedica todos os esforços para colocar em dia o salário do funcionalismo. “As receitas reagiram em janeiro, racionalizamos ainda mais os nossos gastos e mostramos que os servidores têm prioridade na nossa gestão com o pagamento dos salários de janeiro antes do quinto dia útil. É Natal reagindo em meio à crise”, aponta o prefeito.



Twitter