NATAL PRESS

divulgação
 
Nesta sexta feira, 25 de outubro, a partir das 16h, o Governo do Estado do Rio Grande do Norte através da Fundação José Augusto em parceria com a Prefeitura de Parnamirim e a Fundação Parnamirim de Cultura realizará a 3ª Prévia do Festival de Coco, Rap e Repente, desta vez a cidade de Parnamirim que irá sediar a Etapa da Região Metropolitana.
 
O Evento acontecerá na Avenida Castor Vieira Régis (Largo da Cohabinal) em frente ao Teatro Municipal de Parnamirim. Confira a Programação e faça a sua inscrição para participar das seletivas de Coco, Rap e Repente, através do link Prévia do Festival de Coco, 
 
Programação:

16h Oficina de Percussão (Coco de Roda e Embolada)
16h Oficina de Dança (Coco de Roda, Embolada e Zambê)
18h Apresentação de Dança (Coco e suas e variações)
18h15 Seleção de Repente.
18h45 Seleção de Coco
19h15 Seleção de Rap
20h Apresentação de Rap com Pretta Soul.
20h40 Apresentação de Repente com Felipe Pereira e Helânio Moreira.
21h20 Apresentação do Grupo Coco Juremado RN As Flechas

22h Momento de Integração das linguagens Coco, Rap e Repente.
 

divulgação

 

Músicas que marcaram época compõem o próximo concerto da Filarmônica da UFRN, intitulado Trilhas de Cinema, que ocorre neste sábado, 19, no Auditório Onofre Lopes da Escola de Música (EMUFRN). A apresentação contará com trilhas de clássicos como Star WarsHarry PotterJurassic ParkPiratas do Caribe e O pianista.

O concerto terá duas sessões, às 18h e às 20h. A apresentação é gratuita e aberta ao público, mas é preciso retirar ingressos previamente na Escola de Música. A distribuição ocorrerá nesta quinta, dia 17, a partir das 8h, pela coordenação do evento. Devido à capacidade do Auditório, as vagas são limitadas. Em vista disso, é recomendado procurar os ingressos logo pela manhã. Não é necessário documentação, apenas nome e e-mail.

A apresentação contará ainda com a participação dos solistas convidados Giovanni Martins e Mariusz Monczack, além dos grupos Madrigal da UFRN, dirigido pelo professor Leandro Gazineo, e o Coral Infantil da UFRN, dirigido pela regente Nan Qi. A regência ficará por conta de André Muniz e Roberto Ramos.

A Filarmônica está contribuindo com o Abrigo Juvino Barreto, arrecadando materiais de limpeza e higiene para a colaboração com o instituto. Portanto, solicita-se a doação voluntária de um item na retirada dos ingressos. 

 

Fonte: Lívia Rodrigues, com supervisão de jornalistas de Agecom UFRN

divulgação

As areias de São Miguel do Gostoso-RN aqueceram na noite dessa sexta-feira (11), com o Fest Bossa & Jazz 2019. Ruas lotadas, palco montado na Praia da Xêpa e atrações que levaram o público à dança, através da Sesi Big Band convida Duo Taufic (RN); de Ricardo Silveira (RJ) e dos paraibanos Funkeria, responsáveis por encerrar a noite em grande estilo. A programação gratuita segue até amanhã (13), com oficinas, workshops e shows.

Ontem (11), o Fest promoveu duas oficinas no Centro de Cultura, “Percussão Corporal” com André Renan e, “O que é esse tal de jazz?”, ministrada por Luciano Prates.  Neste sábado (12), o workshop “‘Cigar Box’ - Construção de Guitarra com Recicláveis”, conduzido pelo músico Gabriel Yang, também no Centro de Cultura, ensinou aos participantes que é possível fazer música com materiais simples, desde cabos de vassouras, latas de biscoito a caixas de charuto. O resultado: três guitarras, e duas delas sorteadas a quem estava presente.

Para hoje (12), o cortejo da Bossa & Jazz Street Band começa logo cedo, às 14h30 para puxar a galera até o Polo Idílico, onde tocam Erickson Grillo (RN), baterista autodidata que já gravou e acompanhou diversos artistas, bandas e orquestras do cenário local e nacional. E a jovem de 18 anos, Melly (BA/RN), acompanhada de sua banda apresentam um show em formato acústico e com repertório composto de clássicos do jazz e do R&B, além de canções autorais e sucessos revisitados de artistas como Rihanna, Duda Beat e Britney Spears.

Já a agitação noturna tem início às 19h30 com o cortejo rumo ao Palco Praia da Xêpa. No palco, a primeira atração é a Filarmônica Monsenhor Honório (Macau-RN), com direito a participação especial de Samara Alves (Rio do Fogo-RN) – integrante do The Voice Brasil 2019, no time da Ivete Sangalo.  

Em seguida, a potiguar Khrystal apresenta Romaria - Tributo a Elis Regina, com apresentação exclusiva para o evento. O roteiro em cena é marcante pelo traço pessoal, que foge de imitações e nos apresenta uma intérprete que se reconhece nas letras e se delicia nas novas roupagens dessas grandes canções. Com um quarteto pilotado por Paulo de Oliveira nos baixos, arranjos e direção musical, Roberto Taufic na Guitarra, Eduardo Taufic nos teclados e Anderson Mello na bateria.

 

Para fechar a noite deste sábado, às 23h os paulistas Blues Beatles, que atualmente é a banda de blues mais relevante do mercado nacional e a sensação do mercado internacional, com ritmo contagiante e música poderosa. Formada por Marcos Viana na voz principal, Flávio Naves no Hammond B3 e piano, Igor Prado na guitarra, Bruno Falcão no baixo e backing vocal, Fred Barley na bateria e backing vocal. Depois, Jam Session, no Spaço Mix, a partir das 23h50.

E, neste domingo (13), excepcionalmente em São Miguel do Gostoso, terá uma edição aberta ao público adulto e infantil, da oficina “O que é esse tal de Jazz”, ministrada pelo produtor Luciano Prates, no Centro de Cultura. Já o Cortejo Bossa & Jazz Street Band inicia as 13h30 com destino ao Polo Jack Sparrows, onde Melly e Funkeria encerram a edição 2019 do Fest Bossa & Jazz.

Durante os quatro dias, muitos nomes da música e atividades socioambientais movimentam o local.  “As praias do município estão acostumadas a receber atletas e curiosos à prática de esportes, mas transformá-las em palco para música está sendo um desafio bom de se encarar. Estamos felizes com a realização da edição em Gostoso”, comenta Juçara Figueiredo, organizadora do evento.

O Festival é realizado com o apoio do Governo do RN, por meio da Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte - SETUR, com recursos oriundos do projeto Governo Cidadão, parceria do SESI/RN e realização da Juçara Figueiredo Produções. Conta com o patrocínio da Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso, e com o apoio da AE Gostoso – Associação dos Empreendedores de São Miguel do Gostoso e Região, do Mantra Residence Gostoso, Café Santa Clara, Vital Supermercado, Michelle Tour, G7 Comunicação, Cooperativa Gostoso Recicla, Besouro Branco - Pipa Fotos, Natal Groove; Cerveja Oficial Raffe.

 

Sustentabilidade

A Coca-Cola também veio somar com a edição em Gostoso inserindo uma ação, inspirada no movimento mundial de coleta de plásticos nas praias, conhecido como “Take Three – recolha três”, que consiste na ideia de remover, pelos menos, três objetos plásticos, auxiliando na limpeza e na conscientização ambiental.

A campanha dentro do Festival funciona da seguinte forma: qualquer pessoa que fizer o recolhimento de plásticos na praia, pode se dirigir ao stand do Fest, localizado na Praia da Xêpa e fazer a troca por um copo personalizado da Coca-Cola. A ação também está sendo intensificada durante as oficinas e workshops. Essa operação foi feita com base no conceito do “Viva Mais Retornável” que a Coca-Cola abraçou com o lançamento da volta das embalagens retornáveis.

Fest Bossa & Jazz – 10 Anos

Consolidado no calendário potiguar, o Fest Bossa & Jazz, realizado por Juçara Figueiredo Produções, surgiu em 2010 e já realizou 19 edições em quatro cidades do Rio Grande do Norte (Natal, Pipa, São do Miguel do Gostoso e Mossoró), somando mais de 170 atrações nacionais e internacionais do jazz, bossa e blues.  Uma mistura de ritmos que já reuniu um público estimado em quase meio milhão de pessoas ao longo das edições.

Nesses 10 anos, passaram pelos palcos do Festival, artistas internacionais como J.J. Jackson, Willie Walker, Donny Nichillo, Jose James, Galactic, Erica Falls, Stanley Jordan, Indiana Noma, Jai Malano, Grana Louise, Eric Gales, Larry MacCray, Glen David de Andrews, Alabama Myke, Raphael Wressnig, The Cinelli Brothers, Indiana Nomma e muitos outros. Na lista de nacionais, nomes como Ivan Lins, Ed Motta, Lenine, Leny Andrade, Yamandu Costa, Roberta Sá, Marcos Valle, Wanda Sá, Mauro Senise, Leila Pinheiro, Osmar Milito, Roberto Menescal, Mestrinho, Sandra de Sá, João Donato, Lan Lanh, Blues Beatles, Taryn Szpilman, Banda Terráquea e Cacá Magalhães e muito mais.

O evento também promove o intercâmbio musical entre nomes já consagrados e novos expoentes da música e atua no incentivo, aprimoramento e formação de músicos do Estado, além de propagar valores culturais e sociais em diversos âmbitos na oferta de oficinas gratuitas destinada aos jovens da rede pública de ensino e workshops para estudantes, curiosos e amantes da música.

 

Mais Informações no site www.festbossajazz.com.br |

divulgação

 

Vivendo num mundo perfeito, a rica e adorável Rebeca Sinclair só tem um sonho: casar-se com o galante Capitão de Fragata Gregory Stanford. Mas a jovem vê seu universo desabar quando o destino golpeia lhe brutalmente e a face e seu amado desaparece nos mares gelados. Será o fim da vida? Do Amor? Talvez não... É assim que começa Tormentas da Paixão - A História de Rebeca Sinclair, um retrato do fabuloso American Way Of Life. Estrelado pela consagrada Cia. De Comédia Os Melhores do Mundo, o espetáculo terá apresentação inédita neste sábado (19)no Teatro Riachuelo.

Baseado nos tantos e tantos dramalhões americanos, Tormentas da Paixão tem sua Maior fonte de inspiração na imortal trinca de romances baratos de jornaleiro: Bianca, Sabrina e Júlia. Glamour, luxúria, encanto e sofrimento são alguns dos temperos que recheiam esta trama, norteada pela busca frenética de amor e poder. Neste espetáculo, a Cia. se aproveita da dose extra de enlatados românticos americanos que tanto invadem a nossa mídia e satiriza o exagero estético que estamos habituados a digerir. A diversão é garantida!

SOBRE A CIA. DE COMÉDIA OS MELHORES DO MUNDO

A Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo é hoje um dos mais atuantes grupos de teatro do país, com 23 anos de carreira e mais de 15 espetáculos montados. Já se apresentou em todas as capitais do Brasil, fez quatro temporadas em Portugal e três nos Estados Unidos. Ganhou por dois anos seguidos o Prêmio Risadaria, o mais importante prêmio do humor brasileiro. Esse ano a companhia rodou o seu primeiro longa metragem, Hermanoteu – O Filme. Baseado no espetáculo Hermanoteu na Terra de Godah, um dos maiores sucessos do grupo, o filme deve ser lançado em julho de 2019.

SERVIÇO

CIA. DE COMÉDIA OS MELHORES DO MUNDO – TORMENTAS DA PAIXÃO

Dia 19 de outubro, sábado, às 21h

Teatro Riachuelo (Avenida Bernardo Vieira, 3.775 – piso L3 do Shopping Midway Mall – Tirol)
www.teatroriachuelonatal.com.br

Duração: 80 minutos

Classificação: 14 anos

Realização: Jorge Elali Produções

INGRESSOS

Setor

Valor

Meia-Entrada

Plateia A

R$140,00

R$70,00

Plateia B

R$120,00

R$60,00

Camarote

R$140,00

R$70,00

Frisas

R$100,00

R$50,00

Balcão Nobre

R$90,00

R$45,00

 

CANAIS DE VENDAS OFICIAIS:

Bilheteria do Teatro: Shopping Midway Mall - Av. Bernardo Vieira 3775 - piso L3 (terça a sábado, das 12h às 21h, domingo e feriado, das 14h às 20h)

Site: www.uhuu.com

Atendimento: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

O Sonora - Festival Internacional de Compositoras, edição Natal, chega a reta final após duas semanas de intensas atividades. Para encerrar a programação do evento, que é voltado em protagonizar as mulheres que atuam no mundo da música, serão realizadas mais duas oficinas do Ciclo de Oficinas do Sonora neste sábado (28.09), na Casa Talento. Ambas estão com inscrições abertas pelo https://linktr.ee/sonorafestivalnatal.

Pela manhã , das 09h às 12h, será realizada a oficina “Percebendo a Voz do Coração”, com o grupo musical Agni. A atividade será guiada pelas cantoras Silvia Sol e Cibelly Guedes e será uma experiência de autoconhecimento, voltada para pessoas que queiram acessar mais informações sobre si mesmas, usando os recursos de Canto e da Dinâmica Energética do Psiquismo para trazer e organizar conteúdos internos facilitando e apresentando um caminho de integração do ser a cada participante. Já no período da tarde,  das 14h às 17h, ocorre a oficina “Compreendendo a Sonorização” com a musicista Fernanda Fagundes, que vai possibilitar a musicistas e simpatizantes da música o acesso ao conhecimento básico sobre sonorização e áudio  compreendendo tecnicamente a interação da execução musical, com a operação de áudio e o público.  

“O Ciclo de Oficina Sonora vem iluminar o trabalho que as mulheres da cidade fazem diariamente nas escolas, universidades, orquestras, bandas, bares, festivais, estúdios de gravação, casas de eventos e tantos outros espaços que ocupamos. A realização do Sonora é a comprovaçã o da força de atuação dessas mulheres em rede. Quando nos reunimos para partilhar e qualificar nossas experiências, escolhemos  um caminho para valorização e construção de ambientes de trabalhos com mais dignidade e ética para todos”, revela Renata Marques, articuladora e produtora executiva do Sonora Natal. 

Sobre o Sonora 

O SONORA teve origem em 2016 a partir do uso da hashtag #mulherescriando, uma iniciativa da musicista Deh Mussulini para romper o imaginário de que existem poucas compositoras, ou seja, mulheres que criam sua arte sonora. Com grande repercussão, algumas compositoras por todo o Brasil e no exterior conversaram sobre a ideia de realizar um festival com o trabalho das mulheres na área de musical, daí surgiu o o Sonora. São elas: Deh Mussulini, Flávia Ellen, Amorina e Bia Nogueira (Belo Horizonte), Ana Luisa Barral (Salvador), LaBaq (São Paulo), Ilessi (Rio de Janeiro) e Isabella Bretz (Belo Horizonte, Lisboa e Dublin).

 

O Sonora já nasceu internacional, já que em seu primeiro ano reuniu aproximadamente 200 compositoras que assumiram palcos em seis países: Brasil, Portugal, Irlanda, Espanha, Argentina e Uruguai. A partir daí, explica a coordenadora geral do evento, Joana Knobbe, surgiu uma forte rede de mulheres dispostas a colaborar para a mudança da realidade feminina na música. “Várias mulheres foram entrando e agregando ideias e iniciativas. Hoje somos uma grande rede espalhada pelo mundo. Toda elas foram fundamentais para a consolidação do evento nacionalmente e internacionalmente e para não pararmos desde a primeira edição. Só crescemos desde então, em 2018 o Sonora aconteceu em 16 países e 74 cidades”, explica.

É através dessa rede de produtoras locais que o Sonora acontece. Localmente é criada uma coordenação composta por uma equipe multidisciplinar que se conectam e se organizam. Na ediç&atil de;o de 2019, o Sonora Natal está sendo produzido por Renata Marques, Luana Simplício e Joana Knobbe. Com apoio da Casa Talento, Contexto Comunicação, Graphicaria, El Rock, IFRN e Nuarte.

“O ensejo do festival é dar visibilidade, promover e legitimar a presença da mulher compositora, empoderando-a artística, profissional e economicamente. São muitas as compositoras que cantam, tocam e arranjam suas próprias canções, porém não possuem reconhecimento e o devido espaço no meio musical. Nos palcos do Sonora se apresentam iniciantes e artistas já estabelecidas, trocando experiências e fortalecendo, principalmente, cada cena local na qual o evento se insere”, afirma Joana Knobbe. 

 

Na internet:

http://sonorafestival.com/pb/ 

Facebook: sonorafestivalbrasil

InstagraM: @sonorafestivalinternacional

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGaOk5sFNsDimgRKnouJ1QQ

Mais informações sobre o festival: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Serviço: 

Sonora - Festival Internacional de Compositoras 

Sábado - 28 de setembro - Casa Talento - Rua Almeida Barreto, 428 - Lagoa No va

Oficina "Percebendo a voz do coração" com o grupo AGNI
das 9h àS 12h
Investimento: R$ 50,00

Oficina "Compreendendo a sonorização" com Fernanda Fagundes
das 14h às 17h
Investimento: R$ 50,00

Camomila Chá

 

Neste dia 6 de outubro a banda Camomila Chá realizará o show “Venha como você é” apresentando para o público as músicas do seu primeiro CD autoral no Teatro de Cultura Popular, às 17h. No palco, além de Juliana Furtado e Camila Pedrassoli, convidadas super especiais para este momento como Tiquinha Rodrigues, Ana Morena, Vitória de Santi, Michelle Ferret, Rafaela Brito, Raquel Oliveira e algumas surpresas.

O projeto Camomila Chá foi criado por Camila Pedrassoli e Juliana Furtado com a intenção de resgatar a musicalidade de ambas através de músicas de paz, mantras e cantos sagrados. A partir desse primeiro passo, Camila, que é multiinstrumentista, e Juliana, que é compositora, instrutora de Yoga, Meditação e mestre de Reiki, resolveram aliar a prática da Yoga à atividade da música e elementos da dança como forma de unir corpo e mente, com posturas, alongamentos, exercícios respiratórios e relaxamento elevando o nível de consciência de uma forma global.

Para divulgar o trabalho do projeto, o CamomilaChá lançou pela Ilumina Musical em todas as plataformas digitais seu disco autoral com produção musical de Camila Pedrassoli, co-produção de 3 faixas por Yves Fernandes e Juliana Furtado e mixagem e masterização de Eduardo Pinheiro dos Estudios Megafone.

O disco conta com participações especiais de Rodrigo Lacaz, Tiquinha Rodrigues, Ana Morena, Skarimbó, Isis de Castro, Raquel Oliveira, Vitoria de Santi, Rafaela Brito, Ângela Castro, Dani Cruz, Bibi Nobre, Raquel Oliveira e são 8 faixas entre mantras, músicas de paz e cantos sagrados com influências que transitam pela world music, música indiana, pela música gospel, tambores xamãnicos e uma pitada de música eletrônica. Além disso conta também com uma faixa bônus com uma meditação pelo Amor Universal guiada por Juliana.

“Unindo a música com elementos da yoga e da dança, conseguimos entrar num estado de tranquilidade e concentração, proporcionando um aprofundamento do ser e expansão da consciência trazendo mais clareza e mais leveza para as decisões do dia-a-dia melhorando a nossa qualidade de vida.“ (Juliana Furtado)

Camila e Juliana, além de parceiras no CamomilaChá são sócias na Guria Produtora e idealizadoras do Festival Camomila. Através da Yoga, da meditação e da música acreditam que podem ajudar a melhorar a saúde, o desempenho, o bem-estar físico, emocional e espiritual de cada ser.

SERVIÇO:

Camomila Chá - Show “Venha como você é”

Dia 06 de outubro, domingo, às 17h

Local: Teatro de Cultura Popular (R. Jundiaí, 641 - Tirol, Natal - RN, 59020-120)

Os ingressos para o show estão à venda por R$25,00 com a promoção #MEIAPARATODOS e o combo CD + ingresso por R$40,00 no site Sympla:

https://www.sympla.com.br/camomila-cha-lancando-o-cd-venha-como-voce-e-no-teatro-de-cultura-popular-610-dom-17h__652175

Mais Informações: (84) 99621 1841

Verônica Macedo

“A comenda Deífilo Gurgel é uma das mais importantes deste estado pela pessoa dele, pelo folclorista que ele foi e o legado que ele deixou de livros escritos e todo o acervo que ele deixou nesse estado. Começou muito cedo, percorreu todo o Rio Grande do Norte desenvolvendo essa área cultural com o folclore bem presente na vida. Então essa comenda é de grande importância e faz muita justiça”, afirmou Ormuz Simonetti, presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte (IHGRN), durante a Sessão Solene de Entrega da Comenda Deífilo Gurgel, que aconteceu na noite desta segunda-feira (23), na Câmara Municipal do Natal.

De propositura da vereadora Júlia Arruda (PDT), a solenidade homenageou dez personalidades de destaque no campo da arte, cultura e do folclore potiguar. Entre os homenageados, o mestre Pedro Correia dos Congos de Calçola de Ponta Negra, que agradeceu pelo reconhecimento oferecido pela Câmara Municipal do Natal.

“Para mim é uma honra muito grande receber esse homenagem, porque conheci Deífilo Gurgel quando eu era menino ainda. Deífilo foi um amigo, uma pessoa dedicada à cultura popular e depois dele essa lacuna não foi posta ainda. E Deífilo Gurgel o dicionário dele não tinha a palavra ‘não’, era vamos fazer, vamos conseguir, vamos lutar. Então essa homenagem para mim é das melhores e Deífilo Gurgel foi uma pessoa espetacular”, acrescentou.

Diretora cênica, Diana Fontes foi uma das homenageadas e falou da amizade com Deífilo. “Deífilo foi um grande amigo, um grande parceiro. Quando eu começei a querer fazer pastoril nas pontas, ele começava a enlouquecer, mas eu queria colocar a tradição popular dentro da escola Corpo Vivo, porque eram menininhas que não tinham acesso a isso. A gente fez toda essa parte do pastoril do boi e elas eram bailarinas clássicas, então Deífilo foi esse grande parceiro. Eu só tenho a agradecer e fico muito feliz pela noite de hoje”, disse Diana Fontes.

“São esses gestos carinhosos concedidos pela vereadora Júlia Arruda que fomentam a cultura da nossa cidade. A gente sabe que não é fácil, mas existem esses grupos que lutam pela valorização cultural das nossas tradições. Eu quero aqui parabenizar aqui a vereadora por manter viva essa chama e esse resgate da imagem de Deífilo Gurgel”, destacou no seu discurso o deputado estadual Ubaldo Fernandes, que foi autor da Comenda Deífilo Gurgel, quando foi vereador da cidade de Natal.

Os vereadores Ana Paula (PL), Divaneide Basílio (PT) e Felipe Alves (MDB) destacaram a importância da solenidade promovida pelo legislativo municipal para homenagear as pessoas que fazem cultura no nosso município. “Homenagear a cultura popular é poder resgatar a nossa cultura, fazendo com que a Câmara Municipal reconheça o trabalho dessas pessoas que trabalham e lutam pela cultura popular”, pontuou Ana Paula.

“Já tradicional aqui na Câmara para reconhecer as pessoas que se destacam aqui na cultura. É uma oportunidade da Câmara reconhecer essas pessoas, já que cultura é diversão, é entretenimento, é o que faz a identidade de uma população”, disse Felipe Alves.
 
“Quem faz cultura em essência são pessoas de resistência, de luta, que acreditam na arte como caminho para mudar a cidade e a cultura popular tem essa interação direta e hoje é uma noite especial e reconhecimento”, destacou Divaneide Basílio.

“É uma satisfação pelo primeiro ano eu estar à frente dessa Sessão Solene, que através do decreto legislativo do então vereador Ubaldo Fernandes foi possível homenagear pessoas e instituições que militam na área da cultura, que vivem e resgatam o folclore da nossa cidade. Então esse ano o deputado passou o bastão para que a gente possa conduzir essa Sessão Solene e eu estou aqui me sentindo muito honrada em estar aqui representando e levando o nome Deífilo Gurgel, que sem dúvida alguma é um grande ícone pra todos nós no resgate e na valorização da cultura popular”, pontuou a vereadora Júlia Arruda.

 

Texto: Kehrle Junior

divulgação

Diogo das Virgens

Tranquila e propícia à prática de esportes, seja usufruindo dos bons ventos ou das águas mornas durante o dia, e com a agitação na medida certa durante a noite, São Miguel do Gostoso-RN é a estação para a segunda edição deste ano do Fest Bossa & Jazz 2019, que acontece de 10 a 13 de outubro. O line-up das bandas que irão agitar as areias do município conta com 11 atrações e 12 shows gratuitos. Com um grande palco na Praia da Xêpa, para shows noturnos, e polos diurnos em outras praias da região, além das tradicionais Jam Sessions para finalizar todas as noites.

A abertura do Festival acontece na quinta-feira (10.10), às 20h, no Polo Praia do Maceió. E, para completar o time, junto com as bandas Blues Beatles (SP), Erickson Grillo (RN), Los Chaskys (Peru), Filarmônica Monsenhor Honório (RN), Ricardo Silveira (RJ), Khrystal (RN), Funkeria (PB), Melly (BA/RN) e Bossa & Jazz Street Band (RN), está a Sesi Big Band convida Duo Taufic (RN).

A orquestra de jazz, fundada em 2013, faz parte do projeto SESI ARTE do SESI RN, mantido com o apoio da SESI nacional e da CNI – Confederação Nacional da Indústria. Conta com a direção artística e regência do maestro português Eugènio Graça, e, no elenco, alguns dos melhores instrumentistas do Estado. Formada por seis saxofones, cinco trombones, cinco trompetes, tuba, contrabaixo, piano, guitarra, percussão, bateria e voz. Já o Duo Taufic é resultado da união de dois experientes instrumentistas potiguares, o violonista, compositor e produtor musical, Roberto Taufic – que vive na Itália desde 1995 -, e o pianista, arranjador e produtor musical, Eduardo Taufic. Versáteis e com sonoridade peculiar, o Duo transparece a bagagem musical adquirida ao longo dos anos e o conteúdo criativo proporcionado pelo diálogo entre o violão e o piano. https://www.youtube.com/watch?v=wDkmwsxvaso|https://www.youtube.com/watch?v=ZoadbR59NOU.

Ricardo Baya Trio convida Diogo das Virgens (RN), fecha a grade de programação para os shows. Músico, compositor, arranjador e produtor musical, soma mais de 20 anos de carreira com vasta experiência, além de ganhar prêmios como do Festival MPBeco (duas vezes), Prêmio Hangar (quatros vezes, sendo elas para Guitarrista Revelação, Instrumentistas do Ano e Melhor Compositor), em 2016, com o Bando das Brenha, ganhou como Banda Revelação. Suas músicas já foram gravadas por vários artistas, no âmbito instrumental e principalmente no de canções com letra.  Para o Festival, o trio composto por Ricardo Baya (Guitarra e Vocal), Silvio Franco (Bateria) e Nael Lima (Baixo) recebe a participação especial do cantor e multi-instrumentista Diogo das Virgens. https://www.youtube.com/watch?v=qnY6uc8Xwsc | https://www.youtube.com/watch?v=0gcBxL0aUxY.

Além dos shows, o Fest Bossa & Jazz realiza oficinas socioambientais e workshops musicais. No primeiro dia (10.10), tem oficina para alunos da rede pública de 06 a 12 anos, sobre a “Construção de Instrumentos com Material Reciclado”, ministrada pela artista plástica, Cristina Lunardi. Na sexta (11.10), o arte-educador, André Renan, trabalha questões ambientais com o “Tocando e Preservando”, através de palestra e prática de percussão corporal. Também na sexta (11.10 – para alunos de 06 a 12 anos), o produtor Luciano Prates conversa sobre “O que é esse tal de Jazz”. E, excepcionalmente em São Miguel do Gostoso, a oficina terá uma edição aberta ao público, adulto e infantil, no domingo (13.10). No sábado (12.10), workshop musical, com o compositor, cantor e guitarrista, Gabriel Yang, na oficina “Construção de Guitarras Artesanais ‘Cigar Box’” para guitarristas e entusiastas (inscrições através do Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.). Todas essas atividades acontecem no Centro de Cultura de Gostoso.

O Fest Bossa & Jazz é realizado com o apoio do Governo do RN, por meio da Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte - SETUR, com recursos oriundos do projeto Governo Cidadão, parceria do SESI/RN e realização da Juçara Figueiredo Produções. Conta com o patrocínio da Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso, e com o apoio da AE Gostoso – Associação dos Empreendedores de São Miguel do Gostoso e Região, do Mantra Residence Gostoso, Café Santa Clara, Vital Supermercado, Michelle Tour, G7 Comunicação, Cooperativa Gostoso Recicla, Besouro Branco - Pipa Fotos, Natal Groove; Cerveja Oficial Raffe.

 

Fest Bossa & Jazz – 10 Anos

Consolidado no calendário potiguar, o Fest Bossa & Jazz, realizado por Juçara Figueiredo Produções, surgiu em 2010 e já realizou 19 edições em quatro cidades do Rio Grande do Norte (Natal, Pipa, São do Miguel do Gostoso e Mossoró), somando mais de 170 atrações nacionais e internacionais do jazz, bossa e blues.  Uma mistura de ritmos que já reuniu um público estimado em quase meio milhão de pessoas ao longo das edições.

Nesses 10 anos, passaram pelos palcos do Festival, artistas internacionais como J.J. Jackson, Willie Walker, Donny Nichillo, Jose James, Galactic, Erica Falls, Stanley Jordan, Indiana Noma, Jai Malano, Grana Louise, Eric Gales, Larry MacCray, Glen David de Andrews, Alabama Myke, Raphael Wressnig, The Cinelli Brothers, Indiana Nomma e muitos outros. Na lista de nacionais, nomes como Ivan Lins, Ed Motta, Lenine, Leny Andrade, Yamandu Costa, Roberta Sá, Marcos Valle, Wanda Sá, Mauro Senise, Leila Pinheiro, Osmar Milito, Roberto Menescal, Mestrinho, Sandra de Sá, João Donato, Lan Lanh, Blues Beatles, Taryn Szpilman, Banda Terráquea e Cacá Magalhães e muito mais.

O evento também promove o intercâmbio musical entre nomes já consagrados e novos expoentes da música e atua no incentivo, aprimoramento e formação de músicos do Estado, além de propagar valores culturais e sociais em diversos âmbitos na oferta de oficinas gratuitas destinada aos jovens da rede pública de ensino e workshops para estudantes, curiosos e amantes da música.

 

Mais Informações no site www.festbossajazz.com.br

paulo fuga

A Fundação José Augusto, por meio do Instituto de Música Waldemar de Almeida e do Coral Harmus, realiza o I Festival de Música Sacra do Rio Grande do Norte (FestMusa 2019) nesta sexta-feira (20/09), na Paróquia do Santuário dos Mártires de Cunhaú e Uruaçú  (Bairro de Nazaré Natal), com direção artística do regente do Harmus, Janilson Batista.

O evento contará com várias atividades todas ocorridas na Paróquia do Santuário dos Mártires: às 9h, o professor dr. e maestro da Filarmônica da UFRN, André Muniz vai falar sobre a música sacra e o legado de Johann Sebastian Bach e às 10h, haverá Master Class de Canto com a professora dra. Nazaré Rocha, da UFRN, e o pianista Franklin Muniz.

No período da noite, a partir das 19h, o FestMusa 2019 contará com apresentação dos corais Harmus, Canto do Povo, Canto Dell'Arte e Poetas Líricos. E o encerramento contará com apresentação da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte (OSRN), interpretando a Missa da Coroação de Mozart, junto com os corais Ha e Coral Canto do Povo.

Todas as atividades são gratuitas e a Paróquia do Santuário fica na Avenida Miguel Castro, 1002, Bairro Nossa Senhora de Nazaré, em Natal.

 

brunno martins

Com o intuito de ampliar cada vez mais o acesso do público à música erudita e a um dos patrimônios culturais do Estado, a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte- OSRN apresenta, em setembro, dois concertos sinfônicos em igrejas de Natal. A entrada é gratuita e, neste mês, o público não vai precisar fazer reserva prévia de ingresso.

O primeiro está marcado para o dia 20 e trata-se de um especial a ser realizado durante o I Festival de Música Sacra do RN, às 19h, na Paróquia do Santuário dos Santos Mártires de Cunhaú e Uruaçu (localizada na Avenida Miguel Castro, - Ns. de Nazaré). Já o segundo, no dia 24, será o Concerto Oficial do Terças Clássicas, seguindo o cronograma da temporada 2019, desta vez, apresentada na Catedral Metropolitana de Natal, às 19h.

Para ambos, o diretor artístico e maestro da OSRN, Linus Lerner, prepara um programa especial com base em obras memoráveis, entre elas, a peça “Abertura da Páscoa Russa” do compositor russo Nikolai Rimsky-Korsakov, escrita em 1888 sobre temas litúrgicos, em sua grande maioria, extraídos da coleção popular de antigos cânticos da igreja ortodoxa que inclui cantos gregos, búlgaros, ucranianos e russos.

A Orquestra também traz, para os dois dias, uma convidada especial, a solista soprano lírico do Rio de Janeiro, Paolla Soneghetti, profissional premiada, com participações importantes em festivais, óperas e musicais, dentro e fora do país. Paolla se apresenta nas obras Domine Deus do Gloria, de Antonio Vivaldi, Canção à Lua da Ópera Rusalka, de Antonín Dvorak e Um Bel di Vedremo da ópera Madame Butterfly, de Gioacomo Puccini.  

Mas, as surpresas para estas apresentações não param por aí. Também será solista, o spalla da OSRN, André Kolodiuk – natalense detentor de uma bagagem musical, com experiências nacionais e internacionais, que irá apresentar ao público, um emocionante solo de violino na obra Meditação da Ópera Thaís, do compositor francês Jules Massenet. A peça é um trecho da ópera Thaís baseada no livro de mesmo nome de Anatole France.

Outra obra que promete envolver e impressionar o público é a “Missa da Coroação”, a 15ª missa composta Wolfgang Mozart no século XVIII, umas das mais populares entre as suas missas. Para esta, a Orquestra Sinfônica do RN convida os solistas Leciana Oliveira (soprano), Franz Ribeiro (Contratenor), César Leonardo (Tenor), José Fernandez (Barítono) e, também, a participação especial do Coral Canto do Povo e do Coral Harmus.

 

No programa também haverá a execução da peça Intermezzo da ópera Cavaleria Rusticana, de Pietro Mascagni e “Adágio para cordas” do norte-americano Samuel Barber. Escrita em 1936, Adagio é uma peça bastante comovente que tem feito parte da trilha sonora de vários filmes e séries, como no filme Platoon, de Oliver Stone, ganhador de quatro óscares em 1987 que a utilizou como tema.

 

Portanto, é diante desta programação e com os convidados apresentados acima que a OSRN convida todos para participarem dessas apresentações especiais neste mês de setembro. Vale ressaltar que, a Orquestra é patrimônio cultural do RN. Atualmente conta com 60 músicos que ensaiam diariamente na Cidade da Criança. Tem o Governo do Estado do Rio Grande do Norte como seu principal mantenedor.

 

A temporada 2019 conta com o patrocínio - via incentivo fiscal - da Companhia Energética do RN (Cosern) e Instituto Neoenergia, por meio da Lei Câmara Cascudo, da Unimed Natal, Hospital do Coração Natal e Prefeitura do Natal, por meio da Lei Djalma Maranhão. O projeto Movimento Sinfônico é uma realização da OSRN, Fundação José Augusto e MAPA Realizações Culturais e conta ainda com o apoio do Teatro Riachuelo Natal, Opus Promoções, Galeria Fernando Chiriboga, G7 Comunicação, Wish Natal Exclusive Resort e dos Restaurantes: Camarões Potiguar, La Cachette e Poti Restaurante.



Twitter