NATAL PRESS

No domingo (30), a SESI BIG BAND convida Ed Motta para show em comemoração ao Dia Internacional do Jazz (International Jazz Day) celebrado em mais de 185 países e, Natal, será a única capital do Nordeste a participar deste evento mundial. A apresentação é gratuita e vai acontecer no estacionamento externo do Natal Shopping, às 20h. A Camerata de Vozes do Rio Grande do Norte também fará participação.

Ed Motta, uma das vozes mais versáteis do Brasil com reconhecimento no exterior, juntará o seu talento ao dos músicos da SESI BIG BAND em um show envolvente e inesquecível. A realização do evento é do Fest Bossa & Jazz e SESI em parceria com a UNESCO, patrocínio do Natal Shopping, promoção MIX FM e apoio do Golden Tulip Hotel, G7 Comunicação, GB HD, Locarx, Luck Receptivo, Michele Tour e Zero Sete Marketing.

O acesso ao show é gratuito, no entanto os interessados devem se dirigir até o Concierge do Natal Shopping e retirar a senha, pois são limitadas. Cada CPF cadastrado terá direito a um par de senhas para a pista. A área das cadeiras estará reservada, exclusivamente, para idosos, portadores de necessidades especiais, gestantes e pessoas com crianças de colo.

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte dá prosseguimento ao projeto “O Escritor vai ao Parque” nesta quinta-feira (27), às 14 horas. Desta vez, o convidado é o escritor mirim Filipe Odilon Borges Guedes, 10 anos, que vai bater um papo com os alunos da Escola Estadual Padre Hudson Brandão, que funciona no Jardim Lola, em São Gonçalo do Amarante.

Filho da poetisa/cordelista, Cláudia Borges, Filipe demonstrou interesse pela cultura popular desde cedo já que acompanhava a mãe aos eventos que ela participava. Em 2016, o menino poeta surpreendeu a todos (inclusive sua mãe que o descreve como um garoto tímido) com a declamação de um cordel do mestre Antônio Francisco: Os Animais têm Razão, num evento alusivo ao Dia da Poesia, comemorado no dia 14 de março. “Nessa mesma apresentação, Filipe não só declamou o cordel como deu vida e voz aos personagens. A partir daí, não parou mais e começou a memorizar trabalhos de autores que admirava, como Antônio Francisco, José Acaci, Abaeté do cordel, Cláudia Borges, Amazan, Varneci Nascimento e outros, demonstrando grande facilidade de memorização”, diz a mãe, orgulhosa.

Apesar de tímido, o poeta mirim demonstra grande desenvoltura no palco, interagindo com o público. Começou escrevendo versos soltos e finalmente escreveu e publicou seu primeiro livro em cordel, tendo o prefácio do escritor historiador baiano Antônio José de Oliveira e a apresentação do mestre Antônio Francisco de quem se julga aprendiz. Filipe Borges mora em São José de Mipibu, estuda em uma escola pública e se apresenta em escolas, eventos culturais e, atualmente vem desenvolvendo o Teatro do Cordel em parceria com a mãe que, além de cordelista, é contadora de histórias. “Filipe é uma criança normal que vem com suas declamações e seus poemas, incentivando outras crianças a fazerem o mesmo e levando consigo uma mensagem de alerta para os povos”, enaltece a mãe, cheia de orgulho.

Filipe é uma criança, mas um grande defensor da natureza e no seu livro “Natureza em Versos” ele tenta demonstrar esse interesse e preocupação em repassar para crianças e adultos a mensagem de que somos nós que devemos salvar o mundo e não destruir. “O Parque da Cidade, além das suas atribuições normais de preservação ao meio ambiente, tem um compromisso de incentivar a leitura entre as crianças e trazer um escritor dessa idade para conversar com crianças da mesma faixa etária é um grande incentivo e contribuição que damos para que no futuro tenhamos cidadãos esclarecidos e conscientes do seu papel na sociedade”, comenta o gestor do Parque da Cidade, Carlos da Hora.

No próximo dia 2 de maio, o Parque da Cidade vai receber a escritora Marise Costa, que vai conversar com alunos do Mundial Colégio e Curso.

Para celebrar a importância da leitura, em iniciativa inédita, os famosos personagens da Turma da Mônica chegam ao McDonald’s no formato de seis livros especiais na nova campanha do McLanche Feliz.

“Temos mais uma vez a oportunidade de incentivar a leitura e apresentar a importância dessa atividade para a construção da imaginação e a criatividade. Seguindo esse objetivo, fechamos essa parceria com a Mauricio de Sousa Produções. Esses  personagens  icônicos e que marcaram várias gerações vão estimular ainda mais a interação entre toda família”, afirma Roberto Gnypek, Vice-Presidente de Marketing do McDonald’s.

O psicoterapeuta Léo Fraiman comemora a iniciativa. “Para termos um bom desenvolvimento psicoafetivo é essencial oferecer às crianças oportunidades para que exercitem a sua imaginação, pois é desta capacidade: imaginar, sonhar e criar, que poderá advir tanto o sucesso como a felicidade. Alimentar a imaginação é um ato generoso, sábio e amoroso. Ao ler, ao brincar, ao desenhar, ao assistir a um filme, estamos dando asas à nossa imaginação ”, afirma Fraiman, que é especialista em psicologia educacional.

A marca McDonald´s acredita no poder da leitura como atividade de integração e desenvolvimento. Tanto que não é a primeira vez que aposta no tema. Em 2013, a campanha “Diversão com todas as letras” propôs, por meio dos livros, uma viagem ao mundo dos dinossauros, oceanos e predadores. Em 2014, histórias de autores brasileiros povoaram os restaurantes de todo o país. Foram disponibilizados livros de autoria de Vinicius de Moraes e Ana Maria Machado, entre outros. No ano seguinte, foi a vez de Ziraldo, Irmãos Grimmm e Julio Verne se juntarem ao grupo. Ao todo com essas campanhas, 5 milhões de livros foram distribuídos, em grande parte no Brasil.

Dessa vez, a rede disponibilizará seis títulos da Turma da Mônica, formada pelos simpáticos personagens do Bairro do Limoeiro, memória afetiva de seu criador, o desenhista Mauricio de Sousa. Cada um terá duas histórias: O Papãozinho e o Filhote do Bidu; Magalancia e Anjinho: a auréola; O Porcão e Caçando Rã; Um Amor de Ratinho e a Turma do Penadinho: um amigo do outro mundo; A Máquina que Copiava e Astronauta: o Bichinho Comilão, e A Varinha Mágica e a Turma do Horácio: mamãe Canguru, além de sugestões de atividades lúdicas a serem feitas pelas crianças.

“No Brasil, um país onde 30% da população nunca teve acesso a um livro, eu não poderia deixar passar a oportunidade de estimular a leitura por meio da distribuição a cerca de dois milhões de pessoas que circulam pelos restaurantes do McDonald’s por dia”, comenta Mauricio de Sousa.

 

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia McDonald’s do mundo, tanto em vendas totais do sistema como em número de restaurantes. A Companhia é a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe, com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios, incluindo Argentina, Aruba, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Curaçao, Equador, Guiana Francesa, Guadalupe, Martinica, México, Panamá, Peru, Porto Rico, St. Croix, St. Thomas, Trinidad & Tobago, Uruguai e Venezuela. A Companhia opera ou franqueia mais de 2.100 restaurantes McDonald’s com mais de 90.000 funcionários e é reconhecida como uma das melhores empresas para se trabalhar no América Latina. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO).  Para saber mais sobre a Companhia visite a seção de Investidores de nosso site: www.arcosdorados.com/ir.

 

Sobre a Mauricio de Sousa Produções

A Mauricio de Sousa Produções (MSP) é a maior empresa de produção de histórias em quadrinhos do Brasil com mais de 50 anos de história e responsável por uma das marcas mais admiradas do país, a Turma da Mônica. Na área editorial, a empresa possui um dos maiores estúdios do setor no mundo e alcançou o número de 300 títulos até hoje, com mais de 80% do mercado de histórias em quadrinhos. A companhia é responsável pela criação de 400 personagens, que já venderam mais de um bilhão de revistas, responsáveis pela alfabetização informal de milhões de brasileiros. A MSP investe em tradição com inovação e produz hoje conteúdos em todas as plataformas com a mais alta tecnologia alinhando educação, cultura e entretenimento. No licenciamento, a MSP trabalha com 150 empresas que utilizam seus personagens em mais de 3 mil itens.

luana tayze

Escolhendo sempre a capital paraibana como sua ‘segunda casa’, o grupo potiguar Qu4tro realiza na próxima sexta, dia 28/04, a partir das 21h, no Vila do Porto, ponto de conturbação das artes e cultura do nosso Centro Histórico, o lançamento oficial de seu primeiro disco autoral homônimo, com um show exclusivo e inédito, trazendo no repertório as suas principais músicas autorais, cantadas e instrumentais, além de releituras e regravações consagradas, com a canção ‘Arrebol’, de Dominguinhos e Anastácia, num formato singular e cheio de representatividade nordestina que só esse quarteto possui. Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente pelo Sympla ou na bilheteria do local ao preço de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). O Qu4tro é formado pela cantora Khrystal e os multi-instrumentistas Zé Fontes, Sami Tarik e Ronaldo Freire, todos grandes artistas e que possuem carreiras solos em atividade, porém unem-se nessa proposta inovadora em louvor à boa música e aos melhores acordes da nossa rica MPB.

O quarteto potiguar já passou por Florianópolis, Mossoró, Fortaleza, São Miguel do Gostoso, Natal, Pipa, Recife e João Pessoa, com grande receptividade do público, apresenta sempre um misto de clássicos da Música Popular Brasileira, passando pelo universo de ícones e referências musicais para o grupo, como Milton Nascimento, Dominguinhos, Edu Lobo, Clube da Esquina, Beatles, Elino Julião, Hermeto Pascoal, Genival Lacerda entre outros, com releituras singulares, além de enfocar o trabalho autoral, a exemplo de Cabra pra você criar e Zabelê, mostrando assim a versatilidade da banda e evidenciando as vivências particulares, influências mútuas e grande afinidade musical, que é a base desse quarteto.

O grupo nasceu em outubro de 2014, de forma despretensiosa, e busca a cada encontro e proposta, experimentarem sonoridades, novas funções e relações com a música e, através do show, dividir essa vivência com o público.  Esse primeiro disco e gravação do DVD, foi viabilizado pelo Edital Economia Criativa do SEBRAE/RN, e o material completo pode ser encontrado nas plataformas onlines.

 

Qu4tro
Reúne quatro grandes artistas e compositores potiguares extremamente ligados à música brasileira, numa mistura de cânticos e instrumentais, e unem as suas potencialidades particulares em nome da efervescência musical coletiva e seletiva, reunida ao longo de suas carreiras paralelas. O som do Qu4tro tem uma pegada bastante forte e regional e, muitas vezes, dialoga com o Jazz, num revezamento de instrumentos e poesia, resultando em uma sonoridade bem particular. Essa é a autêntica produção contemporânea nordestina. Eles são:

Khrystal - Intérprete, violonista, percussionista e compositora do Qu4tro. Há quinze anos desenvolve sua carreia solo, com três discos lançados - Coisa de Preto, Dois Tempos e Não Deixe pra Amanhã o que Pode Deixar pra Lá – com os quais percorreu as principais cidades brasileiras. Participou do programa global The Voice Brasil, que proporcionou visibilidade nacional do seu trabalho, já dividiu o palco com grandes artistas brasileiros e ainda experimentou as artes cênicas, atuando no filme Luneta do Tempo, o qual foi convidada pelo cantor Alceu Valença e pelo diretor Walter Carvalho.

Zé Fontes - Baixista, violonista, compositor e vocalista do Qu4tro. Acompanha diversos artistas potiguares e lançou recentemente um álbum com composições autorais intitulado Zé Fontes. Além de sua carreira solo e integrante do quarteto, é também integrante do grupo norte-rio-grandense Saturnino.

SamiTarik - Percussionista, violonista, vocalista e compositor do Qu4tro. Acompanha diversos solistas potiguares, também integra o grupo norte-rio-grandense Saturnino e é um dos idealizadores do grupo de percussão Kizambe que atua com formação e produção cultural em sua região, e está trabalhando atualmente no seu primeiro disco intitulado Executivo do Pandeiro, que fará o seu lançamento ainda nesse semestre do ano.

Ronaldo Freire – Músico de instrumentos de sopro, como flauta e flautin, vocalista e compositor do Qu4tro. Possui o projeto Catita Choro & Gafieira, que é voltado para valorização do Choro e Gafieira no respeitado centro cultural Buraco da Catita, é integrante do grupo instrumental Saturnino, que já possui disco autoral homônimo, e lançou recentemente o álbum intitulado Avuadô, o primeiro trabalho com suas composições.

Esse evento é uma realização da empresa paraibana Anne Fernandes Comunicação e Produções Culturais, em parceria com o Vila do Porto.

caio gallucci

Mais um espetáculo sucesso de crítica e público aterrissa no Nordeste durante os meses de maio e junho nos três teatros administrados pela Opus Promoções na região. God, com Miguel Falabella, cumpre curta temporada nas seguintes cidades: Natal (dia 12 de maio, no Teatro Riachuelo); Fortaleza (dia 19 de maio, no Teatro RioMar Fortaleza); Recife (dia 02 de junho, no Teatro RioMar Recife). Confira o serviço completo abaixo.

Quando alguma coisa está errada, pode confiar: Deus toma as devidas providências. E dessa vez, o Todo-Poderoso, Rei do Universo, autor do espaço e do tempo decide vir à Terra pessoalmente... ou quase isso. Cansado dos Dez Mandamentos e de toda a incerteza que eles vêm gerando à humanidade, o criador toma forma através de Miguel Falabella para propor novas leis e esclarecer qualquer mal-entendido a seu respeito. No espetáculo, ele e seus dois arcanjos dedicados, Miguel (Magno Bandarz) e Gabriel (Elder Gattely), respondem a algumas das questões mais profundas que têm atormentado a humanidade desde a Criação, em apenas 90 minutos. De uma forma muito particular, o Deus de Falabella vem para arrancar muitas risadas do público e desvendar os maiores segredos do universo ou, pelo menos, do Brasil. Afinal, Deus não é brasileiro?

De David Javerbaum, vencedor de Emmy Award Winner, o aclamado e premiado “GOD” fez um enorme sucesso na Broadway, sendo definido pelo jornal The New York Times como “delirantemente, divinamente engraçado". No Brasil, o espetáculo chega ao público pelas mãos de Miguel Falabella que, além de interpretar o personagem principal, assina a versão brasileira e a direção.

O Criador vem aos seus em uma versão bem mais “moderninha”, com direito à Bíblia em formato iPad, sabendo tudo sobre corte de gordura trans e glúten, e sem paciência para política. Dentre os mandamentos repaginados, estão “Honrarás teus filhos”, “Separar-me-ás do Estado” e “Não me dirás o que devo fazer” – todos peculiarmente muito bem explicados e fundamentados. A codireção é de Fernanda Chamma.

 
BASTIDORES

Desde que assistiu a “GOD” em sua versão original na Broadway, em Nova Iorque, Miguel Falabella soube que precisava trazer o espetáculo para o Brasil. O diretor ainda conferiu a versão apresentada em Portugal, estrelada por um grande amigo, antes de assinar os papeis e começar a trabalhar na adaptação brasileira.

A montagem e os ensaios aconteceram durante um mês, em São Paulo. Nesse período, Miguel se dedicou à grande quantidade de texto do personagem principal, interpretado por ele, e também a todo trabalho corporal.

Ao seu lado, esteve a coreógrafa Fernanda Chamma, que assina a codireção do espetáculo. Ela conta que recebeu com alegria o convite do diretor para essa função e que, por trabalhar há muito tempo com Falabella, os dois já têm uma grande sintonia: “São praticamente dez anos juntos. Já trabalhamos em muitos musicais, seriado e novela. A gente tem um mesmo olhar para colocar um espetáculo em cena, o nosso gosto bate. Ele me permite criar e respeita a opinião dos parceiros de criação. A gente aprende a cada dia, além de se divertir muito”.

Unindo a codireção à coreografia e movimentação de cena, Fernanda dedicou especial atenção à construção dos personagens Miguel (Magno Bandarz) e Gabriel (Elder Gattely) – os anjos que estão ao lado de Deus durante toda a peça. “Esse trabalho corporal é um diferencial da adaptação brasileira. Eu quis fazer com que o corpo desses atores se transformassem em símbolos de imagens de anjos. Os detalhes de pescoço, cabeça, mãos e cotovelos tornam-se vivos para poder dar o texto de cada um, ditar os mandamentos e fazer a ponte com o Falabella. São posições bonitas, desenhadas”, detalha a codiretora.

O cenário de Marco Pacheco traz para o palco a atmosfera celestial, com inspiração nos deuses gregos e presença de elementos como o mármore branco e as colunas jônicas. “O principal objetivo era criar uma alusão de Deus descendo do Céu à Terra, por isso a ideia da escada alta com degraus diminuindo de acordo com a altura, para criar uma profundidade. Também criamos um sofá largo e confortável para que ‘Deus’ ficasse à vontade conversando com o público”, explica o cenógrafo.

No figurino, também assinado por Marco, a inspiração para as roupas de Miguel e Gabriel veio das pinturas clássicas, onde os anjos vestiam armaduras celestiais. E não faltou a elas o lado moderno: “A armadura e as asas são fixas para facilitar a locomoção e principalmente o conforto dos anjos. A calça é de resina e eles usam tênis com aplicação de spikes. Esse figurino ficou pronto antes dos ensaios para que os atores se adaptassem à roupa e pudessem replicar a coreografia da Fernanda Chamma”, justifica Pacheco. Já o figurino de Deus o coloca no lugar completamente atual em que ele quer estar: “Esse Deus é um Deus descolado, que gosta de luzes e brilho, por isso o terno dele tem um corte moderno, diferente dos tradicionais. A gravata azul entra na paleta do cenário e relembra as cores do céu”, acrescenta.

 

Ficha Técnica:

Texto: David Javerbaum

Versão Brasileira e direção: Miguel Falabella

Codireção: Fernanda Chamma

Produção Geral: Sandro Chaim

Cenário e Figurino: Marco Pacheco

Iluminação: Adriana Ortiz

Trilha Sonora: Leandro Lapagesse

Visagismo: Dicko Lourenço

Elenco: Miguel Falabella, Elder Gattely e Magno Bandarz

Voz em off Deus: Bruno Garcia

Transportadora Oficial: Avianca

Promoção: Globo

Classificação: 12 anos
Duração: 90min.

As sessões dos dias 12/05 (em Natal), 19/05 (em Fortaleza) e 02/06 (em Recife) são realizadas com recursos da Lei de Incentivo à Cultura e realização do Ministério da Cultura.

MINISTÉRIO DA CULTURA apresenta:

Realização: OPUS PROMOÇÕES e MINISTÉRIO DA CULTURA - Governo Federal, Ordem e Progresso
Apoio: CVC

GOD
COM MIGUEL FALABELLA
Dia 12 de maio, no Teatro Riachuelo (Natal/RN)

NATAL (RN)
Dia 12 de maio
Sexta-feira, às 21h
Teatro Riachuelo (Av. Bernardo Vieira, 3775 / Natal – RN)
www.teatroriachuelonatal.com.br

Neste sábado (22) é celebrado o Dia Mundial da Terra e o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, em parceria com astrônomos e pesquisadores potiguares, vai marcar a data com palestras, caminhada e observações astronômicas, a partir das 14 horas, dentro do projeto “Astronomia no Parque”. O evento é gratuito e, de acordo com os organizadores, é apartidário.

A data será celebrada com a “Marcha pela Ciência”, realizada, simultaneamente, em 500 cidades de todo o mundo (sendo 13 do Brasil) e Natal não ficará de fora. Os participantes pretendem chamar a atenção da sociedade para os cortes de investimento público na área da ciência e da tecnologia em todo o mundo e promover a aproximação entre os pesquisadores e a população. O centro do movimento será a cidade de Washington, DC, nos Estados Unidos.

Em Natal, a “Marcha pela Ciência” é organizada pelo Prof. Julio Rezende, do Departamento de Engenharia da Produção da UFRN e Diretor de Inovação da Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte (FAPERN) com o apoio do Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte (SEMURB/Prefeitura do Natal), do site Astronomia no Zênite (www.zenite.nu) e da ONG internacional “The Planetary Society” (www.planetary.org). “A ciência é um dos valores centrais da sociedade. Marcharemos pela Ciência para apoiar e salvaguardar toda nossa comunidade científica. É hora de contar com as pessoas que apoiam essa causa”, afirmou o americano Bill Nye, Diretor Executivo da Planetary Society.

O Dia Mundial da Terra foi criado pelo ativista ambiental e senador americano Gaylord Nelson, um dos principais precursores da luta pela preservação do meio ambiente na política dos Estados Unidos. Ele foi um dos organizadores da manifestação sobre o tema que aconteceu em 22 de abril de 1970 e entrou para a história dos movimentos ecológicos. Porém, a data só foi criada pela ONU em 2009.

A programação completa contará com atividades na UFRN no período da manhã e um ciclo de palestras a partir das 14h no auditório do Parque da Cidade. A Marcha acontecerá a partir das 16:30 na trilha do Sistema Solar do Parque da Cidade. O evento encerrará com a observação do céu por meio do telescópio, montado na Praça de Eventos.

PROGRAMAÇÃO

14h – Abertura: “Astronomia no Parque Especial: a Marcha da Ciência e o Dia da Terra”

14h10 – Palestra “O Dia da Terra e as inovações em práticas de sustentabilidade”, com o Prof. Júlio Rezende (Engenharia da Produção, UFRN).

14h40 – Palestra “Implicações Jurídico-Ambientais da Revisão do Plano Diretor de Natal: Propostas, Desafios e Instrumentos", com o Prof. Carlos Sérgio Gurgel da Silva.

15h30 – Palestra "Green Schools como sistema integrado de avaliação da sustentabilidade construtivo-arquitetônica em projetos de instituições de ensino localizadas no litoral do nordeste brasileiro", com Fernanda Azevedo.

16h30 – Marcha pela Ciência, na trilha do Sistema Solar do Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte.

17h15 – Observação do céu com telescópio.

Para marcar a celebração do Dia do Índio, festejado no último 19 de abril, o Governo do Estado, através da Fundação José Augusto, realiza neste domingo, 23, a partir das 15h na Cidade da Criança uma programação especial em tributo aos povos indígenas. A entrada para o parque custa R$ 1.

O público poderá apreciar a mostra fotográfica “Somos um só Povo, Uma só Raça”, de Tasso Pinheiro, aberta deste quarta (19), resultado da cobertura realizada durante a primeira edição dos Jogos Mundiais Indígenas, Tocantins, entre 23 de outubro e 1º de novembro de 2015. Tasso Pinheiro é fotógrafo profissional há 30 anos com trabalhos realizados no Diário de Natal e Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.

Durante o evento, promovido pelo Centro de Promoções Culturais da FJA, haverá uma palestra do pesquisador Aucides Sales sobre a língua Tupi Guarani, seguida por uma exibição de jogo de peteca que tem origem indígena.
A celebração terá ainda a participação do grupo indígena da comunidade do Catu, localizada no município de Canguaretama, que apresentará uma mostra de gastronomia, artesanato, além de apresentações da dança do Toré.

No palco do anfiteatro da Cidade da Criança também haverá a apresentação do grupo Caboclinhos, de Ceará-Mirim que mostram coreografias que personificam soldados índios uniformizados.
A celebração da Semana do Índio, promovida pela FJA, é uma forma de relembrar as atuais gerações a importância da história e da cultura dos índios brasileiros.

Para os amantes e admiradores da dança, uma novidade. O Encontro de Dança Contemporânea 2017 acaba de ganhar mais uns dias para as suas apresentações na capital potiguar. A edição vai acontecer a partir do dia 29 de abril e segue até o dia 06 de maio com apresentações gratuitas no Barracão Clowns, além de oficinas com companhias de outros estados.

Para compor a programação da oitava edição do Encontro, estão confirmadas as seguintes companhias: Companhia H (RS), GEDA Cia de Dança Contemporânea (RS), João Paulo Gross (GO) com o espetáculo CRIVO e Solos de Stuttgart, companhia recentemente premiada no festival de dança da Alemanha, que trará para mostra cinco obras com bailarinos da Bélgica, Rússia, Itália e Israel.

Já no âmbito da dança local, o espaço Plataforma do RN, responsável pela seleção das companhias do estado para o evento, designou a Cia Gesto (Mossoró), Entre Nós Coletivo de Criação (Natal), Rozeane (Natal) e a Companhia de Dança do Teatro Alberto Maranhão – CDTAM. Esta Plataforma de seleção foi criada uma vez que o objetivo do Encontro é promover o intercâmbio de experiências através da dança.

O Encontro de Dança tem direção geral da produtora cultural e coreógrafa, Diana Fontes e conta com patrocínios da Unimed, por meio da Lei Djalma Maranhão da Prefeitura do Natal, do Boticário através da Lei Rouanet/MinC e realização Espaço Vivo Promoções Culturais.

Serviço:

Encontro de Dança Contemporânea – edição 2017

Quando: 29/04 a 06/05

Onde: Barracão dos Clowns (Av. Amintas Barros, 4661, Nova Descoberta – Natal/RN

Entrada: Gratuita

divulgação

vercil

Início da semana, mas já pensando no que vem por aí?! Pode entrar em contagem regressiva para o próximo sábado, 25, que tem show da SESI BIG BAND convida Jorge Vercillo, no estacionamento externo do Natal Shopping, às 19h.

O evento tem como realizadora Juçara Figueiredo Produções e é uma parceria do Sesi RN com o Fest Bossa & Jazz. Inicialmente, o show estava previsto para janeiro, mas foi adiado e finalmente chegou o momento. Para quem já havia adquirido os ingressos, eles continuam valendo mediante troca nas lojas Romance Brazil do Midway Mall, Praia Shopping e Natal Shopping. Já o novo lote está disponível nos valores de R$ 40 (pista - inteira) e R$ 80 (cadeira - inteira). Parte da renda será revertida em produtos de necessidades básicas à LIGA contra o Câncer.


Jorge Vercillo

O cantor e compositor carioca, Jorge Vercillo, renomado músico brasileiro, vai unir a sua musicalidade com a animada orquestra de jazz formada por instrutores e professores do projeto SESI ARTE, regida pelo maestro Eugénio Graça. No show, o público será surpreendido por um repertório envolvente e com arranjos exclusivos da orquestra. Cantores como Ed Motta, Ivan Lins, Taryn Szpilman, Roberta Sá, Khrystal, Yamandu Costa, Lenine e Mestrinho já passaram pelo projeto.

Serviço

Sesi Big Band convida Jorge Vercillo

Data: 25 de Março de 2017 (Sábado)

Local: Estacionamento Externo do Natal Shopping

Horário: 19h

Venda de Ingressos: Lojas Romance Brazil

(Natal Shopping, Praia Shopping e Midway Mall)

Informações: (84) 9 9981-0052

divulgação

poetasd

Um dia que celebrou a poesia com participação ativa e democrática dos artistas que dedicam sua alma às artes. Foi assim a celebração ao Dia Nacional da Poesia realizada pelo governo do Estado através da Fundação José Augusto na última terça (14) no Teatro de Cultura Popular.

Recital poético dos poetas presentes, exposições debates literários e um show musical de Roberto Lima e Geraldo Carvalho marcaram o festejo que homenageou a obra dos poetas Ferreira Itajubá e Jorge Fernandes.
Boa parte do evento foi realizado no pátio do TCP, onde também foi realizada uma Feira de Sebos dentro de um clima intimista. Um bate papo poético entre os poetas Plínio Sanderson, Aluisio Matias, Ozany Gomes e Oreny Júnior, debateu o panorama atual da poética potiguar.

O público presente apreciou ainda o monólogo Jorges, pelo ator Marcos Holanda e o aboio performático de Ivo Maia, além da intervenção lúdica de Plínio Sanderson.

Um debate mais aprofundado sobre a obra dos poetas locais foi abordada na mesa “Diálogos e Rupturas”, a cargo dos professores Tarcísio Gurgel, Humberto Hermenegildo, Marília Silveira e Nonato Gurgel.
Outro destaque foram as duas mostras que homenageiam os poetas Ferreira Itajubá e Jorge Fernandes, que se encontram abertas até fim do mês, sob as curadorias de Iaperi Araújo e Novenil Barros.
O evento teve ainda o lançamento do Folha Poética, do Zine Liberdade, Palavra e Poesia a apresentação da Revista Carcará, editada pelo jornalista Rodrigo Hammer.
A celebração foi encerrada no palco do TCP com as apresentações musicais de Roberto Lima e do cantor e compositor Geraldo Carvalho.



Twitter