NATAL PRESS

Agora é com você, leitor ou internauta. Os 70 indicados nas 14 categorias da maior premiação da cultura potiguar estão definidos e agora o público é quem escolhe os vencedores da 14ª edição do Troféu Cultura. Todos os indicados foram definidos por um time de especialistas em cada área artística e anunciados na noite do dia 07 durante prestigiada festa realizada na Pinacoteca do Estado, com shows e a presença de artistas, intelectuais e produtores.

 O sistema de votação está abrigado no site Papo Cultura (www.papocultura.com.br) e começa hoje, a partir das 12h. Para votar, você acessa o site ou este link AQUI e, no Menu superior da página, está a aba para o Troféu Cultura. Basta clicar e preencher um formulário para iniciar a votação.

 O sistema de votação este ano está ainda mais seguro. Mantém a votação única por IP de computador, aliado às informações do votante, com informações de nome, CPF, e-mail, profissão e local, depois validados por códigos de softwares.

O internauta poderá escolher entre os destaques no Audiovisual, na Literatura e nas Artes Visuais, Melhor Produtor(a) Cultural, Melhor Fotógrafo(a), Melhor Banda, Melhor Show, Melhor Cantor e Cantora, Melhor Ator e Atriz, Melhor Espetáculo de Dança e de Teatro, além do Artista do Ano.

A votação permanecerá aberta até 12 de dezembro. E durante esses dois meses o Troféu investirá na divulgação de cada categoria e seus indicados. O anúncio dos vencedores será feito durante festa agendada para 18 de dezembro, no palco do Teatro Riachuelo.

A solenidade de ontem contou com patrocínio da Suvinil e da Mercedes Bens. O projeto do Troféu Cultura conta com patrocínio, por meio da Lei Câmara Cascudo e do Programa Djalma Maranhão, da Cosern Neonergia, Comjol, Unimed Natal e Hospital do Coração.

 

O Burro Elétrico não vê a hora de cair na folia no Carnatal 2017 e - na sua inquietação e ansiedade pela chegada do grande dia - promove nesta sexta-feira (13), no Buraco da Catita, a sua primeira prévia, apresentado aos seus foliões a dupla que promete agitar o chão do Corredor da Folia: José Orlando e Gota Elétrica. A mistura do maior forró brega e do autêntico Axê marcará a primeira festa Catita Carnatal.

O bloco mais antigo e tradicional do Carnatal abrirá em breve a sua sede no Praia Shopping, antigo e fiel parceiro. A inauguração da sede e o início das vendas serão anunciados em breve.

 

Serviço

Prévia do Burro Elétrico – Junto e Misturado

Atrações: José Orlando  e Gota Elétrica

Local: Buraco da Catita 

Dia: 13 de outubro

Hora: 22h

Apoio: CARNATAL

Reservas de Mesas e Informações: App Buraco da Catita / (84) 98705-3078 e 99994-4252

VALOR: R$ 20,00

Estudantes de escolas municipais, do projeto Amana e de escolas beneficentes de Natal lotaram o auditório na abertura da Semana da Criança, promovida pelo Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, para assistir a apresentação do grupo Estação de Teatro, com a peça Estação dos Contos. As apresentações do grupo acontecerão na segunda, terça e quarta-feira pela manhã, a partir das 9h. No dia da criança (12) e no sábado (14), a apresentação será à tarde, a partir das 16 horas e no sábado. “A equipe do Parque da Cidade e seus parceiros organizaram uma programação bastante diversificada para atender todas as faixas etárias e nos dois horários para atender as crianças no contra turno da escola”, explica a chefe do Centro de Educação Ambiental, Jamila Lorena Brasil. A professora do município, Kalina Lopes, acompanhou uma turma e elogiou a programação e a organização para acomodar todos no auditório. “Está muito diversificada e tudo muito bem organizado para não ter tumulto com as crianças”, disse. Gessé, 5 anos, adorou a peça apresentada pelo grupo Estação de Teatro. “Eu nunca fui ao teatro e gostei muito, porque eles brincam com a gente”, elogiou.

À tarde, a partir das 14:30h tem o Jogo Ecológico “Na Trilha do Parque”, na biblioteca. No mesmo horário começa a oficina Atelier Fauna e Flora do Parque da Cidade, numa das salas de aula. Enquanto isso, outro grupo de crianças poderá participar da Contação de Histórias e Oficina: Plantando Sementes, no Centro de Mudas da Mata Atlântica. E no auditório estará acontecendo o Jogo das Fábulas (Qi + 4), no auditório.

A Semana da Criança, no Parque da Cidade, está em sua terceira edição e as atividades foram possíveis graças a participação de vários parceiros, como Cosern, Grupo Estação de Teatro, Sebrae, Qi+4, Academia K Fitness, Secretaria Municipal de Educação e SBS Livraria Internacional, que estará com estande de venda de livros no Centro de Visitantes do Parque da Cidade.

Na terça-feira (10) às 9h tem a peça teatral Estação dos Contos, no auditório. À tarde, a partir das 14:30h tem Jogo Ecológico “Na Trilha do Parque”, na biblioteca e a outra opção é a oficina “Atelier Fauna e Flora do Parque da Cidade”, na sala de aula. As crianças podem optar por participar da “Sala dos Contos”, que funcionará na Sala de Estudos, dentro da biblioteca. Outra opção será participar do Jogo das Fábulas (Qi + 4), no auditório.

A quarta-feira (11) tem outra apresentação teatral do Grupo Estação de Teatro, com a peça “Um Sonho de Rabeca no Reino da Bicharada”, às 9h, no auditório. À tarde, a partir das 14:30h, tem Jogo Ecológico na trilha do Parque; oficina Atelier Fauna e Flora do Parque da Cidade; Jogo das Fábulas e contação de histórias “Viva Monteiro Lobato” e Oficina de Máscaras dos personagens do Sítio do Pica-Pau Amarelo, estes últimos com ator Josivan Alves.

A quinta-feira (12), dia em que homenageamos as crianças, a programação começa às 8:30h, com o ator Josivan Alves e o personagem João, o Contador de História, fazendo mediação de leitura, na biblioteca. Às 9h., tem Jogo Ecológico “Na Trilha do Parque”. À tarde, a criançada vai participar da Oficina de Origami, com Eugênio Rangel, a partir das 14:30h. Em seguida, será a vez do Jogo das Fábulas (Qi + 4), no auditório e o grupo Estação de Teatro encerra o dia das Crianças com a peça “Um Sonho de Rabeca no Reino da Bicharada”.

A Semana da Criança não acaba por aí. Na sexta-feira (13), tem Cinema no Parque, com o filme “Guardiões da Biosfera”, no auditório. O cinema é interativo e depois as crianças receberão mapas e dicas para procurar os guardiões do Parque nas trilhas. Estes darão dicas para solucionar o grande enigma e depois voltam para o auditório para fazer uma dinâmica com perguntas e respostas. Às 14:30h, a escritora Salizete Freire Soares participa do projeto “O Escritor Vem ao Parque” e vai falar sobre os livros infantis de sua autoria.

No sábado (14) tem atividades nos dois lados do Parque da Cidade. Às 9:30h, o pessoal da Academia K Fitness comanda o funcional kids, além de apresentação de mamulengo, dicas de alimentação saudável, sorteio de brindes e outras atividades, no estacionamento de Cidade Nova. No auditório, às 16 horas, será a apresentação da peça teatral Estação dos Contos, com o Grupo Estação de Teatro.

A Semana da Criança será encerrada com a apresentação d´O Pequeno Príncipe, pelo ator Josivan Alves, dentro do projeto O Baú do Pequeno Príncipe e lançamento do livro O Pequeno Príncipe em Cordel, autoria de Sirlia Lima, na torre panorâmica do Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, que abrirá todos os dias do evento, das 9h ao meio-dia e das 14h. às 17:30h.

A entrada, estacionamento e participação em todas as atividades oferecidas, são grátis. Algumas escolas já agendaram a visita de grupos de estudantes. Para informações a respeito da programação, é só ligar para os telefones 3232-3207 ou 3232-3074. 

 

Neste Dia das Crianças, o Partage Norte Shopping preparou uma programação especial para entreter os pequenos. Começando com diversão, os personagens mais amados pela galerinha, “Mickey e Minnie”, estarão no empreendimento com brincadeiras e muita diversão. A partir das 14h, eles estarão no hall da Cinépolis distribuindo balões e máscaras para a criançada, além de um pocket show, na Praça de Alimentação, com momento para fotos.

Na programação, o musical especial “Era Uma Vez” promete encantar todos os presentes, com muitas canções e histórias. Tudo isso, a partir das 17h, na Praça de Alimentação.

Além disso, na Praça de Eventos, o Jump Mania promete botar a família toda pra gastar as energias. A mega cama seguirá o horário de funcionamento do shopping. No segundo piso, a diversão continua com o Puppy Play e o Mini Cars garantindo um passeio diferente.

 

Serviço:

Dia das Crianças

Data: 12 de Outubro de 2017;

Horário: A partir das 14h;

Endereço: Avenida Doutor João Medeiros Filho, 2395 – Potengi;

Telefone: (84) 3674-8200 | 98189.8899 (WhatsApp);

Facebook: partagenatal | Twitter e Instagram: @partagenatal

Site: www.partagenatal.com.br

 

Famoso em casas noturnas da Europa e EUA, o DJ “Vadão” chega a Natal esta semana para se apresentar na festa temática “Oxydance”, que irá acontecer no próximo sábado, dia 7, para comemorar os 28 anos do programa “Oxydance”, sucesso nas rádios FMs de São Paulo, sob o comando do apresentador Carlos Augusto Ferreira de Medeiros, o “Carlinhos da Oxydance”, um potiguar de nascimento, radicado há 55 anos na capital paulista. O evento comemorativo, que acontecerá na boate Pink Elephant, a partir das 22 horas, terá como atração os principais hits dos anos 70,80 e 90,  com destaque para o som da época Dancing Days ou a Era Disco.

“A festa também servirá para celebrar os 40 anos da Disc Music no Brasil. Acredito que será a primeira e maior festa de flashback aqui realizada. Nasci na cidade de Santa Cruz (RN) e me mudei para São Paulo aos seis meses de idade. Para mim, comemorar os 28 anos do programa junto aos meus conterrâneos potiguares será uma grande satisfação”, explica “Carlinhos da Oxydance”.

A balada, além de do DJ Vadão, contará ainda com a participação de DJ´s locais como Luis Couto e Solon Silvestre. O próprio “Carlinhos da Oxydance” também fará a festa  nas pick-ups.

Os passaportes para a festa “Oxydance” já podem ser antecipadamente adquiridos na loja Bransk (Midway ) e na Pink Elephant.

Biografia publicada pela FJA resgata obra de Vingt-un Rosado

 

 

Jerônimo Vingt-un Rosado Maia, um dos grandes intelectuais da história do Rio Grande será homenageado através de uma obra que retrata sua trajetória. Nesta segunda-feira (25) a partir das 19h no Teatro Dix-huit Rosado, em Mossoró, será realizado o pré-lançamento do livro “O Criador do País de Mossoró” - Biografia Autorizada de Vingt-un Rosado, do pesquisador mossoroense Geraldo Maia do Nascimento.

A apresentação da obra ocorre dentro do Seminário “Cultura: O País Vingt-un – Contribuição do professor Vingt-un Rosado para a Cultura Potiguar” que se realiza nesta  segunda (25) e terça (26) nas dependências do Teatro Dix-huit Rosado.

O evento tem a participação de escritores, pesquisadores, intelectuais, professores universitários, representantes de instituições, amigos e familiares do intelectual que irão apresentar aspectos sobre o trabalho desenvolvido pelo idealizador da Coleção Mossoroense. A palestra de abertura será realizada neste segunda (25) pelo jornalista Vicente Serejo que abordará a importância da Coleção Mossoroense.

“O Criador do País de Mossoró”, publicado  pela Fundação José Augusto,  mostra o trabalho desenvolvido por Vingt-un, que esteve sempre presente em várias frentes da atividade cultural do RN. O livro, com orelha assinada por Maria Lucia Rosado e ilustrações do artista visual Iran, será comercializado no valor de R$ 2.

Uma vida dedicada à cultura

A obra narra a trajetória do intelectual mossoroense passagens marcantes descritas na biografia de Geraldo Maia. Em 1940, com apenas 20 anos, publicou o seu primeiro livro, que recebeu o título de “Mossoró  seguiram-se mais de 200 obras voltadas para a antropologia e estudo das secas.

“Vingt-un esteve sempre presente em várias frentes de atividade cultural, tanto no município como no Estado. Foi professor fundador de três faculdades e idealizador da URRN, hoje Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Fundador e duas vezes diretor da ESAM, hoje Universidade Federal Rural do Semiárido e professor Honoris Causa da UERN”, descreve o escritor Geraldo Maia.

 Integrou o Conselho Estadual de Cultura, foi membro de quatro Academias em dois Estados da Federação, tendo sido criador e ex-presidente de duas delas, a Academia Norte-rio-grandense de Ciências e a Academia Cearense de Farmácia. Faleceu em 21 de dezembro de 2005, aos 85 anos de idade, deixando uma imensa contribuição intelectual para a história do Rio Grande do Norte.
O  Seminário “Cultura: O País Vingt-un" é promovido pelo Governo do Estado (Fundação José Augusto, Secretaria Estadual de Educação) Fundação Vingt-un Rosado, Prefeitura de Mossoró (secretarias de Educação e de Cultura) e Sociedade Amigos da Pinacoteca. O evento é aberto ao público e as inscrições podem ser realizadas pelos telefones (84) 3315 50 80 e 3315 5046.


Fest Bossa & Jazz acontece nesta semana em Mossoró-RN



divulgação

 




Para quem quiser curtir uma boa música, já pode se programar e embarcar com destino a Mossoró-RN nos próximos dias.  A ‘Estação das Artes Elizeu Ventania’ transforma-se em palco para receber a edição 2017 do Fest Bossa & Jazz, na sexta-feira (22) e no sábado (23). Realizado pela Juçara Figueiredo Produções, o Festival promove intercâmbio entre nomes consagrados e novos expoentes da música local, nacional e internacional por meio de shows e Jam Sessions.


Com programação diversa e totalmente gratuita, o Fest Bossa & Jazz também assume o lado da responsabilidade social através de oficinas socioambientais e workshops para músicos e estudantes. A oficina “Construção de Instrumentos com Materiais Recicláveis” já começa nesta quinta-feira (21) na Escola de Artes de Mossoró, com duas sessões, 8h e 14h e segue até a sexta-feira (22). São ministradas pelo músico e artesão Alexandre Ferro e a assistente Adriana Freitas que ensinam crianças e adultos a confeccionar diversos instrumentos musicais com materiais recicláveis como bobinas de papelão, garrafas plásticas e tampinhas.


Para estudantes e músicos que buscam conhecimento e aprimoramento das técnicas musicais, na sexta e no sábado, na Escola de Artes de Mossoró, haverá Workshops. O primeiro de guitarra com o angolano Nuno Mindelis, considerado um dos melhores guitarristas de blues pela Downbeat. O segundo, Workshop de Arranjo com renomado arranjador e pianista Fernando Merlino. As vagas para oficinas e workshops são limitadas e podem ser realizadas na Escola de Artes ou pelo site: www.festbossajazz.com.br/participe/.


O Festival além de educar crianças e adultos com a realização de oficinas, durante os shows vai trabalhar com o lema “Consumo responsável e sustentável – Evento limpo”. Todas as bebidas do evento serão servidas em Ecopos, para evitar o acúmulo de latas, garrafas e copos descartáveis no ambiente (resíduo sólido urbano menos reciclado ao redor do planeta).


Shows


Após toda essa programação que o Festival oferece antes e durante o evento que alia música e aprendizado, nas noites dos dias 22 e 23 o público poderá prestigiar os esperados shows com artistas de renome local, nacional e internacional. O aquecimento começa já na Praça de Convivência de Mossoró, às 19h, com o cortejo da Street Band (RN) que leva o público até o palco, onde às 20h, a Filarmônica Monsenhor Honório, com seus 50 integrante sob a regência de Damião Senna abre, oficialmente, os shows do Fest Bossa & Jazz 2017.


Na sequência, às 21h30, Tributo a Emílio Santiago com Marcos Lessa e Alan Barboza. Na direção musical do show, o arranjador e pianista carioca, Fernando Merlino que tocou durante anos ao lado de Emílio Santiago, atualmente diretor musical da Leny Andrade. Completando o time de feras no Tributo, estão os potiguares Alex Magno (baixo), Anderson Lima (guitarra) e Gustavo Almeida (bateria).

 

E, para fechar a primeira noite com autenticidade, sobe ao palco, às 23h, o angolano Nuno Mindelis, eleito pela Revista Guitar Player o melhor guitarrista de Blues quando venceu o 30th Anniversary Guitar Player Competition. Nuno promete incendiar a plateia com seu expressivo e sempre criativo Blues.


Já no último dia do Festival, sábado (23), às 20h, no palco do Elizeu Ventania tem a Orquestra Sanfônica de Mossoró que, regida pelo jovem maestro Cláudio Araújo, promete uma apresentação especial e marcante ao lado da cantora e intérprete de Mossoró, Dayanne Nunes. Seguindo a programação, logo após, 21h30, tem Sueldo Soares (RN) convida Sandra de Sá (RJ), um encontro entre duas potências musicais que vai reger uma apresentação eletrizante entre a MPB e o Black Music.

 

Por fim, às 23h, o palco do Fest Bossa & Jazz será todo do americano, J.J. Jackson que estará acompanhado por Gustavo Cocentino e Blue Mountain. Com carreira solidificada no Brasil, Europa e EUA, o bluesman teve canções em trilhas de novelas como “Bebê a bordo”, “Vamp” e “Rainha da Sucata”, ale de também “emprestar” seu timbre e carisma em importantes campanhas publicitárias. Com Sua pegada Soul/Blues, Jackson apresentará algumas de suas canções autorais e clássicos como “Stand by me”.

 

Para o público que não pretende se despedir do clima do Festival, nas duas noites, após os shows no palco, é realizada no Birra Nordestina, a Jam Session, que reúne músicos e curiosos para apresentações cheias de irreverência e de improvisação.

 

O Fest Bossa & Jazz acontece desde 2010, passando a ser um dos mais importantes eventos dentro do calendário cultural anual do Estado. É assinado pela Juçara Figueiredo Produções, parceria da Prefeitura Municipal de Mossoró, patrocínio Governo do Estado do Rio Grande do Norte, realização da SETUR e EMPROTUR por meio do Governo Cidadão, Grupo Banco Mundial. Em Mossoró conta com a promoção da TCM.


A próxima apresentação do projeto "RN Autoral do Samba ao Choro" acontece no próximo dia 14, às 19h, no Bar de Nazaré, no reduto boêmio do Beco da Lama, no Centro de Natal. Terá como convidada especial a paraibana e cantora sambista Dandara Alve interpretando o trabalho autoral dos seus conterrâneos compositores de samba e promovendo um intercâmbio da produção musical entre o RN e a Paraíba.

 Além de Dandara Alves, o evento terá a participação de várias cantoras potiguares, como Diana Rafaelly, Silvana Martins, Anna Fernandêz e Lara Rebeca. A noite será marcada, ainda, pela homenagem ao compositor sambista Chiquinho Vírgula, falecido em março deste ano.

O "RN autoral do samba ao choro" é um projeto que visa divulgar a produção de sambas e choros de compositores nascidos ou residentes no Rio Grande do Norte.  O projeto é liderado pelos compositores Alexandre Moreira, Anna Fernandêz, Carlos Britto, Chumbinho, Debinha Ramos, Edmundo Souza, Evilásio Galdino, Gerson Oliveira, Luiz Antônio, Lys Nôga, Marieta Maia, Maurício Souto, Raphael Almeida, Sérgio Farias, Zeca Santos, entre outros.

 Dandara Alves - Cantora paraibana que, apesar de jovem, tem uma trajetória de mais de uma década na cena do samba, sendo a primeira mulher a interpretar samba-enredo no Carnaval Tradição de João Pessoa. É a idealizadora do Projeto Samba da Hora, de incentivo ao samba autoral, que em três anos de existência apreciou mais de 200 obras de compositores paraibanos. Seu trabalho tem sido bem recebido em outros estados, como Pernambuco, São Paulo, chegando ao sul do país com shows na capital de Santa Catarina, e começando a galgar espaços, inclusive, no berço do samba, Rio de Janeiro, com passagens pelos redutos mais tradicionais da cultura carioca, como o Cacique de Ramos, Renascença Clube, Pagode da Tia Doca, Beco do Rato (Lapa), entre outros. Lá, seu primeiro EP(Samba Derradeiro), que privilegia as composições de músicos paraibanos, tem sido executado em emissoras da capital carioca, como Roquette Pinto FM, Tropical FM e Rádio Nacional. A presença de Dandara Alves no cenário nacional do samba obteve a atenção de sambistas renomados, como Neguinho da Beija-Flor, Dudu Nobre, Cleber Augusto, Serginho Miriti e o paraibano Zé Katimba. Seu novo trabalho de estúdio está em fase de produção e trará obras de compositores cariocas consagrados e de sambistas   nordestinos das novas gerações.

 Chiquinho Vírgula - Coautor da música ”Insensato Destino”, um dos maiores sucessos de Almir Guineto e que chegou a ser gravado por diversos cantores, como Zeca Pagodinho, Alcione e os grupos Fundo de Quintal e Revelação. Batizado Francisco Magalhães de Souza, Chiquinho Vírgula faleceu em março deste ano aos 61 anos de idade. Era natural do Rio Comprido (RJ), porém passou a maior parte da infância em Piedade, Zona Norte da capital carioca. Ainda na infância conheceu o samba, por meio do Cacique de Ramos e da Quadra do Império Serrano. Sua primeira composição foi gravada em 1983 aos 28 anos de idade, a canção “Fases de amor” (com Marquinhos PQD e Fernando Piolho), no LP “Nos Pagodes da Vida”, do grupo Fundo de Quintal. Paralela a carreira de músico, trabalhou por 19 anos na Financiadora de Estudos e Projetos do Ministério da Ciência e Tecnologia (Finep), saindo em 2016. Durante sete anos seguidos participou  do “Dia Nacional do Samba” em Natal, evento produzido por Debinha Ramos. Adorava a cidade e aqui já mantinha um grande circulo de amizade. Estava gravando o seu primeiro álbum.

 

A Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN), realiza no dia 16 de setembro, sexta-feira, a quinta edição da Temporada Oficial de Concertos 2017, evento que terá a apresentação da Orquestra Sinfônica da UFRN, com músicos formados pela Escola e que possuem reconhecimento internacional.

A apresentação acontece em duas sessões: 18h e 20h, na Escola de Música da UFRN. A entrada é gratuita e os ingressos podem ser retirados na “Secretaria de Eventos” da Escola de Música a partir da quinta, dia 14, das 08h às 12h e das 14h às 17h. Serão entregues no máximo dois ingressos por pessoa.

Esta edição terá como solista o professor e violinista da UFRN, Rucker Bezerra, que este ano representou o país nos Emirados Árabes, e o violoncelista, Diego Paixão, ganhador de prêmios internacionais.

Sobre as obras

O concerto irá apresentar as seguintes obras : A “Abertura em Ré” de José Maurício Nunes Garcia, composta durante o período da Corte Portuguesa no Brasil; “Concerto Duplo em Lá menor”, de Brahms e “L’Petite Suite”, uma suíte para piano quatro mãos de Claude Debussy.

 

Um dos grandes intelectuais da história do Rio Grande do Norte será homenageado através de um vasto painel que retrata à contribuição à cultura do Estado e sua trajetória de vida. O Teatro Municipal Dix Huit Rosado (Av. Rio Branco S/N, Centro, Mossoró) abriga nos dias 25 e 26 de setembro o seminário “Cultura: O País Vingt-un – Contribuição do professor Vingt-un Rosado para a Cultura Potiguar”.

O debate terá a participação de escritores, pesquisadores, intelectuais, professores universitários, representantes de instituições, amigos e familiares do intelectual que irão apresentar aspectos sobre o trabalho desenvolvido pelo criador da Coleção Mossoroense.

O seminário é promovido pelo Governo do Estado (Fundação José Augusto, Secretaria Estadual de Educação) Fundação Vingt-un Rosado, Prefeitura de Mossoró (secretarias de Educação e de Cultura) e Sociedade Amigos da Pinacoteca. O evento é aberto ao público e as inscrições podem ser realizadas pelos telefones (84) 3315 50 80 e 3315 5046.

 

Palestra e Biografia

Na abertura, marcada para dia 25 às 19h, o jornalista e escritor Vicente Serejo realiza a palestra “Vingt-un: Uma militância Editorial”, fala sobre uma das ações mais contundentes de Vingt-un: a Coleção Mossoroense.

Na mesma noite será lançada a biografia autorizada “O Criador do País de Mossoró”, assinada pelo pesquisador Geraldo Maia, que versa sobre a vida e obra de Vingt- un.O livro tem a orelha assinada por Maria Lucia Rosado e ilustrações do artista visual Iran.

 

Mesas redondas

O dia 26 será dedicado a um amplo debate sobre a contribuição do professor à cultura do estado: a partir das 8h será realizada a mesa redonda “Vingt- un: com açúcar e com afeto”, com a participação dos familiares Cid Augusto, Betinho, Tasso (sobrinhos), Vingt-un e Frederico (netos) e do amigo Caio César Muniz, que trarão depoimentos e histórias sobre a obra do intelectual Vingt-un.

Às 14h tem início a mesa redonda “Vingt-un: professor e intelectual”, com a presença dos doutores e professores Ailton Fonseca (UERN), José Lacerda Felipe (UFRN), Ludmila Oliveira (ACJUS) e Aécio Cândido (UERN), que desenvolveram estudos científicos ou analisaram direta ou indiretamente a obra do professor.

A partir das 19h uma grande mesa redonda, “Vingt-un: Fazendo Escolas”, com a participação de representantes de instituições criadas e apoiadas pelo intelectual, encerra o seminário. Participam a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (Museu Municipal Lauro Escóssia), o reitor da UERN, Pedro Fernandes Ribeiro, o reitor da UFERSA, José de Arimateia de Matos o pesquisador Wilson B. de Mouram da Biblioteca Ney Pontes, o presidente da Academia de Letras, Helder Heronildes, o presidente do ICOP, Benedito Vasconcelos Mendes e o presidente da Fundação Vingt-um Rosado, Dix-sept Sobrinho.

 

Biografia do intelectual

Jerônimo Vingt-un Rosado Maia nasceu em 25 de setembro de 1920, filho de Jerônimo Rosado e dona Isaura Rosado Maia. Era o vigésimo primeiro filho de uma família numerosa. O nome vem exatamente da sequência à ordem numérica francesa dos nomes que Jerônimo Rosado dava aos filhos,

Segundo o biógrafo Geraldo Maia, Vingt-un teve uma infância normal e desde cedo se dedicou aos empreendimentos intelectuais, preferindo acompanhar a atividade do irmão mais velho, Tércio, filho do primeiro matrimônio do seu pai, que era um homem culto, poeta, amante dos livros e pioneiro do cooperativismo no Estado. E foi ainda na juventude que começou a cultivar o gosto pelos livros e pela pesquisa histórica. Na adolescência atuou como bibliotecário no Colégio Santa Luzia.

Em 1940 partiu para Lavras/MG para estudar agronomia, onde desenvolveu gosto pelos livros, as letras e a pesquisa. Concluindo o curso em novembro de 1944, voltou para Mossoró para desenvolver atividades junto à empresa familiar que atuava na área de exploração de gesso e paralelamente começou a desenvolver um trabalho no campo cultural, que culminou com a criação da Coleção Mossoroense.

 

Caminho da Cultura

Apesar de pertencer à tradicional família de políticos que comanda Mossoró por gerações, preferiu enveredar mesmo pelo caminho da cultura. Na verdade, chegou mesmo a disputar dois cargos eletivos. A primeira vez candidatou-se a Prefeito de Mossoró, perdendo por uma margem de 0,4% em 1968. Em 1972 elegeu-se vereador com a maior votação proporcional da história de Mossoró, até aquela data. Mas foi mesmo na área cultural que se destacou, tornando-se ícone da cultura local. Em 1940, com apenas 20 anos, publicou o seu primeiro livro, que recebeu o título de “Mossoró; seguiram mais de 200 obras voltadas para a antropologia e estudo das secas.

Vingt-un esteve sempre presente em várias frentes de atividade cultural, tanto no município como no Estado. Foi professor fundador de três faculdades e idealizador da URRN, hoje Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Fundador e duas vezes diretor da ESAM, hoje Universidade Federal Rural do Semiárido e professor Honoris Causa da UERN.

 Integrou o Conselho Estadual de Cultura, foi membro de quatro Academias em dois Estados da Federação, tendo sido criador e ex-presidente de duas delas, a Academia Norte-rio-grandense de Ciências e a Academia Cearense de Farmácia. Faleceu em 21 de dezembro de 2005, aos 85 anos de idade, deixando uma imensa contribuição intelectual para a história do Rio Grande do Norte.

 

Serviço

Seminário “Cultura: O País Vingt-un – Contribuição do professor Vingt –un Rosado para a Cultura Potiguar”.

Datas: 25 e 26 de setembro

Local: Teatro Dix Huit Rosado (Av. Rio Branco S/N, Centro, Mossoró)

Inscrições: 84) 3315 50 80 e 3315 5046.

Informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Twitter