NATAL PRESS

O tradicional restaurante e espaço cultural Paçoca de Pilão, em Pirangi, dá continuidade a alta estação com programação carnavalesca.

Na sexta é o ponto de partida e chegada para o tradicional bloco O Timbu, que sai do Paçoca às 19h em direção ao tradicional Comeu/Morreu e retorna, animado pela Orquestra de Frevo Tropical. Para ganhar a camisa do bloco o folião precisa tomar o “mijo do Timbu”, segundo um dos organizadores, Giovani Junior.

O bloco foi criado em 2005 pelos amigos Paulo Cesar, Giovani Junior (dono do Paçoca), Márcio Cezar e Dilermando Lago e saiu pelas ruas após o relato de inúmeros "causos" do timbu, um roedor, que foi visto na área litorânea de Pirangi, chegando até a formação de uma colônia no cajueiro do restaurante. 

No sábado, domingo, segunda e terça de Carnaval, o Paçoca de Pilão apresenta programação carnavalesca com música ao vivo a partir das 19h, sob a batuta de Analuh Soares, segurança e todo o apoio do restaurante, cobrando para acesso a importância de R$ 20,00.

 

Durante o almoço o restaurante Paçoca de Pilão trabalha com seu cardápio tradicional para todos os clientes, normalmente. Segundo dona Adalva Rodrigues, o serviço de entrega em domicílio continua no período do carnaval, atendendo pelo telefone (84) 3238-2088.

Nesta quinta-feira (25),  aconteceu o lançamento do Bloco “Se Brincar Eu Pego” edição 2018, no Balada Bar de Ponta Negra, com entrada franca e animação por conta de Debinha Ramos & Roda de Bambas. Pelo terceiro ano consecutivo, o bairro de Ponta Negra vai receber o bloco Se Brincar eu Pego para fazer a alegria do domingo de Carnaval em Natal. O bloco é o único que oferece bebidas (água, cerveja geladíssima e whisky) gratuitas durante o percurso do bloco. 

O Bloco Se Brincar eu Pego tem como tradição um repertório marchinhas e muito frevo e este ano conta com o patrocínio da Prefeitura de Natal, através da Lei Djalma Maranhão, e apoio da Interfort Segurança, Livraria Escola&Escritório, Arituba, Natal Palace Hotel, Armação Propaganda, Unimetais, Platinum, Daya e 94 FM.

A entrada para o lançamento é livre, mas as camisetas para sair no bloco no domingo de Carnaval estão sendo vendidas na Loja Tereza Tinôco (Av. Afonso Pena, 881 – Tirol).

Já pensou em mergulhar numa piscina gigante com mais de 200 mil bolinhas?! Com diversos escorregadores e quase 200m² de espaço para gastar as energias e voltar a ser criança?! É isso que te espera nas férias de verão do Partage Norte Shopping.

O “Bora Bolinha” promete divertir pais e filhos, pois é permitida a entrada de adultos, que voltarão à infância, ao mergulhar entre as milhares de bolinhas coloridas. O brinquedo ficará instalado na Praça de Eventos do empreendimento até 25 de fevereiro.

Com diversos escorregadores coloridos, o evento promete diversão a todo o instante, com um preço acessível. No espaço, podem brincar, simultaneamente, 50 crianças, a partir de 1 ano, sendo indispensável a presença de um adulto (não pagante) com a criança na área de recreação, para os menores de 3 anos.


O tempo de permanência no brinquedo é indeterminado, obedecendo aos seguintes valores:
Ø  30 minutos (tempo mínimo de permanência) - R$ 20
Ø  Até 45 minutos - R$ 30
Ø  Até 60 minutos - R$ 40
Após este período, os valores são fracionados (R$ 1 por minuto).


Esta é a primeira vez que “Bora Bolinha!” desembarca em Natal, que funcionará no Partage Norte Shopping, diariamente, das 10h às 22h (segunda a sábado) e das 14h às 20h (aos domingos e feriados).



Serviço

Bora Bolinha

Data: 11 de janeiro a 25 de fevereiro de 2018;

Local: Praça de eventos do Partage Norte Shopping Natal

Endereço: Av. Doutor João Medeiros Filho, 2395 – Potengi;

Horário: 10h às 22h (seg a sáb) | 14h às 20h (Dom e Feriados)

Telefone: (84) 3674-8200 | 98189.8899 (WhatsApp)

Facebook: partagenatal | Twitter e Instagram: @partagenatal

Site: www.partagenatal.com.br

Parque da Cidade abre exposições de xilogravura e de fotografia neste domingo

divulgação

 

 

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte abrirá, neste domingo (14), duas exposições para os seus visitantes apreciarem: uma de xilogravuras e outra de fotografias antigas da nossa cidade. As exposições seguem abertas até o dia 14 de fevereiro no hall do Centro de Visitantes.

A exposição “Identidade Gravada” é uma compilação das obras produzidas pelo artista visual Erick Lima. Marcadas pela forte expressividade e pela temática da cultura e do modo de vida do povo nordestino, a resistência do povo, as obras trazem uma mostra dos trabalhos xilográficos (matrizes e gravuras) produzidos pelo artista.

 

Erick Lima é artista visual e iniciou a sua carreira no ano de 2007 junto à Casa do Cordel em Natal. Dedicando-se à técnica da xilografia, ele garantiu espaço e reconhecimento como difusor desta arte. Sendo artista e professor, tem levado a xilografia às escolas e motivado novos talentos através de palestras e oficinas. Como propagador da gravura, desenvolveu e executou projetos como a “Xilogravura nas Escolas” e foi ganhador do “Prêmio Cultura Popular do Ministério da Cultura”. A sua arte figura em ilustrações de livros didáticos, folhetos de cordel, discos, peças publicitárias das mais diversas (De granja de ovos ao Google) e nas estampas exclusivas da Bodega do Xilo.

 

O professor e fotógrafo Jerônymo Tinôco também vai expor as suas fotografias numa montagem da Natal antiga e atual. As fotografias mostram como era a capital potiguar nos anos 40, 50, no Século passado. Os mais velhos poderão reviver o passado, buscar na memória as velhas lembranças de tudo o que vivenciou quando jovens. E esse resgate pode ser feito a partir deste domingo no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte. "Sempre fui um apaixonado pelas fotos de Natal antiga e presenciei durante anos as mudanças feitas nas suas características, seja de casas, ruas ou edifícios, daí a ideia de comparar, em fotos, essas mudanças, mostrando onde houve preservação ou não, como forma de chamar a atenção para a importância da preservação da nossa história, pois um povo sem memória histórica não existe como povo".

 

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte é um espaço de conhecimento, lazer e de qualidade de vida do natalense, que frequenta o espaço diariamente para diversas atividades. Mas, o Parque da Cidade também é um ponto turístico pela sua beleza arquitetônica, criada na prancheta do renomado arquiteto Oscar Niemeyer e tem despertado a curiosidade dos turistas que visitam a nossa cidade e querem conhecer a obra onde a natureza e o concreto convivem harmoniosamente. Inaugurado em 2008, o Parque da Cidade funciona diariamente das 5h às 18h e oferece vários atrativos durante o ano inteiro para os seus visitantes por meio de eventos promovidos pelos parceiros, apresentações de peças teatrais, de incentivo à leitura, educação ambiental, exposições, etc.

 

Centro Administrativo sedia Cantata para os Santos Mártires na terça-feira (19)

 

Na próxima terça-feira (19), o Centro Administrativo recebe a Cantata para os Santos Mártires em uma encenação especial em frente à Governadoria. A apresentação será iniciada às 19h e terá a participação de grupos de corais. A entrada é gratuita.

O musical narra a história dos mártires católicos de Cunhaú (hoje Canguaretama) e depois Uruaçu (São Gonçalo do Amarante) que foram assassinados por se recusarem a se converterem ao calvinismo.  Um dos destaques do musical são os figurinos e adereços assinados por Ricardo San Martini que recriou as vestimentas de colonos, índios e holandeses.

A Cantata é dirigida por Diana Fontes, com texto e música de Danilo Guanais (baseado em escritos do padre Murilo, Monsenhor Herôncio e Valério Mesquita), projeção mapeada de Wil Amaral e produção de Danielle Brito, e apresenta 50 atores e pessoas do coro no palco.

O espetáculo é uma realização do Governo do Estado, através da Fundação José Augusto, Governo Cidadão, com patrocínio do Banco Mundial, em conjunto com a Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e Secretaria de Trabalho, Habitação e Ação Social.

Concurso de Decoração natalina está com inscrições abertas até 20 de dezembro

luciano nobre



As inscrições para o Concurso de Decoração Natalina 2017 estão abertas até o dia de 20 de dezembro, no site da Câmara de Dirigentes Lojistas, www.cdlnatal.com.br. O Concurso de Decoração Natalina é realizado e organizado pela Prefeitura Municipal do Natal, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur) e da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

O concurso vai premiar as decorações natalinas em cinco categorias: vitrines e fachadas; condomínios comerciais e shoppings centers; hotéis, pousadas e restaurantes; condomínios residenciais e residências particulares.

Patrocinado pela Cosern há 17 anos, por meio da Lei de Estadual Câmara Cascudo de Incentivo à Cultura, dentro da política de sustentabilidade do Grupo Neoenergia de desenvolvimento das comunidades, realizando parcerias que contribuam para a valorização da cultura, estreou neste domingo (03) em Mossoró, o espetáculo teatral "Oratório de Santa Luzia".

 

Carinhosamente chamado pelos mossoroenses de “O Oratório”, a peça conta a vida e o martírio de Santa Luzia, padroeira do município, e é uma concepção da Cia. A Máscara de Teatro, com direção de Luciana Lima, dramaturgia de João Marcelino e música de Danilo Guanais.

 

Em 2016, a Cosern recebeu uma homenagem especial dos organizadores, entregue ao diretor presidente Luiz Antonio Ciarlini pelo Padre Flávio Augusto Forte Melo como forma de agradecimento à Distribuidora potiguar pelo apoio recebido nesses 17 anos. "Esteja certo de que sem a presença da Cosern seria muito difícil contar essa bela história há tantos anos", disse o religioso.

 

Para Luiz Antonio Ciarlini, que fez questão de cumprimentar todo o elenco ao final do espetáculo no ano passado, na lateral da Catedral, foi uma noite de muito encantamento, orgulho e de ter a certeza de que foi muito importante apoiar o “Oratório” ao longo desses 17 anos, mesmo período em que está em cartaz. "Dá para ver no olhar dos mossoroenses que estão aqui, todas as noites, o brilho de quem sente orgulho de ser desta terra e de fazer parte desta festa".

 

O elenco do Oratório soma quase uma centena de integrantes, entre atores, figurantes e produtores. Para a atriz Tony Silva, que em 2017 conduz a narrativa por meio do cego Jeremias, é louvável o papel que a Cosern exerce de patrocinar a cultura. "Por isso o aplauso do público sempre que a empresa é citada pelo padre durante a novena e antes do espetáculo começar, no telão", lembrou Tony.

Já para Joyce Marinho, 18, atriz que interpreta Santa Luzia mais uma vez, o apoio da Cosern é importante, porque faz o grupo ensaiar com a certeza de que o espetáculo não vai acabar. "Ficamos muito felizes com a presença do Presidente na plateia em 2016", declarou.

O "Oratório de Santa Luzia" será encenado até dia 12, véspera do encerramento da Festa de Santa Luzia em Mossoró, sempre às 21h.

 

Política de Patrocínio da Cosern

O apoio à cultura potiguar dado pela Cosern há quase 20 anos faz parte da Política de Patrocínios e Doações da Neoenergia, dentro do Programa de Sustentabilidade do Grupo para o desenvolvimento das comunidades onde ele atua, realizando parcerias e implementando programas que contribuam para o desenvolvimento social, por meio de ações de empoderamento e valorização da cultura e dos costumes locais.

Para Karine Severo, Gerente do Departamento de Comunicação Institucional e Sustentabilidade da Cosern, o compromisso da Distribuidora com a cultura potiguar é mais uma prova de que a atuação da empresa vai além do fornecimento de energia elétrica. “Nesses quase vinte anos ininterruptos de investimentos destinados aos mais diversos segmentos culturais do nosso estado, já levamos sorrisos, histórias, educação e transformamos muita energia em cultura. Estamos cumprindo com a nossa missão de iluminar a vida das pessoas, apoiando excelentes projetos, como o Oratório de Santa Luzia”, finaliza.

Música que ultrapassa as fronteiras. Nesta quarta-feira (29), o Concerto VIII do projeto Quartas Clássicas promovido pela Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte - OSRN faz apresentação, a partir das 20h, no Teatro Riachuelo, com a participação especial de Larry Leung (China/EUA). A entrada é gratuita. Em 2014, Leung se apresentou em Natal com a OSRN pela primeira vez e este ano vai trazer novamente o som deste antigo instrumento chinês aos amantes da música de Natal.


Mestre em guzheng, instrumento milenar de 21 cordas que existe há mais de dois mil anos, Larry Leung, atualmente, é professor na Confucius Music School, na Universidade do Arizona, Estados Unidos. Seu estilo musical, que combina tradições orientais com orquestras ocidentais, fez dele artista de renome, ganhando reconhecimento nos Estados Unidos e na China.


O primeiro lote online com mais de 500 unidades já esgotou. O segundo conta com 300 ingressos e será distribuído para o público a partir das 12h de amanhã, na bilheteria do Teatro. Os interessados devem apresentar seu CPF na bilheteria e pode retirar até duas entradas.


O projeto Quartas Clássicas conta com patrocínio do Cemitério e Crematório Morada da Paz, da Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), por meio da Lei Câmara Cascudo do Governo do Estado, da Unimed Natal, por meio da Lei Djalma Maranhão da Prefeitura Municipal de Natal e do CEI Mirassol, além de apoio do Teatro Riachuelo, Restaurante Camarões, Poti e La Cachete. A realização do projeto é da Fundação José Augusto e da M.A.P.A Realizações Culturais.


Confira o programa da apresentação:


Lu Qiming - Ode to the Red Flag (Homenagem a Bandeira Vermelha)
Zhanhao He – A Hero's Regret (O arrependimento de um Herói)

Solista (Guzheng): Larry Leung
Bao Yuankai - Going to the West Gate (A caminho do Portão do Oeste)
Zhanhao He - Butterfly Lovers (As borboletas Amantes)

Solista (Guzheng) - Larry Leung
Liu Tie-Shan & Mao Yuan – Yao's Dance (Musica de Dança do Povo de Yao)
Kang Ba – Tita Dance (Dança de Tita)

Com um relevante acervo de trabalhos já realizados com artistas do Rio Grande do Norte, o projeto Som sem Plugs não para de difundir as preciosidades artísticas que o estado possui. Nesta segunda (27), o lançamento é com um dos nomes consagrados e conhecidos de ‘outros carnavais’, o cantor e compositor, Leão Neto.


Além da produção exclusiva, gravada em Macau-RN - onde canta “Coqueiro d’além mar” (composição própria) acompanhado de Zé Hilton na sanfona, Chico Magro na zabumba, Sami Tarik no pandeiro e Gleisson Costa no ganzá e triângulo-, Leão Neto também foi contemplado com a gravação de um EP, prêmio dado ao primeiro colocado no edital.


O clipe será a penúltima produção referente ao edital “Música é Energia”, lançado em agosto deste ano, que selecionou seis bandas/ artistas para compor a temporada, todos com trabalhos já divulgados, entre eles: Leão Neto (Macau), Grupo Siapó (Mossoró), Soul Rebel (Natal), Yrahn Barreto (Natal), Zelito Coringa (Carnaubais) e Folcore (Natal). Na sexta-feira (01), o projeto disponibiliza a entrevista feita com o artista durante as gravações. Confira o clipe de Leão Neto https://www.youtube.com/watch?v=POOkwwR_IuE e acompanhe as novidades do projeto pelo site ou pelas redes sociais.


O Som sem Plugs é patrocinado pela Petrobras como apresentadora, Cosern - Grupo Neoenergia através da Fundação José Augusto e a Lei Câmara Cascudo de incentivo à Cultura do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, apoio logístico da Locarx - Aluguel de Carros, Pousada Moinho dos Ventos e restaurante Talla's Grill, em Macau. É realizado pela BetaPro Produtora e tem os apoios da Camaleãoart, Social Soma, Original Marketing & Eventos, G7 Comunicação, Estúdios Megafone e da TV Universitária da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

O MPB Jazz promove, desde 2010, o intercâmbio musical entre as cidade de New Orleans (EUA) e Natal, mostrando o melhor do jazz e da música potiguar brasileira.  Nessa perspectiva o festival apresentará shows de artistas potiguares, homenageando grandes nomes da música brasileira: Alzeny Nelo em quarteto, no show Capiba, Caymmi e Gonzaga, Khrystal com o show “Romaria” (em homenagem a Elis Regina) Laryssa Costa com o show “Ademilde do Choro” – com participação de Eymar Fonseca, Nara Costa com o show “Gonzaguinha 70 anos”, Tributo a Pixinguinha com Regional do Choro da UFRN com participação especial de Bruna Hetzel e Zé Hilton apresentando clássicos do forró e do choro.

 Na sexta-feira, dia 01, o público poderá conferir o Tributo a Pixinguinha, com performances de choros consagrados do grande mestre Alfredo da Rocha Vianna Filho – Pixinguinha.  Para esta apresentação o grupo Regional do Choro da UFRN será composto pelos músicos Jane Eyre (Flauta), Jotape (Clarineta e Saxofone), Allyson Alexandre (Cavaquinho), Fernando Botelho (Violão) e David Franciele (Pandeiro). E pra completar o time de peso, o show terá participação da cantora Bruna Hetzel.

 Outro talento que promete abrilhantar a noite é a cantora potiguar Nara Costa apresentará o show Nara Costa “Gonzaguinha 70 anos”, título do seu último trabalho, lançado em CD e DVD no dia 04 de outubro, no Teatro Riachuelo. O projeto nasceu do desejo da artista de realizar um show que contribuísse significativamente com o desafio de cantar canções desse consagrado compositor. O repertório foi selecionado visando o recorte histórico das composições românticas e políticas que imprimiram a identidade musical de Gonzaguinha, sem fugir das suas obras mais conhecidas para o público, como “Espere por Mim Morena”, “Sangrando”, “Começaria Tudo Outra Vez” e “É”. Neste show Nara Costa estará acompanhada por músicos potiguares de excelência: Emerson de Oliveira (piano), Darlan Marley (bateria), Airton Guimarães (baixo acústico) e Jubileu Filho (violão, cavaquinho e Trompete).

 No sábado, dia 02, a primeira apresentação potiguar será da cantora Laryssa Costa, com o  show “Ademilde no Choro“,  um projeto musical que tem por objetivo promover os valores culturais e musicais a respeito da potiguar destaque na história da música popular brasileira Ademilde Fonseca.  No repertório versões para clássicos como “Odeon”, “Tico Tico no Fubá”, “Delicado” e o inconteste “Brasileirinho”. A direção musical fica por conta do experiente compositor, professor e bandolinista Alexandre Moreira, e o acompanhamento instrumental é formado por Raphael Almeida (cavaco), Jonathas Marques (clarinete), Fernando Botelho (violão sete cordas) e Deo do Pandeiro (pandeiro). O show conta ainda com a participação de Eymar Fonseca, filha da homenageada.

Na sequência Alzeny Nelo apresentará o show em homenagem a Capiba, Caymmi e Gonzaga tendo no repertório, clássicos como: "Marina", "Juazeiro", e "Olinda, cidade eterna" revelando também algumas raridades que prometem emocionar o público. O show convida a viajar pelo nordeste brasileiro através de belas letras e melodias cheias de imagens e tradições. As músicas e poesias foram minuciosamente escolhidas de modo a proporcionar uma unidade ao show e a revelar aspectos menos conhecidos destes ícones da Musica Popular Brasileira, o repertório será apresentado em versões e arranjos adaptados para voz, violão, contrabaixo e percussão que mesclam o jazz, o ritmo brasileiro e o lirismo.

 O sanfoneiro Zé Hilton promete colocar o público pra dançar em um repertório que abrange obras de nordestinos como Elino Julião, Dominguinhos, Sivuca, Oswaldinho, Hermeto Pascoal, Severino Araújo e grandes nomes de outras partes do país como e Pedro Raimundo, Zequinha de Abreu, entre outros. Acompanhando Zé Hilton (sanfona) participam, Francisco Rogério Vidal (zabumba) e Zé Hilton Filho (triângulo).

 Khrystal  apresentará o show Romaria, que exalta o repertório da eterna Elis Regina. O roteiro escapa das obviedades de uma discografia tão extensa e apresenta novas roupagens para canções imortalizadas pela Gaúcha. Com Jow Ferreira e Stallone Terto nas guitarras e violões, Paulo de Oliveira na direção musical e baixo e Darlan Marley na Bateria, Romaria traz à tona um dos repertórios mais diversos e ricos da nossa MPB, em um roteiro que atravessa décadas e se mantém atual.

 E para encerrar o festival Jubileu Filho coordena uma Jam Session, com convidados especiais, promovendo um som da melhor qualidade.

 

SERVIÇO:

6º MPBJazz

Datas: 01 e 02 de dezembro

Local: Solar Bela Vista

Patrocínio: Prefeitura do Natal, Lei Djalma Maranhão e Unimed Natal

Apoio cultural: Hospital do Coração, Sebrae/RN, Potigás, Sistema FIERN e Rádio Universitária

Ingressos: Entrada franca, limitada a 500 pessoas por dia para os shows externos e 200 pessoas para os shows do salão.



Twitter