Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/natalpre/public_html/site/templates/ja_purity/ja_templatetools.php on line 86

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/natalpre/public_html/site/templates/ja_purity/ja_templatetools.php on line 106
Cotidiano

NATAL PRESS

O serviço de Call Center da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) será retomado nesta segunda-feira (17). Com isso, a população de Natal contará com mais um canal de atendimento para pedidos de reparo e manutenção da iluminação pública. As solicitações podem ser feitas pelo número 0800 281 8980 ou então pela internet.

O atendimento do Call Center estava suspenso em decorrência do fim da vigência do contrato emergencial com a empresa responsável pela disponibilização de pessoal para a realização do serviço. O novo processo de contratação foi finalizado e o atendimento será retomado integralmente. 

A ligação para o Call Center é gratuita e o funcionamento da central acontece sempre de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. O serviço funciona com oito atendentes e um supervisor.

Também é possível solicitar a manutenção de postes com lâmpadas com defeitos por meio da internet. Basta acessar o endereço http://www.natal.rn.gov.br/ e clicar no link Iluminação Pública na aba Cidadão.

marcelo barroso

Enquanto o projeto de revisão do Plano Diretor não chega para apreciação dos vereadores, a Câmara Municipal de Natal está adiantando o debate na Casa. Nesta sexta-feira (14), através de uma proposição do vereador Sueldo Medeiros (PHS), foi realizada audiência pública que reuniu conselhos representativos, secretarias municipais envolvidas, OAB-RN, engenheiros e arquitetos, na intenção de disseminar as informações para a população.


“Nós queremos chamar a atenção da sociedade para este projeto que afeta todos, pressionar para que chegue logo à Câmara e conscientizar a população para que entenda o funcionamento do processo de revisão do plano. O planejamento de uma cidade é de vital importância para que propicie seu desenvolvimento de forma sustentável”, declarou Sueldo Medeiros. A vereadora Divaneide Basílio (PT) também colaborou com as discussões.

O processo de revisão encontra-se na segunda etapa, chamada “Leitura da Cidade”, com oficinas de capacitação nas quatro zonas da cidade. A primeira foi na zona Norte no mês passado, mas os eventos estão  temporariamente suspensos, até a publicação da composição do Núcleo Gestor, pelo Conselho da Cidade do Natal (Concidade). “É um projeto de lei que tem uma dinâmica diferente e para sua elaboração precisa obrigatoriamente da participação pública. Já tivemos, de fato, sete atos públicos, entres audiências e oficinas. Todo o levantamento técnico, que vai ser fundamental para os grupos de trabalhos nas oficinas, continua sendo feito”, explicou o secretário adjunto de Planejamento da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), Thiago Mesquita.

Na audiência, os debatedores levantaram vários pontos que precisam ser considerados para revisar o Plano Diretor, como a valorização histórica de determinadas áreas, além da questão ambiental. O engenheiro sanitário e ex-prefeito de Natal, Aldo Tinoco, apresentou dados e destacou pontos que diz essenciais para as discussões. “Precisa ser pensada a questão metropolitana porque as cidades circunvizinhas compartilham da mesma estrutura de serviços. Por isso a necessidade de interagir na questão de um sistema integrado de água, esgotos, transportes. A utilização consorciada dos instrumentos urbanos precisa discutida no plano diretor”, pontuou.


Texto: Cláudio Oliveira

 

Os festejos juninos tomaram conta do Rio Grande do Norte e a Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, realizou um trabalho de inspeção e manutenção para reforçar a confiabilidade do sistema elétrico potiguar e garantir o brilho, a energia e a segurança em todas as regiões do estado.

Batizada de “Operação Festas”, a ação mobilizou diversos setores da concessionária potiguar e concentrou-se, principalmente, naqueles municípios onde há eventos de maior porte tais como Mossoró, Natal e Assu (confira mais detalhes abaixo).

 

De forma geral, a Cosern realizou:

 

-   Inspeção visual e termográfica nas subestações e linhas de transmissão que suprem os maiores centros urbanos do Estado;

-   Inspeção visual e termográfica nos alimentadores que atendem áreas de concentração turística;

-   Revisão preventiva dos equipamentos telecomandados da rede de distribuição;

-   Revisão preventiva nas três subestações móveis que ficam estacionadas e de sobreaviso em Natal, Caicó e Mossoró;  

-   Poda de árvores quando necessário; e

-   Reforço das equipes de plantão.

 

Mossoró:

A Cosern fez inspeção visual e termográfica em 3,5 quilômetros da rede elétrica com auxílio de um veículo especial para identificar possíveis pontos quentes e prevenir ocorrências. No total, a rede elétrica do município passou por 20 manutenções preventivas com vistas às festividades.

Além disso, a Cosern substituiu cerca de 1.000 metros da rede elétrica na região dos festejos por multiplexada (protegida), uma tecnologia que convive melhor com o meio ambiente, evita poda de árvores, reforça a confiabilidade do sistema e o nível de segurança do fornecimento.

Durante três dias da semana passada, uma Unidade Móvel de Atendimento da Cosern ficou à disposição dos comerciantes que vão montar suas barracas nas festas para agilizar os pedidos de ligações provisórias. Durante a realização dos eventos, equipes de plantão da Cosern vão inspecionar e desativar ligações clandestinas (o popular “gato”) que por ventura sejam identificadas.

Somente este ano, 07 pessoas já foram presas em flagrante pela polícia em todo estado por causa das ligações clandestinas. Além de ser crime, a infração coloca em risco a vida das pessoas nas proximidades e poder provocar queima de equipamentos e perturbações no fornecimento de energia. O volume recuperado pela Cosern com as ações de fiscalização de janeiro até maio daria para abastecer, por exemplo, um município do porte de Patu durante um ano.

 

Natal:

Na capital potiguar, os festejos se concentram nas áreas externa do Ginásio Nélio Dias, na Zona Norte, e da Arena das Dunas, no bairro de Lagoa Nova. Na Zona Norte, a Cosern inspecionou 18 quilômetros da rede elétrica e fez a poda de 19 árvores, além de substituir 1,2 quilômetros da rede elétrica pelo tipo “Space”, mais compacta.

Para reforçar o fornecimento na região da Arena das Dunas, a Cosern fez uma inspeção termográfica na Subestação Elétrica Lagoa Nova e nos circuitos de alimentadores e sistemas da região, além da poda de 16 árvores. Nessa região, haverá uma concentração de shows de grande porte no período de 12 a 16 de junho, mas a programação junina segue até o final do mês com a realização do festival de quadrilhas.

 

Assu:

Na maior cidade da região do Vale, os grandes shows acontecerão na praça central da cidade no período de 14 a 24 de junho. A Cosern realizou no município a inspeção termográfica de 4,5 quilômetros da rede elétrica e realizou a poda das árvores no entorno do local dos festejos juninos.

 

Dicas de segurança Cosern para o período junino:

 

-   Sempre mantenha distância da rede elétrica e não solte fogos de artifício na direção de postes e condutores de energia em hipótese alguma. Os artefatos só devem ser manuseados por adultos e utilizados em locais distantes da fiação, afastados também de bandeirinhas de papel e de outros materiais inflamáveis.

-   Não acenda fogueiras próximas de postes ou debaixo de fios elétricos, uma vez que o calor das chamas pode superaquecer a rede, provocando o rompimento da fiação.

-   Ao enfeitar ruas e praças como bandeirinhas, bandeirolas, faixas e outros adereços, utilize materiais que não sejam condutores de corrente elétrica e nunca amarre os adereços em postes e fios. A Cosern adverte que não é permitida a fixação de adornos, painéis, bonecos de pano e artifícios de decoração próxima à rede elétrica.

-   Não solte balões. Além de ser crime, trata-se de uma brincadeira de alto risco, especialmente se o balão entrar em contato com um fio energizado ou cair dentro de uma subestação. Nesse último caso, pode haver risco de explosões.

-   Não faça ligações clandestinas de energia para iluminar arraias ou barraquinhas que comercializam comidas típicas e fogos de artifício. Além de sobrecarregar o sistema, elas representam risco de curto-circuito, acidentes graves e é crime previsto no Código Penal Brasileiro.

 

Em caso de acidentes, a Cosern reforça os seguintes alertas:

-   Não se aproxime de fios caídos, isole o local e não deixa outras pessoas se aproximarem;

-   Ligue imediatamente para o Samu (192), Corpo de Bombeiros (193) e Cosern (116).

 

Sobre a Cosern

Eleita em pesquisa da Aneel sobre satisfação dos clientes como a 3ª Melhor Distribuidora do Brasil e premiada em 2018 e 2019 como a Melhor Ouvidoria do país, a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), empresa do Grupo Neoenergia, é a sexta maior distribuidora de energia elétrica do Nordeste em número de clientes e a quinta em volume de energia fornecida. Presente nos 167 municípios potiguares, a Cosern tem uma área de concessão de 53 mil quilômetros quadrados.  A empresa atende 1,4 milhão de clientes (3,5 milhões de habitantes).

Em caso de falta de energia, a Cosern orienta:

  • Enviar um SMS para 26560, informando apenas o número da sua conta contrato. Para facilitar, salve-a no bloco de notas do seu smartphone;
  • Baixar o aplicativo da Cosern, utilizar a função “Falta de Energia” para agilizar o atendimento; ou
  • Telefonar para o 116.

DICAS DE SEGURANÇA COSERN

Não faça ligações clandestinas de energia elétrica. Além de crime, o “gato” coloca em risco a vida de quem faz e de quem está próximo. Denuncie a irregularidade de forma anônima no telefone 116 da Cosern.

Eduardo Gurgel, advogado com mais de 18 anos de atuação profissional, em especial nas áreas trabalhista, civil, imobiliária, empresarial e societária, é também sócio-fundador do escritório Eduardo Gurgel e Advogados Associados. Formado em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e tendo atuado como docente da Universidade Potiguar, possui intensa atuação na advocacia trabalhista e presta serviços de assessoria jurídica contratual, consultiva e contenciosa.

O advogado Eduardo Gurgel, concorrente à vaga do Quinto, sempre enfatiza a importância da disputa respeitosa durante a campanha ao importante cargo. “Agora entramos na fase mais intensa da campanha que prossegue até o próximo dia 12 de julho e culmina com a eleição na qual os colegas advogados poderão escolher seis nomes entre os mais de 20 que estão concorrendo ao pleito. É uma eleição com candidatos altamente gabaritados, com alto nível comprovado, o que engrandece não só a disputa, mas, principalmente, a quem vier a substituir o desembargador do TRT-21. Este período de dois meses de campanha será bastante intenso, mas tenho a certeza de que estamos trabalhando de maneira idônea e de que estamos no caminho certo, uma vez que vários colegas têm demonstrado voluntariamente apoio ao nosso nome”, pontua Eduardo Gurgel.

 

O Processo

Ao todo, 24 candidatos se inscreveram para disputa à vaga do Quinto Constitucional. A primeira fase será encerrada no dia 12 de julho, data escolhida para a eleição na qual os advogados inscritos e em dia com a OAB/RN irão eleger seis nomes para formar a lista sêxtupla. A partir dela, a lista tríplice é formada pelos votos dos Desembargadores do Trabalho. Esta lista tríplice é enviada para o Presidente da República, Jair Bolsonaro, a quem cabe escolher o novo desembargador do TRT-21.

A CBTU informa a população que após reunião do Superintendente de Trens Urbanos, com o corpo gerencial, ficou definido que o sistema de trens irá operar com 100% das viagens de sua grade, nesta sexta-feira (14). A medida visa garantir à população e aos mais de 15 mil usuários que utilizam o sistema de trens como meio de transporte diário, o direito a mobilidade, cumprindo a missão da Companhia

A Companhia de Serviços Urbanos de Natal - URBANA, informa aos natalenses que devido a paralisação desta sexta-feira, 14, os serviços de coleta domiciliar, drenagem, capinação, coleta de podas e entulhos da cidade, no turno diurno, serão prejudicados. As atividades voltarão aos seus horários e serviços normais no turno noturno e prossegue com programação normal diária.

Confira:

-   Manter distância segura da rede elétrica durante a instalação das antenas;

-   Não instalar antenas em dias de chuva ou com incidência de raios;

-   Contratar um profissional capacitado para fazer a instalação do equipamento; e

-   Em caso de tombamento, provocado por vento ou chuva, nunca tocar na antena ou tentar retirá-la de cima da residência. Caso isso ocorra, acione o telefone 116.

 

A Cosern mantém um trabalho educativo permanente junto à comunidade para conscientização do uso seguro de energia elétrica em todo o estado que consiste em:

-   Divulgação de informações nas contas de luz;

-   Palestras educativas em escolas;

-   Distribuição de cartilhas e folhetos explicativos com dicas de prevenção de acidentes nos principais eventos culturais do estado e nas agências de atendimento; e

-   Plataforma virtual (www.vamosdarumbasta.com.br) e nas redes sociais da concessionária (veja abaixo).

Sobre a Cosern

Eleita em pesquisa da Aneel sobre satisfação dos clientes como a 3ª Melhor Distribuidora do Brasil e premiada em 2018 e 2019 como a Melhor Ouvidoria do país, a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), empresa do Grupo Neoenergia, é a sexta maior distribuidora de energia elétrica do Nordeste em número de clientes e a quinta em volume de energia fornecida. Presente nos 167 municípios potiguares, a Cosern tem uma área de concessão de 53 mil quilômetros quadrados.  A empresa atende 1,4 milhão de clientes (3,5 milhões de habitantes).

Em caso de falta de energia, a Cosern orienta:

  • Enviar um SMS para 26560, informando apenas o número da sua conta contrato. Para facilitar, salve-a no bloco de notas do seu smartphone;
  • Baixar o aplicativo da Cosern, utilizar a função “Falta de Energia” para agilizar o atendimento; ou
  • Telefonar para o 116.

DICAS DE SEGURANÇA COSERN

Não faça ligações clandestinas de energia elétrica. Além de crime, o “gato” coloca em risco a vida de quem faz e de quem está próximo. Denuncie a irregularidade de forma anônima no telefone116 da Cosern.

O Governo do RN receberá uma equipe do Instituto Nacional do Seguro Social - INSS para analisar e dar andamento aos processos de compensações previdenciárias (Compevi) que estão parados. A confirmação foi obtida, na tarde desta quarta-feira (12), durante reunião em Brasília com a governadora Fátima Bezerra, o presidente do Instituto de Previdência do RN (IPERN), Nereu Linhares, o coordenador-geral de Reconhecimento de Direitos do INSS, Moisés Moreira, e o senador Jean Paul Prates.

“A execução desses processos de compensação previdenciária garante ao IPERN recursos que podem equilibrar as receitas da previdência estadual”, destacou Fátima Bezerra. Ela lembrou que atualmente há um estoque represado de 348 requerimentos Compevi e, diante da situação financeira pela qual o Estado passa, é de extrema importância receber o valor referente às compensações previdenciárias para a prestação de serviços públicos essenciais.

Nereu Linhares explicou que os processos tratam de valores que foram recolhidos ao INSS referentes ao tempo de serviço averbado nas aposentadorias efetivadas pelo órgão estadual. “Tivemos a promessa de que o INSS designará servidores para agilizar os processos, os quais se referem às contribuições de servidores que tiveram por uma época vínculo com o INSS e se aposentaram pelo Estado. Então, o valor que eles pagaram ao INSS será remitido para o Estado”, acrescentou.

divulgação


Levantamento feito por universitários mostrará impacto econômico do evento cultural

 

A Universidade Potiguar, integrante da rede Laureate, está presente na festa junina mais tradicional do Estado, o Mossoró Cidade Junina. Patrocinadora do evento em 2019, a UnP promove ativações desde a abertura oficial do maior evento cultural do país, no Pingo da Mei Dia, e segue na programação oferecendo ao público ações interativas e gratuitas que surpreendem o público de quinta-feira a sábado, até o dia 29 de junho.

Além das ativações, a UnP é parceira da Prefeitura de Mossoró com a realização de um estudo da movimentação financeira em todos os pólos do Mossoró Cidade Junina, visto que o evento apresenta o maior impacto econômico na capital do Oeste Potiguar. O levantamento, realizado durante todos os dias do evento, acontece por meio da coleta de dados de comerciantes e das pessoas que circulam no local.

Segundo a coordenadora do curso de Administração, Profa. Wendy Bezerra, durante todo o MCJ, 30 alunos do Núcleo de Estudos em Finanças e Economia (NEF), que faz parte do Projeto de Extensão da Escola de Negócios da UnP, estão envolvidos no projeto. “Os alunos dos cursos de Ciências Contábeis e de Administração envolvidos no estudo são supervisionados pelos docentes. Esse estudo por meio do convênio com a Prefeitura de Mossoró é muito importante para os alunos selecionados, pois contribui para a construção de competências e habilidades essenciais na formação profissional” explica. Os dados serão apresentados após o encerramento do MCJ, para comprovar o retorno que o Mossoró Cidade Junina traz para a cidade.

erick dias

 

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE-RN) iniciou, na tarde desta segunda-feira (10), o mutirão de Execução Penal na cidade de Mossoró, região Oeste do Estado. A expectativa é que a força de defensores públicos consiga fazer a análise de todos os processos de apenados que cumprem pena no Complexo Penal Estadual Agrícola Maria Negócio. O mutirão deve se estender até a sexta-feira (14).

De acordo com o coordenador do Núcleo de Execução Penal da DPE, defensor público Serjano Marcos Torquato Valle (FOTO), devem ser analisados os processos de presos com condenação. Além do coordenador do Núcleo, o mutirão conta com a participação de outros cinco defensores públicos estaduais. “Nosso objetivo é levantar a situação dos processos, identificar se as penas estão adequadas com a Lei de Execução Penal e se há casos de presos que já têm direito a, por exemplo, progressão de regime, livramento condicional, indulto ou comutação, mas que não tenha sido concedido”, explica o defensor público. 



Twitter