NATAL PRESS

O Setor de Manejo Ambiental levou um grupo de funcionários do Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte para percorrer a trilha do Horto, que foi aberta recentemente. Os servidores, dos setores de Educação Ambiental e da Administração percorreram 5km (ida e volta) dentro da mata, sempre acompanhados da Guarda Ambiental, para conhecer o percurso e a fauna e flora existentes na nova trilha. Para Uilton Campos, chefe do setor de Manejo, percorrer a trilha com os colegas de trabalho teve o intuito não só de explorar a trilha, já bem conhecida por eles, mas de fazer uma troca de experiência entre os setores, principalmente do Centro de Educação Ambiental e da Guarda Ambiental, porque eles recebem e acompanham os grupos de visitantes. Os servidores do Centro de Educação Ambiental obtiveram informações sobre a fauna e flora e, com isso, podem tirar dúvidas dos visitantes. À Guarda Ambiental coube a tarefa de verificar algumas falhas na sinalização, os pontos onde é preciso reforçar a segurança para o trilheiro, porque a trilha tem pontos de subida e descida e, assim, evitar algum acidente no percurso. “Tudo é contribuição para o setor de manejo melhorar as trilhas. A direção do Parque acompanhou o trabalho e pode saber o que está sendo feito com muito carinho e zelo pela equipe para atender melhor à população praticante de esportes de aventura, levando-se em consideração que é um trabalho de educação ambiental: conhecer para melhor preservar”, concluiu Uilton.


Cada espaço do percurso foi explorado pelo grupo, como forma de conhecer as possibilidades e entender as dificuldades específicas do caminho a ser apresentado aos visitantes. Fernando Medeiros, engenheiro do Parque da Cidade e chefe do setor administrativo, avaliou como interessante a experiência. “Nós, como funcionários, avaliamos que tipo de educação ambiental pode ser oferecida em cada trilha e tomamos os cuidados para que o visitante ou trilheiro possa fazer a trilha com o máximo de segurança e possa extrair dela o máximo de informações”, analisou.


Para a ecóloga Jamila Lorena Pereira Brasil, chefe do Centro de Educação Ambiental, o grau de dificuldade é bem maior em relação às outras trilhas, “própria para pessoas acostumadas a fazer trilha”. Segundo ela, o percurso permite que o visitante tenha uma boa percepção da vegetação do parque, suas características e, em alguns pontos, consegue ver a relação do espaço com o ambiente antrópico (onde houve a ação do homem, característica de área urbana) e a diferença quando está adentrando na mata”, explica. Pelo percurso também é possível ver o impacto que a vegetação sofreu no entorno do Parque, onde está mais degradado e que será reconstituído com ajuda do Centro de Produção de Mudas da Mata Atlântica, que foi inaugurado pelo prefeito Carlos Eduardo na abertura da Semana do Meio Ambiente.


Para o gestor do Parque da Cidade, a importância de os funcionários fazerem a trilha é porque conhecendo as trilhas, as suas características e vegetação predominante fica muito mais fácil repassar isso para o público que visita o Parque, principalmente na segurança de todos. “Esse conhecimento e troca de experiência é importante para os setores do Manejo e da Educação Ambiental e também para o setor administrativo, que passa a ter conhecimento do que o Parque da Cidade dispõe para oferecer melhor aos seus visitantes. Verificamos também o que precisa melhorar na infraestrutura e nas condições de trabalho dos funcionários para oferecer uma trilha com segurança. Então, é muito importante que os funcionários do parque, percorram as trilhas e adquiram esse conhecimento. Hoje nós temos cinco trilhas naturais abertas ao público e é importante que os funcionários conheçam bem cada uma delas”, finalizou.


Com a abertura da Trilha do Horto, o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte passa a oferecer cinco trilhas naturais, além das trilhas pavimentadas, que podem ser percorridas sem precisar agendamento, das 5 horas às 18 horas. As trilhas naturais são as seguintes: Trilha Preá, que tem 450 metros; Trilha Embaúba, que possui 590 metros; Trilha Vanila, uma trilha na mata densa, com 1.860 metros, ideal para trilheiros e a Trilha do Horto. Como o nome já diz, ela termina próximo ao Horto Pitimbu, tem 4.200 metros (ida e volta), é mata densa, com obstáculos de subida e descida, é extensa e de difícil realização por causa do solo pesado, ideal para quem já é acostumado a percorrer longas distâncias a pé e fazer trilhas em mata fechada. Foi criada para conectar a área de 12 hectares, que faz parte da ZPA-01, incluindo o Horto Pitimbu, que foi integrado recentemente ao Parque da Cidade. Os interessados em percorrer as trilhas naturais poderão fazer agendamento prévio pelo telefone 3232-3207.

divulgação

A prefeita de Florânia, Márcia Nobre (DEM), ao lado do Assessor Especial do Gabinete Civil, Júnior Pinhara, acompanharam as obras de drenagem e pavimentação em paralelepípedos de ruas que estão sendo executadas no município. A visita foi ao Bairro Paz e Amor, onde os serviços seguem a todo vapor.

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE/RN) irá encerrar, nesta sexta-feira (23), o prazo de inscrições do Edital do VII Teste Seletivo para estagiários destinado aos estudantes do curso de Bacharelado em Direito. A bolsa mensal tem valor de R$ 937,00 e acréscimo de auxílio-transporte. As inscrições devem ser feitas na sede de cada Núcleo e custam R$ 40,00.

A seleção tem como objetivo a formação de cadastro de reserva para os Núcleos de Natal, Parnamirim, Assu, Ceará-Mirim e Nova Cruz. As inscrições serão validadas mediante a apresentação de documentos e comprovação do depósito da taxa de inscrição de acordo com o que consta no Edita disponível no site www.defensoria.rn.gov.br. Somente poderão assumir as vagas os candidatos que comprovarem, à época da convocação, estarem cursando o 3°, 4º ou 5º ano do curso de Direito, ou semestre equivalente. O estágio tem duração máxima de 02 anos.

Durante as provas, serão exigidos dos candidatos conhecimentos em Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Penal, Direito Processual Penal, Legislação Institucional e Estatuto da Criança e do Adolescente. De acordo com o Subdefensor Público-Geral do Estado e presidente da Comissão responsável pela seleção, Marcus Vinicius Soares Alves, apesar do certame ser destinado à formação de cadastro de reserva, existe a possibilidade que todos os aprovados sejam convocados. “No último concurso chamamos mais de 150 estagiários, então nossa expectativa é que todos os aprovados sejam convocados durante o período de validade do Edital”, afirmou.

Na próxima terça-feira (20), a Confederação do Elo Social participará, em Brasília, do seminário “A Gestão de Resíduos Sólidos no Brasil e os Desafios ao Cumprimento da Lei nº 12.305/10”. O evento é uma iniciativa da deputada federal e presidente da Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados, Flávia Morais. O encontro acontecerá no plenário da Casa, das 09 às 18 horas, e será transmitido ao  vivo através da TV Câmara. O presidente da Confederação, Jomateleno dos Santos Teixeira, será um dos integrantes da mesa redonda 3, cujo tema será “Encerramento dos Lixões e Desafios da Sustentabilidade”.

A CESB é responsável pelo programa “Lixo Zero Social 10”, uma iniciativa que dará solução à problemática do lixo no Brasil. A ação contará com Centros de Triagem e Transbordo em todo país, inclusive no Rio Grande do Norte. Está prevista a construção de 28 CTTs somente aqui no Estado, além de usinas de compostagem, incineração e cremação de animais. Todas para a comercialização com a iniciativa privada, colocando o Estado em conformidade com a Lei 12.305/10, que trata da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Em áreas de risco social, um prédio do Elo Social oferecerá à população serviços de psicologia, assistência social e advocacia, além de promover cursos de formação profissional. Cada prédio social gerará sete empregos para profissionais liberais. Ou seja, serão 220 vagas de empregos para advogados, professores e administradores, entre outros.

Durante o fim de semana, um grupo de floranienses realizaram voluntariamente um paliativo na BR 226, trecho entre Florânia e São Vicente.

Com pedra mole, taparam os buracos na rodovia. O objetivo é evitar acidentes. A Prefeitura de Florânia disponibilizou o veículo caçamba para auxiliar os serviços.

Apesar de a rodovia ser federal, esse trecho é de responsabilidade do Departamento de Estradas e Rodagens do Rio Grande do Norte (DER/RN).

Faz em 2017, 150 anos que o filósofo, sociólogo e jornalista prussiano, Karl Marx publicou pela primeira vez o conjunto de livros "O Capital", que tornou-se sua obra-prima. A série de livros tratava do capitalismo e suas consequências e é considerada uma obra que marca o pensamento socialista no mundo.

Um século e meio depois e qual seria a temporalidade dessa obra? Qual sua contribuição não só filosófica e econômica, como também literária? Para responder a essas questões, a Cooperativa Cultural Universitária dentro do seu projeto Centenários – convidou o professor titular do Departamento de Antropologia da Faculdade de Ciências Sociais (FCS) da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e assessor permanente do Grupo de Estudos da Complexidade (Grecom), da UFRN, Edgard de Assis Carvalho, para falar sobre Karl Marx e sua obra. Ele estará hoje (14) no Labplan, no Centro de Ciências Humanas Letras e Artes (CCHLA ou Azulão), na UFRN, a partir das 14h, com palestra aberta ao público, para falar sobre o tema: “Razão e Desrazão da História do Progresso Humano - Marx e a Literatura”.

Para o professor da PUC-SP, "Marx dominou a literatura e a filosofia do seu tempo. E autores como Shakespeare, Balzac, Goethe, Voltaire e Rousseau fizeram parte da sua formação e constituem uma base para as interpretações das contradições sociais que cercam a existência humana, e não apenas do capitalismo. "Nos capítulos 23, 24 e 25 de ‘O Capital’ as influências de Goethe e Balzac são mais perceptíveis, mesmo que esses autores não integrem explicitamente a narrativa”, esclarece Assis Carvalho.

Karl Marx (1818-1883) nasceu na Prússia, foi filósofo, sociólogo, jornalista e um revolucionário socialista. Ele se tornou apátrida e morreu em Londres (Inglaterra).

 

De 05 a 09 de junho é comemorada a semana do Meio Ambiente. Para marcar a data, a Cosern abre nesta segunda-feira (5) hoje no shopping Via Direta, em Natal, uma exposição gratuita sobre o universo da energia elétrica utilizando um recurso tecnológico virtual pouco difundido no Brasil: o da realidade aumentada (conheça mais detalhes no vídeo e nas fotos em anexo). A ação é organizada pelo Programa de Eficiência Energética da distribuidora, regulado pela ANEEL.

Trata-se de um grande painel eletrônico que mostra o caminho percorrido pela energia elétrica desde sua geração, nas usinas hidrelétricas, até nossas residências, que será instalado num dos corredores do Via Direta e poderá ser “explorado” com auxílio de tablets customizados que funcionam como lupas para guiar os visitantes. Essas “lupas”, por sua vez, possuem um software que transforma as ilustrações do painel em realidade aumentada.

Apesar de muito difundida no exterior, a tecnologia da realidade aumentada ainda é pouco conhecida no Brasil. Por isso, a exposição promovida pela Cosern será uma oportunidade única para os potiguares interagirem com a novidade e aprenderem mais sobre o uso seguro e eficiente de energia elétrica.

No total, o painel eletrônico exibe 41 itens interativos que, ao serem consultados, “saltam” da tela com movimento em 3D e apresentam a cena, com auxílio de uma locução. Além dos “Caminhos da Energia”, o visitante vai poder aprender mais sobre “Eficiência Energética” e receber uma série de dicas de segurança com energia elétrica para pôr em prática em casa e nas ruas.

O aplicativo utilizado nos tablets da exposição da Cosern no Via Direta tem uma versão para download compatível com o sistema operacional Androide, o ue vai permitir que visitantes interajam também com  a exposição em seus próprios  celulares.

Além disso, os consumidores residenciais que forem a exposição, munidos da última conta de energia e levarem lâmpadas incandescentes ou Halógenas de no mínimo 40 Watts e atenderem aos critérios do programa, vão poder realizar a troca dos modelos ineficientes por lâmpadas de LED.

Critérios para troca de Lâmpadas Incandescentes ou Halógenas por LED:
 
·         Ser cliente residencial da Cosern;

·         Cada titular da conta de energia, limitado a uma unidade consumidora, poderá trocar até 05 (cinco) lâmpadas incandescentes ou Halógenas de no mínimo 40W por um modelo LED com selo PROCEL;

 

Documentos Necessários:

·         Conta de energia original do último mês;

·        Documentos pessoais (RG e CPF).

 

Serviço
Exposição “Caminhos da Energia em Realidade Aumentada” da Cosern na Semana do Meio Ambiente.

De 05 a 09 de maio, no Shopping Via Direta, em Natal

Das 9h às 21h.

Entrada: gratuita

O Governo do Estado inicia, nesta quinta-feira (1º), a segunda fase da Operação Vertente, que levará água através de caminhões-pipa para a área urbana de 17 municípios potiguares das regiões Alto Oeste e Seridó, em colapso no abastecimento de água.

Através de 73 caminhões-pipa, a água será captada de mananciais das cidades de Apodi e Vera Cruz, e distribuída em pontos localizados em Alexandria, Almino Afonso, Bodó, Caicó, Francisco Dantas, João Dias, Lagoa Nova, Luís Gomes, Marcelino Vieira, Paraná, Pilões, Rafael Fernandes, São Miguel, Serrinha dos Pintos, Tenente Ananias, Tenente Laurentino e Venha-Ver.

Estão sendo investidos recursos da ordem de R$ 12,7 milhões, oriundos do Ministério da Integração Nacional, para a ação, que é organizada pelo Gabinete Civil através da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil.

 Monitoramento

Na Operação Vertente, as rotas realizadas pelos caminhões são monitoradas através de sistema de georreferenciamento via satélite, dos pontos de captação, até a entrega da água, evitando problemas com desvios.  O acionamento é feito por meio de um cartão eletrônico no início do trajeto. Ao finalizar o percurso, o beneficiário também afere a chegada da água através de um cartão.

Primeira fase

Entre setembro de 2016 e fevereiro de 2017, a primeira fase da operação os abasteceu com água potável 13 cidades das regiões Alto Oeste e Seridó, atendendo cerca de 150 mil pessoas. Agora, a Defesa Civil Estadual pretende aumentar o número de municípios atendidos para 17, mas que pode variar dependendo do monitoramento da CAERN, determinante na avaliação da necessidade de abastecimento emergencial.

O grupo de pesquisa Socioeconomia do Meio Ambiente e Política Ambiental – SEMAPA do departamento de Políticas Públicas da UFRN promove no dia 5 de junho, o seminário “Política e Gestão de Resíduos Sólidos no Rio Grande do Norte”.  O evento acontece das 15h às 19h. As inscrições podem ser feitas no local e serão emitidos certificados para os participantes.

Para celebrar o dia mundial do meio ambiente, o seminário irá apresentar os principais resultados de pesquisa de quatro mestres formados no Programa de Pós-Graduação em Estudos Urbanos e Regionais da UFRN, abordando diagnósticos, avaliações, proposições e alternativas para a gestão dos resíduos sólidos no Rio Grande do Norte à luz das recomendações da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

A capital potiguar vai sediar o 32º Encontro da Sociedade Brasileira de Canonistas e o 35º Encontro dos servidores dos Tribunais Eclesiásticos do Brasil, no período de 10 a 15 de julho próximo, no Hotel Holinday Inn, no bairro de Lagoa Nova. O evento terá como tema: “O processo penal e administrativo canônico: um serviço à misericórdia, à justiça e à verdade – como uma mãe amorosa”. É aberto a profissionais do direito e demais interessados no tema.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas no site da Sociedade Brasileira de Canonistas, no reço: www.infosbc.org.br.

Em Natal, os interessados podem obter mais informações no Tribunal Eclesiástico, instalado no Centro Pastoral Pio X (subsolo da Catedral Metropolitana) ou pelo telefone (84) 3615-2800 / 2801.



Twitter