NATAL PRESS

Numa praia. Final de tarde. Você chegou à minha vida

 

Primeiro, o olhar promissor. Depois,  o sorriso que fez a noite virar dia

 

A voz, rouca e sensual, emitiu sons que só meu coração decifrou

 

Éramos tantos naquele momento, mas, para mim, estávamos sós

 

Eles, pobres mortais, eram meros coadjuvantes do início de uma história de amor

 

E assim foi. Outra tarde, outra praia, os mesmos olhares

 

Uma singela tapioca, um café com leite, o toque ansioso de minha mão na sua

 

A doçura da sua boca fez inveja ao mel que agora apenas decorava a mesa

 

A lua , sempre cúmplice dos que se amam, surgiu mais cedo para nos apreciar

 

O mar, à nossa frente, transmitia a paz tão desejada

 

Sem palavras

 

Nos aproximamos e, num abraço, nosso corações se fizeram em um só

 

Nossos corpos se uniram e entramos no mundo um do outro

 

Felizes, não ligávamos para o que havia lá fora. Se é que havia algo

 

Assim começou nosso romance.

 

Aliás, está sempre começando, pois a cada dia meu amor se renova

 

Tudo como se fosse a primeira vez

 

Assim, como  disse o Poeta, que seja infinito enquanto dure.



Twitter