Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/natalpre/public_html/site/templates/ja_purity/ja_templatetools.php on line 86

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/natalpre/public_html/site/templates/ja_purity/ja_templatetools.php on line 106
Celso Fernandes

NATAL PRESS

descricao descricao descricao

Nada de tão menos revelador de podermos dizer – e somar!, entenda-se, algo que pela ´´Lei da Nova Ortografia Rapidez das Redes Sociais`` 24 horas D/N – que uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa, grande descoberta a minha!, então, ´game over` para o nome do jogo do aplaudido BBB´13 (mas que, infelizmente, não cheguei a assistir nenhum episódio menos inédito). Exatamente quando, idem, já adianto de bom tamanho que não precisamos também mais à essa altura do campeonato da expiação de 1001 câmeras apostas na aclamada Casa mais Vigiada do Brasil, enfim, batizar ganhadores e finalistas do pré-paredão-paredásso. Principalmente o nome daquela musa Escarlett que fatiou a parcela MAIOR da bufufa que agora não é mais alheia nem do patrocinador. É dela, que fique com ela, e clique final!

E se podemos afirmar que temos uma nova ´milionária` em cena para as futuras passarelas, Milionários e José´s Ricos que façam fila na roleta de apostas para inéditas – eu disse inéditas, no bom sentido da palavra, contratações extra globais. Business my lady! E se não haveria, ora, ora, ora... Pois sim, podem filmar, fotografar, babarem à vontade, que em 2014, ano da Copa, que por aqui indica estar deveras ´russa`, no ano que vem tem mais. E quando, idem, por ordem de bilhetinho anônimo pousado de ´via aéreo` aqui na minha mesa redonda de pixachões, chega a pergunta: ´´Quando é que vão eliminar o Pedro Bial?``, ops. Claro que em nome da nossa santa malvadeza em questão.

Coisa que se no frigir dos ovos bem remexidos além do confessionário, o ´chá de trepadeira`, ops, de choradeira imperou, haja listão de afinidades e tempestades criadas em baldes d´água! Porque barrados no baile, quanto menos no Palácio da Fartura, lá, agora desmontado, por aqui hoje relaxamos e gozamos. O resto deixamos para as emissoras nível concorrência, que pegam carona na notinha que já está ´passada` (ou seria daquela vencida, no prazo de boa audição) do que foi com o o que será o amanhã de manhã. Bem cedinho só para quem passou a noite às claras, ansioso por olheiras. E só não vamos experimentar beijar a boca do sapo para evitar um suposto mau hálito (da famosíssima halitose) na esperança do bicho virar príncipe encantado.

Mas como ia dizer (o que mesmo, heim?) e que por certo algumas personagens fictícias projetadas para o mundo televisivo ainda são aquelas que podem fazer parte quem sabe do jogo Hamlet, de William Shakespeare, porém, sem nunca deixarem de ser meigas, rebeldes, desejadas, convenhamos: ´´quando flagradas por xeretas e paparazis de plantão muitas vezes são aquelas que surgem principalmente com o que manda a proibição – o que é proibido (com o que era) tem um sabor todo especial, inspiremos. O que não custa lembrar em uma outra breve linha, que mesmo com a evolução dos tempos, mundo cibernético, webcans caseiras, plantão ´facesmania` aos montões, algumas delas continuam sonhadoras no tempo. E o que é melhor, se passando por autênticas ´Ophelias`, inventando moda, dando o banho de sorrisos e artifícios quando a gente pede bis.

Celso Fernandes, jornalista, escritor. Colunista de Moda, TV e Literatura. Assessoria de imprensa. Blog: http://modarougebatom.blog.terra.com.br
Follow me: http://twitter.com/celsocolunista
www.facebook.com/celsocolunista

Nada menos de impróprio ou a querer lembrar de ter lido numa das entrelinhas da Mãe (ou seria mesmo Pai?)-internet – e como se ela não fosse, velozmente, novidade, ó, santa rebelde hermano Francisco, ops – daquilo que é alheio, é nada melhor ainda... juntamente com aquela famosa ´´refeição`` que muitas vezes comemos fria a qualquer hora do dia/noite, infortúnios veem sempre de bandeja. Tudo bem?

Sem formar grandes filas, porém, só de poder atravessar grandes fronteiras e senão mais que poder falar mal na língua que a terra um dia há de comer – o nariz achatado que não se finja de esquecido, só para reforçar na baila do assunto – o importante também é da gente não se afastar muito do que envolve uma boa confusão. Se caiu o balão ou que alguém tenha escorregado na maionese caseira em dia de churrasco de confraternização no sítio do ´´chefe``, patavinas, alguns tipos de entretenimentos são por demais bem vindos. Com a mão, ora pois, firme na roda. ´´Sentiu a firmeza maldosa na, idem, não menos estranheza? Ou que por – não menos, eu disse ´não menos`, só para rechear o nosso ´´L`` no sadio da linguíça –, não foi à toa que por obra e ´ordem` do destino de terem combinado as inseparáveis amigas do ´´trampo``, a saber, a Elisa, a Elisete e a Elisabete, na mesma cor do biquíni amarelinho!`` No sítio do chefe, claro. Exatamente quando o passeio de fazer vistas grossas jamais passa tamanho despercebido até com o pobre ´´fundo de garrafa`` do seo Altamires, que me perdoe o leitor na observação da oferenda da frase em questão.

Mas como dizia... (o que ia dizer mesmo, heim) que tem coisas na vida – em matéria de parceria nem se fala, ´´o que é meu é meu, o que é seu é meu, podemos negociar?`` – que é melhor pingar do que secar, cabe um avant popoli que atrás vem brócolis? Não abrir ou quanto violar o lacre antes do próximo carnaval é o que pode fazer com que o indivíduo morra de curiosidade até no marca passo no observatório das atenções, wow! Coisa que no glorioso mundo virtual ouvi dizer que os mais fanáticos do ´´Bloco das Boas e Más Atenções`` vem fazendo sucesso na hora extra além do uso do dedo mindinho, aplaudimos pelo congelamento do que mesmo?. Aquele, do seu vizinho. Hã? Pegou.

No mais, como afirmam, ´´confirmam`` e ´´compartilham`` as pesquisas de ´´boca de rua`` que a Dilma ultrapassou muito além dos 70% do eleitorado, se tudo der certo sua reeleição vai ser batata – não importa a grossura da casca lulística, o importante ainda é sabermos descascar o pepino, cuidar da perereca para que o sempre saltitante populismo cresça e continue, saltando nos seus pulos, e vou lá eu querer perder tempo em ´ver, ouvir, plantar e opinar` em frente à telinha se querem comer uma vez mais a cabeça do Maluf na tal da bandeja de oferendas? Pois sim, hoje, e somente hje, vou atentender a milhares de ½ dúzia de pedidos do que disse lá pelos idos anos 90´s nesta mesma coluna semanal – só que por outros canais, timbrados, óbvio – que não é só helicóptero que voa! Não mais mais que, como dizia um velho amigo de escola versão anos 80´s, o Rogério: ´´é a maldade do povo!`` E, não mais que, como sita-se mesmo que é a maldade do povo... Vai que o novo e bom Francisco comece a distribuir ´selinhos` hermanos (known!) além da Cristina Kirchner, por aí...

– Heim? Como, o que disse? Se sou eu, seu olhos e ouvidos ´´face``, tamanho a te ajudar – a ver, pensar ouvir, compartilhar, e, falar – , modéstia..



Twitter