NATAL PRESS

Quanto mais certos, melhor!

Dúvidas sobre dúvidas? Ainda que pelo andamento da máquina emperrada, estão afirmando que as instituições estão funcionando. A tal da harmonia entre Executivo, Legislativo, Judiciário, então, goza bem de saúde e obrigado por lembrar. E não é que depois de um tempo a gente parece até que se acostuma!

Mas só não vamos nos distanciar muito do que reza o velho dizer ora adaptado, ´´olho por olho, dente por dentadura, onde até a ´banguelice´ de muitos é aquela que se salva´´. Assim? Estado de direito versus Direito de Estado. Ninguém mais sabe é da voz da honestidade, leia-se para lá de presidencial e na compra de parlamentares a fim de que soberanos escapem de mais uma rede de denúncia. ´´Herança Rodrigo Janot?, picha a concorrência´´. Afora a lista e meia de Excelências que estão desfilando por lá, ora essa! Isso quando resolvem bater o ponto para irem trabalhar – em benefício deles próprios, né!

Como responderia parceiro antigo, a uma boa tacada existe sempre uma boa jogada, porém não necessariamente nesta ordem. Ou seja, cabeças politicamente corretas e sinceras nós juntamos aos ´´zilhões´´ dentre Zelites oportunistas com aqueles de propaganda eleitoral e vinhetas televisivas que encenam sempre mais uma saída. Claro, estamos à beira da maior crise financeira do país como nunca dantes. Breve refrão sobre a vantagem em tudo, ora bolas!

Aécio Neves fica ou não fica o Senado? Alguém mais na linha se gravações agora do réu preso Joesley Batista, aquele do ´´nóis´´ não vai ser preso? Do irmão Wesley, o negociador dos 100 milhões na cotação da maior fraude financeira? São tantas colocações que até os 51 milhões empilhados no apartamento emprestado ao Geddel Vieira Lima – quando? – nem impressões digitais do irmão dele, o deputadíssimo Lucio Vieira, poderiam escapar.

Mais do doleiro Lúcio Funaro e Cia., aí, na escala de 1, 2, 3 conte outra vez? Delações, isto sim, das mais premiadas no país do nunca antes, da propina institucionalizada, vazam bem além do cano do ladrão! Novas Operações em andamento, a Jato, não sairão de cena. Quanto mais mexem mais aparece. Nessa Dilma até sonha em anularem o impeachment como se as ´´pedaladas´´ fiscais ou coisa alguma tivessem acontecido e que tudo o mais mesmo tenha sido um golpe! Porém, jamais iremos saber em que roud nós estamos de verdade ou se alguém vai jogar a toalha, pedindo meio copo d´água!

E findo o fato que mais bombásticas virão pela frente, mas também por trás e pelos lados, é muita interrogativa para encaixar na cabeça! Já quantos aos zeros, de repente originários não apenas de esquerda, oras bolas, esses continuam aí em pé para o que der e vier...
Celso Fernandes, jornalista, escritor. Colunista de Moda, TV e Literatura. Assessoria de imprensa. Blog:
Follow me: http://twitter.com/celsocolunista 
www.facebook.com/celsocolunista



Twitter