NATAL PRESS


Uns chamam de teimosia
E de inércia também
Querendo ir mais além
Eu chamo de esperança
Até onde a mente alcança
Vou e sou determinado
O tempo é aliado
De quem é um sonhador
Faço tudo com amor
Sou esperançoso abnegado
A crença emocional
Que chamamos de esperança
Tem na perseverança
Sua maior aliada
Sem ela resultaria em nada
A alma ficava vazia
Então em desarmonia
Com a paciência e a fé
Desformaria o tripé
E o sonho desabaria
É valioso sonhar
Ser utópico, esperançoso
Ser paciente, teimoso
Persistir na esperança
Não haveria pujança
Na busca da paz e do amor
Não se combate o temor
Se a esperança agoniza
Ela é a perspectiva
E o prazer do sonhador.



Twitter