Como vou fazer poesia
Se me falta inspiração
Não ouço o coração
Sinto meu peito vazio
Meu pensamento vadio
Teima trilhar outro caminho
Bebo uma taça de vinho
Tentado ouvir o meu eu
Mas ele emudeceu
Fiquei falando sozinho

Como se estivesse surdo
Não ouço meus pensamentos
São frios meus sentimentos
Gélido o meu coração
Não concentro a atenção
Pois nem sei o que eu quero
Mas eu não me desespero
Tento viver cada momento
Com o cérebro sempre atento
Em tentativas me esmero

Depois do não que me deram
Emudeceu meu coração
Levitei, fiquei sem chão
Quase que eu enlouqueço
Já não me reconheço
Estou aéreo, sem vontade
Reputo como maldade
Pois o meu eu me roubaram
Vivo com o que me deixaram
A solidão e a saudade.