NATAL PRESS

Muito menos por causa da decantada “marolinha” e muito mais pela desorganização de nossa economia, nas asas da nefasta “nova matriz econômica”, o País enfrenta uma situação calamitosa. As seguidas pajelanças inovadoras, obras de feiticeiros-aprendizes, ventríloquos de um poder absoluto – absolutamente incompetente -, criaram uma desorganização tal, que seria dar prova de um verdadeiro autismo afirmar que após uma breve “travessia”, um crescimento vigoroso está para acontecer. Mas como tudo é relativo, o conceito de “breve” se presta a qualquer interpretação. O tratamento dado à inflação durante o Dilma 1, associado a uma série de medidas cuja enumeração serviria apenas para desopilar o fígado, trouxe repercussões de difícil avaliação. Qualquer que seja a decisão do COPOM, a SELIC aprisiona nossa economia numa armadilha de difícil escapatória. Uma ‘brincadeira’ de Cila e Cáribdes. Aumentar os juros combate a inflação, porém o custo do serviço da dívida arrebenta o já improvável superávit primário. Diminuir a taxa básica possibilita um aparente alívio, logo varrido pela volta do dragão que pensávamos ter sido sepultado definitivamente. No momento, falar em “estagflação” (estagnação mais inflação) passa a ser um eufemismo, quando o mais adequado seria falar numa ‘receflação’ (recessão mais inflação). Nessa crise que sufoca a indústria, um único segmento está com boas perspectivas no curto prazo: o da fabricação de panelas. A Nação há de ser eternamente grata aos artífices desse flagelo.

Alexandru Solomon, formado pelo ITA em Engenharia Eletrônica e mestrado em Finanças na Fundação Getúlio Vargas, autor de ´´Almanaque Anacrônico´´, ´´Versos Anacrônicos´´, ´´Apetite Famélico´´, ´´Mãos Outonais´´, ´´Sessão da Tarde´´, ´´Desespero Provisório´´, ´´Não basta sonhar´´, ´´Um Triângulo de Bermudas´´, ´´O Desmonte de Vênus´´,(Ed. Totalidade), ´´Plataforma G´´, ´´Bucareste´´ e ´´ A luta continua´´ (Ed. Letraviva). Nas livrarias Cultura e Siciliano. E-mail do autor: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..



Twitter