NATAL PRESS

divulgação

parqurobo

A robótica é um ramo da educação e da tecnologia que tem fascinado crianças e adultos pelo mundo a fora. Em Natal, o SESI-EBEP/Natal trabalha esse assunto com estudantes de nível médio, que já participam de competições dentro e fora do estado.

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte é parceiro da instituição sediando pesquisas e competições de treinamento das equipes e palestras abertas ao público interessado. Nesta terça-feira (19) as equipes de robótica irão assistir palestra do engenheiro da computação, Alexandre Portilho, no auditório do Parque da Cidade.

Paulistano, Portilho é ex-competidor e, atualmente, técnico e juiz da FLL. Ele vem falar sobre o torneio nacional que acontecerá em Brasília (DF) no mês de março. A palestra será em formato de minicurso, promovida pelos Times BATLEGO e Bazinga Power, com apoio do SESI-EBEP/Natal e aberta ao público interessado.

O tema da palestra é “Um dia de Robótica FLL” e acontecerá das 9:30h às 12:00h e das 13:30h às 16:00h.

Agilidade, credibilidade e conforto. Essas três qualidades estão reunidas no conceito da mais nova plataforma de mobile commerce desenvolvida pela REJ, empresa potiguar que atua na solução de tecnologia da informação no Rio Grande do Norte.

Através da plataforma o lojista pode personalizar um aplicativo próprio, tanto para IOS quanto para Android, e promover uma experiência de compras personalizada para seus clientes. O Max Shop traz diversas vantagens para o lojista que poderá aproximá-lo do seu cliente a partir do gerenciamento de suas métricas através de relatórios que definem o perfil de cada consumidor, além de oferecer serviços complementares como reserva de produtos, cartões de presente e listas de casamento.

Com o crescimento constante no número de smartphones e o consumidor cada vez mais conectado, a presença no mundo mobile é indispensável para quem quer se manter competitivo. De acordo com o diretor da REJ Soluções Tecnológicas Elthon Cavalcanti, manter um aplicativo moderniza o processo de compra e contribui para a fidelização do cliente. “Todos os estudos recentes apontam que o mobile commerce é o melhor investimento para grandes e pequenos varejistas que desejam atrair mais consumidores e converter vendas”, afirmou. 

Com baixo custo de manutenção e sem cobrança de comissões, a plataforma é uma ótima oportunidade para quem quer sair na frente em 2016. Para maiores informações desta plataforma é só acessar o site www.maxshoplus.com.br

oii

. Projeto estruturante da companhia foi implantado para atender o crescimento do tráfego de dados;

. Rotas alternativas aumentam a proteção dos serviços de dados contra interrupções provocadas por eventos externos;

. A tecnologia G.fast atinge velocidade de tansmissão de dados de até 1Gbit por segundo sobre redes de cobre existentes;

A Oi ativou em novembro a primeira rede do Brasil, totalmente interligada com conexões de 100 gigabits por segundo, em uma extensão de 30 mil quilômetros no território nacional. Um dos projetos estruturantes de transformação da companhia, a rede OTN, além de aumentar a qualidade e a capacidade de transmissão de dados, foi desenhada para elevar a proteção do cliente de interrupções provocadas por acidentes e eventos externos. Realizado em parceria com a Alcatel-Lucent, o projeto se baseia no uso de equipamentos OTN (Optical Transport Network), que vão garantir à rede da Oi mais robustez para atender ao crescente consumo de dados nos próximos anos, tendência mundial no setor de telecom.

Para o usuário da rede da Oi, a mudança trará mais qualidade de navegação pela internet assegurando capacidade para o crescimento do tráfego de internet. Além disso, o projeto criou novas rotas para circulação do tráfego de dados, a fim de evitar que o serviço seja interrompido por acidentes ou eventos externos que prejudiquem a rede da Oi. Cada rota tem três caminhos, criando um sistema de redundância para garantir eficiência e continuidade da rede de banda larga, dos serviços de dados corporativos e empresariais e serviço móvel.

A Oi tem procurado racionalizar o uso dos recursos e intensificado a aplicação de soluções tecnológicas para melhoria da rede existente. Recentemente, a companhia fechou outra parceria com a Alcatel-Lucent para introduzir a tecnologia G.fast na rede de banda larga fixa para uma conexão mais veloz, tornando-se a primeira prestadora de serviços de telecomunicações da América Latina a ter esta tecnologia em sua rede. A solução G.fast provê até 1Gbit por segundo de velocidade para o usuário final, com reaproveitamento dos investimentos realizados na rede de cobre. A tecnologia também incentiva a introdução de novos serviços de interesse público, como cuidados remotos com a saúde, educação remota, serviços de TV 4K, segurança e muitos outros.

A implementação da tecnologia alavanca todos os benefícios de uma rede de banda larga já instalada, combinando agilidade e flexibilidade das redes de fibra óptica de nova geração com os investimentos já realizados nas tecnologias de cobre. A primeira rede no país usando G.fast será implantada no Rio de Janeiro e a previsão é de que isso ocorra em março de 2016. Depois, o projeto será ampliado para todo o território brasileiro. "O projeto está em fase de desenvolvimento com o objetivo de sermos os primeiros a implantar a tecnologia G.fast na região. A solução é inovadora e irá melhorar ainda mais a oferta dos nossos serviços e a experiência para os nossos clientes. Estamos combinando esforços e comprometidos com este projeto", comenta Pedro Falcão, diretor de Tecnologia de Rede e Sistemas da Oi.

"Estamos orgulhosos de colaborar com uma das operadoras mais importantes da América Latina neste projeto. Para nós, é importante trazer soluções que permitam a evolução das redes de nossos clientes e ao mesmo tempo manter nossa liderança no mercado de banda larga fixa", diz Javier Falcon, Presidente da Alcatel-Lucent no Brasil.

O acordo com a Alcatel-Lucent prevê ainda trabalhos em conjunto para futuros testes do XG.FAST, uma tecnologia em desenvolvimento pelo Bell Labs da Alcatel-Lucent que permitirá velocidades de 10 Gbps sobre pares de cobre em curtas distâncias. Com a evolução da infraestrutura de rede já existente, a Oi prevê fortes reduções de custos, além de aprimorar a qualidade dos serviços oferecidos aos clientes, aumentar a fidelização e permitir um amplo controle fim-a-fim sobre o funcionamento da rede.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em parceria com o Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Associação Nacional de Medicina (ANM), inicia a programação do IV Simpósio sobre Cognição Imune e Neural nesta quinta-feira, 3, a partir das 8h, no Imirá Plaza Hotel. O evento reúne profissionais, estudantes, professores e pesquisadores das áreas de Imunologia e Neurociência.

A abertura do evento será realizada pelo neurocientista Sidarta Ribeiro (UFRN) e pelo imunologista Cláudio Tadeu Daniel Ribeiro (Fiocruz). Em seguida, serão ministradas palestras e apresentados pôsteres, conforme a programação do Simpósio.

O encontro é organizado pelo Instituto do Cérebro (ICe) da UFRN e pelo Centro de Pesquisa, Diagnóstico e Treinamento em Malária (CPD-Mal) da Fiocruz. O prazo para inscrição pelo site do evento está encerrado, mas os interessados ainda podem se inscrever no local do Simpósio.

O centenário da teoria geral da relatividade será comemorado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) nos dias 16 e 17 de dezembro, com o workshop “Os 100 anos da Relatividade Geral”. No mesmo período, o Departamento de Física Teórica e Experimental da (DFTE) da universidade será homenageado pelos 50 anos de fundação.


Onze palestrantes de diversas universidades e instituições científicas estarão presentes, entre eles José Ademir Sales de Lima, professor da Universidade de São Paulo (USP). Um dos idealizadores da celebração, José Ademir foi docente da UFRN até meados de 2005.

Celebração

Na UFRN, a celebração do centenário da Relatividade na UFRN conta com palestras de divulgação sobre a descoberta de Einstein, no dia 16 de dezembro, no horário das 18h45 às 21h, no auditório da Escola de Ciência e Tecnologia (ECT/UFRN), destinada aos leigos no assunto. No dia 17, das 10h às 18h, as atividades serão voltadas para a comunidade cientifica.

De acordo com o professor Ciclâmio Leite Barreto, um dos integrantes do comitê organizador do evento, a celebração do centenário da descoberta de Einstein tem um significado especial para a ciência, pois a lei da relatividade gerou grandes modificações no pensamento científico e na forma de desenvolvimento humano e cultural.

O público interno pode se inscrever no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA) e o externo pelo seguinte endereço: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Mais informações sobre o evento podem ser acessadas neste site.

Teoria da relatividade

Em 1915, o mundo tomou conhecimento de uma das principais teorias científicas da história: a teoria da relatividade, a qual diz que gravidade é uma propriedade do universo, em que objetos massivos provocam curvaturas no espaço-tempo. Na época da publicação dessa teoria, a tecnologia necessária à detecção dessas ondas ainda não existia.

O responsável por essa ideia que revolucionou a forma do homem pensar e agir foi Albert Einstein, um físico teórico alemão reverenciado no Ano Internacional da Física, em todo o mundo. Para ilustrar o quanto essa descoberta impacta a vida das pessoas na atualidade, basta lembrar que, sem ela, um GPS ou um microondas não existiriam, exemplificam os estudiosos do assunto.

forumfape

A Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN) realiza no dia 2 de dezembro, às 14h, na Escola de Governo, o Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação do Rio Grande do Norte.

No Fórum, haverá uma palestra que será ministrada pelo presidente da Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), Jacson Carvalho Leite, que abordará o tema: Inovação a serviço da sociedade.

Palestrante

Jacson Carvalho Leite, é graduado em Administração de Empresas pela Faculdade de Administração e Economia (FAE), assumiu a Celepar em 2011, trazendo na bagagem profissional a experiência bem sucedida na prefeitura de Curitiba em tecnologia da informação. Em 2005, na Assessoria Técnica de Informações (ATI) e, na sequência, de 2006 a 2010, na presidência do Instituto Curitiba de Informática (ICI), coordenou a implantação de um sistema integrado de informações estratégicas que convergiu na chamada sala de situação do município. Na Celepar, na condição de assessor para Assuntos Institucionais, implantou o site do governo do Paraná. Outra missão dele na empresa foi a de conduzir em todo o Estado o “Celepar na Comunidade”, projeto de inclusão social e digital que permitiu a 30 mil paranaenses o primeiro contato com o computador, bem como o acesso aos serviços disponíveis na rede corporativa do Estado.

Além da palestra, durante o evento serão empossados os novos membros do Conselho Técnico da FAPERN e do Conselho Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Conecit).

O evento é gratuito com a inscrição realizada no local. Tendo como público-alvo estudantes de nível superior, pesquisadores, empresários e gestores públicos.

Para mais informações, os interessados podem acessar o site da FAPERN (www.fapern.rn.gov.br) ou através dos telefones 3232-1728/1729.

Cerca de 53% dos jovens de até 29 anos têm smartphone e 68% possuem apenas 1 chip. Esse perfil de clientes também é o que mais valoriza o serviço de dados e que tem menos interesse em serviço de mensagens de texto (SMS). Esses são alguns dos resultados do levantamento feito pela Oi com cerca de 5 mil consumidores de todas as operadoras, de planos pré, pós e controle, em todo o país. No grupo de pessoas entre 30 e 45 anos ouvidas pela pesquisa, o uso de smartphone chega a 43% e entre os entrevistados com mais de 45 anos, a taxa é de 24%.

Os estudos procuraram identificar hábitos atuais do consumidor brasileiro de telefonia móvel e serviu como base para direcionar as novas ofertas da companhia, que priorizam a liberdade e autonomia dos clientes nos planos de dados e voz. Com base nas pesquisas, a Oi definiu seu novo lançamento no pré-pago, o Oi Livre, que oferece tarifa única para ligação para qualquer operadora e em qualquer região do país (sem cobrança de roaming), além de uso de dados livremente, dentro da franquia contratada.

A análise da Oi considerou dados coletados durante dez meses por pesquisas quantitativas e informações de pesquisa qualitativa etnográfica, que usa uma abordagem antropológica para identificar o comportamento do público-alvo. Os participantes foram orientados a distribuir 10 pontos entre os serviços de voz, dados e SMS. Como o efeito clube ainda é forte hoje, voz foi o serviço apontado como o mais importante em todas as faixas etárias. Porém, entre o público mais jovem, esse serviço recebeu peso muito próximo ao do serviço de dados.

O grupo de até 29 anos atribuiu nota 4,3 para o serviço de voz, o grupo com idade de 30 a 45 anos deu nota 4,8 e o grupo com mais de 45 anos classificou com 5. Para o serviço de dados, as notas foram 3,8; 3,2 e 3, respectivamente. Já o SMS ficou com pontuação de 1,9 entre os mais jovens; 2 e 2, entre os mais velhos. Quanto ao uso de chips, a pesquisa identificou que 32% do grupo mais jovens têm mais de um chip, enquanto esse percentual é de 46% entre os participantes do grupo de idade intermediária e de 41% do grupo acima de 45 anos.

A pesquisa qualitativa revelou que o serviço de dados atende hoje a dois dos mais importantes desejos dos usuários: a comunicação com clientes de qualquer operadora por meio de redes sociais e de aplicativos de mensagem, e a navegação nos diversos conteúdos da web. Por outro lado, os consumidores ainda mostram insatisfação com as restrições de usos de certos aplicativos e apontam para uma necessidade de franquias maiores do que o que lhes é oferecido. A amostra identificou também que o custo, ao lado do aumento da popularidade das redes sociais e da facilidade do acesso à internet, foram os motivos que fizeram com que o serviço de voz perdesse seu protagonismo nos últimos anos. Entretanto, o levantamento da Oi mostrou que voz continua sendo um atributo importante na telefonia móvel, com forte apelo emocional. As pessoas dão preferência pelo uso de voz para se comunicar com pessoas mais próximas.

A nova estratégia desenhada pela Oi com base nos resultados da pesquisa contempla um aumento significativo da franquia de dados nas ofertas aos consumidores. Em alguns casos, a Oi chega a triplicar a franquia em todos os planos para atender a crescente demanda dos clientes por acesso livre aos milhões de aplicativos disponíveis para smartphones. Disponível desde o dia 3 de novembro para os clientes pré-pagos, o Oi Livre garante a maior franquia de dados do mercado e ainda acaba com as tarifas de interconexão, cobrada em ligações para outras operadoras, e a de deslocamento nacional. Assim, a companhia segue tendência mundial de extinguir as comunidades criadas entre clientes de uma mesma operadora, dando liberdade para se comunicar com usuários de qualquer operadora em todo o Brasil, por um mesmo valor de tarifa.

Para os clientes dos segmentos pós-pago e controle, as novas ofertas estarão disponíveis a partir do próximo dia 25. Ao adotar tarifa única para chamadas para qualquer destino, a Oi consegue transferir para os clientes finais o benefício da redução da tarifa de interconexão (VU-M), atendendo a uma proposta da Anatel. Além disso, com a iniciativa de não cobrar tarifas de deslocamento (roaming nacional), a Oi também antecipa a aplicação do projeto de fim da cobrança de roaming em ligações de celular, ainda está em processo de aprovação pelo governo.

Sobre a Oi

A Oi, empresa pioneira na prestação de serviços convergentes no país, oferece transmissão de voz local e de longa distância, telefonia móvel, banda larga, TV por assinatura e a maior rede wi-fi do Brasil. A companhia está presente em todo o território nacional e é a empresa que tem a maior capilaridade de rede do Brasil, chegando às áreas remotas do país e promovendo a inclusão digital da população. Além de serviços de telecomunicações para os mercados varejo e corporativo, a Oi oferece soluções de TI inovadoras, hospedadas em plataforma de computação em nuvem, para empresas de todos os portes.

Em setembro de 2015, a empresa possuía, no Brasil, cerca de 72 milhões de Unidades Geradoras de Receitas (UGRs), das quais cerca de 47 milhões estavam no segmento Móvel Pessoal, 17 milhões no segmento Residencial e 8 milhões no segmento B2B (grandes corporações e PMEs). Atualmente, a Oi ainda conta com mais de 1 milhão de hotspots da rede Oi WiFi em todo o Brasil.

A companhia integra pelo quinto ano consecutivo, a carteira do Índice de Carbono Eficiente (ICO2) da BM&F Bovespa e, desde 2013, faz parte da carteira do índice Dow Jones Sustainability Index, na categoria Mercados Emergentes.

A Oi, por meio de seu instituto de responsabilidade social, o Oi Futuro, apoia projetos nas áreas de educação, sustentabilidade, esporte e cultura, através de leis de incentivo, com o intuito de democratizar o acesso ao conhecimento para acelerar e promover o desenvolvimento humano. A Oi é uma das maiores patrocinadoras da cultura no país e busca gerar oportunidades para projetos de todas as regiões do Brasil.

O Programa de Pós-graduação em Filosofia (PPgFil) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza, de 23 a 25 de novembro, a oficina de estudos Neoplatônicos com o tema “Natureza e religião: entre o ocidente e o oriente”.

Este evento é organizado pela Sociedade Ibero-Americana de Estudos Neoplatônicos (SIAEN), em cooperação com o Grupo de Trabalho Neoplatonismo da Associação Nacional de Pós-graduação em Filosofia (ANPOF), do Grupo de Pesquisa RENATURA da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e do Grupo de Estudos em Metafísica e Tradição da (UFRN) com apoio do PPgFil e do Programa de Ciências da Religião da Universidade Federal do Sergipe (UFS).

A realização da oficina tem o objetivo de fortalecer o desenvolvimento científico e acadêmico ao proporcionar um debate entre pesquisadores e pós-graduandos na exposição dos resultados obtidos pelas pesquisas em torno da metafísica neoplatônica. Entre os palestrantes estão Rodolfo Souza, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Luiz Fernando Fontes Teixeira, da Universidade de São Paulo (USP), Maria Emilia Monteiro Porto e Oscar Federico Bauchwitz, ambos da UFRN.

O evento acontece no auditório D do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA). A programação completa está disponível no Sistema Integrado de Gestão de Atividade Acadêmicas (SIGAA), onde também devem ser realizadas as inscrições.

codegirl

O Outback Steakhouse patrocina a terceira edição do evento Code Girl, que acontece em Natal, no dia 20 de novembro. O estímulo à presença e à participação das mulheres nas carreiras que envolvem o universo da Tecnologia da Informação (TI) será o tema do evento, que acontece no Auditório do Campus Central do IFRN e terá palestras ministradas, em sua maioria, por mulheres que exercem diversas atividades ligadas a TI, com o objetivo de mostrar possibilidades de atuação, desafios e experiências desse mercado.

Para o sócio-proprietário do Outback Natal, Gilnei Nocito, esta é uma ótima oportunidade de apresentar o Outback Steakhouse como uma empresa que investe e apoia boas iniciativas. “Além de ser uma forma de dar visibilidade e credibilidade a empresa, apoiar um evento inovador como este e que tem como iniciativa a valorização da mulher no seu mercado de trabalho é muito satisfatório”, explica.

Sobre o Outback Steakhouse
A rede Outback Steakhouse possui 74 restaurantes no Brasil, está presente em 36 cidades, 14 Estados brasileiros e Distrito Federal. No mundo está em 22 países entre Américas, Ásia e Oceania. O primeiro restaurante no país foi inaugurado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, em 1997. Com seus cortes de carne especiais e aperitivos icônicos como a Bloomin’ Onion®, o Outback caiu no gosto do brasileiro graças à qualidade, fartura e sabor marcante da culinária oferecida somados à descontração no atendimento e as instalações aconchegantes.

Sobre a Bloomin’ Brands
Com sede em Tampa, na Florida, Bloomin' Brands, Inc. é uma das maiores empresas de restaurantes casuais do mundo, com cerca de 90 mil colaboradores e mais de 1.400 restaurantes em 20 países. A companhia é detentora das marcas Abbraccio Cucina Italiana, Outback Steakhouse, Fleming’s Prime Steakhouse & Wine Bar, Bonefish Grill e Carrabba’s Italian Grill.

Divulgação

robooti

Os Colégios Salesianos do Rio Grande do Norte, Unidades São José e Dom Bosco estão participando da XXI edição da Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura (CIENTEC) da UFRN que acontece até este sábado (23). Entre os trabalhos expostos estão os desenvolvidos pelos alunos nas aulas de robótica educacional.

No estante do colégio, os visitantes irão conferir o resultado conquistado pelos alunos salesianos ao longo desse ano nas aulas extracurriculares. A robótica educacional tem como propósito levar o aluno a questionar, pensar e procurar soluções por meio de atividades lúdicas e desafiadoras. A prática da robótica educacional fomenta um ambiente de aprendizagem por descoberta e reflexão dos estudantes.

Os alunos participam de projetos que desenvolvem o raciocínio e a lógica na construção de maquetes e de programas para controle de mecanismos de acordo com sua faixa etária.

CIENTEC
A CIENTEC acontece todos os anos, expondo os principais fundamentos das atividades científicas, tecnológicas e culturais da Universidade, buscando, dessa forma, uma interface com a sociedade. Em 2015 a Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura da UFRN chega ao seu vigésimo primeiro ano, e em função do ano internacional da luz, a CIENTEC terá como tema “Luz: Despertando olhares, acendendo ideias” – destacando a importância da luz e das tecnologias ópticas na vida dos cidadãos, assim como no futuro e no desenvolvimento das sociedades de todo o mundo.



Twitter