NATAL PRESS

residuiselet

O Departamento de Engenharia de Materiais (DEMat) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza, de 23 a 24 de setembro, no Instituto Metrópole Digital (IMD), o I Seminário de Resíduos de Equipamentos Eletrônicos do RN. O evento discute problemáticas sociais relevantes a respeito do tema, como a destinação do lixo e as condições de vida dos catadores de material reciclável.

Esses temas já estão em discussão dentro da perspectiva de ensino e aprendizagem da UFRN. Contudo, o seminário acontece também como forma de expor um projeto elaborado pelo DEMat sobre resíduos eletrônicos, que visa à definição de uma conduta que contemple benefícios econômicos, sociais e ambientais para a própria instituição.

O seminário propõe a análise desse projeto sob a ótica de especialistas na área. O evento tem como público-alvo professores, servidores da UFRN que atuam em setores especializados em meio ambiente e alunos de graduação e pós-graduação das áreas de engenharia, serviço social, publicidade, ciências sociais e ecologia.

A programação do evento conta com exposições, painéis, apresentações de trabalhos e outras atividades. As inscrições devem ser realizadas por meio do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas, neste link.

fisica

Pela primeira vez em sua história, o Encontro Nacional de Física sai do eixo sul-sudeste e vem ao nordeste. Em uma união de esforços entre o Departamento de Física da UFRN e o Instituto de Internacional de Física, o evento acontece na capital potiguar entre os dias 3 e 7 de Setembro.

Em comemoração aos 50 anos da Sociedade Brasileira de Física (SBF) e também para estimular a colaboração entre pesquisadores de diferentes áreas, a edição deste ano do encontro será especial. Diversos eventos regulares realizados pela SBF vão acontecer simultaneamente ao encontro. Isso possibilita o intercâmbio entre estudiosos dos mais variados âmbitos científicos.

O professor Carlos Chesman, chefe do departamento de Física da UFRN, ressalta a importância de um encontro desse porte acontecer na cidade. “Natal e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte já podem ser considerados polos atrativos para a ciência e tecnologia. O sucesso do evento só vai corroborar isso”, completou.

Entre os destaques da programação estão palestras dos pesquisadores Fernando Quevedo (International Centre for Theoretical Physics), Harry Swinney (University of Texas at Austin), Jeffrey Hangst (Aarhus University and CERN), Nathaniel Fisch (Princeton University), Paul Chu (University of Houston), Paul Davies (Arizona State University) e Svein Sjoberg (University of Oslo). Além deles, o evento ainda conta com muitos estudiosos das áreas de matéria condensada e materiais, física estatística e computacional, física biológica, ótica e fotônica, física atômica e molecular, física de partículas e campos, física nuclear, física dos plasmas e pesquisa em ensino de física.

As informações detalhadas e programação completa podem ser consultadas no site oficial do Encontro de Física 2016.

FÍSICA NO PARQUE
Com o objetivo de atrair o público geral para também participar do Encontro de Física 2016, a organização do evento criou o Física no Parque.

As atividades desenvolvidas dentro do Física no Parque são destinadas especialmente aos alunos da educação básica e professores. Serão realizadas exposições de experimentos com alto grau de interatividade, além de oficinas de brinquedos científicos relacionados a princípios de física e ao cotidiano do visitante, que poderá também realizar observações com telescópios.

Uma Mostra de Astronomia com sessões de planetário e atividades interativas também está dentro da programação. Além disso, serão realizadas palestras sobre temas atuais de interesse geral como física médica, astronomia, aplicações da tecnologia da luz, formação de professores e atuação do físico na sociedade atual.

O evento de divulgação científica, que é gratuito e aberto ao público, acontece entre os dias 2 e 6 de setembro no Parque da Cidade, em Candelária. Não é necessária inscrição prévia.

O prazo para submissão de trabalhos, oficinas, palestras, minicursos e mesas-redondas na XXII Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Cientec) continua até o dia 15 de agosto.

As inscrições são realizadas pela página do SIGEventos e propostas ainda podem ser submetidas em todas as modalidades de trabalhos acolhidas pelo evento. A coordenação da Cientec recomenda que as inscrições sejam realizadas o mais rápido possível, para se evitar o congestionamento do sistema.

Mais informações podem ser consultadas no site da Cientec ou pelo telefone 3342-2272, opção 8.

Tema

A Cientec deste ano tem como tema central Nós no Planeta. A ideia é refletir sobre a realidade do planeta e como a humanidade se relaciona com ele, levando-se em consideração diferentes aspectos, como natureza, cultura, sociedade, subjetividade e coletividade. O evento acontece entre os dias 19 e 21 de outubro.

mamma

Com o objetivo de facilitar e fortalecer a mobilização social para a importância da amamentação, entre os dias 01 e 07 deste mês acontece a Semana Mundial do Aleitamento Materno, que conta com o apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAQ). Com o tema “Presente Saudável, Futuro Sustentável”, a semana irá se concentrar em 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que os governos, ao redor do mundo, se comprometeram a alcançar até o ano de 2030.

Em Natal, ações estão sendo feitas em algumas maternidades. No entanto, o que chama a atenção é o fato do potiguar Fernando Oliveira e uma equipe de alunos da UFRN e IFRN, resolveram criar um aplicativo para facilitar a vida daqueles que necessitam dos serviços de aleitamento. O aplicativo “Milk to Live” foi criado para aproximar as pessoas que precisam de leite daquelas que tem para doar. Fernando diz que a ideia surgiu após os seus filhos, um casal de gêmeos, terem nascidos prematuramente ficando na UTI.

“Perguntei a médica o que seria necessário para os meus filhos saírem logo dessa situação. Ela me disse que só com leite materno”, disse o pai do Theo e Ilana.  Enquanto corria atrás em bancos de leite, alguns pais que se encontravam na mesma situação diziam que, assim que seus filhos saíssem, iria fazer festas, churrasco, etc. “Ali mesmo decidi criar um aplicativo para que outras pessoas tenham um meio de facilidade e não passem pelo que passei”, finalizou.

O aplicativo “Milk to Live” continua em fase de criação. O lançamento oficial deverá ocorrer em novembro, em Florianópolis, durante o XIV Encontro Nacional de Aleitamento Materno.

peyote

O Instituto do Cérebro (ICe) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza o lançamento do livro Peyote: História, Tradição, Política e Conservação no dia 2 de agosto, às 18h. O evento contará com a presença de Bia Labate, uma das organizadoras da publicação.

O livro trata sobre o peiote, planta alucinógena que contém mescalina – substância controlada internacionalmente, mas que é permitida para grupos indígenas do México e para a Igreja Americana Nativa (Native American Church). A publicação, que também foi organizada por Clancy Cavnar, aborda a relação entre as necessidades da planta, enquanto espécie, e a do homem de consumir o vegetal com propósitos espirituais.

Além disso, é feita uma discussão sobre a história da regulamentação do peiote nos Estados Unidos e a relação de confiança entre os índios norte-americanos e o governo.

Gratuito e aberto ao público, o evento será realizado no ICe-UFRN, localizado no bairro de Morro Branco, na Avenida Nascimento de Castro, 2155. A confirmação de presença pode ser feita pelo Facebook.

Organizadoras

Bia Labate é doutora em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente, é professora visitante do Centro de Pesquisa e Estudo de Pós-Graduação em Antropologia Social (CIESAS), em Guadalajara-México. Clancy Cavnar é doutora em Psicologia Clínica pela Universidade John F. Kennedy, dos Estados Unidos.

O projeto do Parque de Tecnologia da Informação de Natal, do Instituto Metrópole Digital (IMD) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) deverá ser votado pelos vereadores da Câmara Municipal de Natal (CMN) no próximo mês de junho. A informação foi dada na manhã desta terça-feira, 24, pelo presidente da Câmara, Franklin Capistrano.

A proposta já tramitou na Comissão de Orçamento e Finanças e ainda será submetida à Comissão de Ciência e Tecnologia e à de Planejamento. O Parque ocupará uma área física no entorno do Campus Central da UFRN, abrangendo os bairros de Nova Descoberta, Potilândia, Mirassol, Candelária e Capim Macio.

“Empresas de Tecnologia da Informação (TI) apoiadas pela Incubadora Inova Metrópole, do IMD, vão gerar produto, arrecadação, emprego e melhoria socioeconômica”, frisou a reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz. “Mas para isso, a Câmara Municipal precisa reconhecer o impacto social e econômico que esse Parque vai causar aos municípios e populações da Região Metropolitana da Grande Natal”, completou.

A relação entre universidade e empresas no Parque Tecnológico do Rio Grande do Norte foi tema da audiência entre a reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ângela Maria Paiva Cruz, e o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), Amaro Sales.

A reunião aconteceu na tarde desta segunda-feira, 16, na Casa da Indústria, com a discussão das cooperações necessárias para a consolidação do parque inserido no programa RN Sustentável, em que a UFRN será a universidade âncora responsável pela implantação e desenvolvimento do empreendimento, em parceria com a Fiern. O Parque Tecnológico do RN visa à inovação tecnológica nas áreas de energia, de sustentabilidade e de meio ambiente.

tecnolgoia

O Instituto Metrópole Digital (IMD)) da UFRN sediará a terceira edição do Roadsec, evento de hacking, segurança e tecnologia. O evento terá início no dia 14 de maio, e sua programação conta com palestras, oficinas, cursos e campeonatos.

As inscrições para o evento acontecem no site da Roadsec: <">http://roadsec.com.br/natal2016/>;, com ingressos na pré-venda já disponíveis. As palestras serão ministradas por Daybson Bruno, da DESEC Security; Ulisses Castro, Security Consultant, da SpiderLabs; Noilson Caio, entre outros.

O evento, que já recebeu mais de 20 mil participantes nas edições anteriores, chega a Natal para trazer temas como ataques, teorias e defesa para segurança digital, carreira, pesquisas, empreendedorismo e guerra digital. Além disso, conta com especialistas na área de segurança digital trazendo novidades da área e novas técnicas.

Entre os dias 6 e 18 de junho de 2016, o Instituto Internacional de Física da UFRN realizará o Workshop Fenômenos Quânticos Fora do Equilíbrio, evento internacional de pós-graduação, que debaterá as mais recentes descobertas relacionadas a este campo de pesquisa.

A programação contará com apresentações de líderes de pesquisa vindos de diferentes instituições internacionais e acontecerá no auditório do prédio do IIF, dentro do Campus da Universidade.

Relativamente nova dentro da física quântica, a área de Fenômenos Quânticos Fora do Equilíbrio cresceu muito nos últimos anos e possui relação com a física da matéria condensada, física atômica, informação quântica, e caos quântico. Entre os seus principais desenvolvimentos, têm se destacado os experimentos com átomos ultrafrios, dinâmica de spin por ressonância magnética nuclear e a espectroscopia ultra rápida. O workshop também abordará temas não resolvidos em sistemas quânticos coletivos.

Por se tratar de um evento internacional, voltado para pesquisadores em nível de pós-doutoramento, todas as apresentações e debates serão realizados em inglês.

Esta será uma excelente oportunidade para o surgimento de novas colaborações científicas internacionais em física, sejam elas entre pesquisadores do campo teórico, seja do campo experimental.

As inscrições ainda estão abertas à comunidade científica local e podem ser realizadas por meio do: www.iip.ufrn.br/events , até o dia 02 de junho. Na página do workshop também poderão ser encontradas mais informações sobre as temáticas a serem abordadas e a lista completa dos palestrantes.

A equipe de eventos do IIF está disponível para tirar dúvidas e prestar auxílio aos interessados por meio do e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. .

divulgação

parqueda

Estimular o debate sobre temas relacionados à pesquisa científica por meio de eventos como seminários, palestras, mesas redondas, exposição, etc. Esse é o objetivo principal do convênio assinado entre o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte/Semurb e a SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.

A solenidade ocorreu na manhã desta terça-feira(19) no auditório do Parque da Cidade e contou com as presenças do Prefeito Carlos Eduardo Alves e do secretário municipal de Meio Ambiente e Urbanismo, Marcelo Rosado, que subscreveu o documento juntamente com a presidente nacional da SBPC, Profª Drª Helena Bonciani Nader, representada pela presidente regional, profª Maria Bernadete Cordeiro de Sousa, da UFRN, além do gestor do Parque da Cidade, Carlos da Hora.

O projeto “A Ciência vai ao Parque” pretende atender uma demanda por pesquisas feitas pela sociedade potiguar e será desenvolvido por meio de um calendário de eventos com assuntos que tenham pertinência com os objetivos da Unidade de Conservação Municipal, com a colaboração do Centro de Educação Ambiental e o Centro de Pesquisas do Parque da Cidade.

De acordo com a representante da SBPC, professora Maria Bernadete Cordeiro de Sousa, a parceria visa fazer com que as pesquisas desenvolvidas no âmbito das universidades, e que têm um impacto muito grande na vida das pessoas, cheguem mais perto da população e esta seja beneficiada. “A gente espera com isso, uma grande afluência de pessoas que estejam no Parque da Cidade para festejar esses eventos e passar a conhecer melhor a ciência que é desenvolvida na nossa cidade”.

O gestor do Parque da Cidade, Carlos da Hora, também festeja a parceria. “Por intermédio do convênio vamos oferecer aos visitantes uma oportunidade de acesso à ciência por meio das palestras que serão feitas pelos professores da UFRN e cientistas da SBPC e melhorar as nossas atribuições relacionadas à pesquisa sobre o meio ambiente”.



Twitter