NATAL PRESS

O Instituto Metrópole Digital, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), abre inscrições para o processo seletivo para Tutores dos polos de Natal e Centro Estadual de Educação Profissional Senador Jessé Pinto Freire (CENEP). As inscrições estão abertas até a próxima sexta-feira, 22.

No ato da inscrição, o candidato deve escolher com qual habilitação pretende trabalhar, entre elas: inglês, eletrônica, informática para internet, redes de computadores ou automação industrial. O candidato também pode optar por mais de uma habilitação.

As inscrições realizadas online serão validadas somente após a entrega, no escritório do IMD, de uma cópia do documento de identidade e do Cadastro de Pessoa Física (CPF), do diploma (ou de certificado equivalente), do Currículo Lattes, e dos históricos das formações do candidato.

Os aprovados terão uma carga horária de 20 horas semanais, sendo quatro em encontros presenciais e quatro em encontros on-line, além de 12 horas de outras atividades relacionadas ao acompanhamento da turma. A remuneração será uma bolsa de R$ 765 mensais, a ser divulgado na contratação do bolsista, de acordo com as regras das bolsas do programa E-Tec.

O processo seletivo será realizado pela avaliação do currículo e da documentação comprobatória. Após a convocação, os aprovados serão informados sobre os documentos necessários para a implantação da bolsa, no escritório do Metrópole Digital.

O Curso de Formação de Tutores está previsto para acontecer de abril a junho deste ano. Já o resultado da seleção será no dia 28 de junho e o início das atividades ocorrerá de acordo com a necessidade do curso.

O edital está disponível no site do IMD: www.imd.ufrn.br. As inscrições serão feitas por meio de um formulário online disponível, no link: http://goo.gl/ibxIs.

alt

Nesta quinta-feira, 7 de março, o Museu Câmara Cascudo (MCC) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), comemora e homenageia o dia do Paleontólogo, com o PaleoFesta, um evento temático aberto ao público, que reúne exposição oral, mostra do acervo e coquetel.

A solenidade de abertura começa às 9h. Em seguida haverá exposição oral sobre o histórico da pesquisa paleontológica no Rio Grande do Norte e a continuação desse legado pela nova geração de pesquisadores, com a apresentação de seus mais recentes trabalhos.

Em sequência, será exposta parte do acervo da coleção de Paleontologia Onofre Lopes, onde constam fósseis referentes a mamíferos pleistocênicos do RN, como preguiças e tatus gigantes, mastodontes e tigres dentes de sabre; fósseis de peixes da bacia do Araripe; pegadas de dinossauros procedentes de Souza/PB; fósseis de invertebrados da bacia potiguar e de outras regiões do mundo.

Faz parte da mostra a exposição de uma coleção de réplicas de alguns dos fósseis mais importantes da História da Paleontologia, como o crânio do Herrerasaurus, um dos dinossauros mais antigos que se conhece, com cerca de 228 milhões de anos, e o Archaeopteryx, famoso fóssil, que apresenta características intermediárias entre aves e dinossauros, e que por isso já foi considerado “o elo perdido” entre esses grupos.

O evento é promovido pelo Laboratório de Paleontologia e o Setor de Pesquisa e Documentação. A comemoração é um evento aberto ao público e gratuito e será encerrada às 12h, com o coquetel “pré-histórico”.



Twitter