NATAL PRESS

A 25ª Edição da Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura (Cientec 2019), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), foi cancelada devido à falta de verba para custear o evento, que seria realizado de 23 a 25 de outubro deste ano, abordando a temática Objetivos do desenvolvimento sustentável.

Segundo explicou o pró-reitor de Extensão, Aldo Aloisio Dantas da Silva, a medida foi tomada em virtude do bloqueio orçamentário sofrido pelas instituições federais de ensino superior e que impedem o planejamento do evento. Ele esclareceu que o cancelamento da edição acontece após a realização de reuniões para análise orçamentária, nas quais foram pensadas diversas alternativas para a execução da Cientec. "Lamentamos o cancelamento deste que é o maior evento acadêmico-científico do estado do Rio Grande do Norte, pois sabemos da importância que o mesmo possui para a comunidade acadêmica e potiguar", acrescentou.

A Cientec é um evento tradicional no calendário da cidade do Natal, realizada todos os anos e com o intuito de mostrar as principais atividades científicas, tecnológicas e culturais da Universidade, de forma a reforçar o diálogo da instituição de ensino com a sociedade. Nas edições anteriores, o evento aconteceu no formato de pavilhões, localizados nas imediações da Praça Cívica do campus central.

Formada por três dimensões, a Semana ofertava à população a Mostra da Cientec, com exposições interativas e transdisciplinares, enfocando as produções dos centros acadêmicos e dos órgãos especializados e suplementares, envolvendo empreendedores locais, pesquisadores de outras instituições públicas e privadas; a Reunião acadêmico-científica, com congressos, seminários, oficinas, cursos e exposição de pôsteres; e os Eventos de cultura, com a produção e a integração acadêmico-cultural, abarcando eventos artísticos, como apresentações e exposições, além de discussões pedagógico-culturais vinculadas.

divulgação

Nesta sexta (03), às 10h, a governadora Fátima Bezerra recebe o vice-presidente do Conselho Nacional de Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), Fábio Guedes. Na pauta a discussão sobre formas de fortalecimento da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN).

Segundo o vice-presidente, o objetivo da visita é “reforçar com a chefe do executivo estadual, a importância da fundação estadual (FAPERN), demonstrando a capacidade que ela tem de contribuir com as políticas públicas e também com o processo de desenvolvimento econômico do estado.”

Para o presidente, Gilton Sampaio de Souza, a vinda do professor Fábio Guedes, que também é presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal), é mais uma demonstração das possibilidades que a FAPERN pode contribuir para o desenvolvimento do estado. “Nessa reunião, o vice-presidente do Confap vai apresentar à governadora as ações estratégicas desenvolvidas pelas faps e que têm grande impacto nos planos estaduais”, assegura.

Fábio Guedes ressalta que as fundações estaduais do Brasil, representadas pelo Confap, já têm uma grande participação em cooperação com outros países e com agências federais. “E, agora, o importante passo é fortalecê-las diante dos governos estaduais. O Rio Grande do Norte é o primeiro estado a receber uma visita técnica da diretoria do Confap.

Após a agenda com a governadora, haverá reunião dos presidentes na FAPERN para estabelecimento de possíveis parcerias.

 

Sobre o Confap

Criado em 2006, o Confap congrega 26 Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs), e trabalha como parte ativa do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação. Tem por objetivo promover uma melhor articulação dos interesses das agências estaduais de fomento à pesquisa científica, tecnológica e de inovação no Brasil.

Tendo como premissa a ciência, tecnologia e inovação como fatores estratégicos indispensáveis ao desenvolvimento econômico e social nacional, o CONFAP atua na defesa da autonomia das fundações e entidades estaduais de amparo à pesquisa e na defesa da regularidade e da efetiva execução financeira dos repasses das dotações orçamentárias para as FAPs. Essa articulação busca respeitar e defender a diversidade das políticas locais e regionais dos Estados e do Distrito Federal, bem como a descentralização, integração e articulação do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação.

O CONFAP também busca estimular a geração do conhecimento e da inovação tecnológica e o estímulo à ampliação de parcerias regulares das FAPs com agências nacionais e internacionais de fomento e incentivo ao desenvolvimento de CT&I, bem como parcerias com o setor empresarial.

 

O Centro Multiusuário de Bioinformática (BioME), do Instituto Metrópole Digital (IMD), vai realizar, entre os dias 15 e 17 de abril, o Natal Bioinformatics Forum, evento que reunirá reconhecidos pesquisadores nacionais e internacionais da área. O evento é destinado a alunos de graduação e pós-graduação na área, bem como pesquisadores e profissionais desse campo, além de pessoas de outras áreas que possuam afinidades com a temática.

O Fórum contará com a participação de palestrantes de diversas universidades e institutos de pesquisas do mundo, como Reino Unido, Estados Unidos, Dinamarca, Espanha, China e Brasil. Um de seus objetivos é possibilitar o diálogo entre acadêmicos, profissionais e setor corporativo e industrial da área, trazendo discussões acerca das principais perspectivas e avanços na pesquisa de bioinformática. Trata-se, portanto, de uma oportunidade de conhecer e divulgar estudos de ponta em bioinformática, além de promover a interação entre as comunidades científicas do Brasil e do exterior e identificar as áreas promissoras de investimento e de pesquisa.

Programação

O Natal Bioinformatics Forum acontecerá no Golden Tulip Natal, em Ponta Negra, com uma programação diversificada e interdisciplinar e com temas que promovem uma conversação entre a bioinformática e diversas áreas, o que deve surgir, por exemplo, nos seguintes simpósios: Bioinformática aplicada à Genômica/Proteômica, Bioinformática aplicada à Biologia de Sistemas e Bioinformática aplicada à saúde.

Em seus três dias de programação, o Fórum ainda vai oferecer uma série de palestras, debates, mesas-redondas, sessão de pôsteres e exposições de trabalhos, trazendo os seguintes temas: Bioinformática na Indústria, Bioinformática e Big Data eInovação em Natal: uma perspectiva de bioinformática.

O Fórum recebe apoio do Instituto de Bioinformática e Biotecnologia (2Bio), da rede Biologia Sistêmica do Câncer (BSC), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), da Pós-Graduação em Bioinformática (PPG-Bioinfo), IMD e Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), além de financiamento do BioME. Saiba mais sobre o evento em seu site.

internet

A programação 2019 da Semana do Cérebro, realizada pelo Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (ICe-UFRN), foi divulgada. As atividades acontecem de 11 a 15 de março, com a realização de palestras, debates e oficinas nos municípios de Natal e São José do Seridó.
 
Pesquisadores das neurociências e áreas afins participam, nos dias 11 e 12 de março, do ciclo de palestras que acontece no auditório B205 do Instituto Metrópole Digital (IMD). Qualquer pessoa interessada em participar pode realizar a inscrição gratuita até o dia do evento, com direito a certificado de horas de participação.
 
No dia 13, oficinas de neurociências acontecem no Memorial da Capoeira, no bairro Cidade Nova. Escolas, grupos assistidos pelo município e sociedade participarão do momento de interação com a ciência.
 
A Semana será encerrada nos dias 14 e 15 de março,  com programação na cidade de São José do Seridó, a 245 km de Natal. Na noite do primeiro dia, o neurocientista Bryan Souza realiza workshop para os professores com o tema Ciência, Política e Educação.
 
No último dia, a Prefeitura vai mobilizar todas as escolas para que alunos e professores tenham acesso às oficinas de neurociências que serão apresentadas no Ginásio Poliesportivo Pedro Laurentino de Medeiros.
 
A Semana Nacional do Cérebro (SNC) é uma iniciativa pautada na divulgação dos avanços e benefícios resultantes do estudo do cérebro promovida em todo o Brasil pela Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento (SBNeC) e como parte integrante da Brain Awareness Week (BAW).
 
Inscrições são realizadas através do site www.neuro.ufrn.br/semanadocerebro. Dúvidas podem ser tiradas através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

divulgação

Evento é gratuito e contará com programação de palestras sobre ambientes digitais para apaixonados por informática

 

A Caravana Azure & Data desembarca em Natal no dia 24 de fevereiro, depois de passear por quatro capitais brasileiras. O evento é uma realização da Microsoft em parceria com a IntraDB Consultoria e Serviços - Gold Partner.

Destinada para os apaixonados por informática, a 5ª edição da Caravana Azure & Data acontece na Faculdade Maurício de Nassau, da Avenida Engenheiro Roberto Freire, zona Sul da capital potiguar. As inscrições são gratuitas e seguem abertas até 23 de fevereiro no site www.sympla.com.br.

Na programação, cinco palestras sobre ambientes digitais que serão proferidas por especialistas renomados em Tecnologia da Informação. Entre os objetivos estão a demonstração de algumas funcionalidades da plataforma de dados da Microsoft e maneiras de como elas podem ser implementadas utilizando serviços de armazenamento em nuvem na internet para revolucionar as empresas, além de construir soluções que fomentem a transformação digital.

 

Confira a programação:

Manhã

8h30 às 9h – Recepção e Credenciamento

9h às 9h30 – Abertura do Evento 

9h30 às 10h30 – Palestra: Como desenvolver projetos em computação em nuvem? Palestrante: Vinicius Perrot

10h30 às 12h – Palestra: Desenvolvendo aplicações nativamente para Azure Palestrante: Marcondes Alexandre


Tarde

12h às 13h – Intervalo

13h às 14h – Palestra: Migrando SQL Server On-premise para Azure SQL Database Palestrante: Maycon Alves

14h às 15h – Palestra: Serviços IoT no Azure

Palestrante: Fernando Oliveira

15h às 15h30 – Intervalo

15h30 às 16h30 – Palestra: Gerando Negócios com Backup do Azure e File Sync Palestrante: Francisco José

16h30 às 17h – Sorteio de Brindes e Encerramento

A governadora Fátima Bezerra e o senador Jean Paul Prates conseguiram a aprovação de R$ 3 milhões para a conclusão do projeto Infovia Potiguar, que tem como objetivo levar ciência e tecnologia ao interior do estado. Eles estiveram em audiência, nesta quarta-feira, 6, com o ministro da Ciência e Tecnologia (MCTIC), Marcos Pontes. A reitora da UFRN, professora Ângela Paiva, também participou da reunião.

O projeto fortalece a inclusão digital na rede de instituições de educação do estado, que inclui a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o Instituto Federal. Serão sete redes metropolitanas, além de Mossoró e Caicó, instaladas nos municípios de Currais Novos, Santa Cruz, Açu/Ipanguaçu, Ceará Mirim, São Gonçalo do Amarante, João Câmara e Pau dos Ferros. A manutenção da infraestrutura óptica da Infovia Potiguar foi formalizada mediante Acordo de Cooperação Técnica com três provedores regionais no prazo de 10 anos (PPP).

 

Parque Tecnológico

Fátima e Jean Paul pediram ainda ao ministro apoio para a criação do Parque de Tecnologia da UFRN, em Macaíba, onde hoje funciona o Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS), Campus do Cérebro. O projeto precisa de investimento em infraestrutura. Marcos Pontes prometeu estudar uma forma de implementar o projeto e anunciou que quer conhecer pessoalmente as instalações do IIN-ELS.

O ministro garantiu ainda que as áreas que não têm hoje acesso à internet vão ser contempladas com sinal via satélite, administrado hoje pela Telebrás e pelo ministério. O senador e a governadora solicitaram ainda apoio à Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN). Além da equipe do ministério, participaram da reunião a reitora da UFRN, Ângela Paiva, e técnicos.



A Campus Party Natal, maior experiência tecnológica do mundo, começou a ganhar forma nesta quarta-feira (23), após reuniões no Governo do Estado e Prefeitura do Natal. Uma comitiva formada por Francesco Farruggia, presidente do Instituto Campus Party, Dino Lincoln, embaixador da CP, o vereador Sueldo Medeiros, presidente da Comissão de Ciência, Técnologia e Inovação da CMN, além da reitora Ângela Paiva, representando a UFRN, participou de encontros com a governadora Fátima Bezerra e o prefeito Álvaro Dias.

Francesco Farruggia destacou o sucesso absoluto da primeira edição potiguar, que foi realizada em 2018, no Centro de Convenções de Natal. "Cerca de 60 mil pessoas visitaram a Open Campus, enquanto que São Paulo não alcançou 80 mil visitantes. Se considerarmos as condições proporcionais de um estado para o outro, o evento de Natal teve uma excelente aceitação”, vibrou o presidente do Instituto Campus Party.

A comitiva escutou palavras de entusiasmo e compromisso da governadora Fátima Bezerra. "Vamos trabalhar não somente para 2019, como também para os próximos anos da nossa gestão. É um evento importante no ponto de vista educacional, social, além de desenvolvimento econômico e do turismo. Se depender de nós, ele será realizado também em 2020, 2021 e 2022", garantiu.

Após ouvir o sinal positivo da governadora, a reunião seguiu no Palácio Felipe Camarão. "Em 2018, a cidade do Natal abraçou essa iniciativa. Quando falamos na possibilidade de trazer a Campus Party para Natal muita gente achou que a gente não iria conseguir. Batemos de porta em porta e a aceitação sempre foi muito positiva. O evento coloca a nossa cidade no foco das principais novidades em tecnologia e inovação no mundo", aponta o vereador Sueldo Medeiros, responsável pela articulação do evento desde a primeira edição.

O prefeito Álvaro Dias renovou o compromisso da cidade com o evento e garantiu o apoio para a edição 2019 da Campus Party Natal. "O evento já entrou no calendário da nossa cidade e vamos apoiar essa grande iniciativa que valoriza a educação e o desenvolvimento econômico. A Prefeitura do Natal foi uma parceira em 2018 e estaremos juntos em mais uma grande edição desse evento que só traz visibilidade para nossa cidade", garantiu o prefeito da cidade.

O Instituto Metrópole Digital (IMD) junto com o Núcleo de Pesquisa em Alimentos e Medicamentos (NUPLAM), torna público o edital de Seleção para ocupação de vagas do Programa de Residência em Tecnologia da Informação. O Programa tem como objetivo qualificar profissionais graduados através de atividades de capacitação para inseri-los em ambientes e projetos reais de tecnologia da informação.

As seleções se darão por meio de duas etapas eliminatórias. A primeira será uma prova de conhecimentos específicos, onde os candidatos serão avaliados de uma maneira generalizada, e a segunda etapa, uma prova prática onde serão avaliadas as competências técnicas dos candidatos.

As inscrições encerram no dia  14 de janeiro e podem ser feitas através do preenchimento do Formulário de Inscrição, disponibilizado no SIGAA, além do pagamento da taxa no valor de R$ 100. Para mais informações, acesse o edital.

Acontece neste final de semana (28 a 29 de dezembro de 2018) a oitava missão na estação de simulação espacial Habitat Marte, na cidade de Caiçara do Rio do Vento. A missão visa a Avaliação e melhoria das operações do Habitat Marte com foco especial nas estratégias de comunicação e divulgação científica. A equipe é composta por Flávio Rezende (jornalista da Missão), Canindé Soares (fotógrafo da missão) e o professor Julio Rezende (Comandante).

Durante essa missão, serão desenvolvidas algumas atividades:

- Avaliação da câmara de descompressão;

- Avaliação dos Módulos Autônomos de Resfriamento Sustentável (MARS);

- Avaliação da experiência das Atividades Intraveiculares (IVA);

- Observação astronômica;

- Identificação de oportunidades de melhoria da estação de pesquisa Habitat Marte/ levantamento de novas necessidades;

- Realizar fotos e vídeos de operacionalização da missão;

- Elaboração de relatórios da missão;

- Avaliação do Manual de operações;

- Definição da política de comunicação das missões na internet;

- Definição da política de uso da internet na estação;

- Operacionalização da Política de Ginástica Laboral.

 

Mais informações podem ser encontradas em www.HabitatMarte.com.

 

Prof. Julio Francisco Dantas de Rezende

Coordenador do Habitat Marte

Professor do Departamento de Engenharia da Produção (DEP) -UFRN

Diretor de Inovação da Fundação de Apoio à Pesquisa do RN (FAPERN)

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 84 99981-8160.

A reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ângela Maria Paiva Cruz participou de reunião em Brasília, na última quinta-feira, 6, com o futuro ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes.

O pesquisador relatou inicialmente a sua experiência na missão da NASA e, em seguida, falou sobre o convite para o ministério, que assumirá com a missão de gerar conhecimento, melhorar a qualidade de vida da sociedade por meio da ciência, produzir riquezas e mais empregos.

Para atingir os objetivos propostos, Marcos Pontes propõe ações baseadas nos pilares de pesquisa, inovação, cooperações internas e externas, além da formação de recursos humanos por meio de divulgação científica, investimentos na formação profissional e incentivo à ciência e tecnologia desde o ensino fundamental. A partir dessas iniciativas, o futuro ministro espera fortalecer e desenvolver as áreas da pasta.



Twitter