NATAL PRESS

O Rio Grande do Norte foi destaque da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), na edição de 2014, como o estado que mais cresceu em número de instituições participantes em todo o país. Em 2013, foram cadastradas apenas seis instituições e já na última edição da Semana esse número passou para 85 instituições cadastradas (dados do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação).

As ações aqui no estado são organizadas pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN), que desenvolve um trabalho durante todo o mês de outubro, desenvolvendo atividades em diversas regiões. A SNCT aqui no Rio Grande do Norte é intitulada Semana Potiguar de Ciência e Tecnologia (SPCT), que contou com um vasto calendário de eventos científicos em todo o estado, ampliando o leque de atividades e atingindo novos setores da população tais como: a inclusão de mais cidades do interior do estado, comunidades rurais, órgãos da administração pública, segmento empresarial e veículos de comunicação.
De acordo com os dados do MCTi, o Rio Grande do Norte realizou 243 atividades, atingindo 43 municípios e atendendo 85 instituições.

Semana Nacional 2014
Com a missão de popularizar a ciência e mostrar a sua importância para o desenvolvimento do país mais uma vez contou com a realização da 11a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2014). Foram mais de 89 mil ações em todas as regiões brasileiras cadastradas no site oficial do evento. O número é mais que o dobro da quantidade registrada no ano passado, quando cerca de 34 mil iniciativas foram registradas no portal.
A expectativa do MCTI de mobilizar mais cidades em torno da SNCT também se concretizou. Até a data avaliada (10 de dezembro), foram enviadas informações de ações realizadas em 897 cidades brasileiras, contra 740 no ano passado, ou seja, 157 municípios a mais que na edição anterior. No total, 19 estados ampliaram o número de atividades, com destaque para Bahia e Rio Grande do Sul, que registraram mais de 20 mil atividades (25.089 e 21.206, respectivamente), além do Amazonas, que cadastrou quase 13 mil ações.
A quantidade de cidades participantes também cresceu em 17 unidades federativas, sendo que Pará, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Mato Grosso, Tocantins, Bahia e Alagoas mais do que duplicaram os municípios mobilizados. Os estados com mais cidades envolvidas são: Minas Gerais (154), Rio Grande do Sul (98) e Amazonas (63).
"O aumento do número de atividades, que corresponderam a mais de 260% do verificado no ano anterior, e o envolvimento de mais cidades mostra que a população brasileira está mais ávida do que nunca pelo conhecimento científico", avalia o diretor de Popularização e Difusão de Ciência e Tecnologia do MCTI, Douglas Falcão. "As instituições estão cada vez mais sensibilizadas pela importância de levar o conhecimento científico traduzido nas mais variadas formas."Dez unidades da federação ampliaram o número de instituições envolvidas.
Destaque para Rio Grande do Norte (de seis para 85), o Acre (19 para 31), Rio de Janeiro (196 para 209), Distrito Federal (68 para 121), Bahia (oito para 20). O Rio de Janeiro é a unidade com maior número de instituições participantes, seguido e Minas Gerais e do Distrito Federal. Acesse o site do evento.

Comprometimento
Para Douglas Falcão, que é coordenador nacional da semana e teve a oportunidade de estar presente em 15 cidades de nove estados brasileiros durante a SNCT 2014, grande parte do resultado se deve ao comprometimento dos parceiros envolvidos em todo o Brasil. "Em cada lugar visitado, encontramos pesquisadores, professores, técnicos que abraçam a causa da popularização da ciência e que viram na temática ‘Ciência e tecnologia para o desenvolvimento social' uma oportunidade de explorar a ciência e a tecnologia por um viés social", observa.
Outro fator foi a mudança no formato de registro das ações, que permitiu maior clareza na diferenciação entre "evento" e "atividade". "Imagine que uma escola organize uma feira de ciências com 80 trabalhos. Enquanto isso, uma universidade organiza uma palestra com um renomado cientista político para tratar da temática da SNCT. Ambas as ações são importantíssimas, mas para fins de cadastramento, cada trabalho do evento feira de ciências deve ser contabilizada como uma atividade e portanto, irá gerar 80 atividades. Já a palestra gera apenas uma atividade", exemplifica.

Perspectivas para 2015
A nova metodologia foi discutida em seminário organizado em Brasília, no mês de março, que contou com a presença de quase todas as coordenações estaduais da SNCT. Para o coordenador, apesar do aumento verificado com a mudança no procedimento, o cadastramento oficial ainda está muito aquém da realidade. "Mas demos um importante passo. Em 2015, esperamos que o cadastramento no site se aproxime ainda mais daquilo que realmente acontece."
A edição do ano que vem acontecerá, entre os dias 19 e 25 de outubro, e terá como tema "Luz, ciência e vida", alinhado com o Ano Internacional da Luz em 2015 proclamado pela Assembleia Geral das Nações Unidas.
A expectativa é que a temática interdisciplinar seja amplamente explorada pelas instituições. "Estamos finalizando as tratativas para assinatura de um acordo de cooperação técnica com o Instituto Tim que permitirá o repasse de R$ 2,5 milhões que serão utilizados no edital voltado às atividades de popularização na temática da luz, o que irá beneficiar um grande número de instituições em todo o Brasil para participarem da SNCT de 2015", adianta.

Fonte: MCTi / FAPERN

cincia-da-computao

A Escola de Ciências e Tecnologia (ECT) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) promove o evento “MasterClass sobre Física de Partículas”, com aulas sobre a estrutura da matéria, o modelo padrão de partículas, o funcionamento dos detectores de partículas e a análise de eventos em Física de Partículas.

Organizado e realizado com os mesmos objetivos por várias universidades no mundo, o masterclass, normalmente feito no Brasil em São Paulo e Rio de Janeiro, será pela primeira vez organizado na região Nordeste.

O evento é destinado aos estudantes do ensino médio e conta com a participação de professores do grupo de pesquisa em Teoria de Campos e Física de Altas Energias da UFRN, de pesquisadores em ensino de Física, de professores e técnicos de Física da ECT, além de colaboradores externos.

Paralelamente ao evento destinado aos alunos será realizado o “MasterClass - Professores do Ensino Médio”, que tem o objetivo de capacitar professores de Física desse segmento escolar, para que possam trabalhar temas contemporâneos da área, em especial a Física de Partículas, durante suas aulas.

O evento acontece durante os dias 16 e 20 de março de 2015, na Escola de Ciências e Tecnologias da UFRN. Outras informações e as inscrições podem ser feitas pelo Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA) pelo link: https://sigaa.ufrn.br/sigaa/public/extensao/paginaListaPeriodosInscricoesAtividadesPublico.jsf.

omputa

O Instituto Metrópole Digital, em parceria com Polo Ufersa Mossoró e Polo Ufersa Angicos, promove nesse sábado, 06, o I Workshop de Programação. Será no horário das 13:30 às 17:00h, nos laboratórios de Informática e de Eletrônica do Metrópole Digital, localizados no Prédio Central do Campus Oeste da Ufersa Mossoró. O evento é gratuito e são oferecidas 80 vagas.

O Workshop conta com dois minicursos: Introdução ao Lazarus: uma alternativa Open Source ao Delphi, e Extreme Programming for Beginners. Os minicursos terão duração de 3 horas/aula e os participantes receberão certificado de participação. Ao término, haverá confraternização de fim de entre os participantes do Metrópole Digital dos Câmpus da Ufersa de Mossoró e Angicos.

pesquis

Dez professores da Universidade Federal Rural do Semi-Árido tiveram projetos aprovados no edital da Chamada Universal Nº 14/2014 do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq.

O edital seleciona propostas de todo o Brasil para apoio financeiro a projetos que visem contribuir com o desenvolvimento científico e tecnológico e inovação em qualquer área do conhecimento. As pesquisas dos docentes da Ufersa foram selecionadas nas áreas da Medicina Veterinária; Recursos Florestais; Ecologia e Limnologia; Física e Astrologia; Administração, Contabilidade e Economia; Engenharia Agrícola e Geociências.

A chamada Universal prevê financiamento em três níveis. O maior número de aprovação da Ufersa está na “Faixa A”, destinada aos Pesquisadores que obtiveram o título de doutor a partir de 2007. Os 8 projetos selecionados receberão financiamento de até R$ 30 mil.

Apenas um professor aprovou projeto na “Faixa B”, que financia propostas com recursos de até R$ 60 mil para docentes Bolsistas de Produtividade em Pesquisa. A maior fatia de financiamento está na “Faixa C”, com orçamento de R$ 120 mil, em livre concorrência. Uma proposta da Ufersa foi selecionada nessa modalidade. Os projetos já poderão ser executados a partir deste dezembro com duração de até três anos.

iphone

A operadora TIM lançará nessa quinta-feira, 13, em Natal, na sua loja no Shopping Midway, o iPhone 6 e o iPhone 6 Plus. O início das vendas se dará no primeiro minuto após a meia-noite de hoje. Antes da abertura das vendas haverá, na loja da TIM, um coquetel e DJ para convidados, para comemorar o lançamento do aparelho mais aguardado do ano. Os consumidores devem chegar ao shopping antes do horário de fechamento do centro comercial, às 22 horas.

Na ocasião, quem contratar um dos planos pós-pagos TIM Liberty ganhará descontos progressivos, de acordo com a franquia de minutos selecionada.
“Pela primeira vez iremos proporcionar aos nossos clientes uma experiência única com o lançamento dos novos iPhones em Natal. Abriremos a meia noite, para o realizar o sonho dos natalenses em adquirir os aparelhos e poder se conectar com o mundo Apple”, afirma Maxwell Araújo, Diretor Comercial da Facell Comércio, franqueado Premium da TIM em Natal.

O consumidor que optar pelo iPhone 6 16GB no plano Liberty+800, por exemplo (que oferece chamadas ilimitadas para qualquer TIM do Brasil e 800 minutos em ligações para outras operadoras) e contratar o pacote de dados a partir de 1GB, pagará R$ 1.999, se beneficiando com um desconto de R$ 1.200.

Para o pré-pago, o modelo mais barato – iPhone 6 16GB – sairá por R$ 3.199,00. O pagamento poderá ser parcelado em até 12 vezes sem juros no cartão de crédito.
Além disso, a operadora lançou a ação Quem Convida Amigo É, na qual o cliente deve cadastrar-se juntamente com um amigo no site www.tim.com.br/iphone6 para ganhar um desconto de R$ 100 na compra dos novos iPhones.

Após o cadastro, o cliente e seu amigo devem comparecer a uma das lojas participantes na noite de lançamento dos modelos. Enquanto esperam a grande hora chegar, os clientes poderão ainda tirar fotos na fila. As fotografias serão impressas em papel fotográfico com moldura exclusiva do lançamento do iPhone 6, e serão tiradas pelo aparelho dos sonhos dos natalenses.

alt

O Instituto Metrópole Digital (IMD) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) abre inscrições para concurso público de provas e títulos para o cargo de professor do magistério do ensino básico, técnico e tecnológico. O único cargo disponível no concurso é para a disciplina de Redes de Computadores em regime de Dedicação Exclusiva com lotação na sede do IMD.

As inscrições serão feitas via internet do dia 15 de setembro até as 23h59 do dia 15 de outubro no formulário de inscrição disposto no menu servidor do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH) da UFRN, disponível no seguinte link: http://www.sigrh.ufrn.br/sigrh/public/home.jsf.

O candidato deve preencher integralmente o formulário de inscrição e, em seguida, imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU) para efetuar o pagamento, no valor de R$100. Para efeito de inscrição, serão aceitos quaisquer documentos oficiais de identificação com foto. O candidato devidamente inscrito poderá acessar o menu Concurso do portal SIGRH ou da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGESP) para consultar a validação de sua inscrição a partir do dia 22 de outubro.

As provas serão aplicadas entre 10 de novembro e 6 de dezembro. A composição das bancas e os respectivos calendários serão divulgados nos sites do SIGRH ou da PROGESP a partir do dia 4 de novembro. O concurso constará de quatro fases: prova escrita; prova didática; defesa de memorial e projeto de atuação profissional e prova de títulos, sendo as três primeiras eliminatórias e a última, classificatória.

O vencimento básico é de R$3.804,29, podendo ser acrescido de retribuições por titulação. Para Aperfeiçoamento, a retribuição é de R$351,49; para Especialização, R$608,22; para Mestrado, R$1.931,98; e para Doutorado, R$4.540,35.

O Instituto Metrópole Digital (IMD) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) inicia nesta segunda-feira, 25, as inscrições para o processo seletivo 2015, dos cursos técnicos semipresencial e presencial em Tecnologia da Informação.

Os interessados podem se inscrever até o dia 22 de setembro, no site do Núcleo Permanente de Concursos (COMPERVE), no qual estão disponíveis o edital e o formulário de inscrição.

São 1.680 vagas, das quais 1.200 são para o Campus de Natal; 120 para o Centro Regional de Ensino Superior do Seridó (CERES/Caicó); 200 para o polo de Mossoró e 160 para Angicos, ambos funcionando na Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA).

Desse total de vagas, serão reservadas 70% para os candidatos que cursaram integralmente o Ensino Fundamental em escolas públicas.
Podem se inscrever os interessados que estejam matriculados ou tenham concluído o Ensino Médio, divididos em duas faixas etárias: faixa I, de 15 a 20 anos e faixa II a partir de 21 anos.

O curso técnico em Tecnologia da Informação oferece cinco ênfases: Informática para Internet, Automação Industrial, Eletrônica, Rede de Computadores e Programação para Jogos Digitais.

Será cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 10, cujo pagamento deve ocorrer entre os dias 25 de agosto e 23 de setembro, no local indicado na Guia de Recolhimento da União (GRU). A validação da inscrição poderá ser consultada no site da COMPERVE, a partir do dia 8 de outubro.

As provas serão realizadas no dia 19 de outubro, nos municípios de Angicos, Caicó, Natal e Mossoró, em locais que serão divulgados a partir do dia 14 de outubro, também no site da COMPERVE.

A coordenação da XX Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura da UFRN (CIENTEC 2014) informa que, devido ao grande número de submissões de trabalhos e ao consequente congestionamento no sistema, a CIENTEC aceitará inscrições até terça feira, dia 19 de agosto, não sendo possíveis submissões após esta data.

alt

Para grande maioria das pessoas, a robótica parece coisa de ficção científica. No entanto, em Natal, um projeto voltado para estudantes está aproximando essa tecnologia de alunos dos quatro aos 17 anos de idade. O Roboeduc, criado e desenvolvido na UFRN, estendeu as aulas de laboratório para escolas da cidade, como a Lápis de Cor Natal, que promove o conteúdo para alunos do ensino fundamental.

Os alunos da escola estão verdadeiramente encantados com a oportunidade de trabalhar com robôs. São alunos do ensino fundamental, que são orientados pelos membros do projeto incubado na Metrópole Digital. São duas turmas de robótica na escola, que ajudam a produzir materiais a partir de sucatas ou kits de montagem.

“Quando a lógica está presente, tudo fica mais fácil, principalmente nas ciências exatas. A criança consegue memorizar melhor e consegue resolver melhor os problemas. A criança fica mais esperta, com as ideias mais latentes”, explica Luciana Fortunato, coordenadora pedagógica da Lápis de Cor.

O robô é um tipo de dispositivo tecnológico usado para auxiliar os homens em diversas atividades. Ele é capaz de realizar um trabalho sozinho, por meio de programação, ou através de controle humano direto, via dispositivos remotos.

Robótica Educacional

É um termo utilizado para caracterizar ambientes de aprendizagem que reúnem materiais de sucata ou kits de montagem compostos por peças diversas, motores e sensores controláveis por computador e softwares que permitam programar os robôs montados pelos alunos.

A robótica educacional estimula o trabalho em grupo, leva o aluno a questionar, pensar e procurar soluções, levantando hipóteses e realizando pesquisas acerca de determinado assunto. Além disso, estimula a criatividade, o raciocínio lógico e a concentração.

alt

As oficinas do Clube de Robótica estão de volta neste sábado, 26, no Campus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e prosseguem por todo o semestre. O Clube é direcionado para crianças e adolescentes e é promovido por um projeto de pesquisadores de educação e tecnologia da UFRN. As oficinas ocorrem no Instituto Metrópole Digital (IMD), ao lado da CAERN, com turmas pela manhã, das 9h às 12h, e pela tarde, das 14h às 17h.

De acordo com a empresária e pesquisadora pedagógica, Akynara Aglaé, o Clube de Robótica consiste na montagem e na interação com robôs por meio de atividades divertidas que envolvem manuais, controle e programação, possibilitando aos estudantes o desenvolvimento de habilidades como raciocínio lógico, capacidade crítica e discernimento para resolver problemas.

O Clube de Robótica ocorre com parceria entre a UFRN, a Inova e a empresa RoboEduc. Mais informações pelos telefones 3342 2216 (Ramal 147) ou 9971 0667.



Twitter