NATAL PRESS

cientec

Na próxima quarta-feira (8), a diretora científica, Maria José Vidal, e técnicos da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN) estarão no município de João Câmara/RN, para promover e divulgar a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SCNT). Na oportunidade, também serão apresentados os programas e ações desenvolvidos pela FAPERN.

A reunião ocorrerá às 10h, na Escola Estadual Francisco de Assis Bittencourt. A reunião contará com a participação dos professores e gestores da 16ª Diretoria Regional de Ensino e Cultura (Dired) de João Câmara/RN, além de representantes das Instituições de Ensino Superior, Câmara de Vereadores, Câmaras dos Dirigentes Lojistas (CDL), representações locais do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte (SEBRAE/RN), entre outras.

No encontro será apresentada a importância da Semana e como as várias instituições poderão ser parceiras nas atividades, além do estabelecimento de uma rede entre as instituições e parceiros que podem sediar as atividades. A SNCT tem como objetivo promover a divulgação científica no Brasil e estimular a participação popular no que remete as ações ligadas a Ciência e Tecnologia. Na edição de 2015, a SNCT acontece entre os dias 19 a 25 de outubro, tendo como tema: “Luz, Ciência e Vida”.

Reuniões anteriores

Distante 79 quilômetros de Natal, João Câmara é a quinta cidade onde a FAPERN realiza esse encontro. Já foram realizadas reuniões semelhantes em Natal, Parnamirim, Caicó e Currais Novos. Na edição 2014 da Semana, o Rio Grande do Norte realizou 243 atividades, atingindo 43 municípios e a participação de 85 instituições. Com o tema Luz, ciência e vida, a meta da FAPERN é que sejam realizadas atividades de difusão científica em pelo menos metade dos 167 municípios do estado nessa edição 2015 da SNCT.

SERVIÇO:

O que: Promoção da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia
Data: 08/07/2015
Horário: Às 10h
Local: Escola Estadual Francisco de Assis Bittencourt
Endereço: Rua João Teixeira, 76, João Câmara/RN

cienciaetec

Caicó e Currais Novos sediaram as reuniões para promover a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2015, que acontece entre os dias 19 a 25 de outubro.

As reuniões de mobilização realizadas pela FAPERN nas cidades de Caicó e Currais Novos, no dia 2 de julho, atingiram e até superaram as expectativas da diretoria da Fundação e da coordenação local da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, quanto à resposta positiva dos participantes na adesão às atividades da SNCT. De acordo com as definições acertadas nas reuniões, o Seridó potiguar será um grande polo de ações de divulgação da ciência, especialmente no mês de outubro. Os dois encontros foram coordenados pelos diretores de Inovação, Ivanilson Maia e Científica, Maria José Vidal.

Vinte e três representantes de instituições de Caicó e de cidades próximas, atenderam ao convite da 10ª Diretoria Regional de Educação (Dired) e se engajaram no movimento de popularização da ciência. Uma das definições do encontro foi a criação de uma comissão local para coordenar e propor alternativas para a realização de atividades durante a Semana, que ocorre em outubro. Para a FAPERN o interesse é que as instituições, sejam escolas, órgãos dos governos federal, estadual e locais, ONGs ou empresas privadas realizem ações que possam despertar as comunidades para a importância da C&T no dia a dia.

Bastante entusiasmada com a proposta da FAPERN, a professora Suenira, coordenadora pedagógica da Escola Estadual Francisco Pergentino de Araújo, distrito de Lajinha, município de Caicó, acredita que envolver alunos dos ensinos fundamental e médio na pesquisa pode levá-los a manifestar mais entusiasmo pela escola. “O aluno vai ter esse entusiasmo quando ele se sentir útil à comunidade, quando ele puder participar de um projeto criado por ele, com a orientação do professor, que levante os problemas e possa responder com soluções e que possam ser significativas para a comunidade”. Ela afirmou ainda que a parceria da FAPERN é um grande estímulo para que a escola se transforme num lugar de protagonismo e de interesse científico.

Currais Novos

Também em Currais Novos, uma comissão foi formada para dar andamento à organização das ações. Nessa cidade, 18 representantes de instituições compareceram à Câmara de Vereadores, onde a 9ª Dired organizou a reunião. Um grande evento que permitirá às escolas apresentarem resultados de suas pesquisas, bem como outras instituições poderão mostrar à população suas ações e suas interações com ciência e tecnologia nas suas rotinas de trabalho deverá ocorrer em Currais no mês de outubro.

Em ambas as cidades houve boa cobertura da mídia local. Os diretores da FAPERN concederam entrevistas a três emissoras de Rádio e uma TV.

Os próximos encontros de mobilização para a SNCT deverão ser realizados pela FAPERN nas cidades de João Câmara e Macau, no dia 9 de julho.

Arquivo

buraconegro

O Instituto Internacional de Física (IIF) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza, entre os dias 8 e 19 de junho, a Escola e Workshop “Fronteiras Teóricas em Buracos Negros e Cosmologia”. Este apresentará os desenvolvimentos e aplicações de soluções singulares em vários campos da Física Fundamental, incluindo a Cosmologia, Física de Altas Energias e Física da Matéria Condensada.

A programação trará a Natal cientistas internacionais que irão compartilhar  experiências e expor os mais recentes avanços em suas pesquisas. Na primeira semana será realizada a Escola do evento, com uma série de palestras introdutórias sobre diferentes facetas da Física de Buracos Negros. O objetivo é preparar os participantes para uma melhor compreensão dos temas da conferência.
 
O Workshop terá início no dia 15 de junho, com 21 palestras plenárias que oferecerão uma perspectiva ampla e aprofundada sobre a Física dos Buracos Negros, em suas aplicações dentro da dualidade holográfica (correspondência gauge/gravity), e cosmologia. A programação também inclui 10 palestras apresentadas por jovens pesquisadores, que abordarão desenvolvimentos colhidos em seus respectivos trabalhos.

Os seminários e discussões acontecerão no Auditório B do Centro de Ciências Exatas e da Terra (CCET) da UFRN. Uma apresentação de pôsteres também será realizada no prédio do IIF.

Outras informações podem ser encontradas por meio do site do Instituto (www.iip.ufrn.br/events) ou junto à equipe organizadora por telefone em (84) 3215-9201 e pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo." target="_blank" style="color: rgb(17, 85, 204);">Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

cerebro

A Fundação Norte-rio-grandense de Pesquisa e Cultura (FUNPEC) abre processo seletivo para contratação de pessoal pelo regime da CLT para o Instituto Metrópole Digital (IMD). São ofertadas quatro vagas, sendo uma para assessor de informática, uma para analista de suporte júnior, uma para programador visual júnior e uma para técnico em assuntos educacionais.

Os interessados devem se inscrever até o dia 6 de maio. O candidato deve preencher o formulário, imprimir e assiná-lo para, então, digitalizá-lo em formato PDF e enviá-lo por e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Também devem ser anexados cópia digitalizada de registro de identidade e de CPF, currículo atualizado e documentos referentes à escolaridade e aos conhecimentos e experiências exigidos para cada cargo.

A inscrição é gratuita. As relações de deferidos e indeferidos serão publicadas na página da FUNPEC após o encerramento do período de inscrições. O formulário de inscrição e o edital do processo seletivo estão localizados no seguinte endereço: <">http://www.funpec.br/new/?p=1054>;.

O processo seletivo consta de três etapas eliminatórias e classificatórias. A primeira consiste em análise de currículo e é eliminatória e classificatória para todos os cargos. A segunda etapa, válida apenas para as vagas de assessor de informática, analista de suporte júnior e programador visual júnior, é uma prova prática, em data, local e horário a serem divulgados na ocasião do anúncio do resultado da primeira etapa. Já a terceira etapa envolve todos os cargos e é uma entrevista técnica, também em data, local e horário divulgados junto ao resultado definitivo da fase anterior.

O resultado final definitivo do processo seletivo, que não garante estabilidade ou qualquer outra vantagem típica do setor público, por ser destinado à contratação para uma instituição de direito privado, será divulgado no site da FUNPEC.

cerebro

O Instituto do Cérebro (ICe) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz, realiza o simpósio “The Changing Brain” de 13 a 15 de julho, no Hotel Praia Bonita, localizado no município de Nísia Floresta, Rio Grande do Norte. O evento objetiva discutir os mecanismos celulares e moleculares relacionados ao desenvolvimento do córtex cerebral, à formação de novos neurônios e às doenças neuropsiquiátricas e seus tratamentos.

De acordo com o professor do ICe, Marcos Romualdo Costa, o encontro pretende reunir pesquisadores de todo o mundo para discutir “desde fatores genéticos e ambientais responsáveis por doenças do neurodesenvolvimento, como autismo e esquizofrenia até estratégias de terapia celular que permitam amenizar os déficits cognitivos resultantes”.

As apresentações contarão com palestrantes de diversas instituições de pesquisa do Brasil e do mundo, como Johannes Gutenberg Universität (Alemanha), Universidad Miguel Hernández (Espanha), Dorris Neuroscience Center (EUA), Instituto de Ciências Biológicas (UFRJ - Brasil), École de Neurosciences Paris Île-de-France (França), Institute of Stem Cell Research (Alemanha), Departamento de Bioquímica (UFRGS - Brasil), Universidad Autonoma de Madrid (Espanha), Virginia Commonwealth University (EUA) e Harvard University (EUA).

O simpósio é voltado para professores, pós-doutores e alunos de pós-graduação atuantes na área de desenvolvimento do sistema nervoso central e suas patologias, mas também pode ser de interesse de médicos neurologistas e psiquiatras. Os interessados devem se inscrever até 15 de junho no site do evento.

Confira a programação: http://neuro.ufrn.br/changingbrain/.

semana

O Instituto do Cérebro (ICe) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza a 4ª Semana do Cérebro, de 14 a 22 de março, com o tema “O limite é a imaginação”. O objetivo do evento é promover conceitos e estudos da neurociência de forma lúdica e acessível a todos.

No dia 22, das 15h às 19h, o Partage Norte Shopping recebe a equipe do ICe, que desenvolverá dinâmicas interativas com o público. Na ocasião, diversos temas relacionados à neurociência serão trabalhados em forma de oficinas e jogos.

Sobre a Semana do Cérebro

O evento faz parte da Semana Nacional do Cérebro (SNC), com o intuito de divulgar os avanços e benefícios resultantes dos estudos do cérebro, promovidos em todo o Brasil pela Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento (SBNeC). A comemoração também está inserida na Brain Awareness Week (BAW), iniciativa internacional de divulgação das neurociências promovida pela Dana Foundation.

“4ª Semana do Cérebro no Partage Norte Shopping”

Data: 22 de março
Local: 2º piso do Partage Norte Shopping Natal, Av. Doutor João Medeiros Filho, 2395 - Potengi
Horário: das 15h às 19h

“O Estado não se desenvolve sem inovação”. A frase é do governador Robinson Faria que nesta segunda-feira, 19, recebeu em audiência os reitores das instituições federais e estadual de ensino superior no Rio Grande do Norte e fez o convite para participarem como parceiros da administração estadual.

O governador explicou o interesse da administração em resgatar a credibilidade e ampliar a atuação da FAPERN – Fundação de Apoio à Pesquisa do RN. Ele quer ampliar a produção do conhecimento e infraestrutura na área de Ciência e Tecnologia como suporte e incentivo ao desenvolvimento em todas as regiões.

Os reitores foram unânimes em ressaltar a importância da FAPERN e a necessidade da Fundação ter orçamento definido e liberado. A reitora da UFRN, Ângela Paiva Cruz solicitou maior diálogo da administração estadual com as instituições de ensino via FAPERN.

O reitor do IFRN, Belchior de Oliveira Rocha destacou a importância da pesquisa aplicada para potencializar o desenvolvimento da economia através de treinamento e capacitação, inclusive aproveitando a presença do Instituto Federal do RN em 21 municípios.

Os dirigentes da UERN – Universidade Estadual do RN, Pedro Fernandes, da UFERSA – Universidade Federal do Semiárido, José de Arimatéia, e o presidente do Instituto Metrópole Digital, Ivonildo Rego também participaram da audiência. O Chefe do Executivo solicitou aos dirigentes a indicação de nomes para ocupar a presidência e a diretoria de inovação da FAPERN.

O doutorando do Programa de pós-graduação em Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Felipe Luiz Neves, foi aprovado para realização do doutorado sanduíche no Massachusetts Institute of Technology (MIT), considerada a melhor universidade do mundo em tecnologia.

Neves trabalha especificamente com empreendedorismo e métodos quantitativos e, durante o doutorado sanduíche, pretende avaliar o efeito dos pares na capacidade de indivíduos a se tornarem empreendedores, a partir de um modelo de Matthew Jackson, Social and Economic Network Analysis, que analisa as redes sociais e econômicas e seu impacto sobre o comportamento humano.

Para ingressar no MIT, o processo seletivo é bem diferente do Brasil. A seleção é feita por meio das cartas de recomendações, valorizando o perfil do estudante, juntamente com o seu desempenho acadêmico. “Estou muito feliz por essa conquista para a educação potiguar. Para mim, é um grande orgulho poder fazer parte da UFRN. O processo de aceite durou quase três anos e se iniciou com a realização da minha dissertação, que teve coautoria de Renato Lima, pesquisador do MIT”, explica Neves.

O estágio será realizado no Departamento de Ciência Política e terá duração de 1 ano, com início previsto para setembro de 2015. Felipe é professor do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e vinculado ao grupo de pesquisa em métodos quantitativos aplicados às Ciências Sociais da UFRN, coordenado pelos professores Luciano Sampaio, do Departamento de Ciências Administrativas (DEPAD), e Raquel Sampaio, da Escola de Ciências e Tecnologia (ECT).

A Oi anuncia parceria com Facebook e Twitter para acesso gratuito no plano Oi Galera. A nova oferta do Oi Galera, que contempla serviços de voz, dados, SMS, música e acesso à rede Oi WiFi, permite que os clientes que estiverem com uma oferta ativa (diária, semanal ou mensal) do plano possam utilizar as redes sociais sem descontar do seu pacote de internet. Além disso, foi lançado também o República de Descontos, portal de parcerias que oferece descontos para o cliente Oi Galera.

“Com a flexibilidade das ofertas diária, semanal e mensal, os clientes Oi Galera podem escolher a opção mais adequada para seu perfil de consumo e ter mais economia e conveniência.”, afirma Bernardo Winik, diretor de Vendas de Varejo da Oi. “O Oi Galera foi desenvolvido especialmente para o público jovem, com serviços completos para atender às suas necessidades. Acreditamos que a parceria com o Facebook e com o Twitter é mais um diferencial competitivo para o plano”, completa.

“Mensalmente, 72 milhões de pessoas utilizam o Facebook por meio de dispositivos móveis no Brasil. Ações como a da Oi são importantes pois facilitam a conexão entre pessoas e permitem que mais brasileiros possam descobrir conteúdos relevantes por meio do Facebook”, disse Fabrício Proti, diretor de Negócios para as Indústrias de Telecomunicações, Tecnologia e Automobilística do Facebook Brasil.

“O Oi Galera é um produto direcionado para o público jovem, onde o Twitter tem uma penetração muito grande”, comenta Daniel Carvalho, diretor de Desenvolvimento de Negócios LATAM do Twitter.

Nova oferta Oi Galera
- Oferta diária: O cliente paga R$ 0,99 pelo dia que usar um dos serviços e tem direito a 60 minutos por dia para falar com qualquer celular e fixo da Oi, de todo o Brasil (usando código 31 ou 14, de acordo com a região); 10MB de internet 3G para utilizar o dia inteiro (o tráfego do acesso às redes sociais Facebook e Twitter são isentos, basta que o cliente esteja com o a oferta diária ativa); enviar até 500 SMS por dia (sendo até 30 dessas para qualquer operadora); acesso ilimitado à rede Oi WiFi; app de música Oi Toca Aí e assinatura gratuita do portal República de Descontos.
- Oferta semanal: O cliente paga R$ 6,50 e tem uma oferta válida por 7 dias, trata-se de uma assinatura recorrente, e tem direito a 480 minutos para falar com celular e fixo Oi de todo o Brasil, (usando código 31 ou 14, de acordo com a região); 80MB de internet 3G (o tráfego do acesso às redes sociais Facebook e Twitter são isentos, uma vez que o cliente está com o oferta semanal ativa); enviar até 3.500 SMS (sendo até 210 dessas para qualquer operadora); acesso ilimitado à rede Oi WiFi, muita música boa no app Oi Toca Aí e assinatura gratuita do portal República de Descontos.
- Oferta mensal: O cliente paga R$ 24,90 e tem uma oferta válida por 30 dias, trata-se de uma assinatura recorrente, e tem direito a 2.400 minutos para falar com celular e fixo Oi de todo o Brasil (usando código 31 ou 14, de acordo com a região); 250MB de internet 3G (o tráfego do acesso às redes sociais Facebook e Twitter são isentos, uma vez que o cliente está com oferta mensal ativa); enviar até 15.000 SMS (sendo que até 900 dessas para qualquer operadora); acesso ilimitado à rede Oi WiFi, App de música Oi Toca Aí e assinatura gratuita do portal República de Descontos.

Pesquisadores da Universidade Federal Rural do Semi-Árido avançam nas pesquisas com o uso de Sorgo Sacarino para a produção de etanol e a produção de biomassa visando a geração de energia. O experimento instalado no município de Upanema busca fontes mais competitivas e soluções para a redução das emissões de Dióxido de Carbono.

A produção de energia elétrica em larga escala a partir da biomassa é um tema estudado com grande interesse em vários países do mundo. A Ufersa se dedica nas pesquisas a partir de cinco variedades de sorgo, sendo duas variedades originadas na Embrapa, outras duas no Instituto Agronômico de Pernambuco – IPA e uma terceira gerada e já lançada também pela Embrapa.

O professor José Francismar de Medeiros coordena a pesquisa e explica que ela surgiu da necessidade evidenciada a partir da crise do combustível e também com as preocupações ambientais. Já a escolha pelo sorgo para produção de biomassa justifica-se pelo seu alto potencial energético.

Atualmente, a Cana-de-açúcar é a mais empregada na produção de etanol. No entanto, os pesquisadores da Ufersa defendem que o uso do sorgo sacarino é mais vantajoso, pois detém maior rapidez no ciclo de produção – três a quatro meses –, cultura mecanizável com plantio por sementes e colheita mecânica; adaptável à variação de ambiente como a deficiência hídrica, salinidade e baixa fertilidade.

Levando em consideração as condições do Semiárido, a Cana-de-Açúcar pode chegar à produção de até 100 toneladas por hectares num ano, mas com um consumo de água muito maior do que do sorgo.
Em contrapartida, como detalha o coordenador, os colmos de sorgo produzem açúcares diretamente fermentáveis e a produção de biomassa é de 60 a 80 toneladas por hectares. “Pode-se utilizar ainda o bagaço como fonte de biomassa para industrialização, cogeração de eletricidade, etanol de segunda geração ou forragem para animais, contribuindo para um balanço energético favorável”, complementa ele.

A equipe que desenvolve o estudo é composta ainda pelos estudantes de Pós-doutorado Halan Vieira de Queiroz Tomaz (CNPq) e o doutorando Raniere Barbosa de Lira.

Os três integrantes do Programa de Pós-graduação da Ufersa pretendem até o final do estudo determinar as variedades de forrageiro e sorgo mais indicado para a região para produção de sacarose e biomassa; determinar o arranjo de plantas e lâminas de irrigação para a máxima produtividade de biomassa; quantificar produção de biomassa; produzir briquetes e fazer a conversão em energia e quantificar a produção de caldo e as características tecnológicas.



Twitter