NATAL PRESS

Com o objetivo de desenvolver projetos relacionados à energia eólica e à distribuição de energia elétrica, através de aplicativos e protótipos inovadores, a primeira edição do Hackathon Neoenergia UFRN será lançada no Instituto Metrópole Digital (IMD), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), no dia 1º de agosto.

O evento, que vai ocorrer a partir das 19h, no Auditório B-205 do IMD, será realizado em uma palestra, na qual serão explicados todos os detalhes do Hackathon. Na mesma data, será disponibilizado o link de inscrição para os interessados em participar da competição, o que poderá ser feito sem pagamento de taxa.

O Hackaton acontece entre os dias 23 e 25 de agosto, também no Instituto Metrópole Digital (IMD), parceiro do realizador, o Grupo Neoenergia.

 

Premiação

A premiação para os três melhores grupos da competição vai somar R$ 17,5 mil, sendo R$ 10 mil para o primeiro colocado, R$ 5 mil para o segundo e R$ 2,5 mil para o terceiro. O público-alvo são alunos de cursos relacionados às áreas de Tecnologia da Informação (TI) e Computação, além de Administração, Engenharias e Design.

O Hackaton acontece por meio da formação de equipes multidisciplinares, com capacidade de solucionar problemas que envolvem energia eólica e distribuição de energia elétrica.

Os desafios serão apresentados pelo Grupo Neoenergia, que vai disponibilizar especialistas do setor para auxiliar os participantes. Além disso, haverá dados disponíveis e professores da UFRN que poderão apoiar as equipes.

O professor Leonardo Bezerra, um dos organizadores do evento por parte da UFRN, afirma que o Hackaton é importante para os estudantes, pois proporciona um contato mais próximo com o mercado de trabalho, que precisa de profissionais específicos da área. “As empresas querem uma aproximação com o ensino superior, pois o setor de energia eólica precisa de engenheiros para trabalhar na área, que representa um tema relativamente novo para a Universidade”, afirma ele.



Twitter