NATAL PRESS

Projeto apresenta a mostra “A Matemática está em tudo” com ferramentas interativas 

O Rio Grande do Norte ganha um equipamento voltado para a ciência e tecnologia com ferramentas interativas, multimídias e oficinas. Será inaugurado na Cidade da Criança (Avenida Rodrigues Alves, S/N) a partir desta sexta-feira (10), a partir das 9h o Espaço Eureka que apresenta a exposição “A matemática está em Tudo”, dirigida para o público infantil e adulto que frequenta o parque. 

Desenvolvido pela Sociedade dos Amigos da Pinacoteca (SAP),apoiado pelo CNPQ e em parceria com o Governo do Estado, através da Fundação José Augusto, o projeto é idealizado pela professora Isaura Rosado, com a coordenação do professor José Roberto Costa, voltado para as áreas de Matemática, Física e Biologia e Astronomia. 
A inauguração do espaço integra a programação cultural do  gosto de Cascudo, promovido pela Fundação José Augusto.

Salas

O espaço dispõe equipamentos cedidos por pesquisadores e instituições de apoio ao projeto e ocupará quatro salas temáticas, localizadas próximo ao Anfiteatro Lenicio Queiroga,intituladas: “Sala Imagem e Som”, “Sala da Vida”, “Sala Força e Movimento” e “Sala Céu e Terra”. Em cada sala estão expostos equipamentos correlacionados a seus respectivos temas. Na área externa haverá painéis de ilusão de ótica, evolução das espécies e a história do Universo.

Dois paneis artísticos, com tamanho total de 25m x 4m, criados pelo artista visual Lennon Lie integram a área externa do Eureka, retratando a teoria da evolução humana, de Charles Darwin e um calendário cósmico sobre a formação do Universo. Os trabalhos integram o acervo exposto ao público pela Sociedade dos Amigos da Pinacoteca.

 “Buscamos, por meio das ações a serem realizadas neste espaço, favorecer a criação de uma consciência crítica para o desenvolvimento de uma cultura de autoestima, que em última instância procura diminuir as desigualdades sociais da população por meio do saber científico”, explica o professor José Roberto.

Objetivos
Entre os principais objetivos do projeto destacam-se: despertar o interesse do público em geral, realçando a relação da Matemática com as ciências em geral;  auxiliar estudantes do Ensino Fundamental e Médio por meio da compreensão da Matemática como uma forma de linguagem fundamental e incentivar o pensamento crítico dos jovens por meio de sua atuação com os equipamentos interativos.

“Museus sempre foram sinônimos de curiosidade, encanto, prazer, dúvidas e aprendizado. Eles integram ciência e sociedade a partir da transferência de conhecimentos, aproximando os saberes da ciência do cotidiano dos visitantes, oferecendo um espaço de descobertas”, ressalta a idealizadora Isaura Rosado.

Visitação
 As visitas ao Espaço Eureka  poderão ser realizadas  por agendamento às escolas nas terças e quartas (pela manhã) e quintas e sextas (pela tarde) pelo telefone (84) 9.8820-7898, e serão abertas ao público nos domingos das 14 às 18h.

                                                

O que há no Espaço Eureka

Geochron – Um relógio diferente, que mostra as horas de todos os lugares do mundo ao mesmo tempo. Uma obra de arte da tecnologia. Visual e dinâmico, o Geochron permite saber os lugares que estão anoitecendo ou amanhecendo, a duração do dia, a posição do Sol e as estações do ano, entre outras informações.

DNA, a molécula da vida – Um modelo gigante do DNA está em exposição na Sala da Vida, que celebra as maravilhas da evolução, juntamente com três réplicas fieis de crânios de ancestrais humanos e um esqueleto do homem moderno completo.

O insetário – Confira os insetos mais peculiares e suas incríveis características. Quais deles são “do bem”? Quais podem nos fazer mal?

Maravilhas do magnetismo – Como funciona o trem magnético, que levita sobre seus trilhos? Como funciona um freio magnético? O que é o campo magnético da Terra, que resguarda a vida das constantes radiações que vem do espaço?

O “apaixonômetro” – Qual seu grau de afinidade com as pessoas? Confira se você gosta mais de si mesmo que de seu parceiro(a) neste curioso equipamento, e depois descubra o segredo por trás dessa intrigante brincadeira.

A bicicleta geradora – Gere energia pedalando sem sair do lugar. Que potência você consegue atingir? Descubra os segredos da geração de eletricidade.

 

ESPAÇO EUREKA

Inauguração: sexta (10), às 9h

Local: Cidade da Criança

divulgação


Integração entre os Cursos de Graduação e Pós-Graduação da UnP utilizou nanobiotecnologia para reaproveitamento dos alimentos



Pesquisadores potiguares patentearam biomassas desenvolvidas a partir de rejeitos do caju e do jerimum a partir das quais poderão ser produzidos aditivos antioxidantes, alimentos com ação nutritiva, e ainda, novos fitomedicamentos. O trabalho é fruto de projetos desenvolvidos por estudantes do Curso de Nutrição e do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia (PPGB) da UnP, integrante da rede Laureate, que culminaram no depósito de três patentes junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi).

Por meio da nanobiotecnologia, é feito o reaproveitamento desses alimentos. O interesse em desenvolver projetos nessa linha abrange um contingente nacional, pois mediante os resultados encontrados, são produzidas novas matérias da indústria alimentícia. Esses materiais podem ser comercializados e assim contribuir para um ambiente economicamente sustentável.

A partir das sementes e casca do jerimum, as então graduadas em Nutrição, Amélia Elislândia Gomes Guedes e Lígia Almeida e Albuquerque Melo, geraram a primeira produtividade de Propriedade Industrial (PI) do Curso da UnP. O trabalho, se desdobrou em uma nova pesquisa do PPGB-UnP com o bagaço do caju para produção de novos nanobioprodutos alimentícios. O trabalho de Graduação foi orientado pela Profa. Dra. Maria Aparecida Maciel e o Prof. Leonardo Araújo que se tornaram, respectivamente, orientadora e autor da pesquisa da Pós-Graduação.

Nesta parceria, encontra-se também a Profa. Dra. Heryka Ramalho que estuda biomassas nutricionais, com destaque à nível de graduação, para o Trabalho de Conclusão de Curso da então graduada Kalline Alves de Araújo.

Segundo a equipe de pesquisadores, rejeitos orgânicos precisam ser aproveitados, pois a medida que são descartados no ambiente sua decomposição podem agredir a natureza. Portanto, reutilizá-los, além de servir de nova fonte de nutrientes, vai preservar o meio ambiente.

A escolha do caju e jerimum também tem sua explicação: “ambos os frutos são regionais e possuem potencial nutricional. O cajueiro, por exemplo, tem uma grande produção de rejeito do bagaço do caju em função da venda de sucos, doces e castanha”, explica a Profa. Dra. Maria Aparecida M. Maciel, responsável pela orientação de pesquisas desenvolvidas com rejeitos orgânicos, na Pós-Graduação (PPGB-UnP), bem como a nível de Graduação.

PRÊMIOS
Os trabalhos, juntamente com outros projetos desenvolvidos com recursos naturais, trouxeram para Profa. Aparecida uma posição no Top 100 Scientists 2018, iniciativa da International Biographical Centre, em Cambridge, Inglaterra. “Esse resultado é do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia da UnP, que tem como função capacitar e incentivar os alunos, expandindo assim seus conhecimentos científicos e as oportunidades de atuação na área biotecnológica”, afirma a docente.

Eficiência e parcerias são uma boa causa para superar os desafios e a ação de todos os envolvidos no programa deslancha conquistas e cresce no âmbito nacional e internacional. Atualmente, o PPGB já possui mais de 30 pedidos de depósitos de patentes e publicações em revistas nacionais e internacionais.

 

A Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura (Cientec) 2018 começa na quinta-feira, 28 de junho, dentro da programação alusiva ao 60 anos de criação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O maior evento científico do Estado, que anualmente acontece em outubro, este ano foi antecipado para junho, e faz parte das comemorações de aniversário da Universidade.

 

A Cientec 2018 conta com três grandes dimensões: Mostra da Cientec, organizada em pavilhões que abrigam exposições interativas e transdisciplinares e que se constitui no espaço de troca de conhecimento e do diálogo de ideias; Reunião Acadêmico-Científica, onde serão realizados eventos acadêmicos como congressos, seminários, oficinas, cursos e exposição de pôsteres; Cientec Cultural, voltada à produção e integração acadêmico-cultural, com eventos artísticos, apresentações e exposições e suas discussões pedagógico-culturais.

 

A Cientec 2018 representa a vigésima quarta edição do evento e tem como tema este ano UFRN do ontem ao amanhã: 60 anos de evolução.

 

Com a finalidade de disseminar o conhecimento científico para alunos do Ensino Médio da Rede Pública Estadual, a Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (Fapern) em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC) proporcionaram aos alunos da Escola Estadual Desembargador Floriano Cavalcante, na última quinta-feira (14) uma visita técnica para o Núcleo de Pesquisa em Engenharia, Ciência e Sustentabilidade do Semiárido (Nupecs), que fica localizado no município de Caiçara do Rio do Vento/RN, onde os estudantes conheceram as instalações do projeto “Habitat Marte”.

Durante a visita, que durou cerca de duas horas, e foi conduzida pelo diretor de inovação da FAPERN, Julio Rezende, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer a estação de pesquisa e a estrutura do núcleo, onde vários projetos de sustentabilidade são desenvolvidos, sempre com foco no desenvolvimento de tecnologias sociais aplicadas ao semiárido.

O diretor da FAPERN ressaltou a importância dessa atividade para o grupo de alunos. “A visita gerou uma oportunidade de os estudantes se aproximarem mais da ciência, tecnologia e inovação, além de estimular a eles refletirem sobre projetos de pesquisa que podem ser desenvolvidos integrando o ensino médio com a universidade”.

Para o professor de matemática, Renato Rodrigues, a visita foi fundamental para o desenvolvimento dos estudantes. “O nosso objetivo aqui no Habitat foi trabalhar as questões de sobrevivência em Marte, onde já trabalhamos essa questão no curso de Robótica desenvolvido na Escola e esperamos que essa visita possa gerar frutos para os nossos alunos”.

Já a aluna do Floriano Cavalcante, Nataly Lauriano falou como o conhecimento adquirido irá auxiliá-la em suas atividades na Escola. “Já pesquisamos sobre a temática na Escola, como a busca por recursos hídricos e sobrevivência no espaço, que é algo que já estudamos”.

Outras visitas ao Núcleo estão sendo preparadas para os próximos meses, envolvido escolas e pesquisadores. 

 

A partir de agora, combos Oi Total Solução Completa Top e Oi Total Residencial Top disponibilizam decodificador compatível com a tecnologia de altíssima definição

 

Iniciativa reforça no mercado destaque da Oi TV, que registra crescimento há mais de dois anos

 

A Oi TV estreia na tecnologia 4K com a transmissão, pelo canal SporTV, dos jogos da Rússia, de 14 de junho a 15 de julho. A partir de agora, os clientes dos combos Oi Total Solução Completa Top e Oi Total Residencial Top poderão assistir os jogos em altíssima definição, no canal 400, desde que possuam o decodificador compatível com a tecnologia.

 

“A Oi TV tem sua estratégia comercial norteada pelos desejos do consumidor e identificamos que ele aprecia novidades como a tecnologia 4K, que já é uma realidade de mercado. Sendo assim, a Oi TV se antecipa mais uma vez e proporciona uma melhor experiência para seus clientes”, afirma Bernardo Winik, diretor Comercial da Oi. Essa é mais uma iniciativa da Oi TV para manter sua posição de destaque no mercado. Na contramão do segmento de TV por assinatura, que fechou com retração os anos de 2016 e 2017, a Oi TV vem registrando crescimento mensal há mais de dois anos, resultado que nenhuma outra operadora conquistou no período.

 

Ofertas com conteúdo em 4K

A partir de agora, os planos Top dos combos Oi Total Solução Completa e Oi Total Residencial disponibilizarão o novo decodificador da fabricante Sagem, compatível com tecnologia Ultra HD (4K), com gravador interno (DVR) de 500 GB, acesso ao portal de conteúdo Oi Play e conexão à internet por cabo. Além disso, o aparelho permite gravação de conteúdo em todos os pontos da Oi TV e a função de Live Pause, o que garante maior flexibilidade e interatividade aos usuários.

 

·         Oi Total Residencial Top - 195 canais (73 em HD + SporTV 4K durante a competição da Rússia), acesso ao portal de conteúdo Oi Play, gravador digital 4K no ponto principal,  1º ponto adicional grátis, possibilidade de gravação de conteúdo via pen drive em todos os pontos adicionais + Banda Larga de 15 MB + Fixo ilimitado, por R$ 269,90/mês.

 

·         Oi Total Solução Completa Top - 195 canais (73 em HD + SporTV 4K durante a competição da Rússia), acesso ao portal de conteúdo Oi Play, gravador digital 4K no ponto principal, 1º ponto adicional grátis, possibilidade de gravação de conteúdo via pen drive em todos os pontos adicionais + móvel com minutos ilimitados para qualquer operadora do Brasil e 50 GB de internet + Banda Larga de 15 MB + fixo ilimitado, por R$ 379,90/mês.

 

Degustação de 4K em lojas próprias

A Oi está promovendo ação de degustação da transmissão em Ultra HD (4K) em 20 lojas próprias da operadora em todas as regiões do país para clientes e visitantes. 

A Chamada Pública para ocupação de espaço por instituições particulares de ensino e projetos com finalidade educacional, científica ou tecnológica na Mostra de Ciência, Tecnologia e Cultura (Cientec 2018), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), está com inscrições abertas até 28 de maio, próxima segunda-feira.

Instituições particulares de ensino regular, instituições particulares ofertantes de cursos livres ou outras pessoas jurídicas, por meio de projetos com finalidade educacional, científica ou tecnológica, podem participar da seleção.

Os interessados devem efetuar inscrição pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., com o envio de proposta com CNPJ e uma breve apresentação da instituição, além de documentação comprobatória da função de gestão do proponente, e o projeto contendo objetivo e estratégias de interação com o público. O resultado está previsto para o dia 30 de maio e será disponibilizado nosite da Cientec. 

 

Os interessados em concorrer ao Programa de Iniciação Científica Jr (PIBIC Jr/RN) agora têm até o dia 21 de maio para o envio das propostas. O Edital é fruto do convênio firmado entre a Secretaria de Estado da Educação e da Cultura do Rio Grande do Norte (SEEC), juntamente com a Fundação de Apoio à Pesquisa do RN (FAPERN) e visa estimular o interesse dos jovens pelo conhecimento científico. 

Com a finalidade de despertar a vocação científica nos alunos da Rede Pública Estadual, o Programa irá ofertar 250 bolsas de estudos, no valor de R$ 100, a estudantes do ensino médio e de educação profissional da rede estadual de ensino. Além da bolsa, serão distribuídos 50 kits ciências (composto por material de laboratório e/ou informática) no valor de R$ 4 mil para cada projeto vinculado à iniciação científica ou tecnológica, conforme prevê o edital. Os projetos selecionados serão beneficiados com a bolsa durante um período de 12 meses.

Os projetos desenvolvidos pelos estudantes devem alcançar as mais distintas linhas de pesquisa, como a nanotecnologia, biotecnologia, agronegócio, educação, biotecnologia, infraestrutura urbana, tecnologia de informação, programa espacial, meio ambiente, gestão pública, energias renováveis, têxtil/confecção e turismo.

O Edital e o formulário para envio das propostas estão disponíveis nos sites da FAPERN (www.fapern.rn.gov.br) e da SEEC (www.educação.rn.gov.br).

 

Foi iniciado na manhã desta quinta-feira (19), na Escola de Governo, o IV Congresso FAPERN, que tem como tema: Pesquisa e Desenvolvimento Sustentável. O Evento é uma realização da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN), juntamente com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) e o Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn).

O Congresso visa fomentar e compartilhar experiências inovadoras, além de proporcionar a transferência de conhecimentos relacionados ao desenvolvimento sustentável. Dentro dessa visão, amanhã (20), às 8h30, acontecerá as apresentações dos painéis e banners. Ao todo 64 trabalhos serão apresentados nas mais diversas áreas do conhecimento.

Os grandes temas que serão apresentados são: Gestão; Monitoramento da Água; Meio Ambiente e Educação Ambiental; Qualidade da Água; Ciência e Espaço; Redução de Resíduos.

Todos os trabalhos apresentados durante o Congresso, serão publicados na revista Ciência Sempre, que é produzida pela Fundação.

A programação completa do IV Congresso FAPERN, encontra-se  disponível no site da FAPERN (www.fapern.rn.gov.br).

 

Os interessados em concorrer ao Programa de Iniciação Científica Jr (PIBIC Jr/RN) têm até a próxima sexta-feira (20) para submissão das propostas. O Edital é fruto do convênio firmado entre a Secretaria de Educação do RN e a Fundação de Apoio à Pesquisa do RN (FAPERN) e visa estimular o interesse dos jovens pelo conhecimento científico. 

O PIBIC Jr/RN irá ofertar 250 bolsas de estudos, no valor de R$ 100, a estudantes do ensino médio e de educação profissional da rede estadual de ensino. Além da bolsa, serão distribuídos 50 kits ciências (composto por material de laboratório e/ou informática) no valor de R$ 4 mil para cada projeto vinculado à iniciação científica ou tecnológica, conforme prevê o edital. Os projetos selecionados serão beneficiados com a bolsa durante um período de 12 meses.

Os projetos desenvolvidos pelos estudantes devem alcançar as mais distintas linhas de pesquisa, como a nanotecnologia, biotecnologia, agronegócio, educação, biotecnologia, infraestrutura urbana, tecnologia de informação, programa espacial, meio ambiente, gestão pública, energias renováveis, têxtil/confecção e turismo.

Os pesquisadores interessados devem encaminhar as propostas através do formulário disponibilizado na página da FAPERN (www.fapern.rn.gov.br). Após o preenchimento, os professores deverão encaminhar as propostas completas, incluindo documentação complementar, pelos Correios com Aviso de Recebimento (AR), em 02 (duas) vias impressas e uma versão em formato eletrônico, para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..br.

 

O Edital e o formulário para envio das propostas estão disponíveis nos sites da FAPERN e da SEEC (www.educação.rn.gov.br).

A Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN), juntamente com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) e o Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn), continuam com as inscrições abertas para o IV Congresso FAPERN, que terá como tema: Pesquisa e Desenvolvimento Sustentável. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas através do site da FAPERN (www.fapern.rn.gov.br).

O evento que irá acontecer nos 19 e 20 de abril, na Escola de Governo, visa fomentar e compartilhar experiências inovadoras, além de proporcionar a transferência de conhecimentos relacionados ao desenvolvimento sustentável.

O Congresso é aberto ao público e a programação completa será divulgada em breve.  Para mais informações, os interessados devem acessar o site da Fundação. 

 



Twitter