NATAL PRESS

divulgação
O trabalho de mais de duas décadas pela inclusão do deficiente físico por meio do esporte, realizado pela Sadef aqui no Estado, acaba de receber mais um importante reconhecimento. A Sociedade Amigos do Deficiente Físico está na lista das dez instituições e personalidades de todo o país vencedoras do Prêmio Brasil Mais Inclusão, concedido pela Câmara dos Deputados Federais.
 
“É com muito orgulho e alegria que recebemos essa notícia. Concorremos com empresas, ONGS e associações sem fins lucrativos de todo o Brasil, e o prêmio demonstra o reconhecimento do trabalho da diretoria e de todos que fazem a Sadef, com muito profissionalismo, seriedade, ética e honestidade. Agradecemos à senadora eleita, Zenaide Maia, pela indicação da nossa associação ao Prêmio”, comemora Tercio Tinoco, atual presidente da Sadef.
 
O Prêmio é uma iniciativa da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, da Câmara dos Deputados, para reconhecer iniciativas em prol da inclusão de pessoas com deficiência. Dez vencedores são contemplados com diplomas de menção honrosa. O prêmio é concedido anualmente, durante a semana em que se comemora o Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência (21 de setembro), mas esse ano foi prorrogado devido ao período eleitoral no Brasil.
 
Há mais de vinte anos atuando no Rio Grande do Norte, a Sadef vem mudando a vida de deficientes físicos e suas famílias. “Hoje oferecemos aos nossos 200 associados oito modalidades esportivas. E além da inclusão, que já é uma grande vitória, temos paratletas levando o nome do nosso Estado a pódios Brasil e mundo afora”, diz o presidente da associação. Atletas da associação já representaram o Brasil em 6 paralimpíadas, inúmeros campeonatos internacionais, nacionais, regionais e locais.
 
Além disso, a Sadef realiza mensalmente o Projeto Praia Inclusiva, que oferece atividades esportivas e lúdicas na praia de Ponta Negra, a pessoas com deficiências física, intelectual ou visual. “É uma alegria imensa a cada edição. Sempre temos exemplos de pessoas que estão tomando um banho de mar pela primeira vez, por exemplo. O evento também chama a atenção para as dificuldades de acessibilidade, e reforça a necessidade de termos uma sociedade mais inclusiva”, afirma Tercio, que também é cadeirante.     
 
A Sadef é uma entidade civil sem fins econômicos, mantida com patrocínios financeiros da Caern e Bomporte Produtos Ortopédicos, e muitas parcerias. “Temos muitas ajudas que possibilitam a oferta desses serviços, mas poderíamos fazer muito mais. Infelizmente, o dinheiro que entra ainda é pouco para todas as necessidades, mas não desistimos. A nossa luta a favor da pessoa com deficiência não para”, garante Tercio. 
 
A entrega dos diplomas de Menção Honrosa aos vencedores do Prêmio Brasil Mais Inclusão será no dia 5 de dezembro, no Plenário Ulysses Guimarães, na Câmara dos Deputados, em Brasília.


Twitter