NATAL PRESS


O Setembro Cidadão, em parceria com a fotógrafa Kalina Veloso, está apresentando este ano três mostras fotográficas, onde o tema central é a Cidadania. Ao todo são mais de 50 fotografias que retratam histórias de cidadania, cultura, além de alertar contra o preconceito e a violência doméstica.    

 

A primeira delas é a Mostra Fotográfica Cidadania e Educação, que acontece na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte e faz uma homenagem a figuras públicas representativas do Estado. São artistas, parlamentares, empresários, esportistas e profissionais em destaque, resgatando histórias de cidadania e cultura. A exposição Cidadania e Educação está instalada na Assembleia Legislativa no período dia 16 a 30 de setembro, com o encerramento em uma sessão solene de propositura da deputada Marcia Maia, onde todas as 17 personalidades fotografadas serão homenageadas.

 

A segunda é a Mostra Cidadania: Vencendo preconceitos, que será aberta nesta sexta-feira (22), no Partage Norte Shopping. A proposta é presentar uma campanha fotográfica abordando o tema em destaque contra o preconceito, levando a sociedade a refletir sobre as diversas formas de discriminação existentes e com o objetivo de ressaltar a importância que exercer cidadania é respeitar o outro. A exposição fotográfica, com 16 fotos, segue até o dia 30 de setembro.

A última mostra fotográfica é denominada: Eu mereço respeito e estará exposta na OAB/RN, com 18 registros. A exposição fotográfica foi lançada no dia da instalação da Frente Parlamenta de Combate a Violência Doméstica, na Assembleia Legislativa   no dia 01 de agosto. Por se tratar de um casting de mulheres de carreira jurídica, a fotógrafa Kalina Veloso propões ao Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil-OAB/RN, encaminhar a exposição para a instituição, como objetivo em valorizar o empenho da causa e divulgar a arte na instituição, além de integrar as ações do Setembro Cidadão. A data agendada para lançamento, será a próxima segunda-feira, dia 25 de setembro, às 17h, com finalização em 29 de setembro.

divulgação

Na noite desta segunda-feira (11), na sede da OAB/RN em Natal, aconteceu o lançamento da cartilha “Maria da Penha – A Mulher que ampara e inspira todas as outras”, idealizada e desenvolvida pelo Probec - Programa Brasileiro de Educação Cidadã – Probec, com o apoio do Seturn – Sindicato das Empresas  de Transportes Urbanos de Passageiros do Município de Natal, da Comissão da Mulher Advogada da OAB/RN e da Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres do RN.

A cartilha, que teve seu lançamento dentro da programação do Setembro Cidadão 2017, tem a finalidade de esclarecer para população sobre as disposições da Lei Maria da Penha, criada para proteger as mulheres contra qualquer forma de violência doméstica e familiar.

Através da cartilha o leitor terá informações relacionadas as formas de violências (física, psicológica, sexual, moral e patrimonial), além de ficar sabendo como proceder diante de uma agressão, quais os órgãos de apoio à mulher e as medidas que poderão ser determinadas pela Justiça. A cartilha também disponibiliza todas informações sobre a Lei Maria da Penha, como também os endereços das Delegacias Especializadas em Atendimento às Mulheres no Rio Grande do Norte.  A partir desta terça-feira, a cartilha estará disponível para download no site: www.seturn.com.br

Durante o lançamento, uma das idealizadoras do Probec, a advogada Lígia Limeira, fez uma palestra sobre a elaboração da cartilha, além de chamar atenção para dados como os divulgados pela ONU, onde apresenta o Brasil no 5º lugar no ranking global de homicídios de mulheres.

Compondo a mesa da solenidade de lançamento, o presidente da OAB/RN, Paulo Coutinho, a vice-presidente da OAB/RN, Marisa Rodrigues Diógenes, o Juiz Jarbas Bezerra, a advogada Lígia Limeira, a deputada estadual Cristiane Dantas, a secretária de Políticas Públicas para Mulheres no RN, Flávia Lisboa, a presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB/RN, Lucineide Freira, e o consultor técnico do Seturn, Nilson Queiroga.

 

Cartilha

A cartilha, que foi impressa e também será disponibilizada para download no site: www.seturn.com.br, será distribuída pelo Probec, que pretende atingir mulheres de todas as idades e classes sociais. O material foi diagramado de modo didático e lúdico para que todos entendam a mensagem a ser passada. A cartilha aborda as violências moral, patrimonial, física e sexual. O caso de violência patrimonial é quando o companheiro começa a destruir os móveis da casa e os documentos pessoais.

 

O Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em parceria com outras instituições, promove a Jornada Seridoense de Valorização à Vida que visa desenvolver ações de conscientização sobre a problemática do suicídio. O evento será realizado nos municípios de Caicó, Parelhas, Currais Novos, São Fernando e Serra Negra do Norte, entre os dias 10 e 15 de setembro.

Durante a jornada, profissionais de diversas áreas como saúde, educação e assistência social irão abordar o tema por meio de debates e mesas-redondas. O evento faz parte das ações referentes ao Setembro Amarelo, que surgiu com o propósito de intensificar as discussões em relação ao suicídio.


Na quarta-feira, 13 de setembro, ocorre a mesa-redonda O sentido da vida e suas implicações psicológicas, psiquiátricas e filosóficas que será realizada no auditório do Ceres de Currais Novos e Mediada por Sandra Kelly, diretora do Ceres Caicó.

elpídio júnior

A partir desta sexta-feira, dia 1º, acontece no Rio Grande do Norte o "Setembro Cidadão", projeto idealizado pelo juiz Jarbas Bezerra e a advogada Lígia Limeira a partir da experiência de uma década, na elaboração de livros educativos. O projeto, que é pioneiro no reconhecimento da importância da cidadania, faz parte do Programa Brasileiro de Educação Cidadã – PROBEC, e se assemelha ao movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa e a campanha de conscientização do Novembro Azul. O Setembro Cidadão transforma o Rio Grande do Norte na Terra do Sol, do Sal e da Cidadania. Este será o quarto ano que o Estado celebra o Setembro Cidadão.

O dia 10 de setembro foi escolhido para celebrar o ‘Dia Estadual da Educação Cidadã’ no Rio Grande do Norte, a partir da Lei Complementar nº 494/2013, instituída em 27 de agosto de 2013, por unanimidade pela Assembleia Legislativa. A escolha da data refere-se à nota máxima exigida, na educação, aos melhores alunos.

Já o mês de setembro, foi escolhido por ser marco de celebrações de várias datas em torno do tema. Os dias 6, 7, 8 e 10 de setembro, por exemplo, são respectivamente: Dia da Oficialização da Letra do Hino Nacional; Dia Nacional da Alfabetização e Dia da Educação Cidadã e o mês Setembro Cidadão no Rio Grande do Norte.

 “A união da escola, família e do Estado são responsáveis pelo processo de educação e informação para a cidadania. A ausência do conhecimento sobre o fator ‘cidadão’ gera a atual situação ao qual o País se encontra, com o alto índice de violência, impunidade, descrédito nas instituições e desrespeito a ordem jurídica vigente”, explica o juiz Jarbas Bezerra.

A fórmula geral da celebração do ‘Setembro Cidadão’, dar-se em: Educação + Informação = Cidadania. “O progresso de qualquer nação não reside apenas em uma educação voltada ao conhecimento científico e sim a junção de uma formação educativa para a cidadania, tendo como objetivo a mudança gradual da realidade brasileira”, completa a advogada Lígia Limeira.

 

Como irá funcionar o Setembro Cidadão:

- Símbolo: Flâmula verde e amarela, que será distribuída gratuitamente, para ostentar no peito. Fachadas de órgãos públicos e privados serão iluminadas nas cores verde e amarela. 

- Cartilha: Cidadania A-Z contém conceitos de cidadania de a–z, na linguagem simples e objetiva e com símbolos que identificam características positivas e negativas para a formação desse conhecimento. Serão distribuídas em eventos paralelos ao longo do mês de setembro.

- Civismo: Despertar o sentimento pátrio da população brasileira e redirecionar os sentimentos ao respeito e amor ao Estado e à Pátria, tendo, assim, ao final da cartilha a reprodução do Hino Nacional Brasileiro.

- Personagens: dois personagens interagem com o público: Edu (diminutivo de educação) e Cida (da palavra cidadania), carinhosamente chamada de Cidinha, e vestem as cores do Brasil. Os bonecos farão parte dos eventos. 

- Família cidadã: Para a composição da educação, informação e cidadania, o envolvimento da família é essencial. O que fez surgir a ‘família cidadã’, como forma de valorização do amor, da paz, da igualdade, da tolerância e do companheirismo, norteadores da saúde emocional e psíquica dos cidadãos. São 18 personagens, em árvore genealógica, que representam a diversidade brasileira, incluindo animais pertencentes ao meio. (Confira ilustração).

- Singularidade: As entidades públicas e privadas que aderirem ao programa terão sua logomarca reproduzida na contracapa da cartilha Cidadania A-Z, tendo, então, sua imagem atrelada aos valores humanos, e demandas socioeconômicas do país, responsabilidade socioambiental, educação, cultura, ética e comprometimento com o futuro.

 

Programação completa no nosso site: www.probec.com.br

 

O Grupo de Estudos e Pesquisas - Trabalho, Ética e Direitos (GEPTED), do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), realiza o evento Assédio sexual contra as mulheres em debate, nesta quarta-feira, 30, às 19h, no auditório 2 do Nepsa II.

Participam do debate Valéria Corossacz, professora de antropologia da Universidade de Modena e Reggio Emilia (Unimore) Itália, Ilidiana Diniz, professora do Departamento de Serviço Social da UFRN, e Fernanda de Oliveira, advogada e professora de Direito na Universidade Potiguar.

Além do debate, acontece também o lançamento do livro Mulheres como eu, Mulheres como as Outras: o assédio moral e sexual contra mulheres no trabalho, da professora Ilidiana Diniz. Outro ponto marcante da noite será o lançamento do projeto CCSA contra os Assédios, que é realizado em parceria com pesquisadores do GEPTED, técnicos do Núcleo de Apoio ao Discente do CCSA (NADis), 59 mil, empresa júnior de Publicidade da UFRN, além de estudantes e técnicos do CCSA.

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE/RN) conquistou na justiça o direito ao exame de DNA gratuito para a população de Ceará-Mirim que não possua condições de arcar com os custos do exame nas ações de investigação de paternidade. A decisão, em tutela de urgência, determina que Estado forneça os exames em até 60 dias, sob pena de pagar multa diária no valor de R$ 5.000,00.

A Ação Civil Pública foi ajuizada diante da existência de processos de investigação de paternidade em que as partes não possuíam recursos para o pagamento do exame de DNA. “É orientação jurisprudencial, inclusive, no Supremo Tribunal Federal de que cabe ao Estado o custeio do exame pericial de DNA para os beneficiários da assistência jurídica gratuita”, registra o magistrado em sua decisão.

“A decisão é fundamental para evitar os prejuízos que são causados à população hipossuficiente pelo atraso nos processos em que não há possibilidade das partes custearem o exame de DNA, garantindo às crianças o efetivo exercício do direito ao conhecimento de sua ascendência genética e, ainda, prestigiando a política de paternidade responsável”, registra o defensor público Eduardo Brasil, responsável pelo caso. A gratuidade será aplicada para todos os processos de investigação de paternidade da cidade, sejam eles em trâmite ou futuros, em que as partes sejam beneficiárias da gratuidade de justiça.

Os estudantes da Escola Estadual Dom Nivaldo Monte, em Parnamirim, deram uma grande lição de cidadania na manhã desta 4ª feira (23), durante o encerramento do Festival “Tô Ligado na Energia”, uma gincana promovida pela Cosern, WWF – Brasil e Secretaria de Educação e Cultura do RN nas últimas quatro semanas na escola para difundir os conceitos do uso seguro e eficiente de energia elétrica.

Divididos em três equipes, os estudantes tinham várias tarefas e uma delas era recolher resíduos sólidos recicláveis no entorno da escola para serem trocados por descontos na conta de luz, por meio do Projeto Vale Luz Cosern, escolhendo uma instituição para ser beneficiada com o desconto na conta de energia.

Os 120 alunos recolheram 10,4 toneladas de resíduos sólidos, conseguiram R$ 1.756,21 de descontos e decidiram destiná-lo para a conta de energia do Hospital Infantil Varela Santiago. Os números foram revelados entre as apresentações de teatro e música que encerraram o Festival na Escola, acompanhados por representantes da Cosern, da Neoenergia, e do gerente de energia da WWF-Brasil, André Nahur.

Para Ana Mascarenhas, Gerente de Eficiência Energética da Neoenergia, a atitude dos alunos do Dom Nivaldo Monte é uma prova indiscutível de como o Festival gera bons frutos, também no campo da solidariedade. “O resultado que a gente vê no final é que eles realmente aprendem sobre economia de energia elétrica e compartilham esse saber em casa”, pontua Ana Mascarenhas. À tarde, no Edifício-Sede da Cosern, a 3ª edição do Festival “Tô Ligado na Energia” foi lançado entre os alunos da Escola Estadual José Moacir de Oliveira, de São Gonçalo do Amarante.

Desenvolvido no âmbito do Programa de Eficiência Energética da Cosern, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o Festival “Tô Ligado na Energia” tem como parceiros a organização ambiental WWF-Brasil e da Secretaria da Educação e da Cultura (Seec) do RN.

A WWF Brasil, que desde 2016 atua em parceria com as concessionárias do Grupo Neoenergia capacitando professores na área de energia e meio ambiente, é a responsável pela organização do festival em Natal e pela comunicação de mídias sociais de todo o projeto (que envolve também oito escolas em Salvador e oito em Recife).

Ao longo das próximas quatro semanas, alunos da EE José Moacir de Oliveira, de São Gonçalo do Amarante, participarão de diversas oficinas e atividades, sempre utilizando o tema do uso eficiente e seguro da energia. O festival “Tô Ligado na Energia” acontece em formato de gincana, com formação de três equipes. As atividades são dinâmicas e valem pontos para o encerramento do projeto, chamado de “Dia Show”, quando será conhecida a equipe vencedora.

Todas as etapas do projeto poderão ser acompanhadas em tempo real no site www.festivaltoligadonaenergia.com.br, em notícias assinadas pela WWF ou pelos próprios alunos.

 

Meta é gerar um total  de 5700 empregos diretos no Estado 

A Confederação do Elo Social, ONG da sociedade civil com atividades voltadas para o combate à desigualdade social, realiza no próximo dia 23 de agosto o lançamento do programa "Lixo Zero Social 10" no RN. O  encontro acontecerá a partir das 10 horas, no hotel Monza. A iniciativa promete revolucionar o sistema de destinação do  lixo. Através das usinas INER, o resíduo sólido será aproveitado 100% tanto da retirada das primeiras riquezas, finalizando na compostagem, processo esse que vai ser implantado em todo país. O encontro acontecerá com a presença do presidente da CESB, Jomateleno dos Santos Teixeira.

No Rio Grande do Norte, está prevista a construção de 28 Centros de Triagem e Transbordo, que atenderão uma população de 3,4 milhões de habitantes, além de usinas de compostagem, incineração hospitalar ,quimica e cremação de animais. Todos para comercialização com a iniciativa privada. Em áreas de risco social, um prédio do Elo Social oferecerá à população serviços de psicologia, assistência social, e advocacia, além de promover cursos da formação profissional e de cidadania. 

O programa “Lixo Zero Social 10” absorve todo complexo de recepção, tratamento e destinação final, inclusive do lixo hospitalar e químico.  A meta é gerar um total  de 5700 empregos diretos no Estado, solucionando um problema de ordem de poluição do lençóis freáticos como também de saúde publica. Desse modo, o Rio Grande do Norte entra em conformidade com a Lei 12.305/10, que trata da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

A Legião da Boa Vontade (LBV) faz a entrega das cestas de alimentos arrecadadas por meio de sua tradicional campanha Diga Sim!, iniciativa de caráter emergencial, cujo slogan deste ano é “O que é urgente para você?”. Na região Norte e Nordeste, são 11 mil cestas de alimentos não perecíveis que beneficia famílias em situação de pobreza que enfrentam a seca em dezenas de cidades nordestinas. Com essa mobilização social, a Entidade visa contribuir para minimizar o sofrimento de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos.

No Rio Grande do Norte, as cidades de Macaíba, Pedro Avelino, Baía Formosa e Taipu, receberão a Caravana da Boa Vontade que fará a entrega das cestas de alimentos, a partir desta quarta-feira, 16às 9h, no assentamento Eldorado dos Carajás, localizado na Zona Rural de Macaíba, beneficiando os povoados e assentamentos de Roseli Nunes, Oziel Alves, Riacho da Benção, Revolução Jovem Benício Pinheiro e Maria Bonita.

Na quinta-feira (17), às 9h, será nas comunidades quilombolas de Arueira e Bom Jesus em Pedro Avelino. Em Taipu, às 15h, os voluntários da LBV, seguirão para à comunidade de Piçarreira, assistindo os povoados de Matão, Maria Tacaca. A última paradaacontece no sábado (19), às 9h, com entrega das cestas de alimentos na Associação dos Pescadores, da comunidade do Seu Pela, no município de Baía Formosa.

Ação solidária

Além do Estado do Rio Grande do Norte, as cestas de alimentos não perecíveis beneficiam famílias do Acre, de Alagoas, da Bahia, do Ceará, do Espírito Santo, de Goiás, do Maranhão, do Mato Grosso, de Minas Gerais, da Paraíba, do Piauí, de Pernambuco, de Rondônia, de Sergipe e do Tocantins.

Para saber como está ocorrendo a entrega das doações, basta acessar as redes sociais Facebook (LBVBrasil), YouTube (LBVBrasil), Twitter (@LBVBrasil) e Instagram (@LBVBrasil).

 

Serviço

Evento: Entrega das cestas de alimentos por meio da campanha Diga Sim!, promovida pela Legião da Boa Vontade.

Local: Zona Rural de Macaíba, Pedro Avelino, Baía Formosa e Taipu/RN

Outras informações: (84) 3613.1655 www.lbv.org

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE/RN) encerrará, nesta sexta-feira (18), a campanha “Saúde e Dignidade” de arrecadação de materiais de higiene pessoal íntima. As doações podem ser feitas das 8h às 14h, na sede do núcleo de primeiro atendimento, em Lagoa Nova. Os itens serão entregues durante atendimento para mulheres em situação de rua.

A campanha foi lançada com o objetivo de oferecer para as mulheres que vivem em situação de rua uma forma mais digna de preservar sua saúde íntima. “Chegou até a Defensoria a informação de que muitas mulheres que vivem em situação de rua não possuem, por exemplo, absorventes para uso pessoal e acabam optando por meios não convencionais e de risco para sua saúde. Nossa proposta é levar dignidade e garantir segurança a higiene íntima dessas mulheres em situação de rua”, explica a defensora pública Fabrícia Gaudêncio, coordenadora do Núcleo Especializado de Defesa da Saúde (Nudesa) da Defensoria Pública do Estado.

Os itens arrecadados durante a campanha serão entregues durante a edição do projeto “Defensoria na Comunidade” que será realizado dentro do Ato Pop. Rua, que marca a passagem do Dia de Luta da População em Situação de Rua celebrado (19 de agosto). O evento, voltado especialmente para as pessoas em situação de rua, irá acontecer na sexta-feira (18), na Pinacoteca do Estado, a partir das 8h30. Na ocasião, kits pessoais com parte dos itens coletados serão entregues e os defensores realizarão atendimento jurídico gratuito.

DIA DE LUTA

O Dia de Luta da População em Situação de Rua é celebrado na mesma data em que  acontece o massacre na Praça da Sé, em SP, quando sete pessoas em situação de rua foram assassinadas com golpes na cabeça enquanto dormiam. Outros conseguiram fugir.



Twitter